Kant e o iluminismo

10,070 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
10,070
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
100
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Kant e o iluminismo

  1. 1.  Nascido em Konigsberg, pequena cidade daAlemanha. É considerado o maior filósofo do Iluminismoalemão. Para ele, a filosofia deveria responder a quatroquestões fundamentais: O que posso saber?Como devo agir? O que posso esperar? E, porfim, o que é o ser humano?
  2. 2.  “O ser humano pode guardar-se por suaprópria razão, sem se deixar enganar pelascrenças, tradições e opiniões alheias.” O centro da filosofia kantiana é o serhumano, como ser dotado de razão e liberdade. Examinem pois de modo crítico, a razão.
  3. 3.  Conhecimento empírico (a posteriori): Aqueleque se refere aos dados fornecidos pelossentidos, isto é, que é posterior a experiência. Conhecimento puro (a priori): Aquele que nãodepende de quaisquer dados dos sentidos, ouseja, que é anterior a experiência, nascendopuramente de uma operação racional.
  4. 4.  Juízo analítico: Aquele em que o predicado jáestá contido no conceito do sujeito, ouseja, basta analisar o sujeito para deduzir opredicado. Kant denominou então os juízos analíticos deJUIZOS DE ELUCIDAÇÃO, pois o predicadosimplesmente elucida algo que já estavacontido no conceito do sujeito.
  5. 5.  Juízo sintético: Também denominado JUIZOSDE AMPLIAÇÃO. Aquele em que o predicadonão está contido no conceito do sujeito. Osjuízos sintéticos enriquecem nossasinformações e ampliam o conhecimento.
  6. 6.  Kant argumentou também que o conhecimento é oresultado de dois grandes ramos:A SENSIBILIDADE, que nos oferece dados dosobjetos, e mostra que só percebemos e representamosa realidade sempre no tempo e no espaço;E o ENTENDIMENTO, que determina as condiçõespelas quais o objeto é pensado, bem como diz que osdados que nossa sensibilidade capta são organizadospelo entendimento de acordo com certas categorias. Não conhecemos as coisas como elas são , deforma independente de nós. As coisas só sãoconhecidas de acordo com nossas própriasestruturas mentais.
  7. 7.  Antes se propunha que todo o conhecimentofosse regulado pelos objetos; Kant, regulouentão os objetos pelas formas a priori de nossoconhecimento.

×