Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Conselho 02

3,022 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Conselho 02

  1. 1. Medir Processo Avaliar Educativo
  2. 2. Currículo e Avaliação <ul><li>Níveis de avaliação </li></ul><ul><li>Aprendizagem dos educandos; </li></ul><ul><li>Instituição como um todo; </li></ul><ul><li>Sistema escolar </li></ul>
  3. 3. A avaliação e o papel social da educação escolar <ul><li>Avaliação escolar: </li></ul><ul><li>Cheia de intenções(valores,atitudes ou conteúdos); </li></ul><ul><li>Parte do processo pedagógico; </li></ul><ul><li>Acompanhar o desenvolvimento; </li></ul><ul><li>Apreciação final de um período; </li></ul><ul><li>Planejar ações futuras. </li></ul>
  4. 4. Medir X Avaliar <ul><li>Medir </li></ul><ul><li>classificatória </li></ul><ul><li>nota </li></ul><ul><li>Provas e testes </li></ul>Presente e passado Progresso alcançado Parte do processo
  5. 5. Medir x avaliar <ul><li>Avaliar </li></ul>Manter ou melhorar Acompanhar Refletir para planejar <ul><li>Reorientar </li></ul><ul><li>Objetivos </li></ul>Definição de conteúdos e métodos
  6. 6. Avaliação com objetivos diferenciados <ul><li>Formativa: </li></ul><ul><li>Durante o processo; </li></ul><ul><li>Objetivo de reorientá-lo. </li></ul><ul><li>Somativa: </li></ul><ul><li>Final do processo; </li></ul><ul><li>Objetivo de apreciar o resultado. </li></ul>
  7. 7. Concepção de Educação e Avaliação <ul><li>Perspectiva de avaliação: </li></ul><ul><li>Marcada pela lógica do(a):inclusão, diálogo, construção da autonomia, mediação, participação e construção de responsabilidade com o coletivo; </li></ul><ul><li>Alinhada com a Proposta Pedagógica: </li></ul><ul><li>democrática </li></ul><ul><li>Inclusiva </li></ul><ul><li>Todos podem aprender </li></ul><ul><li>Ações , estratégias e conteúdos planejados </li></ul>
  8. 8. Papel da Escola <ul><li>Incluir; </li></ul><ul><li>Promover crescimento; </li></ul><ul><li>Desenvolver autonomia; </li></ul><ul><li>Socializar experiências; </li></ul><ul><li>Perpetuar e construir cultura. </li></ul>
  9. 9. Papel da Avaliação <ul><li>Promover a realização dos princípios norteadores da escola; </li></ul><ul><li>Auxiliar professores e estudantes na compreensão mais organizada do processo ensino-apredizagem. </li></ul>
  10. 10. Avaliação Formativa na Prática: <ul><li>Planejar e construir instrumentos de avaliação </li></ul><ul><ul><ul><li>Interações com os educandos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Possibilidades de entendimentos dos conteúdos; </li></ul></ul></ul><ul><li>Foco:processo de aprendizagem </li></ul><ul><ul><ul><li>Ao longo do processo; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ajustamentos sucessivos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Papel ativo do estudante( autonomia) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Interação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Diálogo </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Responsabilidade </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Conhecer os conteúdos, os objetivos e critérios de verificação e análise dos seus avanços </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Auto-avaliação </li></ul></ul></ul></ul>
  11. 11. Avaliação Formativa <ul><li>Para o Professor: </li></ul><ul><ul><ul><li>Atento aos processos e às aprendizagens de seus estudantes; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não avalia com o propósito de dar uma nota;ela é inerente ao processo; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Entende que é essencial para dar prosseguimento à aprendizagem; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>No cotidiano das tarefas propostas, das suas observações atentas, das práticas de sala de aula. </li></ul></ul></ul>
  12. 12. Avaliação Formativa <ul><li>Para os estudantes: </li></ul><ul><ul><ul><li>Orienta a realização dos trabalhos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ajuda a localizar suas dificuldades e potencialidades; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redireciona seus percursos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Favorece a auto-avaliação. </li></ul></ul></ul>
  13. 13. Dois aspectos a refletir: <ul><li>Autonomia e auto-direção: </li></ul><ul><ul><ul><li>Valorizar seu papel como sujeito que pode decidir; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Construção de relações </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Construtores de uma nova vida social. </li></ul></ul></ul><ul><li>Exclusão: </li></ul><ul><ul><ul><li>Afasta os estudantes da cultura; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Afasta do conhecimento escolar; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Afasta da própria escola: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Indução da evasão; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Reprovação. </li></ul></ul></ul></ul>
  14. 14. <ul><li>É fundamental </li></ul><ul><li>1.1 Transformar a prática avaliativa em prática de aprendizagem </li></ul><ul><li>É necessário </li></ul><ul><li>2.1 Avaliar como condição para a mudança de prática e para o redimensionamento do processo ensino/aprendizagem </li></ul><ul><li>Avaliar </li></ul><ul><li>3.1 Faz parte do processo de ensino e de aprendizagem: </li></ul><ul><li>não ensinamos sem avaliar </li></ul><ul><li>não aprendemos sem avaliar </li></ul>
  15. 15. A Característica Processual da Avaliação <ul><li>Medição de competências e habilidades ao final de um período; </li></ul><ul><li>Verificação da aprendizagem; </li></ul><ul><li>Induz subordinação e controle de comportamento; </li></ul><ul><li>Avalia o conhecimento aprendido, seu desenvolvimento, o comportamento,seus valores e atitudes; </li></ul><ul><li>Avaliação formal: Provas </li></ul><ul><li>Avaliação informal: Cotidiano da sala, juízos de valor. </li></ul>
  16. 16. O Cotidiano e suas Possíveis Práticas de Avaliação das Aprendizagens <ul><li>Instrumentos </li></ul><ul><li>Deve-se observar alguns aspectos importantes: </li></ul><ul><li>A linguagem a ser utilizada; </li></ul><ul><li>A contextualização daquilo que se investiga; </li></ul><ul><li>O conteúdo deve ser significativo; </li></ul><ul><li>Estar coerente com os propósitos do ensino; </li></ul><ul><li>Explorar a capacidade de leitura e de escrita, bem com o raciocínio. </li></ul>
  17. 17. O Registro <ul><li>Deve ser feito de diferentes maneiras; </li></ul><ul><li>Documentar os dados coletados ao longo do processo; </li></ul><ul><li>A periodicidade deve estar de acordo com a realidade de cada grupo e do contexto geral; </li></ul><ul><li>Finalidade: registrar o acompanhamento, os avanços e recuos , para mediar e traçar estratégias de ação adequadas; </li></ul><ul><li>Outros instrumentos de registro: planilhas de notas, relatórios do desempenho, anotações diárias... </li></ul>
  18. 18. Alguns Procedimentos de Avaliação Formativa <ul><li>Portfolio </li></ul><ul><li>Caderno de Aprendizagens </li></ul><ul><li>Memorial </li></ul><ul><li>Autoavaliação </li></ul><ul><li>Conselho de Classe </li></ul>
  19. 19. Portfolio <ul><li>Instrumento de registro: propicia a memória dos processos de ensino e de aprendizagem; </li></ul><ul><li>Instrumento de avaliação: valoriza o trabalho, os avanços e aprendizagens. </li></ul>
  20. 20. Caderno de Aprendizagens <ul><li>Pode ser utilizado em duas situações </li></ul><ul><li>Atividades de acompanhamento dos conteúdos escolares: propósito de superar as dificuldades e dúvidas sobre conteúdos já estudados; </li></ul><ul><li>Registros Reflexivos: autoavaliação para os estudantes.Registram-se os caminhos percorridos pelo estudante. </li></ul>
  21. 21. Memorial <ul><li>Escrita livre do estudante </li></ul><ul><li>Possibilita ao educando: </li></ul><ul><li>Exercitar a sua capacidade reflexiva sobre sua atuação,empenhos e compromissos ; </li></ul><ul><li>Desenvolver sua capacidade de expressão escrita,registrando suas idéias de forma organizada, clara, coerente e correta. </li></ul>
  22. 22. Autoavaliação <ul><li>Favorece ao estudante a auto-reflexão; </li></ul><ul><li>Ajuda na superação das dificuldades de aprendizagem. </li></ul>
  23. 23. Conselho de Classe <ul><li>Espaço ressignificado; </li></ul><ul><li>Função resgatada; </li></ul><ul><li>Destinado a traçar estratégias para intervenções pedagógicas; </li></ul><ul><li>Espaço de estudo e discussão acerca de questões teóricas: violência, educação especial, formas e procedimentos de avaliação, construção coletiva de ações, avaliação das metas e princípios estabelecidos no P.P.P. e sua concretização, formas de relacionamento com as famílias,etc. </li></ul>
  24. 24. Referência Bibliográfica <ul><li>FERNANDES, Cláudia de Oliveira e FREITAS,Luiz Carlos. Currículo e Avaliação. In: Indagações sobre o Currículo – Brasília:Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2008. </li></ul>

×