As massas de ar e as perturbações frontaisMassa de arSuperfície frontalFrente PolarPerturbação FrontalEstados do Tempo Ass...
Massa de arPorção de ar de grande dimensão, com característicasde temperatura, humidade e densidade homogéneas.Uma massa d...
• As massas de ar influenciam tanto o        estado de tempo como o clima.          • Tipos de Massas de Ar: Massas de ar...
 Massas de ar tropical marítimo (TM)—formam-   -se na região intertropical,sobre os oceanos, e   caracterizam-se por sere...
Quando duas massas  de caraterísticas   diferentes se encontram não se     misturam
• SUPERFÍCIE FRONTAL—superfície de     separação entre duas massas de ar.• FRENTE—linha de intersecção da superfície      ...
Esquema de uma perturbação frontal:       Plano horizontal e corte vertical
A superfície frontal quente tem menor declive e éhorizontalmente mais extensa do que a friaporque, como o ar quente é meno...
A superfície frontal fria tem maior declive, porque oar frio, ao introduzir-se sob o ar quente, obriga-o aascender rápida ...
As frentes quentes resultam do avanço do arquente sobre o ar frio               Ar quente                             Ar f...
As frentes frias resultam do avanço do ar frio sobo ar quente.                       Ar quente           Ar frio          ...
Perturbação frontal Conjunto formado por duas frentes, uma quente euma fria, associadas a um centro de baixas pressões
Uma perturbação frontal é constituída por um sector de arquente tropical e dois sectores de ar frio polar (ar frioanterior...
Corte horizontal (ao nível do solo)Frente fria                                                    Frente                  ...
Aproximação da frente quenteFrente quente
Passagem da frente quente              Frente quente
Passagem do ar quente tropicalFrente fria             Frente quente
Passagem da frente friaFrente fria         Frente quente
Após a passagem da frente fria                      Frente fria
ESTADOS DE TEMPO ASSOCIADOS À PASSAGEM      DE UMA PERTURBAÇÃO FRONTAL
Precipitações Orográficas ou de relevo          Altitude (metros) 200017501500  1250                                      ...
Precipitações frontais                                                              Ar frio polar                         ...
Massas de ar; perturbação frontal; tipos de precipitação
Massas de ar; perturbação frontal; tipos de precipitação
Massas de ar; perturbação frontal; tipos de precipitação
Massas de ar; perturbação frontal; tipos de precipitação
Massas de ar; perturbação frontal; tipos de precipitação
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Massas de ar; perturbação frontal; tipos de precipitação

24,405 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
10 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
24,405
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
144
Actions
Shares
0
Downloads
406
Comments
0
Likes
10
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Massas de ar; perturbação frontal; tipos de precipitação

  1. 1. As massas de ar e as perturbações frontaisMassa de arSuperfície frontalFrente PolarPerturbação FrontalEstados do Tempo Associados à Passagem deuma Perturbação Frontal
  2. 2. Massa de arPorção de ar de grande dimensão, com característicasde temperatura, humidade e densidade homogéneas.Uma massa de ar forma-se quando o ar se mantémestacionário durante muito tempo sobre umasuperfície de determinadas características térmicase higrométricas.
  3. 3. • As massas de ar influenciam tanto o estado de tempo como o clima. • Tipos de Massas de Ar: Massas de ar polar marítimo (PM)—formam-se nas áreas de elevadas latitudes, sobre os oceanos, e caracterizam-se por serem constituídas por ar frio e húmido;  Massas de ar polar continental (PC)—têm origem nas regiões de elevada latitude, sobre os continentes, e são constituídas por ar frio e seco;
  4. 4.  Massas de ar tropical marítimo (TM)—formam- -se na região intertropical,sobre os oceanos, e caracterizam-se por serem constituídas por ar quente e húmido;  Massas de ar tropical continental (TC)—são originárias da região intertropical, formam-se sobre os continentes e são constituídas por ar quente e seco.
  5. 5. Quando duas massas de caraterísticas diferentes se encontram não se misturam
  6. 6. • SUPERFÍCIE FRONTAL—superfície de separação entre duas massas de ar.• FRENTE—linha de intersecção da superfície frontal com a superfície terrestre
  7. 7. Esquema de uma perturbação frontal:  Plano horizontal e corte vertical
  8. 8. A superfície frontal quente tem menor declive e éhorizontalmente mais extensa do que a friaporque, como o ar quente é menos denso, sobelentamente, deslocando-se de forma suave aolongo da superfície frontal. Superfície frontal quente Ar quente Ar frio anterior
  9. 9. A superfície frontal fria tem maior declive, porque oar frio, ao introduzir-se sob o ar quente, obriga-o aascender rápida e violentamente Ar quente Superfície frontal fria Ar frio posterior
  10. 10. As frentes quentes resultam do avanço do arquente sobre o ar frio Ar quente Ar frio anterior Frente quente
  11. 11. As frentes frias resultam do avanço do ar frio sobo ar quente. Ar quente Ar frio posterior Frente fria
  12. 12. Perturbação frontal Conjunto formado por duas frentes, uma quente euma fria, associadas a um centro de baixas pressões
  13. 13. Uma perturbação frontal é constituída por um sector de arquente tropical e dois sectores de ar frio polar (ar frioanterior e posterior). Estes sectores estão separados pelassuperfícies frontais fria e quente, que se estendem emaltitude e pelas respectivas frentes, junto ao solo. Corte vertical (em altitude) Oeste Este
  14. 14. Corte horizontal (ao nível do solo)Frente fria Frente Quente As perturbações frontais, tal como as massas de ar, não têm posição fixa: deslocam-se no sentido Oeste- -Este devido ao movimento de rotação terrestre e à acção dos ventos de Oeste.
  15. 15. Aproximação da frente quenteFrente quente
  16. 16. Passagem da frente quente Frente quente
  17. 17. Passagem do ar quente tropicalFrente fria Frente quente
  18. 18. Passagem da frente friaFrente fria Frente quente
  19. 19. Após a passagem da frente fria Frente fria
  20. 20. ESTADOS DE TEMPO ASSOCIADOS À PASSAGEM DE UMA PERTURBAÇÃO FRONTAL
  21. 21. Precipitações Orográficas ou de relevo Altitude (metros) 200017501500 1250 O ar desce, comprime-se e aquece Ar marítimo, húmido sobe e arrefece Relevo de altitude1000 considerável 750 Ar seco 500 250 0 Oceano Precipitações Convectivas
  22. 22. Precipitações frontais Ar frio polar 1 Ar quente tropical Ar frio polar B B 2 X YCorte vertical de X a Y Ar quente tropical Ar quente Ar frio Ar frio Frente Fria Frente Quente Superfície da Terra Ar frio Frente fria Ar quente Chuva Frente quente

×