Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Lipo a Laser Aula Dr. Urias Carrijo

3,173 views

Published on

Aula do Dr. Urias Carrijo referência Internacional em Laserlipólise, técnica mais conhecida como Lipo a Laser ou Smart Lipo.

  • Be the first to comment

Lipo a Laser Aula Dr. Urias Carrijo

  1. 1. Dr. Urias Carrijo
  2. 2. LASER LIPO LISELASER = (light amplification by stimulatedemission of radiation)LIPO = ( gordura)LISE = (quebra,destruição)
  3. 3. • Conceito Geral – Consiste na destruição irreversível das células de gordura através do LASER.
  4. 4. • 1980-Yllouz :Introduz a lipoaspiração como opção no tratamento da gordura localizada• 1985-Klein:Cirurgião Dermatológico desenvolve a Lipo Tumescente;• 1994-Apfelberg: Introduz o uso de LASER em Lipoaspiração• 1997- Cook: Usou laser para vaporizar a gordura da face• 2005 – Badin: Área que recebeu 3,000 J mostrou retração citoplasmática e ruptura de membranas.
  5. 5. • Mecanismo de ação:1. Efeito FOTOMECÂNICO;2. Efeito FOTOTÉRMICO;3. Efeito FOTOESTIMULADOR;
  6. 6. • Efeito Fotomecânico: – Produz ruptura da membrana celular no momento do procedimento.
  7. 7. • Efeito Fototérmico: – Provoca uma alteração da permeabilidade do adipócito +edema=RUPTURA (Este efeito ocorre ainda por até 3 meses); – Cauterização de vasos sanguineos.
  8. 8. • Efeito Fotoestimulação: – Derme reticular estimulada pela luz, e produz colágeno. • “The technique proved to be effective in celular lysis and colagen neoformation”. Goldman et al.
  9. 9. • Resultado final.
  10. 10. • Principais indicações: – Gordura Localizada; • Gordura Localizada < 500ml=Técnica Não aspirativa; • Gordura Localizada > 500ml=Técnica Aspirativa; – Flacidez de Pele; – Celulite; – Hiperhidrose; – Ginecomastia; – Lipoma; – Outros.
  11. 11. • Quatro etapas: 1. Marcação ; 2. Anestesia Local; 3. Emissão do laser; 4. Procedimentos Pós Operatório.
  12. 12. • Marcação:
  13. 13. • Anestesia Local: – 500ml Soro Fisiológico 0,9%; – 20 ml Xylocaína 2% s/ vasoc.; – 5ml Bicabornato de Sódio; – 1ml Adrenalina; – Proporção 1:1.* Bomba Peristáltica de Infusão
  14. 14. • Emissão de LASER:
  15. 15. • Procedimentos Pós-Operatório:• Antibioticoterapia Profilática-Cefalosporina 7dias• Drenagem Linfática a partir 2o dia• Uso de Modeladores Elásticos por 2 semanas• Repouso por 1-2 dias (Não Aspirativa)• Atividades Físicas em 2 semanas
  16. 16. Lipoaspiração Lipo Supercifial
  17. 17. • LASER Nd:Yag 1064nm 6W ou 10W
  18. 18. • Quais os EFEITOS NOS TECIDOS?1. Lise Celular;2. Ruptura da Membrana do Adipócito(Ocorre por até 3 meses);3. Obliteração de pequenos vasos;4. Coagulação do Colágeno na Derme Profunda;5. Reorganização da Derme Reticular;6. Desnaturação de Glândulas Sudoríparas.
  19. 19. • “The Thermal damaged produced by Nd:Yag 1064nm in the adipose tissue promoted better hemostasis, better wound healing, and less surgical trauma.” Badin et al.
  20. 20. • Técnica não aspirativa (Volume < 500ml) O resultado da lesão das células com liberação de TRIGLICÉRIDES e posterior Ácidos Graxos e Glicerol, segue o caminho do fluxo dos capilares linfáticos e sanguíneo para serem eliminados. (Sem aumento significativo nos níveis de Colesterol) . Resultado em 3 a 4 meses
  21. 21. • Técnica Aspirativa (Volume >500 ml) Uso de pressão negativa de 350 mmHg to 450 mmHg com cânula 2.5 mm Resultado Imediato
  22. 22. • Retração da Pele como resultado de formação de Colágeno;• Redução de Sangramento no durante e após o procedimento;• Redução na População de Adipócitos;• LASER He:Ne como guia, que possibilita estar com a cânula sempre visível;• Tratamento de áreas mais difíceis como Pescoço, Joelho, Face interna da Coxa, bem como GORDURA SUPERFICIAL responsável pela Celulite;• Contato direto com os Tecidos possibilitando destruição de células de gordura com mais eficácia;• Procedimento menos invasivo• Pode ser feito em consultorio, dependendo da quantidade.
  23. 23. • Precoces: – Ecmoses; – Seromas; – Edemas; – Queimaduras; – Infecções; – Alteração de sensibilidade.• Tardias: – Assimetrias. – Manchas;
  24. 24. • Técnica Não Aspirativa
  25. 25. • Técnica Não Aspirativa
  26. 26. • Técnica Não Aspirativa
  27. 27. • Técnica Não Aspirativa
  28. 28. • Técnica Aspirativa
  29. 29. • Técnica Aspirativa
  30. 30. • Técnica Aspirativa
  31. 31. • Técnica Aspirativa
  32. 32. • Técnica Aspirativa
  33. 33. 1. Apfelberg D, Rosenthal S, Hunstad J. Progress report on multicenter study of laser-assisted liposuction. Aesthet Plast Surg 1994: 18: 259–264.2. Goldman A, Schavelzon D, Blugerman G. Laser lipolysis:liposuction using Nd:YAG laser. Revista da SociedadeBrasileira de Cirurgia Plástica 2002: 17: 17–26.3. Goldman A, Schavelzon D, Blugerman G. Liposuction using neodimium: yttrium-aluminium-garnet laser. Plast Reconstr Surg 2003: 111: 2497.4. Kim K, Geronemus R. Laser lipolysis using a novel 1064 nm Nd:YAG laser. Dermatol Surg 2006: 32: 241–248.
  34. 34. 5. Brow S, Rohrich R, Kenkel J, et al. Effect of low- level laser therapy on abdominal adipocytes before lipoplasty procedures. Plast Reconstr Surg 2004: 113: 1796.6. Neira R, Arroyave J, Ramirez H, et al. Fat liquefaction:effect of low-level laser energy on adipose tissue. Plast Reconstr Surg 2002: 110: 912.7. Badin A, Moraes L, Godek L, et al. Laser lipolysis: flaccidity under control. Aesth Plast Surg 2002: 26: 335–339. 99.8. Goldman A. Submentale laserassistierte Liposuktion: klinische Erfahrungen und histologische Ergebnisse.Kosmet Med Cosmet Med 2005: 26: 4–11.100.
  35. 35. 9. Goldman A. Submental Nd:YAG laser-assisted liposuction.Lasers Surg Med 2006: 38: 181–184. 101.10. Ichikawa K, Miyasaca M, Tanaka R, et al. Histologic evaluation of the pulsed Nd:YAG laser for laser lipolysis. LaserSurg Med 2005: 36: 43–46. 102. Kunachak S, Wongwaisayawan S, Leelaudomlipi P. Noninvasive treatment of bromidrosis by frequency doubled.11. Q-switched Nd:YAG laser. Aesthetic Plast Surg 2000: 24: 198–201. 103. Klöpper M, Fischer G, Blugerman G. Laser-assisted suction of axillary sweat glands and axillary epilation. In: Shiffman MA,12. Di Giuseppe A, eds. Liposuction – principles and practice.Berlin, Heidelberg: Springer-Verlag, 2006: 505–515. 104. Goldman A, Wollina U. Subdermal Nd-YAG laser for axillary hyperhidrosis. Dermatol Surg 2008;
  36. 36. • Contatos – druriascarrijo@everbeauty.com.br – ucarrijo@gmail.com

×