Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Newsletter BEJSR ação pordatakids outubro 2016

1,173 views

Published on

Ações de formação da Pordatakids e a Literacia estatística nos 1º e 2º ciclos do Agrupamento de escolas José Silvestre Ribeiro, Idanha-a-Nova

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Newsletter BEJSR ação pordatakids outubro 2016

  1. 1. Newsletter d@qui bibliotecas escolares de idanha Editor: Entrepalavras, jornal do Agrupamento de escolas José Silvestre Ribeiro, Idanha-a-Nova Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanha-a-Nova www.crejsr.blogspot.com Contactos crejsr@gmail.com Janeiro 2015 NOTÍCIAS DA AÇÃO DE FORMAÇÃO PORDATAKIDS 119 alunos do 1º ciclo 145 alunos do 2º ciclo A Fundação Francisco Manuel dos Santos, através de Melissa Gama, formadora da Academia Pordata, responsável pela nossa zona geográfica, e mediante candidatura do ano passa- do, apresentou no agrupamento, 12 ações Pordata/Kids (para 6 turmas do 1º ciclo e para 6 tur- mas do 2º ciclo). As sessões tiveram uma duração de 45/50 minutos. Aconteceu em Outubro, no Mês Internacional das Bibliotecas Escolares e aprendemos a descodificar outros dados! O público-alvo são as crianças dos 8 aos 12 anos de idade mas também se destina a professores, pais, educadores e público em geral. Quem não gosta de estatísticas, de interpretar dados e nú- meros, vai ter a vida mais facilitada com uma nova ferra- menta pedagógica pensada também para os dispositivos móveis. São muitas as perguntas com respostas para ver, de uma forma fácil, simples, interativa e gratuita no acesso à infor- mação. A brincar a sério com dez temas pordatakids.pt Na Pordata Kids estão incluídos dez temas, com cerca de 300 perguntas no total: Ambiente; Ciência e Tecnologia; Cultura e Desporto, Educação; Emprego; Famílias; Justiça; População; Saúde e Turismo. A Pordata Kids vai ao encontro dos mais novos, contando com a sua cu- riosidade natural para explorarem as estatísticas sobre o país em que vi- vem. Diariamente é apresentado um “Sabias Que?” com uma pergunta e respetiva resposta, estimulando o in- teresse diário e a curiosidade por sa- ber mais. A cidade da Pordata é, como o nome indica, um portal de dados. E o que é um portal de dados? É uma base, um local onde se armazena informação na internet, que guarda números, que descreve e explica o que se passa no nios- so país. Pode ser cocnsultada no computador, no tablet, no telemó- vel, enfim, em qualquer dispositivo ligado à internet. Aconselhamos a visualização do vídeo sobre a família. Há ainda um conjunto de fichas para Estudo do Meio, História e Geografia de Portugal e Matemática. Veja...há tanto para descobrir!
  2. 2. A formação abrangeu todas as turmas de 1º 2º ciclos de Idanha-a-Nova. Pordata Hoje de manhã, a nossa turma teve uma enorme surpresa. Veio cá uma engenheira. Essa senhora chamava-se Melissa. O nome dela é igual ao da minha madrinha e era super simpática. Eu gostei desta senhora (adorei-a). Foi desde esse dia que conheci a Pordata. A Pordata é um sítio engraça- do! Lá, há um sítio para nós e para os adultos (pais/encarregados de edu- cação). Na cidade Pordata há: um planeta azul que significa a ciência; há um tribunal que significa a justiça; há uma montanha que significa a natureza, há um campo que significa o desporto e a cultura; também há um hospital que significa a saúde e também há uma pequena casa azul que significa as famílias! A primeira vez que vi a Melissa e a Pordata senti-me muito contente! No fim da Melissa nos explicar como funciona a Pordata, a Melissa e nós fizemos um jogo. Havia a hipótese A, a hipótese B e a hipótese C. Nesse jo- go íamos à Pordata ver as respostas certas. Foi fantasticamente divertido! Esta sessão foi pequena mas eu adorei! Adoro a Pordata! Escritora: Inês Martins Esteves, 3.º ano, turma D Professora: Conceição Machado
  3. 3. Sabe quantos somos?
  4. 4. Texto de opinião sobre a atividade Pordata Kids Pordata Kids No dia 27, na aula de apoio ao estudo, houve uma ação de formação Pordata kids, com uma formadora da Academia da Pordata. A Ação da Pordata kids iniciou-se às 3h45min, na biblioteca. Chegamos e sentamo-nos em frente ao projetor. Começamos por nos apresentar. A seguir fomos responder a algumas perguntas. A primeira pergunta foi se há mais raparigas do que rapazes. A resposta foi que há mais raparigas. A segunda pergunta foi por quantos jovens, há quantos idosos ? E respondemos a mais perguntas. Depois falamos sobre a Pordata kids e deram um site para pesquisar em casa ( Pordata kids.pt). A seguir à sessão das perguntas e da formação fomos para casa . César Pinheiro, 5ºB Texto de opinião sobre a PORDATAKIDS A Pordata lançou, no início de setembro, o portal Pordata Kids, um novo portal de estatísticas para o público mais jovem, entre os oi- to e os doze anos de idade. Nós, a turma (5ºB) de Idanha-a-Nova , realizamos, uma atividade sobre esse assunto (Pordata). Uma formadora da Academia Pordata veio explicar-nos como funcionava e como se entrava. Colocámos perguntas e a formadora respondeu-nos com muita simpatia. A seguir jogamos a um jogo onde a formadora nos fez várias perguntas. No fim, despedimo-nos com muita simpatia e depois fomos para a nossa sala de aula buscar as mochilas. João Cunha e Patrícia Gaspar, 5ºB Texto de opinião sobre a atividade PORDATA KIDS No dia 27 de outubro realizou-se um trabalho na biblioteca da escola José Silvestre Ribeiro, em Idanha-a-Nova. A formadora Melissa Gama e a professora Dores mostraram-nos o site Pordata KIDS e a nossa turma aceitou. A Eng. Melissa Gama mostrou-nos e fez-nos perguntas como, por exemplo, «a população tem mais homens ou mais mulheres?». Na PORDATA KIDS havia desporto, o hospital, planetário, justiça, famílias, educação, o ambiente e o emprego. No desporto havia, por exemplo, uma pergunta que era «quantas medalhas Portugal ganhou, e quantas modalidades olímpicas e pa- ranlímpicas há. Aresposta era 112,445. No hospital havia também outra pergunta assim, «quantos hospitais existem?» E a resposta era que, em 1991 havia 1028 e agora, em 2015, há 1787. Nós não tivemos tempo de acabar, mas a formadora disse-nos que podíamos ir a este site e explorar com os pais. Mara e João Pedro, 5º B Este trabalho poderá parecer pouco mas... foi o possível: tínhamos combinado que todos os alunos escreveriam um texto de opinião sobre a formação que a biblioteca lhes proporcionou sobre a pordatakids, em casa e, na aula seguinte, na sala de informática, os tex- tos seriam passados em word. O trabalho foi efectivamente grande e todos trabalharam mas, dado que não dispunham de nenhuma pen, apesar de avisados para trazerem um dispositivo para gravar, e posteriormente imprimir, os textos foram enviados por email pa- ra a professora. Parece um ato muito fácil, é verdade, até corriqueiro nos dias de hoje, mas as dificuldades foram bastantes, a culmi- nar com o esquecimento das suas passwords de email, sem as quais não puderam completar o trabalho. Mas, enfim, aqui estão al- guns textos. E de certeza que para a próxima sairá melhor! Escrever é como praticar um desporto, por exemplo, andar de bicicleta: desde que se treine, com afinco, é possível ser-se mui- to bom. E nunca mais se esquece! Quando se lê, adquire-se mais vocabulário e aprende-se mesmo sem perceber regras gramaticais.

×