A Sociologia Funcionalista da Mídia
A Sociologia Funcionalista da Mídia segundo Lasswell e o Processo
               de co...
02


         Breve Contexto

       Teoria Hipodérmica

“Cada elemento do público é pessoal
    e diretamente atingido pe...
03


            Breve Contexto
           Teoria Hipodérmica



Abordagem global ao mass media, indiferente à
 diversidad...
04


Breve Contexto
Teoria Hipodérmica




 Fonte Emissora




             Receptor
  Prof. Humberto Costa – Teoria da Co...
05


             Breve Contexto
             Teoria Hipodérmica


       Mídia = Seringa  Informações



Inoculando     ...
06


      A Sociedade de Massa



    Conseqüência da industrialização
progressiva, da revolução dos transportes
  e do c...
07


    A Sociedade de Massa



Porque põe em destaque e reforça o
  elemento fundamental da teoria
 hipodérmica, ou seja...
08


      A Sociedade de Massa



O isolamento do indivíduo na massa é o
  fator que explica em grande parte o
realce que...
09


O Modelo Comunicativo da Teoria Hipodérmica




   Na relação complexa que existe
  entre o organismo e o ambiente, o...
10


O Modelo Comunicativo da Teoria Hipodérmica




    Estímulo inclui os objetos e as
 condições exteriores ao sujeito,...
11


O Modelo Comunicativo da Teoria Hipodérmica




    Se um indivíduo é apanhado pela
    propaganda, pode ser controla...
12


   O Funcionalismo Sociológico



Todo o elemento que componha o (que é)
    social é solidário aos demais, não
   po...
13


   O Funcionalismo Sociológico

    O que interessa ao Funcionalismo
                Sociológico?


    O que interes...
14


  O Funcionalismo Sociológico



Funcionalismo Sociológico  Comunicação


 Para se conseguir esta aproximação,
basta...
15


  O Funcionalismo Sociológico



 Cada realidade existente se define por
sua função, isto é, pela atividade que lhe
 ...
16


   O Funcionalismo Sociológico


O Funcionalismo Sociológico supõe que o
     desenvolvimento dos meios de
   comunic...
17


 O Funcionalismo Sociológico




 Os funcionalistas passaram a se
ocupar da influência supostamente
     exercida pel...
18


   O Funcionalismo Sociológico


A ênfase estava na advertência de que a
comunicação se verifica em um contexto
socia...
19


 O Funcionalismo Sociológico




  Os meios de comunicação emitiam
mensagem cujos teores, forma geral e
simbologia pr...
20


    O Funcionalismo Sociológico


   Quanto aos Receptores, interessava
   conhecer seus modos próprios, suas
  prefe...
21


  O Modelo de Harold Lasswell



  Há uma “pessoa que fala” (quem?);
“pronuncia um discurso”, dizendo alguma
coisa (o...
22


  O Modelo de Harold Lasswell



Lasswell objetivou determinar a estrutura
da função da comunicação na sociedade.
Par...
23


    O Modelo de Harold Lasswell

                          Aristóteles

Quem diz?                      O Quê diz?    ...
24


O Modelo de Harold Lasswell



Quem(?) diz o quê(?), por qual
meio(?), a quem(?) e com qual
                   efeito...
25


     O Modelo de Harold Lasswell


                                                             Análise sobre o
Quem?...
26


    O Modelo de Harold Lasswell


                                                              Análise da
A Quem
   ...
27


  O Modelo de Harold Lasswell



  A análise dos efeitos e, em estreita
  correlação com essa, a análise do
conteúdo,...
28


  O Modelo de Harold Lasswell

• A mídia afeta o público pelos
  conteúdos que dissemina;

• Os efeitos produzidos eq...
29


   O Modelo de Harold Lasswell

• As reações do público dependem de
  identificações projetivas, anseios e
  expectat...
30


  O Modelo de Harold Lasswell


• Os conteúdos disseminados pela mídia
  estão inseridos no contexto;

• Os conteúdos...
31


       Referências Bibliográficas
1 - MATTELART, Armand. Comunicação-Mundo. 3.ed. Trad.
Guilherme J. de F. Teixeira. ...
31


                                 Dados do Autor
COSTA; Humberto.

        Possui o título de Mestre em Filosofia e o ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunicação para a Sociedade.

18,454 views

Published on

Breve aula sobre a "Sociologia Funcionalista da Mídia segundo Lasswell e o Processo de comunicação para a Sociedade".
Inclui Referências Bibliográficas.

Published in: Education, Technology

A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunicação para a Sociedade.

  1. 1. A Sociologia Funcionalista da Mídia A Sociologia Funcionalista da Mídia segundo Lasswell e o Processo de comunicação para a Sociedade. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  2. 2. 02 Breve Contexto Teoria Hipodérmica “Cada elemento do público é pessoal e diretamente atingido pela mensagem.”*  Público MENSAGEM Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  3. 3. 03 Breve Contexto Teoria Hipodérmica Abordagem global ao mass media, indiferente à diversidade existente entre os vários meios. Que poder tem o “mass media” em uma sociedade de massa? Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  4. 4. 04 Breve Contexto Teoria Hipodérmica Fonte Emissora Receptor Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  5. 5. 05 Breve Contexto Teoria Hipodérmica Mídia = Seringa  Informações Inoculando Minando Vontade à idéias resistências vontades Público Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  6. 6. 06 A Sociedade de Massa Conseqüência da industrialização progressiva, da revolução dos transportes e do comércio, da difusão de valores abstratos de igualdade e liberdade. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  7. 7. 07 A Sociedade de Massa Porque põe em destaque e reforça o elemento fundamental da teoria hipodérmica, ou seja, o fato de os indivíduos estarem isolados, serem anônimos, estarem separados, atomizados. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  8. 8. 08 A Sociedade de Massa O isolamento do indivíduo na massa é o fator que explica em grande parte o realce que a Teoria Hipodérmica atribui às capacidades manipuladoras dos primeiros meios de comunicação. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  9. 9. 09 O Modelo Comunicativo da Teoria Hipodérmica Na relação complexa que existe entre o organismo e o ambiente, o elemento crucial é representado pelo ESTÍMULO. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  10. 10. 10 O Modelo Comunicativo da Teoria Hipodérmica Estímulo inclui os objetos e as condições exteriores ao sujeito, que produzem uma Resposta. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  11. 11. 11 O Modelo Comunicativo da Teoria Hipodérmica Se um indivíduo é apanhado pela propaganda, pode ser controlado, manipulado, levado a agir. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  12. 12. 12 O Funcionalismo Sociológico Todo o elemento que componha o (que é) social é solidário aos demais, não podendo ser compreendido fora da totalidade que ele institui e que o constitui como parte. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  13. 13. 13 O Funcionalismo Sociológico O que interessa ao Funcionalismo Sociológico? O que interessa ao Funcionalismo Sociológico é o modo pelo qual se alcança um consenso social, que então se atira à análise dos mecanismos de integração. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  14. 14. 14 O Funcionalismo Sociológico Funcionalismo Sociológico  Comunicação Para se conseguir esta aproximação, basta lembrar que um dado conjunto se compõe menos de coisas ou de substância do que de funções. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  15. 15. 15 O Funcionalismo Sociológico Cada realidade existente se define por sua função, isto é, pela atividade que lhe cabe em um conjunto cujas partes são necessariamente solidárias. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  16. 16. 16 O Funcionalismo Sociológico O Funcionalismo Sociológico supõe que o desenvolvimento dos meios de comunicação corresponda a novas necessidades sociais e, sendo esse o caso, a tais meios compete proporcionar satisfações às expectativas de um público. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  17. 17. 17 O Funcionalismo Sociológico Os funcionalistas passaram a se ocupar da influência supostamente exercida pelos meios de comunicação de “massa”. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  18. 18. 18 O Funcionalismo Sociológico A ênfase estava na advertência de que a comunicação se verifica em um contexto social. Isso fez com que muitos estudiosos mergulhassem no estudo investigativo das características do Emissor e de suas Intenções ao Comunicar. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  19. 19. 19 O Funcionalismo Sociológico Os meios de comunicação emitiam mensagem cujos teores, forma geral e simbologia precisavam ser conhecidos. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  20. 20. 20 O Funcionalismo Sociológico Quanto aos Receptores, interessava conhecer seus modos próprios, suas preferências e suas predisposições, na medida em que, de posse desses dados, fosse possível retomar a mensagem para corrigi-la e fazer a emissão adequadamente. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  21. 21. 21 O Modelo de Harold Lasswell Há uma “pessoa que fala” (quem?); “pronuncia um discurso”, dizendo alguma coisa (o quê?); e se dirige a alguém que “a ouve” (a quem?). Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  22. 22. 22 O Modelo de Harold Lasswell Lasswell objetivou determinar a estrutura da função da comunicação na sociedade. Para tanto, retomou e expandiu o modelo retórico de Aristóteles. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  23. 23. 23 O Modelo de Harold Lasswell Aristóteles Quem diz? O Quê diz? A Quem diz? Lasswell Quem O Quê Por qual A Quem Com qual diz? diz? Meio? diz? Efeito? Como? Para quê? Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  24. 24. 24 O Modelo de Harold Lasswell Quem(?) diz o quê(?), por qual meio(?), a quem(?) e com qual efeito? Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  25. 25. 25 O Modelo de Harold Lasswell Análise sobre o Quem? Comunicador comunicador. Análise do O Quê? Conteúdo conteúdo da mensagem. Análise da Mídia Por qual Mídia (jornal, cinema, Meio? rádio, etc. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  26. 26. 26 O Modelo de Harold Lasswell Análise da A Quem Público Reação do diz? Público. Impressão Análise dos Efeitos Efeito? causada nos proporcionados receptores aos Receptores Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  27. 27. 27 O Modelo de Harold Lasswell A análise dos efeitos e, em estreita correlação com essa, a análise do conteúdo, que fornecem ao pesquisador elementos suscetíveis de orientar sua abordagem do público. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  28. 28. 28 O Modelo de Harold Lasswell • A mídia afeta o público pelos conteúdos que dissemina; • Os efeitos produzidos equivalem a reações manifestas do público. • Essas reações compreendem: atenção, compreensão, fruição, avaliação, ação; Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  29. 29. 29 O Modelo de Harold Lasswell • As reações do público dependem de identificações projetivas, anseios e expectativas, latentes ou não. • Há clara influência do contexto (social, cultural, ideológico) e de predisposições especiais nas reações manifestadas pelo público. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  30. 30. 30 O Modelo de Harold Lasswell • Os conteúdos disseminados pela mídia estão inseridos no contexto; • Os conteúdos disseminados constituem um dos fatores que provocam reações por parte do público. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  31. 31. 31 Referências Bibliográficas 1 - MATTELART, Armand. Comunicação-Mundo. 3.ed. Trad. Guilherme J. de F. Teixeira. Petrópolis:Vozes, 1994. 2 – MATTELART, Armand; MARTTELART, Michèle. História das Teorias da Comunicação. 4.ed. Trad. Luiz P. Rouanet. São Paulo: Loyola, 2001. 3 – POLISTCHUK, Ilana. Teorias da Comunicação – O pensamento e a prática da Comunicação Social. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. 4 – WOLF, Mauro. Teorias das Comunicação. Trad. Maria J. V. De Figueiredo. Lisboa: Presença, 1987. 5 - _____. Teorias das Comunicações de Massa. Trad. Karina Jannini. São Paulo: Martins Fontes, 2003. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I
  32. 32. 31 Dados do Autor COSTA; Humberto. Possui o título de Mestre em Filosofia e o título de Especialista em Leitura de Múltiplas Linguagens pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR). Graduado em Design do Produto pela Universidade Tuiuti do Paraná. Possui experiência na área de Design Industrial, trabalhando principalmente com os seguintes temas: Estética, Criatividade e Processos Criativos, Comunicação e Semiótica. Atua também como Professor de Desktop Design. P.S.: Críticas e Sugestões serão sempre bem vindas. Para tanto, utilize o endereço: soparacad@gmail.com P.S.2: Por favor, se for utilizar esta aula, conserve os créditos. Utilize a maneira correta de fazer as Citações e as Referências Bibliográficas. Agradeço a atenção de todos. Prof. Humberto Costa – Teoria da Comunicação I

×