Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Desenvolvimento infantil piaget-vygtsky-maturama-wallon

5,366 views

Published on

Desenvolvimento infantil piaget-vygtsky-maturama-wallon

Published in: Education
  • Be the first to comment

Desenvolvimento infantil piaget-vygtsky-maturama-wallon

  1. 1. Concepções de Desenvolvimento: Correntes Teóricas 
  2. 2. As teorias do desenvolvimento apóiam-se em diferentes concepções de homem e do modo como ele chega a conhecer.
  3. 3. 1. Concepção Inatista: - Parte do pressuposto de que os eventos que ocorrem após o nascimento não são essenciais e/ou importantes para o desenvolvimento.  -   As qualidades e capacidades básicas de cada ser humano já se encontrariam basicamente prontas.  - O destino de cada um já estaria determinado.
  4. 4. 2. Concepção Ambientalista: - - Atribui um imenso poder ao ambiente no desenvolvimento humano.  - O homem desenvolve suas características em função das condições presentes no meio em que se encontra.  -Enfatiza a experiência sensorial como fonte de conhecimento.  O papel do meio ambiente é mais importante do que a maturação biológica.
  5. 5.  3. Concepção Interacionista:    -   A construção do conhecimento se dá na interação com o meio.  - Fatores externo e internos se inter- relacionam.  - Apóia-se na idéia da interação entre o organismo e meio. - Aquisição do conhecimento é um processo construído pelo indivíduo durante toda a sua vida.
  6. 6. Jean Piaget Psicólogo e biólogo, Nasceu em Neuchâter ( Suíça) – 1896-1980.
  7. 7. -   Produziu uma das mais importantes teorias sobre o desenvolvimento humano: mental e crescimento orgânico. -      O erro é mais importante do que o acerto. - Idéia central da teoria: A lógica de funcionamento mental da criança é diferente da lógica adulta. - Rejeita os testes padronizados de inteligência (Binet e Simon), -  Opta por experimental e de interrogação clínica (Psiquiatria de Freud/Jung). -   Desenvolve pesquisas sobre a lógica infantil em Genebra. Jean Piaget Psicólogo e biólogo, Nasceu em Neuchâter ( Suíça) – 1896-1980.
  8. 8. “Explicitação do processo de desenvolvimento do pensamento”   1-Importância  na  estruturação  do  pensamento; 2-Modelo  psicogenético  mais  difundido  dá  ênfase  na  manipulação  dos  objetos  cuja  construção  se  dá  com  a  maturação  biológica;
  9. 9. Os trabalhos de Piaget se desenvolveram no início do  século  XX,  em  momentos    que  a  Psicologia  estava  orientada para três concepções: Behaviorista:Produtos da aprendizagem:  descrever,  mensurar,  controlar  o  comportamento; -  Gestalt: Teoria  da  forma.  Imagens,  pensamento  e  sentimentos  formam  a  estrutura da mente.  - Psicanálise: O  inconsciente  para  compreensão  do  desenvolvimento  da  personalidade humana.
  10. 10. CONSTRUTIVISMO   Concepção de Aprendizagem; Desenvolvimento da aprendizagem ( princípios); Compreensão  da  complexidade  dos  processo  de  ensino/aprendizagem; Atividade  intelectual  implicada  na  construção  de  conhecimentos; Estrutura cognitiva; Conhecimentos prévios; A  aprendizagem    pode  ser  concebida  como  um  processo  de  comparação,  de  revisão  e  de  reconstrução  de  esquemas  de  conhecimento  sobre  conteúdos.
  11. 11. Na elaboração dos princípios de sua teoria,  destaca  na atividade mental o conceito de: Na  elaboração  dos  princípios  de  sua  teoria,  destaca    na  atividade  mental o conceito de:   - Assimilação: incorporação  do  mundo  a  experiência  do  sujeito  (movimento de busca do mundo) -  Acomodação: transformação das formas de conhecer do sujeito em  função  do  novo  que  foi  assimilado  (  movimento  de  mudança  no  sujeito) -  Adaptação: conjugação da assimilação e acomodação. Processo que  se refere ao equilíbrio - Equilibração – busca constante de equilíbrio (resolução de problema,  diferenças ou conceitos) entre o meio e o sujeito.
  12. 12. Desenvolvimento Cognitivo se dá em  quatro estágios desenvolvidos por  Jean Piaget.
  13. 13. 1º. Período – Sensório-motor: (nascimento aos 2 anos) As atividades são reflexos básicos; A maturação do sistema nervoso e a interação com o  meio, os reflexos vão se modificando; As construções são com base na coordenação sensório- motora das ações; Para conhecer, a criança pega, balança, joga sem  intervenção da representação do pensamento; Por volta de 1 ano já situa-se como um elemento entre os  outros no mundo.
  14. 14. 2º. Período – Pré-Operatório: (2 a 7 anos) Construção da linguagem; Desenvolvimento do pensamento acelerado; Com a palavra há possibilidade de exteriorização da vida  interior; Distinção de imagem, palavra e símbolo; Jogo simbólico; Fase dos “porquês”; O pensamento egocêntrico tem como referência a própria  criança;
  15. 15. 3º. Período – Operações Concretas: (7 a 11 ou 12 anos) O pensamento lógico, objetivo, adquire preponderância. As ações interiorizadas vão se tornando reversíveis (o sujeito pode retornar, mentalmente, ao ponto de partida), móveis, flexíveis. O pensamento se torna menos egocêntrico. O real e a fantasia já não se misturam. O pensamento agora se baseia mais no raciocínio que na percepção. É capaz de cooperar com outros, trabalhar em grupos e ter autonomia pessoal, passando a organizar seus próprios valores;
  16. 16. 4º. Período – Operações Formais: (11 ou 12 anos em diante) Passagem do pensamento concreto para o pensamento formal, abstrato; O adolescente realiza as operações no plano das idéias sem necessitar de manipulações ou referências concretas; É capaz de lidar com conceitos como liberdade, justiça; Fase aparentemente anti-social; Conflitos; O grupo de amigos é referencial importante determinando o vocabulário, as vestimentas e aspectos de comportamento.
  17. 17. Lev Semenovich Vigotsky: Nasceu em Bielo-Russ (Rússia) 1896 - 1934 (morreu aos 37 anos de idade).
  18. 18.  Teórico que buscou uma alternativa dentro do conflito das concepções idealista e mecanicista na Psicologia.  O pensamento é construído paulatinamente num ambiente histórico e, em essência, social;  Acesso do ser humano a instrumentos físicos e simbólicos desenvolvidos por gerações;  Para Vigotsky, as crianças estão, desde o nascimento, em constante interação com os adultos e o pensamento infantil é guiado pela fala e pelo comportamento dos mais experientes;  Zona de desenvolvimento potencial (possibilita compreender funções de desenvolvimento que estão a caminho de se completar);  A fala utilizada na interação social desempenha um papel importante na formação do pensamento complexo e abstrato individual.  O desenvolvimento está alicerçado sobre o plano das interações, emergindo as funções psicológicas que se internalizam para transformar e constituir o funcionamento interno.
  19. 19. Piaget e Vigotsky: Semelhanças e diferenças Tanto Piaget quanto Vigotsky concebem a criança com ser ativo, que cria hipóteses sobre seu ambiente.
  20. 20. Quanto ao papel dos fatores externos: Piaget – Privilegia a maturação biológica. Vigotsky – Privilegia o ambiente social Quanto ao processo de construção real: Piaget – Considera que os conhecimentos são elaborados espontaneamente pela criança, de acordo com os estágios. Vigotsky – Considera que procede do social para o individual.
  21. 21. Quanto ao papel da aprendizagem: Piaget – A aprendizagem é conseqüência do desenvolvimento maturacional. Minimiza o papel da interação social Vigotsky – Desenvolvimento e aprendizagem são processos que se influenciam reciprocramente. Quanto mais aprendizagem, mais desenvolvimento. Quanto ao papel da linguagem no desenvolvimento; relação entre linguagem e pensamento: Piaget – Ocorre quando há cerro nível de habilidades mentais, subordinando-se aos processos de pensamento. Vigotsky – Pensamento e linguagem são interdependentes. A aquisição da linguagem modifica as funções superiores dando forma à imaginação, uso da memória, planejamento da ação.
  22. 22. Maturana e Varela: Humberto Maturana e Francisco Varela, cientistas chilenos, criadores da noção de autopoiese, que quer dizer autoprodução.
  23. 23. A noção de autopoise já ultrapassou o domínio da biologia sendo utilizada hoje pela sociologia, psicoterapia, antropologia entre outras. Maturana salienta o quanto nossa cultura privilegia a formação do indivíduo como um ser que necessita tornar-se competitivo para alcançar sucesso. Nossa educação hoje se encontra ainda voltada para o racional. Entretanto todo sistema racional tem um fundamento emocional; Desvalorização da emoção; Todos os nossos argumentos racionais e nossas ações têm fundamento emocional;
  24. 24. Henri Wallon: (1879 – 1962) Nasceu na França, vivendo em Paris toda a sua vida.Médico, psiquiatra, psicólogo e educador;
  25. 25. Wallon define o ser humano como geneticamente social. Compreende o desenvolvimento infantil por meio das relações estabelecidas entra a criança e seu ambiente; O interacionismo de Wallon se expressa na concepção de natureza humana, não dissociando o biológico do social no homem por ser complementares desde o nascimento. A emoção que indica os primeiros sinais de vida psíquica observáveis na conduta infantil. A emoção uni os indivíduos entre si, pelas suas reações mais orgânicas e mais íntimas.
  26. 26. Fundamental para o pensamento de Wallon é o destaque à existência e à importância de crises e conflitos no processo de desenvolvimento infantil para a formação da personalidade.  A prática pedagógica deve levar em conta essa dinâmica do processo de desenvolvimento, no sentido de entendê-la como um dos determinantes do crescimento psíquico. A vida afetiva, social e intelectual supõe, efetivamente, a vida social.

×