Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Prova portugues com gabarito

14,025 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Prova portugues com gabarito

  1. 1. Prefeitura Municipal de São JoséSecretaria Municipal de EducaçãoEdital no 005/2007Caderno de ProvaNível Superior:  Professor • PortuguêsDia: 11 de novembro de 2007 • Horário: das 14 às 18 hDuração: 4 (quatro) horas, incluído o tempo para o preenchimento do cartão-resposta.   Confira o número que você obteve no ato da inscrição com o que está indicado no cartão-resposta. Instruções Atenção! Para fazer a prova você usará: Comunique imediatamente ao fiscal qualquer irregu- laridade. ƒƒ este caderno de prova; ƒƒ duas folhas de resposta para responder as ƒƒ Não é permitido qualquer tipo de consulta durante q ­ uestões dissertativas; a realização da prova. ƒƒ um cartão-resposta que contém o seu ƒƒ Para cada questão são apresentadas 5 (cinco) alter- nome, número de inscrição e espaço para nativas diferentes de respostas (a, b, c, d, e). Apenas assinatura. uma delas constitui a resposta correta em relação ao enunciado da questão. Verifique, no caderno de prova: ƒƒ A interpretação das questões é parte integrante da prova, não sendo permitidas perguntas aos fiscais. ƒƒ se faltam folhas, se a seqüência de questões ƒƒ Não destaque folhas da prova. — 30 (trinta) objetivas e 2 (duas) dissertativas —, está correta; Ao terminar a prova, entregue ao fiscal o caderno ƒƒ se há imperfeições gráficas que possam causar de prova completo, o cartão-resposta devidamente dúvidas. preenchido e assinado e as duas folhas de resposta. O gabarito da prova será divulgado no site: http://pmsjme.fepese.ufsc.br
  2. 2. .
  3. 3. Prefeitura Municipal de São JoséConhecimentos Gerais (10 questões)Aspectos Educacionais 2.  Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ) de acordo• Atualidades (5 questões) com a Resolução 005/01, que estabelece diretrizes para a avaliação do processo ensino – aprendizagem, nos estabelecimentos de ensino de educação básica,1.  Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ) de acordo da rede municipal, integrantes do Sistema Municipalcom a Resolução 003/99, que fixa normas para a de Educação de São José:Educação Infantil no âmbito do Sistema Municipal deEducação de São José: (  ) A verificação do rendimento escolar é de responsabilidade dos estabelecimentos de (  ) A educação infantil constitui direito da criança ensino, na forma do seu Regimento Interno, de zero a sete anos, a que o Estado e a família e do Projeto Político-Pedagógico, compre- têm o dever de atender. endendo a avaliação do aproveitamento e a apuração da assiduidade. (  ) São instituições de educação infantil privadas as enquadradas nas categorias de particulares, (  ) A avaliação do rendimento escolar do edu- comunitárias, confessionais ou filantrópicas. cando deve prever a obrigatoriedade de estudos de recuperação, paralelos ao período (  ) A educação infantil será oferecida em creches letivo, para casos de baixo rendimento escolar. ou entidades equivalentes para crianças de até 3 anos de idade e em pré-escolas, para (  ) Na Educação Infantil, a avaliação tem caráter crianças de 4 a 6 anos. de promoção. (  ) A avaliação na educação infantil será realizada (  ) Serão realizadas, no mínimo, 2 avaliações por mediante acompanhamento e registro do bimestre (testes, trabalhos, exercícios, partici- desenvolvimento da criança, com o obje- pação em aula, provas, etc). tivo de promoção para o acesso ao ensino (  ) O avanço dos cursos ou séries, por classifica- fundamental. ção, poderá ocorrer sempre que se constatar (  ) A direção pedagógica da instituição de educa- apropriação pessoal de conhecimento por ção infantil será exercida por profissional for- parte do aluno. mado em curso de graduação em Pedagogia Assinale a seqüência correta, de cima para baixo. ou em nível de Pós-graduação em Educação. a. ( X ) V–V–F–F–VAssinale a seqüência correta, de cima para baixo: b. (  ) V–F–V–V–Fa. (  ) V–V–F–F–V c. (  ) V–F–V–F–Vb. (  ) V–F–F–V–F d. (  ) F–V–V–V–Fc. ( X ) F–V–V–F–V e. (  ) F–F–V–F–Vd. (  ) F–V–F–V–Ve. (  ) F–F–V–V–F Página 3
  4. 4. Secretaria Municipal de Educação3.  Sobre a Lei Ordinária 2.761/95, que dispõe sobre o 4.  De acordo com a Lei 4.422/06, que dispõe sobreEstatuto do Magistério Público Municipal de São José, o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração doé correto afirmar: Magistério Público do Município de São José, é cor- reto afirmar:a. (  ) O afastamento para o exercício de mandato legislativo municipal será integral e não se a. (  ) Reversão é o deslocamento do membro do limita aos períodos das sessões. magistério do local de sua lotação para outrab. ( X ) Os cargos de provimento efetivo enqua- unidade educacional. dram-se em três Grupos de Categorias b. (  ) Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração é o Funcionais, a saber: docentes, especialistas conjunto de cargos reunidos em segmentos em assuntos educacionais e técnicos em distintos, de acordo com a atividade e a for- educação. mação profissional.c. (  ) A investidura em cargo efetivo do Magistério c. (  ) Somente serão considerados para a promoção Público depende de aprovação prévia em por cursos de atualização ou aperfeiçoamento Concurso Público de provas ou de provas e os cursos que alcancem o somatório de 360 títulos, ou em casos excepcionais, pela livre (trezentos e sessenta) horas e que tenham nomeação do chefe do poder executivo. relação direta com o cargo, disciplina, área ded. (  ) O membro do Magistério preso preventiva- ensino ou atuação do membro do magistério. mente, pronunciado por crime doloso contra d. (  ) O progresso funcional ocorrerá através das a vida ou denunciado por crime contra a seguintes modalidades: promoção por tempo administração pública, ou ainda, por crime de serviço, promoção por cursos de atualiza- inafiançável não será afastado do exercício até ção e/ou aperfeiçoamento e promoção por a decisão final, passada em julgado. nova habilitação profissional, inclusive para ose. (  ) A mãe servidora, mesmo a adotiva, terá asse- ocupantes dos cargos de Auxiliar de Sala e de gurado, sem qualquer prejuízo, o direito de Auxiliar de Ensino. ausentar-se do serviço pelo espaço de 2 (duas) e. ( X ) Os cursos de graduação ou pós-graduação, horas diárias, no início ou no final do expe- considerados ou não, respectivamente, para diente, que podeão ser parceladas no período a habilitação profissional do membro do de uma hora, até que o filho complete 6 (seis) magistério, ou promoção por nova habilita- meses de idade. ção, não serão computados para efeitos de promoção por cursos de aperfeiçoamento ou atualização.Página 4
  5. 5. Prefeitura Municipal de São José5.  Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ) para as Aspectos históricos,seguintes afirmações, de acordo com a Lei 3.472/99, geográficos, econômicos eque dispõe sobre o Sistema Municipal de Ensino de sociais do Município de São José (5 questões)São José: (  ) A educação do Município de São José é pro- 6.  Assinale a alternativa que indica a mesorregião do movida e inspirada nos ideais de igualdade, Estado de Santa Catarina em que está localizado o da liberdade, da solidariedade humana, do município de São José. bem estar social e da democracia. a. (  ) Sulina. (  ) Nos estabelecimentos oficiais, o ensino será gratuito. b. (  ) Litoral nordeste. c. (  ) Grande São José. (  ) Comprovada a negligência da autoridade competente para garantir oferecimento do d. ( X ) Grande Florianópolis. ensino obrigatório, poderá a ela ser imputado e. (  ) Metropolitana de São José e Palhoça. crime de improbidade administrativa. (  ) Instituições privadas de educação ou ensino Comunitárias são aquelas instituídas por gru- 7.  Leia o texto. pos de pessoas físicas ou por uma ou mais pessoas jurídicas que atendam à orientação “Inicia na baía norte[...]; segue por esta até a foz reti- confessional e ideologia específicas, não ficada do rio Büchele; sobe por este até encontrar tenham fins lucrativos e incluam na entidade a rua Eduardo Dias, no ponto de intersecção com a mantenedora representantes da comunidade. avenida Juscelino Kubitscheck de Oliveira [...]; segue por esta até encontrar a Avenida Atlântica; segue por (  ) A educação escolar compreende os seguintes esta até encontrar a rua Edelberto de Oliveira; segue níveis e modalidades de ensino: Educação por esta até encontrar a rua Josué Di Bernardi; segue Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, por esta até encontrar o rio Araújo [...]; desce por este Educação de Jovens e Adultos, Educação até sua foz na baía sul; segue por esta até a coorde- Especial. nada geográfica aproximada c.g.a lat. 27° 39’ 41” S, long. 48° 36’ 07” W.”Assinale a seqüência correta, de cima para baixo: FARIAS, Vilson Francisco. São José 256 anos em busca das raízes. São José: Edição do Autor, 2006, p. 263.a. (  ) V–V–V–V–Vb. ( X ) V–V–F–F–V O texto acima registra as divisas intermunicipais dec. (  ) V–V–V–F–F São José, a partir de 1995, com:d. (  ) V–F–V–V–V a. (  ) Palhoça.e. (  ) V–F–F–F–V b. (  ) Biguaçu. c. ( X ) Florianópolis. d. (  ) Santo Amaro da Imperatriz. e. (  ) São Pedro de Alcântara. Página 5
  6. 6. Secretaria Municipal de Educação8.  Veja o texto. 10.  Assinale a alternativa correta.“São José; lugar situado à beira-mar em formosa posi- a. (  ) No século XIX, São José era um importanteção na terra firme; a paróquia é dedicada ao santo que município, competindo com Nossa Senhoradá o nome ao lugar; é pequena e boa, e tem vigário” do Desterro, atual Florianópolis, pela liderançaBrito, de Paulo José Miguel. Memória política da Capitania de de Santa Catarina. Mergulhou num marasmoSC. p.2, art.2. (1816) Apud PAULI, Ewaldo. Enciclopédia Simpozio. a partir da emancipação do Estreito, em 1894,Disponível em http://www.cfh.ufsc.br/~simpozio/portugue.html. perdendo parte de sua grande influência.Acesso em 22/09/2007. b. (  ) No início do século XIX, São José ganhou grande importância econômica e política,A história oficial de São José se inicia em 1750, superando Nossa Senhora do Desterro, atualquando: Florianópolis, principalmente a partir da emancipação de Palhoça da capital do Estado.a. ( X ) É criada, por Alvará Régio, a freguesia de São José, da Terra Firme. c. (  ) Até a segunda metade do século XIX, São José viveu um grande marasmo econômicob. (  ) Imigrantes alemães fundam a Vila de São que lhe tirava sua importância política. O Pedro de Alcântara. rápido desenvolvimento industrial que sofreuc. (  ) Giuseppi Garibaldi invade e toma a praça naquela época, com a vinda de imigrantes ale- onde hoje está São José. mães e ingleses, tornou-a, economicamente,d. (  ) O rei de Portugal ordena o exílio, na região, de mais importante do que a capital. Francisco Dias Velho. d. ( X ) No século XIX, São José era um importantee. (  ) Os bandeirantes paulistas, em busca de ouro e município, competindo com Nossa Senhora de indígenas para escravizar, fundam a povoa- do Desterro, atual Florianópolis, pela liderança ção que, mais tarde, se tornará São José. de Santa Catarina. Mergulhou num marasmo a partir da emancipação de Palhoça, em 1894, perdendo parte de sua grande influência.9.  A respeito da população do Município de São José, e. (  ) Desde o início da sua fundação São Josésegundo dados de 1996: foi um importante centro econômico, com grande influência na vida política da região,a. (  ) A população masculina é superior à popula- principalmente a partir da incorporação dos ção feminina. distritos de Angelina e Garcia, na segundab. (  ) O número de habitantes do sexo masculino é metade do século XX. igual ao do sexo feminino.c. (  ) A população rural é maior que a população urbana.d. (  ) O município tem a menor densidade demo- gráfica de Santa Catarina.e. ( X ) A população feminina é superior à população masculina.Página 6
  7. 7. Prefeitura Municipal de São JoséConhecimentos Específicos (20 questões)Texto 1 (questões 11 a 14) 12.  Marque a proposição correta:(...) Foi por isso que João Santeiro, na primeira noite a. (  ) No texto, após o primeiro ponto final, inicia-seclara, juntou algum mantimento, pegou suas ferra- longo período feito apenas de oraçõesmentas, pôs a mulher num jumento e escapou pelo coordenadas.mato até encontrar, bem longe, uma casa abando- b. (  ) A prosopopéia representa o ato de escutar anada no meio de coisa nenhuma e resolveu morar ali, natureza praticado pelo casal.crente que estava seguro e que poderia ser feliz junto c. (  ) Ao escutar a natureza, o casal ouve claramentede sua princesa, cantando e talhando santos. Floripes a manifestação das quatro estações do ano.refloresceu, João Santeiro se alegrava, trabalhava odia inteiro, de tardezinha ele e ela se sentavam na d. ( X ) A última oração do período final do texto évaranda, ele cantava, ela ouvia, ou então silenciavam, uma subordinada reduzida de gerúndio.escutando a natureza, grilo, cigarra, coruja, chuva e. (  ) Os nomes João Santeiro e Floripes indicam,grossa chuva fina, voz de sapo, ventania, estalo de em função do sufixo agregado, a profissãogalho seco. (...) exercida pelos personagens.Texto adaptado de: Rezende, Maria Valéria. O vôo da guará vermelha.RJ: Ed. Objetiva Ltda. 2005, p 86 13.  Ainda quanto ao Texto 1, assinale a alternativa correta: a. ( X ) “pôs” e “ouvia” são verbos irregulares.11.  Assinale a alternativa correta: b. (  ) Todos os verbos do Texto 1 são regulares, umaa. (  ) A casa abandonada a que se refere o texto era vez que não têm alterada a raiz em qualquer um castelo encantado. conjugação.b. ( X ) A julgar pelo texto, o personagem masculino c. (  ) Em “uma casa abandonada” a forma nominal tinha por profissão produzir imagens sacras. do verbo encontra-se no gerúndio.c. (  ) A localização do castelo faz supor que se trata d. (  ) Em “que poderia ser feliz”, feliz é objeto direto, de uma floresta encantada. pois entre “que” e “feliz” a locução verbal se faz com verbo de ligação.d. (  ) João Santeiro e sua princesa passavam os dias cantando e, à noite, se deliciavam com o can- e. (  ) Em “ele cantava, ela ouvia, ou então silencia- tar dos pássaros. vam” a seqüência, no pretérito perfeito, indica o delicado relacionamento do casal.e. (  ) O casal fugiu porque ambos não mais tolera- vam a vida na cidade. Página 7
  8. 8. Secretaria Municipal de Educação14.  Observando o Texto 1, marque a proposição 15.  Quanto ao Texto 2 acima, assinale a alternativacorreta: correta:a. (  ) “isso”, “algum”, “suas”, “nenhuma” compõem a a. (  ) Neste trecho é através da personagem série de pronomes indefinidos existentes no Modesta que o autor registra o nível coloquial texto. da língua.b. (  ) Em “cantando”, “talhando”, “santos” o número b. (  ) Tanto na língua falada quanto na escrita, a de fonemas corresponde ao número de letras. norma de colocação pronominal é semprec. ( X ) “cigarra”, “chuva”, “grossa”, “galho” são palavras respeitada, tal como ocorre no texto de que contêm dígrafos os quais emitem apenas Cascaes. um único som. c. (  ) O primeiro parágrafo é marcado, do começod. (  ) No texto há uma inadequação semântica na ao fim, por uma seqüência de orações antítese “noite clara”, pois toda noite é escura. coordenadas.e. (  ) Os aspectos lingüísticos do texto confirmam d. (  ) “dos inocente” é substantivo comum de dois que a descrição é a única característica da gêneros, que tem, na frase, a função sintática narrativa. de complemento nominal. e. ( X ) Com relação à modalidade, trata-se de um registro lingüístico escrito em norma culta, naTexto 2 (questões 15 e 16) fala do narrador, e em norma coloquial, na do personagem.(...) O coitado ficou atordoado, correu para casa, cha-mou a Modesta, pediu que ela não ascendesse a luz,mas que chamasse a benzedeira a quem em seguida 16.  Ainda em relação ao Texto 2, assinale a alternativanarrou a aparição do quadro dantesco que havia pre- correta:senciado dentro de sua tarrafa de pescaria. a. (  ) Em “O coitado ficou atordoado” há dois adjeti-A benzedeira pôs a mão na cabeça e exclamou: vos, sendo o primeiro predicativo do sujeito. b. ( X ) “na ocasião”, “na cozinha”, “até lá” e “rapida-— Ah! Mô Deus, me isquici de quemá páhia de áhio mente” formam uma série de advérbios emdentro do quarto dos inocente, pra móde cortá de vez um único parágrafo.o podê do fado delas [das bruxas]. c. (  ) Em “me isquici de quemá páhia de áhio”, ape-A Modesta lembrou-se, na ocasião, que tinha umas sar da coloquialidade, o pronome “me” estáréstias de alho na cozinha. Correu até lá, rapidamente, corretamente colocado em próclise.colocou-as dentro de um prato de barro e entregou-o d. (  ) Esquecer-se e lembrar-se são verbos intransi-para a benzedeira. tivos aplicados adequadamente no corpo do texto.Texto adaptado de: CASCAES, Franklin. “Baile de bruxa dentro de e. (  ) Esquecer-se e lembrar-se são verbos reflexivosuma tarrafa de pescaria”, in O Fantástico na Ilha de Santa Catarina,Florianópolis: Editora da UFSC, 1993, p. 51 e, portanto, não pedem complemento.Página 8
  9. 9. Prefeitura Municipal de São José17.  Marque apenas a proposição correta: 19.  Assinale a alternativa correta:a. ( X ) A superstição se impõe como tema desse a. (  ) Você vai ser professora uns tempos, dizia minha excerto do conto recolhido por Cascaes. mãe esperançosa. (...) Ficou triste quando vireib. (  ) Em “o quarto dos inocente” observa-se um faxineira, e logo descobriu que eu ganhava eufemismo para amenizar a idéia de doença mais que sendo professora. – neste trecho de das crianças. Lembranças, a escritora Maria de Lourdes Krieger mostra a alegria da mãe pela novac. (  ) A expressão “prá móde” exprime a dúvida da profissão da filha. benzedeira com relação à cura das crianças. b. (  ) Ó Formas vagas, fluídas, cristalinas... / Incensosd. (  ) A expressão “quadro dantesco” se refere a um dos turíbulos das aras... – o sujeito acha-se quadro pendurado na parede da casa. expresso na interjeição vocativa “ó”.e. (  ) Em “pediu que ela” e “a benzedeira a quem”, c. ( X ) Em “Ó Formas alvas, brancas, Formas claras / “que” e “quem” são pronomes relativos. De luares, de neves, de neblinas!” – há ambigüi- dade na definição do substantivo formas.18.  Assinale a alternativa correta: d. (  ) Fiz pose e cantei a música de Tom Jobim: ‘ ...Ai! Dindi / Se soubesses o bem que eu te queroa. (  ) Em “O sertanejo, é antes de tudo um forte” – / o mundo seria Dindi / tudo Dindi / lindo Dindi...’ frase antológica cunhada por Euclides da – neste trecho de Destino sem Repouso, o escri- Cunha em sua obra máxima, Os Sertões – a tor Francisco José Pereira escreve em prosa pontuação acha-se correta. um pedaço da musica de Tom Jobim.b. (  ) Na frase: “Macunaima, o herói sem nenhum e. (  ) [A gente brasileira tem a ] “ilusão idiota de ver carater, de Mario de Andrade”, as palavras o time ganhar para poder esquecer um pouco paroxítonas estão grafadas corretamente. essa miséria toda.” – escreve Amílcar Neves em Relatos de sonhos e de lutas, para dizer que oc. (  ) “Vais encontrar o mundo, disse-me meu pai à povo brasileiro não gosta de futebol. porta do Ateneu”. Nesta frase que abre a obra O Ateneu de Raul Pompéia, as formas verbais aplicadas não estão corretas. 20.  Marque a proposição correta:d. ( X ) Iracema, a virgem dos lábios de mel, é persona- gem da obra homônima de José de Alencar. A a. (  ) Não a vejo a alguns dias apesar de ouvi-la expressão “a virgem dos lábios de mel” encerra sempre. um aposto. b. ( X ) Há doze dias que a notícia se repete àe. (  ) “Um país se fazem de homens e livros”. – frase exaustão. atribuída a Monteiro Lobato, apresenta con- c. (  ) Daqui há alguns quilômetros chegaremos a cordância verbal correta. Camboriú. d. (  ) Daqui há alguns dias o elevado do Itacorubi será posto a prova. e. (  ) Haverão choro e ranger de dentes, disse Mateus. Página 9
  10. 10. Secretaria Municipal de Educação21.  Assinale a alternativa correta: 24.  Na relação texto-interpretação, apenas uma alter- nativa é a correta:a. ( X ) Faz quatro anos que, face a um mal incurável, ele faleceu. a. (  ) Nós merecemos a morte porque somos huma-b. (  ) Vai haver festança na casa da vizinha, pois nos / E a guerra é feita pelas nossas mãos / Por fazem quatro anos que lhe nasceram os nosso sangue estranho e instável / Pelas ordens gêmeos. que trazemos por dentro / E ficam sem explica- ção. (Cecília Meireles. Lamento do Oficial porc. (  ) Em “Choveu torrencialmente nos últimos dias” seu Cavalo Morto) o sujeito da frase é a chuva. Interpretação: a morte é, para a humanidade,d. (  ) Em “Nuvens se abriram e a chuva despencou a salvação possível. sobre nossas cabeças”, o sujeito da primeira b. (  ) Ouviram do Ipiranga as margens plácidas, / De oração é indeterminado. um povo heróico o brado retumbante. (Osórioe. (  ) Em “Fazem tantas e boas que acabam se con- Duque Estrada. Hino Nacional) fundindo” o sujeito é composto. Interpretação: O sujeito destes versos é representado por uma prosopopéia, a qual tem a mesma função sintática de “o brado22.  Quanto ao uso do pronome relativo e da regência retumbante”.verbal, apenas uma alternativa é a correta. c. ( X ) A verdadeira fidalguia é a ação. O que fazeis, isso sois, nada mais. (Pe. Antonio Vieira.a. (  ) A festa qual eu te falei é na casa dos gêmeos. Sermão da Terceira Dominga do Advento).b. (  ) A festa, cuja a casa eu fui, estava animadíssima. Interpretação: o que define o homem é ac. ( X ) A família acorreu de volta a casa onde buscou ação por ele praticada. abrigo, face à chuva inesperada. d. (  ) “Vais encontrar o mundo, disse-me meu pai, àd. (  ) Todos correram, confusamente, onde só que- porta do Ateneu. Coragem para a luta.” (Raul riam abrigar-se da chuva. Pompéia. O Ateneu)e. (  ) A chuva acabou com a festa a cujos os convi- Interpretação: A escola é o elemento que dados esperaram tanto. se impõe ao personagem que é, por sua vez, complemento verbal, representado pelo pro- nome elíptico “Tu”.23.  Assinale a alternativa correta: e. (  ) no fundo do Vale do Itajaí / ali rastejo, festejo, o coração colono / na calma colina. (Lindolf Bell.a. (  ) Em “Lembrei-me que tinha umas réstias de O Código das Águas) alho em casa e coloquei-as dentro de um Interpretação: entre as colinas da região prato”, os pronomes oblíquos “me” e “as” refe- oeste do estado de Santa Catarina os colonos rem-se ao sujeito oculto “Eu”. produzem e comemoram a vida.b. (  ) “Alugam-se casas” e “Precisam-se de vendedo- ras” apresentam concordância verbal correta.c. (  ) No que diz respeito à norma culta, em “Lavam-se as mãos” e “Lava-se carros” as duas formas são aceitas.d. (  ) Em “Ela se alegrava”, o pronome em próclise tem também a função de conjunção adverbial condicional.e. ( X ) Na frase “Via-se casas ao longe” há erro de concordância verbal, pois o sujeito “casas” exige o verbo no plural.Página 10
  11. 11. Prefeitura Municipal de São José25.  Apenas uma das correlações a seguir é a correta: 27.  Assinale a alternativa em que o exemplo corres- pondente à regra acha-se correto.a. ( X ) Linguagem conotativa e linguagem denota- tiva têm função diferente em um texto. a. (  ) Onde refere-se a lugar em que se está oub. (  ) A prosa poética apresenta-se com a mesma se fica. aonde emprega-se com verbos que estrutura formal do poema. indicam movimento, deslocamento. Exemplo: Onde ele vai não é aonde eu trabalho.c. (  ) Os gêneros literários, conforme classificados na Poética de Aristóteles, correspondem à b. (  ) Mal usa-se como conjunção ao designar tipologia textual moderna. tempo, como advérbio de modo, como subs- tantivo. Mau usa-se como adjetivo. Exemplo:d. (  ) O tipo de redação encontrado nas bulas de Ele era um mal aluno, por isso se deu mau. remédio é o mesmo que encontramos nas fábulas e contos. c. (  ) O verbo querer, no sentido de gostar de (alguém) e obedecer pedem a preposição “a”.e. (  ) A coesão e a coerência não são características Exemplo: Tanto quis às láureas da vitória que de um texto do tipo dissertativo, onde a expo- não obedeceu as regras da competição. sição de pontos de vista é o único elemento que importa. d. (  ) Nas frases em que o sujeito composto vem antes do verbo, este concordará no plural. Exemplo: A escuridão e o silêncio naquela casa26.  Assinale a alternativa correta: abandonada punha-nos assustados. e. ( X ) Os verbos pagar e agradecer exigem prepo-a. (  ) “Em uma dessas festas aí, pode acontecer de sição para pessoas e a dispensam para coisas. um tudo.” -“de um tudo” equivale a: alguma Exemplo: Paguei-lhe o devido e agradeci a ele coisa, coisa nenhuma, nada. o dinheiro emprestado.b. ( X ) “Em uma dessas festas aí, pode acontecer de um tudo.” – “aí” equivale ao pronome indefi- nido “qualquer”; 28.  Marque a alternativa correta.c. (  ) “Fica sentadinho aí, enquanto vou chamar sua a. (  ) Espero que, ao menos dessa vez, ele seje feliz mãe.” – o uso da pessoa verbal na primeira e faça menas bobagens. oração está em acordo com o uso do pro- nome possessivo da segunda oração. b. (  ) Realmente, ficamos fora de si, por causa que a provocação foi por demais exagerada.d. (  ) “Fica sentadinho aí, enquanto vou chamar sua mãe.” – “aí” é advérbio de modo. c. (  ) Nem mas nem menos: infringiu-se na medida exata a punição correspondente à infraçãoe. (  ) “A farinha de trigo dá para várias vezes. O cometida. pão, comprou, dá para uma vez só. É isso aí.” A expressão “é isso aí” indica uma situação d. ( X ) Ela ficou meio confusa, pois não sabia se o adverbial de tempo. relógio da matriz soara meio dia e meio ou uma e meia da tarde. e. (  ) Ele exigiu as rúbricas de todos em cada página do contrato que envolvia vultuosa quantia. Página 11
  12. 12. Secretaria Municipal de Educação29.  Com relação ao ensino da língua, em conformi- 30.  Entre os objetivos gerais para o ensino da língua,dade com a Proposta Curricular 2000 da Secretaria da desde a Alfabetização até o Ensino Médio, constantesEducação de S. José, assinale a alternativa correta. na Proposta Curricular 2000, da Secretaria de Educação de São José, apenas um é incorreto:a. (  ) A transmissão de conhecimentos é o objetivo maior do professor, que deve trabalhar uni- a. (  ) Identificar, compreender e respeitar as varie- camente com o livro pedagógico para evitar dades lingüísticas nas e pelas relações que erros. estabelecem respeitando, assim, todas asb. (  ) O estudo da gramática deve ser feito com pessoas. base na norma culta, evitando a interferên- b. (  ) Ampliar a capacidade de compreensão de cia do uso que os próprios alunos fazem da diferentes gêneros textuais, interpretando-os língua. e identificando sua função social e suasc. ( X ) As práticas pedagógicas para o ensino da especificidades. língua devem primar por um trabalho global, c. (  ) Produzir diferentes gêneros textuais (fábulas, interdisciplinar e coletivo, situando alunos e lendas, propagandas, contos, poemas, can- professores no contexto social em que vivem. ções, quadrinhos, cartas, rótulos, crônicas...)d. (  ) A dialogia, a polifonia, a polissemia, a inter- considerando a sua função social, a adequação textualidade são, entre outros, conceitos que vocabular e os aspectos relativos à coesão e à independem das relações sociais. coerência.e. (  ) Dramatizações, debates, conversas, relatos, d. (  ) Fazer a análise das relações intravocabulares e comentários prestam-se apenas a tornar a intervocabulares pela comparação, observa- aula um evento festivo. ções e pesquisa, como forma de se apropriar do sistema ortográfico. e. ( X ) Reconhecer a presença do outro, suas inten- ções e objetivos, tanto na escuta quanto na leitura de textos, desde que ele pertença ao mesmo grupo social e cultural de todos os alunos.Página 12
  13. 13. Prefeitura Municipal de São JoséQuestões Dissertativas (2 questões) Instruções As folhas de respostas das questões dissertativas não poderão ser identificadas com assinatura, nome As respostas das questões dissertativas deverão ter e/ou número de inscrição, ou ter qualquer marca ou no mínimo 10 (dez) e no máximo 20 (vinte) linhas sinal que possa identificar o candidato. cada uma delas. Não serão corrigidas as respostas das questões dis- As respostas devem ser transcritas para as Folhas sertativas das folhas de rascunho, ou as que tenham de Respostas, com letra legível, utilizando caneta sido escritas a lápis ou com tinta diferente da preta esferográfica de tinta preta ou azul. ou azul.Questão Dissertativa 1 (Temas de Educação) Questão Dissertativa 2 (Específica)“A grande tarefa do educador, nas mãos de quem Escreva sua reflexão, concordando ou não, a respeito se alicerçam as esperanças, é trabalhar em todos os do texto opinativo a seguir: níveis educativos e com pessoas de todas as idades o desenvolvimento da capacidade de “aprender a com- “A moda chegou por aqui na década de 70, espa- preender”. Esse é um dos sete saberes que a humani- lhou-se como praga divina e contribuiu para formar dade precisa para tratar a educação do futuro.” gerações de analfabetos funcionais: as escolas renun- ciaram à gramática e, em seu lugar, passaram a ensinarMorin, apud Villalba, 2004. uma certa ‘Comunicação e Expressão’, pouco impor- tando o que isso significasse conceitualmente em suaEm face dessa afirmativa, redija um texto disserta- grosseira redundância”.tivo, utilizando argumentos consistentes, sobre “quala maneira mais eficaz de desenvolver a capacidade Reinaldo Azevedo. Restaurar é preciso; reformar não é preciso; inde “aprender a compreender” na escola, tendo-se Veja, ed. 2025 – ano 40, nº 36. SP: Abril, 12/09/07como meta melhorar a qualidade do processo ensino-aprendizagem”. Página 13
  14. 14. Folha de RascunhoUtilize essa folha para elaborar sua resposta e depoistranscreva-a para a Folha de Resposta em anexo aesse caderno de prova.Questão Dissertativa 1 h o u n a s c R.
  15. 15. Folha de RascunhoUtilize essa folha para elaborar sua resposta e depoistranscreva-a para a Folha de Resposta em anexo aesse caderno de prova.Questão Dissertativa 2 h o u n a s c R.
  16. 16. FEPESE • Fundação de Estudos ePesquisas Sócio-EconômicosCampus Universitário • UFSC88040-900 • Florianópolis • SCFone/Fax: (48) 3233-0737http://www.fepese.ufsc.br

×