Pablo Picasso

26,340 views

Published on

Mais informações:

http://www.youtube.com/watch?v=s_atHZLZxYI

Published in: Education

Pablo Picasso

  1. 2. Pablo Picasso , ou, Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno Crispin Crispiniano de La Santisima Trindad Ruiz Blasco Picasso y Lopez, nasceu em 25 de Outubro de 1881 em Málaga, Espanha. Segundo biógrafos, ao nascer foi considerado um natimorto, pois após sai do ventre da mãe, o bebê não apresentou nenhum sinal. Depois do ocorrido em seu nascimento, sua família quis garantir a proteção dos céus, na hora do batismo, reuniu uma série de referências a santos protetores, por isso esse nome enorme. Picasso passou por várias fases, com características e elementos distintos de pintura, porém trabalhou também com cerâmica, esculturas e gravuras, sendo tudo motivado por seus amores:
  2. 3. Fase Azul - 1901 <ul><li>Os quadros da fase azul caracterizam-se pelo quase mono cromatismo. As telas são realizadas em uma gama estreita de cores, </li></ul><ul><li>variando em tons de azul e tons pastel. </li></ul><ul><li>O tema é sempre a pobreza ou a morte. </li></ul><ul><li>Os personagens são envolvidos por uma aura </li></ul><ul><li>de solidão e desespero, os olhares são </li></ul><ul><li>entristecidos, a tez pálida, os pés descalços. </li></ul>
  3. 4. A Vida - 1903 <ul><li>Esta pintura é inspirada no suicídio do pintor Casagemas, amigo de Picasso. Morto pela desilusão amorosa, Casagemas é retratado abraçado àquela que parece ter sido a causa de seu infortúnio, uma modelo que freqüentava o atelier de ambos, Germaine. Talvez Picasso quisesse garantir ao amigo o abraço da amada, ao menos na eternidade do imaginário da arte. </li></ul><ul><li>( A vida , 1903, óleo sobre tela, </li></ul><ul><li>Cleveland Museum of Art). </li></ul>
  4. 5. Fase Rosa - 1905 <ul><li>A fase rosa é um retorno do artista a alegria da vida. </li></ul><ul><li>Os tons azuis e a melancolia da fase anterior são amenizados </li></ul><ul><li>pela introdução de um novo tema: os saltimbancos e assim, uma nova gama de cores, mais variada. </li></ul><ul><li>Picasso vai explorar este tema em inúmeras situações, demonstrando seu apreço pela vida circense. </li></ul><ul><li>Retratou famílias de acrobatas, mulheres com seus bebês em meio a animais do circo, meninos treinando malabarismo sobre bola, meninas adestrando cavalos. </li></ul><ul><li>As cores são mais suaves, predominando os tons vermelhos muito pálidos, assim como o tom geral da pintura torna-se mais luminoso. </li></ul>
  5. 6. A Família de Saltimbancos - 1905 <ul><li>Em, 1914, essa obra atingiu a mais alta cotação que jamais uma obra de pintor vivo havia alcançado. </li></ul><ul><li>Conhecido também por Os Saltimbancos, o quadro foi resultado de um longo e minucioso trabalho prévio, marcado por modificações e recomeços. </li></ul><ul><li>É ainda considerado com símbolo do período rosa, pela diversidade de cores e pela presença da família circense, que alegrava muito o pintor, ambas características marcantes do período. </li></ul><ul><li>(A família de Saltimbancos, 1905, </li></ul><ul><li>óleo sobre tela, The National Gallery </li></ul><ul><li>of Art, Washington,EUA) </li></ul>
  6. 7. Cubismo - 1907 <ul><li>A primeira tela cubista é Demoiselles d´Avignon. Retratando uma cena </li></ul><ul><li>de meretrício, Picasso converte as personagens em verdadeiros </li></ul><ul><li>ícones primitivos, anímicos. Como deusas da fertilidade e tribais, as </li></ul><ul><li>personagens tornam-se míticas pela mistura de aspectos </li></ul><ul><li>antropomórficos com geometrismo típico da arte primitiva. </li></ul><ul><li>Principais características: </li></ul><ul><li>*geometrização das formas e volumes; </li></ul><ul><li>* renúncia à perspectiva; </li></ul><ul><li>* o claro-escuro perde sua função; </li></ul><ul><li>* representação do volume colorido sobre superfícies planas; </li></ul><ul><li>*sensação de pintura escultórica; </li></ul><ul><li>* cores austeras, do branco ao negro passando pelo cinza, por um </li></ul><ul><li>ocre apagado ou um castanho suave. </li></ul>
  7. 8. Les Demoiselles d´Avignon - 1907 <ul><li>Esta é considerada não apenas </li></ul><ul><li>uma das obras-primas de </li></ul><ul><li>Picasso como, também, a pintura </li></ul><ul><li>que inicia o movimento Cubista </li></ul><ul><li>nas artes. Representa uma cena </li></ul><ul><li>de bordel na rua de Avignon, em </li></ul><ul><li>Barcelona. O estilo agressivo da </li></ul><ul><li>pintura é uma mescla da fase </li></ul><ul><li>rosa de Picasso com a arte </li></ul><ul><li>africana e oceânica, </li></ul><ul><li>especialmente máscaras rituais. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>( Les demoiselles d'Avignon , 1907, </li></ul><ul><li>óleo sobre tela, The Museum of </li></ul><ul><li>Modern Art, NY, EUA). </li></ul>
  8. 9. Cubismo analítico - 1909 <ul><li>O cubismo analítico é bastante diferenciado. Surgiu sob </li></ul><ul><li>influência de Cézanne, Picasso e Braque que buscavam ampliar o </li></ul><ul><li>aspecto geométrico de suas obras, tornando os objetos e figuras cada </li></ul><ul><li>vez mais segmentados por polígonos. A figura deixa de ser </li></ul><ul><li>representada dentro dos cânones clássicos e passa a ser descrita em </li></ul><ul><li>termos de uma multiplicidade de pequenas áreas que apenas sugerem </li></ul><ul><li>as formas dos corpos. Picasso e Braque pretendiam estar fazendo </li></ul><ul><li>obra realista e muitas teorias foram desenvolvidas pelos críticos para </li></ul><ul><li>encontrar o realismo nas pinturas que produziam. Uma destas teorias </li></ul><ul><li>é a que afirma que no Cubismo o objeto é representado a partir de </li></ul><ul><li>diversos pontos de vista, por isto o aspecto caleidoscópio. As cores se </li></ul><ul><li>reduzem aos tons de castanho, cinza e bege. </li></ul>
  9. 10. Retrato de Ambroise Vollard - 1910 <ul><li>Ambroise Vollard, tinha um grande prestígio dentre os franceses, e foi grande amigo de Pablo, comprando inclusive a maioria das obras do período Rosa. </li></ul><ul><li>Esta obra é basicamente composta por cubos caleidoscópicos, suas cores e formas, permitem identificar características do homem retratado, que costumava ser muito sério e de expressão “fechada”. </li></ul><ul><li>Há ainda a distribuição dos planos em torno da face, que produz um efeito de possível irradiação da aura. </li></ul><ul><li>( Retrato de Ambroise de Vollard, </li></ul><ul><li>1910, óleo sobre tela, Museu Pushkin, </li></ul><ul><li>Moscou, Rússia) </li></ul>
  10. 11. Cubismo sintético - 1911 <ul><li>O Cubismo Sintético surgiu da qualidade das superfícies cubistas </li></ul><ul><li>como elementos decorativos e chega a um estágio ornamental. </li></ul><ul><li>Se anteriormente, no cubismo analítico, a gama de cores variava </li></ul><ul><li>pouco entre o verde, o marrom e o ocre, no cubismo sintético vamos </li></ul><ul><li>encontrar uma maior variedade tonal, introduz ainda letras, palavras, </li></ul><ul><li>números, pedaços de madeira, vidro, metal e até objetos inteiros nas </li></ul><ul><li>pinturas.. O cromatismo variado é somado a uma maior valorização </li></ul><ul><li>das superfícies pela sua própria qualidade estética, especialmente pelo </li></ul><ul><li>destaque das texturas. O próprio desenvolvimento do cubismo </li></ul><ul><li>desmente qualquer análise que aponte realismo em suas obras. Entre </li></ul><ul><li>a descrição da realidade e a estética, Picasso ficou com a estética. </li></ul>
  11. 12. Três Músicos - 1921 <ul><li>Como planos, eles se rearticulam no espaço </li></ul><ul><li>pelo jogo de contigüidades e sobreposições. </li></ul><ul><li>Em alguns pontos da tela, a cor recupera o </li></ul><ul><li>contínuo de um corpo atravessado por outro, </li></ul><ul><li>como no caso do músico de branco, atravessado </li></ul><ul><li>que é pela mesa. O mesmo não ocorre com a área </li></ul><ul><li>em azul acinzentado em torno dos olhos do </li></ul><ul><li>músico do meio. A mesma área invade o músico </li></ul><ul><li>de branco e perpassa por baixo da partitura à </li></ul><ul><li>direita. </li></ul><ul><li>Impossível saber a quem pertence esta forma. </li></ul><ul><li>Ao invés de colagem, todas as diversas texturas </li></ul><ul><li>vistas aqui são reproduzidas meticulosamente com </li></ul><ul><li>o pincel. Os três músicos são totalmente </li></ul><ul><li>convertidos em polígonos , cujas poucas </li></ul><ul><li>Reminiscências humanas são os círculos </li></ul><ul><li>colocados a título de olhos e as pequeníssimas </li></ul><ul><li>mãos que empunham os instrumentos. </li></ul><ul><li>( Os três músicos Ou Os Músicos </li></ul><ul><li>Mascarados, 1921, óleo </li></ul><ul><li>sobre tela The Museum of </li></ul><ul><li>Modern Art, NY, EUA). </li></ul>
  12. 13. Classicismo - 1917 <ul><li>O classicismo foi um movimento cultural que valorizou e resgatou elementos artísticos da cultura clássica (greco-romana). </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>Valorização dos aspectos culturais e filosóficos da cultura das antigas Grécia e Roma </li></ul><ul><li>Busca do equilíbrio, rigor e pureza formal </li></ul><ul><li>Abordagem de temas universais como, por exemplo, os sentimentos humanos </li></ul><ul><li>Pintavam cenas do cotidiano </li></ul><ul><li>Uso de formas diversificadas e cores fortes </li></ul>
  13. 14. Mulher em frente ao espelho - 1932 <ul><li>Nesta obra, Picasso converte o corpo </li></ul><ul><li>humano em um arabesco, um ornamento. </li></ul><ul><li>Embora sugira de longe a anatomia </li></ul><ul><li>humana, especialmente no perfil do rosto </li></ul><ul><li>da menina, todo o resto da pintura é um </li></ul><ul><li>inventar com formas, típico desta fase do </li></ul><ul><li>artista. Os seios e as nádegas surgem como </li></ul><ul><li>elementos eróticos em um universo onde </li></ul><ul><li>predominam as curvas e as esferas. A </li></ul><ul><li>extrema riqueza das texturas e das cores </li></ul><ul><li>torna a obra radiante. </li></ul><ul><li>O espelho é parte fundamental. </li></ul><ul><li>( Mulher em frente ao espelho , </li></ul><ul><li>1932, óleo sobre tela, The Museum of </li></ul><ul><li>Modern Art, NY, EUA). </li></ul>
  14. 15. Surrealismo – 1925 <ul><li>Nesta época as formas são distorcidas, </li></ul><ul><li>representando o monstruoso ou a evocações </li></ul><ul><li>mitológicas e as esculturas estavam feitas de fio e </li></ul><ul><li>de lâminas de metal. </li></ul><ul><li>Se consideram surrealistas as obras onde Picasso </li></ul><ul><li>combina o monstruoso e o sublime na composição </li></ul><ul><li>de figuras meio máquinas meio monstros, de </li></ul><ul><li>aspecto gigantesco e as vezes terrível. </li></ul>
  15. 16. Banhistas à Beira do Mar, 1930 <ul><li>Esta cena tem a frescura de um cartaz </li></ul><ul><li>de praia. </li></ul><ul><li>Vale a pena lembrar que não se </li></ul><ul><li>costumava nadar no mar, nem se </li></ul><ul><li>falava em banho de sol, antes da </li></ul><ul><li>Primeira Guerra Mundial. A liberdade </li></ul><ul><li>física e a atitude descontraída dessas </li></ul><ul><li>moças também era novidade, e, </li></ul><ul><li>embora ainda não tivessem os </li></ul><ul><li>cabelos curtos, podem ser vistas </li></ul><ul><li>como os primeiros exemplos das </li></ul><ul><li>&quot;melindrosas&quot; liberadas. Portanto, o que </li></ul><ul><li>não era característico de Picasso, a tela </li></ul><ul><li>registra uma mudança nos costumes </li></ul><ul><li>sociais, embora esta não fosse </li></ul><ul><li>necessariamente sua intenção ao pintá-la. </li></ul><ul><li>Ele mesmo se tornou um adepto da praia. </li></ul><ul><li>Este quadro foi inspirado por uma visita a </li></ul><ul><li>Biarritz </li></ul><ul><li>( Banhistas à beira do mar, 1930, Acervo Particular.) </li></ul>
  16. 17. Anos de guerra e pós -guerra <ul><li>Foi uma das fases em que Picasso, entrou para a </li></ul><ul><li>política, teve mais influências e foi quando ocorreu </li></ul><ul><li>o ataque aéreo nazista contra a cidade basca de </li></ul><ul><li>Guernica. O bombardeio foi deflagrado pela </li></ul><ul><li>Legião Condor, força expedicionária enviada por </li></ul><ul><li>Hitler em apoio de Franco. Era o tema para a obra </li></ul><ul><li>que tornou Picasso internacionalmente célebre: </li></ul><ul><li>Guernica . </li></ul><ul><li>Foi uma época marcada também por perdas e </li></ul><ul><li>rompimentos afetivos. </li></ul>
  17. 18. Guernica - 1937
  18. 19. <ul><li>A força agressiva desmesurada é representada por um touro que atravessou a </li></ul><ul><li>tela vindo desde a direita, destruindo tudo à sua frente, e que agora pára, à </li></ul><ul><li>esquerda, de boca aberta, cauda empinada, para contemplar o resultado de sua ação. </li></ul><ul><li>O rastro da catástrofe se espalha pelo seu caminho. </li></ul><ul><li>Os Braços abertos para o ar, grita pela dor do impacto. Outra figura se agacha </li></ul><ul><li>Para fugir, os olhos arregalados acompanhando o movimento da fúria. Um </li></ul><ul><li>Cavalo grita sua própria morte, ao centro, o ventre rasgado por uma terrível </li></ul><ul><li>Chaga aberta. Pedaços de um corpo se espalham pelo chão, a mão </li></ul><ul><li>empunhando o que restou de uma espada, a cabeça com os olhos vazios, sem </li></ul><ul><li>vida. À extrema esquerda uma das figuras mais trágicas. Uma mulher segura </li></ul><ul><li>ao colo o filho cujo corpo pende, inerte. </li></ul><ul><li>O grito da dor da perda soma-se ao terror da expectativa do ataque do touro que, parece, agora vai investir contra ela. </li></ul><ul><li>Acima, uma figura assiste a tudo, olhos arregalados, boca aberta, segurando </li></ul><ul><li>um lampião, apesar da luz acesa. Alguns críticos associam esta personagem à </li></ul><ul><li>Estátua da Liberdade, em Nova York, uma metáfora dos Estados Unidos da </li></ul><ul><li>América. </li></ul><ul><li>( Guernica, 1937, óleo sobre tela, Museu Nacional de arte Reina Sofia, Madri, Espanha) </li></ul>Guernica, O significado
  19. 20. Fase final <ul><li>Sem a companhia de Françoise Gilot e distanciado do Partido Comunista,Picasso se fechou em si mesmo. </li></ul><ul><li>A solidão durou pouco. </li></ul><ul><li>Em 1954, Jacqueline Roque (1926-1986) passou a viver com ele. </li></ul><ul><li>Jovem divorciada e com uma filha, Jacqueline era parente da família </li></ul><ul><li>Ramié, da cerâmica Madoura. Retratada como “a esfinge moderna”, </li></ul><ul><li>Jacqueline tornou-se sua esposa –casaram-se em 1961– e sua enfermeira. </li></ul><ul><li>Procurou proteger a intimidade do pintor, que teve de suportar, aos 83 </li></ul><ul><li>anos, a publicação de Life with Picasso , livro de memórias de François </li></ul><ul><li>Gilot, lançado em 1964, em que foi retratado como um velho devasso. </li></ul><ul><li>Com a morte de Matisse em 1954, pondo fim a uma longa rivalidade </li></ul><ul><li>artística, que estimulou uma vasta produção, Picasso dirigiu seu olhar </li></ul><ul><li>para os grandes mestres da pintura. </li></ul>
  20. 21. Morte <ul><li>Em 1955, adquiriu a vila La Californie, em Cannes. </li></ul><ul><li>Em 1958, enquanto se sucediam as retrospectivas </li></ul><ul><li>e as homenagens, Picasso adquiriu o palácio de Vauvenargues. </li></ul><ul><li>Em 1961, mudou-se pra uma casa provençal </li></ul><ul><li>em Notre-Dame-de-Vie, em Mougins, França. </li></ul><ul><li>Morreu em 8 de abril de 1973, aos 91 anos. </li></ul><ul><li>Foi sepultado em Vauvenargues. </li></ul><ul><li>Segundo Pesquisadores, morreu com problemas </li></ul><ul><li>na visão, na vesícula e na próstata. </li></ul>
  21. 22. Nossa Tela...
  22. 23. Jacqueline de Mãos Cruzadas – 1954 Versão Original Releitura
  23. 24. Fontes <ul><li>http://www.auladearte.com.br/historia_da_arte/picasso.htm </li></ul><ul><li>http://www.historiadaarte.com.br/cubismo.html </li></ul><ul><li>http://www.slideshare.net </li></ul><ul><li>Livro: Pablo Picasso, Coleção Folha Grandes Mestres da Pintura, 2006. </li></ul>
  24. 25. Vídeo!!

×