Atividade Roberta

2,174 views

Published on

Atividade: Árvores do Rio Grande do Sul.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,174
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
338
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Atividade Roberta

  1. 1. Roberta 4B .
  2. 2. .Erva-Mate Ilex paraguariensis• A erva–mate é uma árvore da família das Aquifoliáceas , originária da região subtropical da América do Sul.• Essa planta é muito comum sendo consumida como chá quente ou gelado ou como chimarrão, principalmente nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.• Pode atingir 12 metros de altura, tem caule cinza, folhas ovais e fruto pequeno e verde ou vermelho-arroxeado. As folhas da erva-mate são aproveitadas na culinária.Fonte: Wikipedia
  3. 3. Ipê-Roxo• Árvore de porte médio, o Ipê – Roxo no período do outono , se enche de flores para se reproduzir.É o primeiro dos Ipês a florir no ano.• Ele tem vários nomes populares como Ipê-Roxo-da-Mata, Ipê Una, Pau d’arco, etc. Seu tronco tem muitos usos porque ele é duro e mais grosso ,é usado para artigos de esportes, construção de casas e cabos de ferramentas, etc.• Características: madeira pesada, impermeável, árvore de porte médio, etc.• Fonte wikipedia
  4. 4. Fotos do Ipê-roxo• .
  5. 5. Figueira• As figueiras são normalmente árvores, embora algumas espécies não cresçam muito e permaneçam como arbustos . Outras são trepadeiras, como o Ficus pumila, havendo ainda espécies rasteiras. Em todos os casos são plantas lenhosas , muitas com caule de forma irregular ou escultural, com raízes adventícias e superficiais. As Figueiras também são conhecidas como Ficus, Gameleira ou Gomeleira e Caxinguba.• Fonte:Wikipedia
  6. 6. Araucária Araucaria angustifolia• As araucárias tem pinhas com mais ou menos 12cm. É a árvore símbolo do estado do Paraná.• Sua madeira é clara. Era muito utilizada para a construção de casas de madeira e embalagens de madeira.
  7. 7. .É também conhecida por Flor de papel.É uma belíssima falsa trepadeira, da família das Nyctaginaceas. As flores no verão atraem a atenção pela sua beleza e cor.A mais comum é a de cor roxa, mas recentemente podem facilmente encontrar-se outras cores desenvolvidas por seleção genética. FONTE: jairclopes.blogspot.com/2009/02/tres-marias-flor.html
  8. 8. Louro-Gaúcho• É uma árvore rara nos dias atuais no Rio Grande do Sul. Sua madeira é semelhante ao louro freijó, porém é bem mais dura. Por ser mais dura, as esquadrias e móveis antigos feitos com sua madeira são bem mais duráveis.• Ainda existem alguns exemplares em matas nativas na região da grande Porto Alegre.• Suas folhas apresentam um tom verde-oliva escuro em sua parte superior e por baixo sua cor é de um cinza aveludado. Seu troco é linear e sua casca é enrugada. Suas flores são brancas e depois de maduras as sementes adquirm a cor marrom e são dispersadas pelo vento que se encarrega de sua propagação.
  9. 9. Umbú• Da família das fitolacáceas, é uma árvore de grande tamanho, cujas raízes saem à flor da terra, que pela copada, produz excelente sombra. É, como o pinheiro e a figueira, uma árvore simbólica do rio Grande Sul. Seu crescimento é rápido. Seus frutos, em bagas, são nutritivos. Fonte: Herança do Pampa: http://herancadopampa.blogspot.com/
  10. 10. Açoita-CavaloAltura de 8-12 m, com tronco de 30-50 cm, tendo com ocorrência os Estados de MG, SP, MSTronco com casca pardo-acinzentada, com numerosos e pequenos sulcos longitudinais. Folhas alternas,oblongas, membranáceas, irregularmente serreadas.
  11. 11. Paineira• Outros nomes vulgares: sumaúma, barriguda, paina-de- seda, paineira-branca, paineira-rosa, árvore-de-paina, árvore- de-lã, paineira-fêmea.• É uma árvore com até 20 m de altura, tronco cinzento- esverdeado; isto auxilia o crescimento mesmo quando a árvore está despida de folhas; é comum, também, paineiras apresentarem uma espécie de alargamento na base do caule, daí o apelido "barriguda".• Fonte wikipedia
  12. 12. Pitangueira• A pitanga é o fruto da Pitangueira. Tem a forma de drupa globosa e carnosa, com as cores vermelha (a mais comum), amarela ou preta .Na mesma árvore, o fruto poderá ter desde as cores verde, amarelo e alaranjado até a cor vermelho intenso de acordo com o grau de maturação . É uma árvore nativa da Mata Atlântica.• Fonte wikipedia
  13. 13. Ipê – Amarelo Tabebuia chrysotricha• O Ipê-amarelo é encontrado em todas as regiões do Brasil e sempre chamou a atenção de naturalistas, poetas, escritores e até de políticos. Em 1961, o então presidente Jânio Quadros declarou o ipê- amarelo, da espécie Tabebuia vellosoi, a Flor Nacional. Desde então o ipê-amarelo é a flor símbolo de nosso país. Fonte:www.apremavi.org.br/.../ipe-amarelo-a-cor-dourada-do-brasil
  14. 14. Angico Vermelho Parapiptadenia rigidaÉ uma das árvores com maior dispersão no Rio Grande doSul. Pode atingir até 35m de altura e 100cm de diâmetro.Forma copa ampla, mas não densa. As folhassão de cor verde-escura e miúdas. Suas flores sãomelíferas e pequenas, de cor branco-amareladas, sendoque a floração ocorre de novembro a dezembro.É uma árvore de grande longevidade. O tronco apresentase um pouco tortuoso.Sua madeira é vermelha, pesada e muito resistente, idealpara construções rurais, carpintaria, construção civil,estacas, mourões, tonéis, armações de carroça,dormentes e tacos.
  15. 15. Cerejeira Eugenia involucrataÉ típica no interior das florestas e é encontradanas principais formações florestais do Rio Grande do Sul.Atinge em torno de 15 á 20 metros. O tronco da árvore é reto e cilíndrico. A casca é lisa. A copa é estreita e alongada, possuindo densa folhagemverde-escura na face superior e mais clara na inferior.Apresenta vistosas flores brancas, que florescem nos meses de setembro a outubro.Os frutos são deliciosos e lisos. Amadurecem de outubro a dezembro.A árvore também pode ser utilizada para fins ornamentais, devido à beleza de seu tronco e ao formato da sua copa e sua folhagem, que é reluzente.
  16. 16. Guabiju Myrcianthes pungenNo Rio Grande do Sul ocorre, principalmente, nas baciasdos Rios Uruguai e Jacuí. É freqüente nas matas ciliaresno Oeste do Estado.Esta frutífera apresenta crescimento lento e pode atingiraltura de 20 metros e diâmetro de até 60cm.Produz abundantes frutos saborosos que são importantespara a alimentação da fauna. Suas flores são brancas esurgem de setembro a novembro. O tronco é levementeáspero e marrom acinzentado. A casca é lisa e poucoespessa. O fruto contém uma a duas sementes grandes, envolvidas por uma massa açucarada aromática. Quando amadurece, nos meses de janeiro a março, é de cor roxo-escura e de casca grossa. É uma árvore tipicamente do interior da floresta.
  17. 17. Pata-de-vaca Bauhinia forticataÁrvore brasileira nativa da Mata Atlântida .Predominantemente na América do Sul. É usada tradicionalmente comomedicamento, e tem sido objeto de estudos no controle da diabetes, pois contém insulina. É pioneira e importante na regeneração de matas degradadas.
  18. 18. Guapuruvu Schizolobium parahyba• Árvore de 20 a 30 metros de altura, 60 a 80 centímetros de diâmetro na altura do peito.• Flores grandes, vistosas, amarelas. Tronco elegante, majestoso, reto, alto e cilíndrico, casca quase lisa, de cor cinzenta muito característica. Floresce durante os meses de outubro, novembro e dezembro . A madeira do Guapuruvu é pouco resistente, mas presta-se à confecção de embarcações tipo canoas exatamente pela leveza e facilidade de entalhe.• É a árvore símbolo da cidade de Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina,Brasil.
  19. 19. Coqueiro Gerivá Syagrus romanzoffianaÉ uma palmeira nativa da Mata Atlântica,masque pode ser encontrada em diferentes tiposde florestas.Também é chamado de baba-de-boi, coqueiro, coqueiro-gerivá, gerivá,coquinho, coquinho-de cachorro ou jeribá.A madeira é muito usada nas construçõesrurais como por exemplo o madeiramento detelhados, é utilizado para paisagismoornamental e também para fazerreflorestamentos em áreas degradadas,preservação permanente, plantios mistos.Tem um crescimento moderado, com umaaltura média de 10 a 12 metros

×