Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi

18,296 views

Published on

Trabalho de Programa de Saúde - 1° Módulo Radiologia - Eduarda Minassa Gobbi

Published in: Health & Medicine
1 Comment
14 Likes
Statistics
Notes
  • Muito bom! material!
    me ajuda bastante!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
18,296
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
548
Actions
Shares
0
Downloads
777
Comments
1
Likes
14
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi

  1. 1. Doenças Sexualmente Transmissíveis
  2. 2. O que são as doenças sexualmente transmissíveis?• Doenças sexualmente transmissíveis ou DST, são patologias antigamente conhecidas como doenças venéreas, ou seja, são doenças infecciosas que se transmitem essencialmente (porém não de forma exclusiva) pelo contato sexual. Elas podem ser causadas por parasitas, bactérias ou vírus.
  3. 3. Quais os tipos de doenças sexualmente transmissíveis?• DST causadas por bactérias e protozoários ex: clamídia, gonorréia, tricomoníase e sífilis.• DST causadas por vírus ex: HIV/AIDS, herpes genital, HPV, hepatite B, condiloma acuminado e citomegalovírus.
  4. 4. AIDS(Síndrome da Imunodeficiência Adquirida)
  5. 5. Diferença de AIDS para HIV• Diz-se que a pessoa é HIV positivo ou soropositiva quando ela tem o vírus, mas ainda não teve o sistema imunológico comprometido o que pode levar semanas ou até mesmo anos. Quando as defesas do organismo estão baixas e a pessoa já está pegando infecções perigosas, diz-se que ela tem Aids. Por isso, ser portador do vírus HIV é diferente de ter Aids.
  6. 6. • As três vias principais de transmissão do HIV são contato sexual, exposição a fluidos ou tecidos corporais contaminados e de mãe para feto durante o período perinatal.• Os principais são: febre alta, diarreia constante, crescimento dos gânglios linfáticos, perda de peso e erupções na pele. Quando a resistência começa a cair ainda mais, várias doenças oportunistas começam a aparecer: pneumonia, alguns tipos de câncer entre outras.
  7. 7. • Para evitar o contágio recomenda-se sempre o uso de camisinha, relação monogâmica, de preferência com parceiro comprovadamente HIV negativo e utilização de agulhas e seringas descartáveis.• Infelizmente a medicina ainda não encontrou a cura para a Aids. O que temos hoje são medicamentos que fazem o controle do vírus na pessoa com a doença chamados coquetéis anti-Aids.
  8. 8. • Raramente cândida é transmitido de pessoa para pessoa, como em relações sexuais.• Os principais sintomas são: coceira, vermelhidão da parte exterior da vagina, irritação à micção, inchaço e vermelhidão no pênis e prepúcio e erupção cutânea vermelha e sarnenta.
  9. 9. • O tratamento da candidíase é simples e consiste em uma dose oral de antifúngico, como o Fluconazol em dose única, ou cremes aplicados diretamente na área afetada.• Para prevenir a candidíase, siga estas diretrizes: mantenha secas e ventiladas as áreas mais úmidas do corpo. EVITE: frequentes duchas, vestir roupa úmida ou roupa íntima feita de fibra sintética e o uso prolongado de antibióticos.
  10. 10. • A transmissão da gonorreia se da pelo sexo anal, vaginal ou oral com parceiros infectados e pode também ser transmitida de mãe para filho no momento do parto quando o bebê entra em contato com a parede do útero.• Os principais sintomas são: inflamação local, infecção, dor ou ardor ao urinar e saída de secreção purulenta através da uretra.
  11. 11. • O tratamento é feito com azitromicina e uma série de outros antibióticos. O tratamento da gonorreia é simples, barato e está disponível gratuitamente na maioria dos postos de saúde.• A prevenção da gonorréia é feita essencialmente através do combate às doenças venéreas: uso de preservativo, evitar muitos parceiros e consultar-se com médicos especialistas periodicamente.
  12. 12. Herpes Genital
  13. 13. • Os vírus da herpes podem ser encontrados soltos nas feridas que eles causam, mas também podem ser liberados por erupções na pele que não parecem estar estouradas ou feridas. Geralmente a pessoa só pode contrair infecção do vírus tipo 2 durante contato sexual com alguém que tenha infecção genital por esse vírus.• O principais sintomas são: ardor, prurido, formigamento e gânglios inflamados. O herpes genital pode causar feridas dolorosas recorrentes em muitos adultos, e pode ser severa em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido.
  14. 14. • Não há tratamento que cure herpes, porém medicamentos antivirais podem diminuir e prevenir as erupções. O mais utilizado é o Aciclovir.• A melhor maneira de prevenir o herpes genital é usar preservativo nas relações sexuais, evitar múltiplos parceiros e evitar contato sexual ou tocar nas áreas genitais caso o parceiro esteja em um surto de herpes.
  15. 15. Conclusão• As doenças sexualmente transmissíveis podem levar a morte e a melhor forma de prevenir-se contras elas é através da educação sexual.• USE CAMISINHA!

×