Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Quão Grande és Tu

2,802 views

Published on

Quão Grande és Tu - Apresentação do autor Luiz Gonzaga Pinheiro - Editora EME

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Quão Grande és Tu

  1. 1. Texto: Quão grande És Tu! Autor: Luiz Gonzaga Pinheiro Música: Quão grande És Tu.
  2. 2. Senhor! Farol da minha vida! Ajuda-me a entender Tua bondade.
  3. 3. Diante de tudo minh’alma canta a Ti! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  4. 4. Quando vejo tantas flores, e surpreende-me uma imensidão de cores, intimamente começo a orar.
  5. 5. E diante de arcos nos céus; do azul coberto pelos véus; minha alma se curva a Te adorar.
  6. 6. Então minh’alma canta a Ti, senhor! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  7. 7. Como entender tão imenso amor Que doa tanto, e vem de muitas vidas Se até diante de meigo mentor Somos tão hábeis em abrir feridas?
  8. 8. E pela lua que espalha prata; pelo perfume que exala a mata; imagino a imesidão do Teu amor.
  9. 9. Pelo cantar de um simples passarinho; a humildade alegre do seu ninho; sei que de tudo és o Senhor.
  10. 10. Então minh’alma canta a Ti, Senhor! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  11. 11. E quando a noite adormece tudo; na natureza nada fica mudo. A poesia ainda Te faz verso.
  12. 12. Nada escapa ao teu olhar divino. A natureza mais parece um hino, ao senhor de todo o universo.
  13. 13. Então minh’alma canta a Ti, senhor! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  14. 14. Como entender tão imenso amor Que doa tanto, e vem de muitas vidas Se até diante de meigo mentor Somos tão hábeis em abrir feridas?
  15. 15. Se amanhece o dia, a natureza; preenche tudo de tanta beleza, que entontece qualquer sonhador.
  16. 16. E diante dos espelhos d’água, o coração quer despejar as mágoas, para encontrar a Ti, senhor!
  17. 17. Então minh’alma canta a Ti, Senhor! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  18. 18. Mesmo ante a montanha majestosa; Tua Presença meiga e poderosa, mostra teu tom acolhedor.
  19. 19. E frente ao céu que parece infinito; quase se escuta ecoar um grito: está aqui teu protetor!
  20. 20. Então minh’alma canta a Ti, Senhor! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  21. 21. Como entender tão imenso amor Que doa tanto, e vem de muitas vidas Se até diante de meigo mentor Somos tão hábeis em abrir feridas?
  22. 22. Em qualquer vale onde o silêncio medra; sinto teu amor em cada pedra; como um abraço em meu coração.
  23. 23. Mas é diante do oceano imenso; que me encanto e qual criança penso, o quanto é bela Tua criação.
  24. 24. Então minh’alma canta a Ti, senhor! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  25. 25. O som, o silêncio, a saudade, a vida; meu pesamento quer em Ti guarida, como a semente busca germinar.
  26. 26. Tua presença me consola e acalma ; enche de luz os cofres da minha alma, que canta livre querendo voar.
  27. 27. Então minh’alma louva a Ti, senhor! Quão grande És Tu! Quão grande És Tu!
  28. 28. Adaptação do poema de Carl Boberg (1885) O refrão está no compasso da melodia Formatação: o caçador de imagens

×