News letter janeiro de 2009 ESEB CONSULTORIA

52 views

Published on

Este News Letter foi editado em janeiro de 2009, o que mudou até hoje me agosto de 2016, praticamente nada mudou, se emprestamos tanto dinheiro para a divida pública para onde está indo o dinheiro emprestado da divida pública, se não temos benfeitorias no Brasil.

Published in: Economy & Finance
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

News letter janeiro de 2009 ESEB CONSULTORIA

  1. 1. QUANTO SÃO PAULO PERDE DE PRODUÇÃO TODOS OS DIAS ? NEWS LETTER ESEB DE JANEIRO 2009. ARAÇATUBA - SP Tempo é dinheiro, a cada minuto que um cidadão perde para chegar ao seu trabalho é um minuto a menos de produção para a riqueza da nação Brasileira, a soma dessa perda comentada pelo economista.
  2. 2. O metro de São Paulo é um dos meios mais eficientes , ágil e confortável, somente em horários antes da hora de pico. Existem vários fatores que modificam a vida do cidadão, uma delas é o crescimento populacional, pessoas a procura de novas oportunidades. Quanto mais aumenta a população, mais o metro paulistano recebe dinheiro em troca da passagem que é muito bem remunerada, Quanto mais dinheiro entra, menos benefícios surgem ao cidadão paulistano, uma empresa que está sempre super lotada ao extremo nos horários de pico, e nos outros horários sempre com numero considerável de passageiros, todas essas pessoas pagam pelos serviços do metro, o que acontece com a administração desse dinheiro? Porque o cidadão não tem mais tranquilidade, com mais transportes circulando e evitando os congestionamentos de pessoas ! A cada dia, está ficando mais insuportável, para o trabalhador viver em São Paulo, muitos paulistanos acordam 04:00 horas da madrugada, para lutar no empurra e espreme do metro e ônibus na tentativa de chegar no seu trabalho sem atraso, muitos ainda precisam pegar metro e mais ônibus, devido a imensidão da Capital e suas poucas opções de estações . Assim o cidadão sempre atrasa pelo menos uma hora por dia em seu trabalho.. Se computarmos uma hora de atraso na média para cada trabalhador, quanto dinheiro perdido! Uma cidade que tem milhões de habitantes e trabalhadores com carteira assinada, sem falar dos trabalhadores informais, isso gera uma perda enorme na produção da grande potencia que é São Paulo, quanto menos se produz menos impostos para o Governo, qual é a vantagem do Governo de São Paulo, deixar essa desaceleração da Economia de São Paulo, Porque não melhora a condição do metro, pois os Paulistanos não andam de graça, eles pagam pelo empurra e espreme de cada dia, até quando vão suportar, o Brasileiro é paciente, más quando chega ao limite explode e quando isso acontece, mais prejuízos aos cofres públicos, povo estressado , cansado, produz sempre menos e pode explodir no seu limite . O Estado de São Paulo é um dos que mais arrecada impostos e um dos que menos investe alega não ter dinheiro para aumento salarial, saúde e educação! O EMPURRA E ESPREME DE CADA DIA
  3. 3. O dinheiro do Metro está sendo bem gasto! Quem paga os prejuízos o sofrimento dos trabalhadores? Esta conta está ficando muito cara para o Paulistano. A média de pessoas que passam por dia nas catracas do metro de São Paulo é de 2.429.642 Fonte: GOP/OPC/CTE pessoas por dia. Valor da passagem R$ 2,40 x 2.429.642 = R$ 5.831.140,80 por dia receita de passagens! Calculando no valor médio 10% tem benefícios a um valor diferenciado da passagem, temos um valor aproximadamente real de R$ 5.248.026,72 valor médio diário, o metro em 2007 teve um ganho mensal somente nas passagens no valor de R$ 157.440.801,60. Essa informação foi gerada pela média em 2007, estamos em 2009, pelos empurra e espreme do metro crescente, devido ao aumento populacional e de novas estações que aumenta cada vez mais o fluxo de pessoas , pode se dizer que esse valor triplicou , valor recebido diariamente! Valor triplicado = R$ 17.493.422,40 ganho por dia, o que pelas estatísticas pode ser concluído que o metro de São Paulo tem um ganho somente de vendas de passagens no importe atual e mensal de R$ 524.802.672,00! A diferença do metro de washington outro país, não tem superlotação, sinônimo de boa administração! Ainda o metro de São Paulo também tem outros ganhos. Além das passagens vendidas diariamente, o metro de São Paulo também ganha com propaganda, comerciais, vídeos, espaços comerciais ETC..., que são outros milhões a serem computados em sua receita mensal. O Brasileiro Paulistano é cordeiro sofre e não reclama de seus direitos como cidadão, Todos os dias passa por esses transtornos calado! Isso é sinal de povo Derrotado, que não tem esperanças, povo fraco oprimido, onde está o herói desse povo? Se eles não fazem nada quem irá fazer? Vão viver sofrendo, sem reclamar, não vão lutar pelos seus direitos de cidadão paulistano! É fácil dizer que não tem dinheiro para colocar mais transporte nos horários de pico, o difícil é provar que não tem esse dinheiro para isso! O DESTINO DO DINHEIRO DO METRO, MATERIAL DE ULTIMA CATEGORIA PARA SOBRAR MAIS , QUEM GANHA COM ISSO E QUEM PERDE ?
  4. 4. Características geográficas Área 1.522,986 km² População 10.990.249 hab. (SP: 1º) - est. IBGE/2008 [2] Densidade 7.216,3 hab./km² Altitude 792 metros Clima subtropical Cwa Fuso horário UTC-3 Indicadores IDH 0,841 (SP: 18°) - elevado PNUD/2000 [3] PIB R$ 263.177.148 mil (BR: 1º) - IBGE/2005 [4] PIB per capita R$ 24.083,00 IBGE/2005 [4] A super lotação do metro, fere a sua legislação, art. 2 alínea m do art. 3º da lei 5.917/73, “os sistemas metropolitanos e municipais dos transportes urbanos deverão ser organizados , segundo planos de diretrizes e projetos específicos de forma a assegurar a cooperação entre seus componentes principais, a saber, o sistema viário, transportes públicos portos e aeroportos, trafego e elementos de conjugação visando a maior eficiência, assim como a compatibilização com os demais sistemas de viação e com os planos de desenvolvimento urbano, de forma a obter uma circulação eficiente de passageiros e cargas, garantindo o transporte terrestre, marítimo e aéreo, possibilidades de expansão, sem prejuízo da racionalidade na localização das atividades e das habitações. “. As partes grifadas podem observar que o metro não obedece a lei, não está organizado, não tem uma circulação eficiente dos passageiros e ocasiona prejuízos ao povo, muitos perdem horas de serviço os quais são descontados de seus salários e que também diminui a produção das empresas e comercio que também irá gerar menos impostos para o Governo prejuízos enormes em tempo de crise mundial! São Paulo, já comentamos no NEWS LETTER ESEB de dezembro de 2008, sobre quanto dinheiro entra diariamente nos pedágios em nosso estado, agora comentamos o quanto que entra de dinheiro no metro de São Paulo, pela estatística um valor médio mensal aproximado de R$ 524.802.672,00 atualmente, somente em receitas de passagens, sendo que o metro tem outras inúmeras receitas já comentadas . Uma empresa governamental que pode ser considerada como uma fabrica de fazer dinheiro ou simplesmente uma mina de ouro inesgotável. Agora Quero entender, porque o Governo de São Paulo, não tem dinheiro para pagar aumento salarial para os funcionários públicos e militares? Defasados 200% a mais de 10 anos quer corrigir os 10 anos com 6,5%!, Ocasionou até uma guerra entre policias cível e militar. Se fosse outros paises já teria uma intervenção do Governo, sendo que o partido político do Governo de São Paulo é diferente do partido do Presidente do Brasil. Porque o nosso presidente não tem interesse em nomear interventor de São Paulo? Não existe ninguém competente no partido do Presidente do Brasil para ser o interventor de São Paulo? Se São Paulo não pode dar aumento salarial aos militares e funcionários públicos, não pode asfaltar as rodovias necessitando de pedágios, saúde nem se fala e não pode dar condições humanas para o transporte do cidadão o qual prejudica em média de uma hora diária na produção da grande São Paulo, um desperdício para a riqueza da nossa nação, trilhões perdidos todos os dias, saúde e educação precárias! Quem será nosso herói? O qual nomeará um interventor para administrar São Paulo, retornando dignidade aos cidadão e funcionários públicos e militares. Atualmente o Paulistano, acorda 04:00 horas da madrugada para tentar chegar ao trabalho sem atraso, más esse feito é impossível, pois gasta 30 minutos para a compra da passagem, mais 01:00 hora na tentativa de conseguir entrar no transporte do metro de São Paulo. No mínimo São Paulo perde 01:00 hora por dia de produção calculando estatística o fluxo de passageiros de 2007 triplicou, assim temos perda mínima de 218.667,780,00 por mês de horas não produzidas no serviço dos trabalhadores que passam pelo metro sem comentar dos trabalhadores que não usam o metro que também passam pelos mesmos problemas de empurra e espreme e perde horas de serviço diminui o salário do trabalhador pelos descontos de horas não trabalhadas. Ainda o desgaste do trabalhador devido ao espreme e empurra de cada dia, ocasiona estresse ao trabalhador e diminui a sua produção , assim todos perdem, o Brasil perde. Fotos da internet

×