Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Jesus andou fazendo o bem

320 views

Published on

Jesus fez milagres; curou cegos; leprosos; coxos...

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Jesus andou fazendo o bem

  1. 1. Lição 11: Jesus Cristo Andou Fazendo o Bem
  2. 2. Leia Mateus 5:43–47 e no início de cada frase, antes de lê-la comece pelo seu nome. Que princípio Jesus ensinou nesses versículos? Por que é difícil seguir esse princípio do evangelho? Atos 10:38: “(Jesus) andou fazendo o bem, e curando todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele. (...) ao qual mataram, pendurando-o num madeiro.” Filme: A lei maior
  3. 3. •Em grupos: Leiam as escritura e dramatizem para o resto da turma. Grupo 1: Mateus 9:9–13 Grupo 2: Mateus 12:22–30 Grupo 3: Marcos 3:1–6 Grupo 4: Marcos 11:15–19 Grupo 5: João 11:43–53 Após a dramatização identifiquem a boa obra praticada por Jesus em cada passagem e como as pessoas reagiram diante do que Ele fez. O que vocês perceberam sobre como o Salvador reagia quando era perseguido?
  4. 4. Como reagir às perseguições? Mateus 5:9–12 Mateus 5:21–24 (ver também 3 Néfi 12:22) Mateus 5:38–41; 7:12 Mateus 6:14–15 (ver também D&C 64:9–10) Mateus 7:1–5 Como a forma como tratamos outras pessoas pode afetar o relacionamento delas com Deus?
  5. 5. • “Algumas pessoas pensam erroneamente, que responder com silêncio, mansidão, perdão e ou prestar um humilde testemunho são sinal de fraqueza ou passividade. Mas, amar nossos inimigos, bendizer os que nos maldizem, fazer o bem aos que nos odeiam e orar pelos que nos maltratam e perseguem (ver Mateus 5:44) exige fé, força, e acima de tudo coragem cristã. (…) • Quando não retaliamos — quando damos a outra face e resistimos aos sentimentos de raiva — nós também estamos seguindo o exemplo do Salvador. Mostramos Seu amor, que é o único poder capaz de subjugar o adversário e responder aos nossos acusadores sem devolver na mesma moeda. Isso não é fraqueza. Isso é coragem cristã. (…) • Ao respondermos aos outros, cada circunstância será diferente. Felizmente, o Senhor conhece o coração dos nossos acusadores e como podemos responder a eles do modo mais eficaz. Quando os verdadeiros discípulos buscam a orientação do Espírito, eles recebem a inspiração adequada para tratar cada opositor. E a cada um, os verdadeiros discípulos respondem de maneira a convidar o Espírito a estar presente. (…) • Como verdadeiros discípulos, nossa principal preocupação deve ser o bem- estar dos outros, e não provar que estamos certos. Perguntas e críticas dão- Élder Robert D. Hales

×