Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sociedade de Informação

3,088 views

Published on

Esta apresentação é de autoria da professora Edméa Santos da UERJ. Discute as diferenças entre sociedade industrial e sociedade da informação e suas relações com a educação e o currículo.

Published in: Education, Technology
  • Be the first to comment

Sociedade de Informação

  1. 1. Edméa Oliveira dos Santos Doutora em Educação e Cibercultura Contatos: (21)9139-3437;22444-6450 [email_address] http://www.docenciaonline.pro.br/moodle AS TICS COMO DISPOSITIVOS DE INCLUSÃO DIGITAL NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO DESAFIOS PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES
  2. 2. Aprendizagem Conhecimento Tácito Conhecimento Explícito Sentido SINGULAR Significado COLETIVO Tecnologias da Inteligência Significantes REGISTRO E SIGNIFICAÇÃO SOCIAL CULTURA COMUNICAÇÃO COMO APRENDEM OS SERES HUMANOS?
  3. 3. s s o Mediador: pessoa, instrumento, signo LINGUAGEM TEORIA SÓCIO-INTERACIONISTA Teoria: estuda do pensamento como produto da história social ou reflexo das atividades interpessoais e das condições materiais, chamando essa psicologia de cultural e histórica. Origem: Lev Vygotsky (1896-1934) Aprender: “ A aprendizagem é o aspecto necessário e universal do processo de desenvolvimento das funções psicológicas culturalmente organizadas especificamente humanas”.
  4. 4. COM QUE TECNOLOGIAS E MÍDIAS? BITS INFORMÁTICA (DIGITAL) ÁTOMO ESCRITA CORPO (MEMÓRIA) ORALIDADE SUPORTES TECNOLOGIAS
  5. 5. SOCIEDADE DA INDUSTRIAL “ o homem faz a ferramenta a ferramenta faz o homem”. M. Luhan SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO
  6. 6. COMO APRENDEMOS NA SOCIEDADE INDUSTRIAL E NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO?
  7. 7. SOCIEDADE DA INDUSTRIAL <ul><li>MODO DE PRODUÇÃO & MODO DE CONHECIMENTO </li></ul><ul><li>Estruturado pelas tecnologias da automação </li></ul><ul><li>Ênfase no trabalho alienado, super especializado e individualizado </li></ul><ul><li>Competências profissionais eram adquiridas a partir do treinamento ao longo da carreira </li></ul><ul><li>Espaço de aprendizagem legítimo era separado do espaço de trabalho (escola e universidade X ambiente organizacional) </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Ferramentas: artefatos que prolangam ou expande habilidades humanas; </li></ul><ul><li>Máquinas: ferramentas que apresentam um certo nível de autonomia em seu funcionamento. Se caracterizam como: musculares, sensóriais, cerebrais e/ou proposicionais. </li></ul>
  9. 9. MODELO DE CURRÍCULO <ul><li>PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS: </li></ul><ul><li>Fragmentação dos saberes; </li></ul><ul><li>Racionalidade técnica; </li></ul><ul><li>Especialização; </li></ul><ul><li>Dispositivos de controle; </li></ul><ul><li>Automação dos processos produtivos; </li></ul><ul><li>Instituições sólidas; </li></ul><ul><li>SEMPRE PRESENCIAL (treinamentos) TENDO O PROFESSOR ESPECIALISTA NO CENTRO DO PROCESSO </li></ul>
  10. 10. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO <ul><li>MODO DE PRODUÇÃO & MODO DE CONHECIMENTO </li></ul><ul><li>Estruturada pelas tecnologias digitais da informação e comunicação (TICS) </li></ul><ul><li>Ênfase no trabalho compartilhado, especializado e generalista </li></ul><ul><li>Competências profissionais são adquiridas a partir da imersão em situações concretas de aprendizagem (comunidades de prática) </li></ul><ul><li>Espaço de aprendizagem legítimo é o espaço do trabalho </li></ul>
  11. 11. TECNOLOGIAS DIGITAIS I <ul><li>Imitam, simulam processos mentais; </li></ul><ul><li>Trabalham com algorítimos de proposições; </li></ul><ul><li>Articulam e convergem com outras tecnologias; </li></ul><ul><li>Liberam o pólo da emissão; </li></ul><ul><li>Digitalização da linguagem; </li></ul><ul><li>Potencializa conectividade e redes de relações. </li></ul>PC & CC
  12. 12. COVERGÊNCIA DE MÍDIAS
  13. 13. NOVOS ARRANJOS CURRICULARES <ul><li>PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS: </li></ul><ul><li>Articulação dos Saberes; </li></ul><ul><li>Racionalidade técnica e inteligência emocial e social; </li></ul><ul><li>Especialização e generalização; </li></ul><ul><li>Dispositivos de controle; </li></ul><ul><li>PRESENCIAL E A DISTÂNCIA TENTO O APRENDENTE COMO AUTOR DO PROCESSO. </li></ul>
  14. 14. “ Quaisquer meios de comunicações ou mídias são inseparáveis das suas formas de socialização e cultura que são capazes de criar, de modo que o advento de cada novo meio de comunicação traz consigo um ciclo cultural que lhe é próprio” Santaella <ul><li>Desafios: </li></ul><ul><li>Aprender de forma autônoma e colaborativa </li></ul><ul><li>Saber buscar informações pertinentes e transformar em conhecimento útil </li></ul><ul><li>Articular linguagens e saberes. </li></ul>
  15. 15. Como articular o uso das TIC na prática pedagógica?

×