Goetia site - evocacao de michael

2,749 views

Published on

  • Olá peço Encarecidamente Licença aos Administradores para Divulgar o meu Grupo e site, a União e a Ajuda mútua tende a Fortalecer o Crescimento em conjunto, Atenciosamente... https://www.facebook.com/groups/415667271934371/ http://segredos-goetia.blogspot.com.br/
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Olá peço Encarecidamente Licença aos Administradores para Divulgar o meu Grupo e site, a União e a Ajuda mútua tende a Fortalecer o Crescimento em conjunto, Atenciosamente... https://www.facebook.com/groups/415667271934371/ http://segredos-goetia.blogspot.com.br/
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Goetia site - evocacao de michael

  1. 1. http://www.hermetic.com/osiris/michael.htm Titulo Original: Evocation of Michael. Autor: Frater Osíris. Tradução: Grupo de Traduções Ocultas. Tradutor: Leonardo M. (LVX NOX). www.gtobr.org — Grupo de Traduções Ocultas
  2. 2. Evocação de Michael, 11/01 por Frater Osiris, 2002 Evocação de Michael, 23/07/2001 Templo do Sol, 8:30-9:00 p.m. [S. era o Vidente. Ritual Menor do Pentagrama. Evocação Padrão. Identificado e saudado.] F.O.: Hoje tenho algumas perguntas para ti. Minha primeira pergunta é: Fiz recentemente este Triângulo Goético, e quando intencionei consagrá-lo, percebi que não há rituais de consagração concernentes ao Triângulo da Arte, seja nas Chaves Menores ou Maiores. Poderia me dizer por qual razão? M.: A informação que tu tens não está completa. Há muito mais que nunca ti foram mostradas. F.O.: Eu compreendo. Ainda assim, eu teria imaginado que algo assim seria incluído nas Chaves Maiores ― há encantamentos e purificações para seus sapatos! M.: Não foi incluso porque eles não sabiam disso. Outros encontram isso, porém se recusaram a publicar, querendo somente para suas coleções pessoais. F.O.: Eu gravei um para mim, parece-me que funciona de modo satisfatório. Este Triângulo faz com que eu me sinta muito poderoso. M.: Ele está muito bem feito. Tu deves ser elogiado por isso. F.O.: Já era hora de ter, pelo o menos, uma parte dos acessórios “formais”. Mais alguma coisa relativa ao Triângulo da Arte? M.: (Pausa). É uma ferramenta importante que muitas vezes é esquecida. F.O.: De que maneira? M.: É um portal que tu abres. Uma vez aberto, ele muda continuamente. Quanto mais você abri-lo, mais poderoso ele se torna. As conexões com diferentes locais aumentam. F.O.: Eu não entendo o que você quer dizer por portal. Por favor, aperfeiçoe. M.: O Triângulo se torna um elo com outros mundos. É o seu próprio portal para estes outros mundos. Um dia tu serás capaz de buscar outros mundos através do triângulo. Tu ainda não estás pronto para isso. F.O.: Deixe-me saber quando chegar a hora. Estaria muito interessado nisso. M.: Ainda falta muito. F.O.: Então é algo que exige esforço. Algo mais sobre isso?
  3. 3. M.: O Triângulo cria vida própria. Uma vez que você cria seu próprio Triângulo, ele é ligado a ti e ao teu mundo. Tu deves ser cuidadoso com o aquilo que se aproxima ou passa próximo dele. F.O.: Poderia explicar mais? M.: Tudo o que eu posso dizer... Quem quiser pode extrair energia dele. Essa não é a finalidade dele, e o enfraquecerá. F.O.: Como eu posso protegê-lo contra esse fenômeno? M.: Não permitas que nenhuma pessoa que deseja interromper (entre) neste templo, dentro desta sala. F.O.: Eu não pretendo. Eu também solicitei que me ajudes e proteja, pois sei que és bom e útil. M.: Enquanto tu não convidares aqueles que possam vir a interromper, eu te protegerei. F.O.: Sei que isso é até uma imprudência minha. Serei mais cuidadoso com o triângulo. Prosseguindo... Outra pergunta para ti. Este livro (Armadel) ― você está familiarizado com ele? M.: Sim. F.O.: Eu não entendi a natureza dele. Além disso, você está nele, ou pelo o menos, o seu nome está. M.: Muitas coisas são atribuídas a mim. F.O.: Eu tenho uma pergunta sobre este grimório. (Aberto no registro/selo de Michael no Armadel.] O que aconteceria se eu fosse utilizar este selo, mesmo eu não tendo tanta familiaridade com ele, e te evocar? M.: Tu poderias obter aquilo que tu solicitaste. F.O.: Seria tu de fato, ou uma ligeira versão sua? M.: Eu sou do tom de todas as cores. F.O.: Tens algum conselho adicional quanto aos experimentos com este livro? M.: Os resultados que tu conseguires, podem ser diferentes daquilo que tu estás acostumado a obter. F.O.: Diferente em qual aspecto? M.: A natureza dessas energias é diferente dos outros livros.
  4. 4. F.O.: Compreendido. Eu tenho dois outros grimórios para questionar sobre eles: o Grimorium Verum e o Grimório de Honorius. Esses são trabalhos no mesmo estilo que os da Goetia, não são? M.: (Pausa.) (Ele estava olhando para cima.) Muitos mais trabalhos devem lhe ser postos dentro (dos grimórios) antes de tu fazê-los. F.O.: Então talvez eu ti consulte sobre isso em outra oportunidade. M.: Eles podem ser feitos agora, mas tu deves está preparado para saber com o que tu estarás se envolvendo. F.O.: Então, com o que eu estarei me envolvendo? M.: Tu aprenderás lições das quais poderá não ser capaz de lidar. Tu deves ter certeza que podes lidar com o que receber ou vir deles. F.O.: Entendo. M.: Eu não creio que tu terias uma enorme quantidade de problemas com eles, porém, eu aguardaria até que tu vida esteja mais estável do que agora. F.O.: Certo. Obrigado. Eu irei buscar informações contigo em uma data posterior, porém, eu fiquei curioso. Mais duas questões. Voltando a Goetia. Os espíritos da Goetia possuem graus: Condes, Duques, etc. Esses são realmente necessários na questão da evocação? M.: Se tu tentares usar mais que um em um mesmo momento, eles são. A hierarquia está lá por um motivo, porém raramente é utilizada. Pode haver terríveis conseqüências por isso. F.O.: Eu nunca chamei alguém do topo da hierarquia. Eu teria algum problema com isso? M.: Não é difícil. F.O.: Eu não imaginava que poderia ser. M.: Muitas guerras foram combatidas com eles, e eles gostam disso. F.O.: Eu não desejo batalhar guerras com eles. Eu só desejo fazê-los trabalharem para mim, como um apoio, como as outras pessoas fazem. M.: Lembra-te que o maior deles és tu. F.O.: Isso é verdade. O Demônio. Um outro questionamento. Há um par de anos atrás, havia um homem que me ensinou algumas das técnicas básicas (da Evocação da Goetia) que eu tenho aperfeiçoado ao longo dos últimos dois anos. Ele falou sobre nomear o melhor e mais fiel dos Espíritos Goéticos para utilizá-lo como um superintendente ou mestre dos outros espíritos. Poderia falar a ele e descobrir quem o enviou para
  5. 5. determinada tarefa, e também poderia conduzi-lo, caso contraproducentes ou estivessem interferindo uns com os outros. eles não fossem M.: É isso que significa a hierarquia. F.O.: Então eu deveria utilizar a hierarquia existente em vez criar uma hierarquia minha? M.: Tu podes promover ou rebaixar como desejar. Os espíritos trabalham melhor com a ordem original, a menos que tu possas convencê-los de outra forma. F.O.: Eu pensarei a respeito disso. Tu sugeres, então, que eu chame um dos quatro espíritos dos Grandes Reis da Goetia? Eu devo chamar um deles, fazer vir sob o meu comando, e dirigi-lo a fazer esta função, a de orientar meus espíritos? M.: Se tu fizeres isso, sejas cuidadoso com quem escolher. Escolha um que se sinta bem e seja honesto contigo. F.O.: Tu estás falando sobre os Reis? M.: Sim. F.O.: Não são quatro deles que governam acima e além dos outros? M.: Os poderes deles são iguais para todos eles. Não existe um espírito maior que o resto. Alguns podem gerir melhor do que outros. F.O.: Considerarei isso. Eu já tenho um dos Reis a minha disposição. Alguma outra recomendação sobre essa questão, no que diz respeito à Goetia ou ao meu trabalho com ela? M.: Tenha cuidado e tu poderás ser informado por eles todos. Não os deixe escapar. F.O.: Isto me leva a uma questão interessante. O que eu faço com eles quando eu não tiver nada pra eles fazerem? M.: Libere-os para seus afazeres. F.O.: Eu apenas peço para eles irem, é isso? M.: É melhor agradecê-los, e recompensa-los, se assim desejares. F.O.: Meu objetivo é que eu não precise manter cada um deles ocupados o tempo todo. M.: Não. F.O.: Bom saber. Existe algo mais que eu deveria fazer além de agradecê-los, recompensa-los e ordená-los a irem embora até que eu os chame novamente?
  6. 6. M.: Eles trabalharão melhor, caso você faça isso. F.O.: Eles não irão interferir de qualquer maneira, aspecto ou forma? M.: Não. F.O.: Ok. Antes de finalizar, tens qualquer outra coisa que desejas falar? M.: Nós já falamos mais que o suficiente. F.O.: Então eu lhe agradeço Michael, por vir aqui diante de nós. Assim eu te despeço. (Ele se vai) Tradução: Grupo de Traduções Ocultas — GtoBr.org Tradutor: Leonardo M. (LVX NOX). www.gtobr.org — Grupo de Traduções Ocultas

×