Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
“A Oliveira Mágica” - Divulgação
Celeste de Almeida Gonçalves
Ilustração de Cristina Malaquias
Como nasceu este livro?
“A Oliveira Mágica” nasceu de um
sonho que me acompanha desde
menina: escrever.
O desafio de escre...
Escrever para o público
infantojuvenil é um desafio arrebatador
e uma enorme responsabilidade!
As palavras devem ser
alime...
Quem escreve para crianças, sabe o quão difícil é gerir o uso das palavras.
Por vezes a dificuldade está, tão só, na simpl...
De que nos fala a
“A Oliveira Mágica”?
“A Oliveira Mágica” fala de
coisas simples. Mas as coisas simples são,
na maior par...
•Fala de preciosos valores humanos : o amor, a amizade, a solidariedade, a
liberdade , o respeito pelos outros e por si pr...
Espreitando a história…
“A Oliveira Mágica” conta a história de um menino que vive numa grande
cidade, e que, em virtude d...
A adaptação do menino à vida, numa aldeia do interior, é facilitada pela
amizade com Mariana, uma menina da sua idade.
A c...
Por fim, o menino descobre que a sua
árvore predileta, aquela que lhe parecia ter poderes
mágicos e uma força invencível, ...
A leitura deste livro é uma viagem, na qual é proporcionado o encontro com
importantes valores humanos, fomentando o respe...
Público alvo
O livro “A Oliveira Mágica” foi escrito para crianças com idades compreendidas
entre os 6 e os 12 anos de ida...
O que fazer com este livro?
A leitura deste livro possibilita a sua exploração com os alunos, através de excertos,
imagens...
Condições
A minha proposta é a de que a
escola/instituição, adquira 10 livros (10
euros PVP - unidade), com a possibilidad...
Deixo-vos um pequeno vídeo do lançamento do livro
(Edição de vídeo: Guilherme Santos)
https://youtu.be/HZZWRRKySUE
Celeste de Almeida Gonçalves nasceu em Coimbra, em 1961.
Licenciada em Filosofia, pela Faculdade de Letras da Universidade...
“Sentado junto à grande e luminosa janela da sala de aula, Francisco olhava o céu azul, enfeitado com pássaros e
aviões no...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Gonçalves

84 views

Published on

Divulgação do livro de Celeste Almeida Gonçalves, professora de Filosofia no Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanha-a-Nova. A informação vai em PDF. Penso que irão apreciar o livro. A escrita flui, a história é atual e trabalha os valores e sentimentos. Senti que devia partilhar a informação .As ilustrações são de Cristina Malaquias.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Gonçalves

  1. 1. “A Oliveira Mágica” - Divulgação Celeste de Almeida Gonçalves Ilustração de Cristina Malaquias
  2. 2. Como nasceu este livro? “A Oliveira Mágica” nasceu de um sonho que me acompanha desde menina: escrever. O desafio de escrever para o maravilhoso e exigente público infantil surgiu, a certa altura do meu percurso de vida, e embarquei nesta aventura, de trabalho e prazer, tendo-me tornado, podem crer, uma pessoa mais feliz. Foi a experiência com as crianças e a vivência da natureza no seu estado mais puro, que me motivaram a escrever este conto. Centrado nas vivências de uma criança no seio de uma aldeia e vila do interior do país, vários são os temas subjacentes à sequência da narrativa, podendo ser abordados em diversos contextos educativos e lúdicos.
  3. 3. Escrever para o público infantojuvenil é um desafio arrebatador e uma enorme responsabilidade! As palavras devem ser alimentadas por uma considerável dose de imaginação, sensibilidade, bom senso, emoção e sobretudo muito amor. Enquanto autora, procuro que aquilo que escrevo para os pequenos leitores, tenha uma mensagem, veicule valores, permita que a imaginação da criança se solte, podendo também ela ser uma construtora de histórias, e que o seu pensamento encontre ideias e caminhos novos por entre as linhas que vão lendo. Um livro deverá ser sempre uma janela aberta para a vida, e também um recanto protetor, através do qual a criança possa descobrir, sonhar, sentir, viver e ser!
  4. 4. Quem escreve para crianças, sabe o quão difícil é gerir o uso das palavras. Por vezes a dificuldade está, tão só, na simplicidade. É que, o que escrevemos, tem de ser minuciosamente escolhido, adequado às suas idades e suficientemente desafiante e motivador, para incentivar à leitura. Mas, a acompanhar este cuidado temperado com o amor pelas crianças, está a inspiração que só elas nos podem dar e que, de certo modo, nos torna a nós, os que escrevemos e lemos, também meninos. Por isso, este livro, e outros livros para crianças, acredito, serão também bons livros para adultos. Fotos de João Miguel Oliveira
  5. 5. De que nos fala a “A Oliveira Mágica”? “A Oliveira Mágica” fala de coisas simples. Mas as coisas simples são, na maior parte das vezes, as mais importantes. •Fala da força e beleza da natureza. Uma natureza que é a nossa casa, antes de todas as casas. De como ela pode ser mágica se a soubermos escutar e respeitar. •Fala do poder maravilhoso do pensamento e de como ele nos pode acompanhar, tornando-se um amigo imprescindível se o soubermos usar e escutar na intimidade do nosso ser. •Fala dos desafios da imaginação, do poder extraordinário que nos dá, e das asas que tão generosamente nos oferece, para podermos voar.
  6. 6. •Fala de preciosos valores humanos : o amor, a amizade, a solidariedade, a liberdade , o respeito pelos outros e por si próprio. •Fala das perguntas que as crianças fazem, e que, muitas vezes, não exprimem, porque percebem que incomodam os adultos. Mas, essas perguntas habitam dentro delas, e não há que ter receio de enfrentá-las, ajudando-as a encontrar por si próprias, os caminhos para as respostas. •A história deste livro fala também de um tema muito sério: o contacto da criança com a natureza, o qual se vai perdendo cada vez mais, bem como, do tempo livre que a criança necessita, para poder exercitar o seu corpo, a sua imaginação e o seu pensamento. As crianças precisam de tempo e de espaço para se descobrirem a elas próprias e ao mundo que as rodeia.
  7. 7. Espreitando a história… “A Oliveira Mágica” conta a história de um menino que vive numa grande cidade, e que, em virtude do súbito desemprego do pai, se vê obrigado a ir viver para o interior do país. A apreensão e tristeza inicial do menino, que se vê afastado da sua escola, dos seus amigos e do seu espaço familiar habitual, darão lugar a novas e surpreendentes experiências. O espaço natural da quinta do seu avô proporcionará uma proximidade e intimidade com a natureza, na qual, uma árvore, justamente uma oliveira, irá ter um papel central. É junto da árvore que o menino se sente bem, tornando-se esta, uma espécie de confidente e amiga. A ligação do menino à árvore é, não só física, mas também espiritual. Gosta de senti-la, e descobre que, junto dela, a sua imaginação e o seu pensamento se soltam, como se uma estranha energia os unisse…
  8. 8. A adaptação do menino à vida, numa aldeia do interior, é facilitada pela amizade com Mariana, uma menina da sua idade. A certa altura, quando tudo parece correr bem, um revés vem trazer uma grande tristeza à vida do menino e da sua família. Um incêndio devasta a quinta do avô e consome a sua árvore preferida. A oliveira é queimada e aparentemente morta pelo fogo. O “sofrimento da árvore” é acompanhado pelo do menino que chora a sua perda, como se de uma pessoa íntima se tratasse. O tempo passa. O menino adapta-se à sua nova escola e a novos amigos. A adversidade vivida aquando do incêndio, e a perda da oliveira, vão com o tempo (espaço de aproximadamente 9 meses), dando lugar a uma vida tranquila e feliz.
  9. 9. Por fim, o menino descobre que a sua árvore predileta, aquela que lhe parecia ter poderes mágicos e uma força invencível, aquela que justamente parecia ter morrido, afinal estava viva. Dava os primeiros sinais de renascer, até se tornar de novo, uma bela árvore, à qual o menino voltou a trepar, sentindo de novo todo o encantamento que dela emanava. O renascer da árvore possui um simbolismo a ser explorado. A história proporciona, porventura, diferentes abordagens e interpretações . Alguns temas poderão, a partir dela, ser abordados. Por exemplo: o tema da vida e da morte, da liberdade e da responsabilidade, da amizade e do amor, da solidariedade, do respeito pela natureza, do contacto e convívio da criança com o meio natural, da importância da escola e do conhecimento, das tradições, da capacidade que o ser humano tem, de resistir, de lutar e de ultrapassar a adversidade. etc.
  10. 10. A leitura deste livro é uma viagem, na qual é proporcionado o encontro com importantes valores humanos, fomentando o respeito por si próprio, pelo outro e pela natureza, através dos desafios do pensamento e da imaginação.
  11. 11. Público alvo O livro “A Oliveira Mágica” foi escrito para crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos de idade (1º e 2º ciclos). Contudo, tenho verificado que alunos do 7º e 8º e até 9º ano, têm gostado de o ler. Na verdade, até os adultos têm sido bastante recetivos ao livro, lendo-o inclusivamente aos mais pequeninos, que apreendem com facilidade o sentido do conto. A ilustração é de Cristina Malaquias, e caso pretendam, é possível levar a suas ilustrações originais para este livro, expondo-as. Com a ilustradora Cristina Malaquias
  12. 12. O que fazer com este livro? A leitura deste livro possibilita a sua exploração com os alunos, através de excertos, imagens, questões focadas nas ideias e temas centrais nele contidos, tendo por base a sua sequência narrativa. A partir da sua abordagem, podem, a meu ver ser alcançados os seguintes objetivos: • Sensibilizar a criança para temas da atualidade; • Valorizar o património cultural e natural; • Proporcionar o exercício do pensamento crítico, alicerçado na imaginação e criatividade da criança; • Criar espaço para as interrogações e abrir caminhos para possíveis respostas; • Possibilitar a integração do sentido do texto através da vivência de sentimentos e emoções ; • Fazer do encontro com o livro um momento divertido e feliz (mesmo quando fala de coisas tristes); • Incentivar à curiosidade e espírito de descoberta; • Motivar a criança para a leitura e exploração do mundo dos livros, a partir do texto e da imagem pela sua ligação dinâmica; • Motivar para a escrita, a partir de alguns segmentos da história, deixados intencionalmente abertos, com a finalidade de suscitar a sua continuação, por parte dos pequenos escritores.
  13. 13. Condições A minha proposta é a de que a escola/instituição, adquira 10 livros (10 euros PVP - unidade), com a possibilidade de uma eventual venda de exemplares autografados (a quem pretenda adquiri- los) . Estou recetiva a outras alternativas, basta que me contactem e apresentem a vossa proposta. Disponibilidade Os dias em que me encontro disponível para desenvolver uma sessão de apresentação ou dinamização de uma atividade, são preferencialmente a segunda-feira (manhã e tarde) e quarta- feira (tarde). Outros dias da semana poderão também ser considerados, mediante prévio e atempado contacto, para que possa conciliar com o meu horário laboral.
  14. 14. Deixo-vos um pequeno vídeo do lançamento do livro (Edição de vídeo: Guilherme Santos) https://youtu.be/HZZWRRKySUE
  15. 15. Celeste de Almeida Gonçalves nasceu em Coimbra, em 1961. Licenciada em Filosofia, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, é atualmente professora no ensino oficial português. Tendo desde muito cedo conciliado o seu gosto pela escrita com o trabalho na área da educação, este seu primeiro livro, A Oliveira Mágica, é inspirado pela intimidade com a natureza, surgindo no contexto de um novo olhar sobre a ruralidade. Contactos: Email: celestemdag@gmail.com Tlm: 965444996/910905322 Facebook: https://www.facebook.com/celeste.m.goncalves O livro pode ser adquirido online, nas seguintes lojas: http://www.chiadoeditora.com/; http://www.wook.pt/ ; http://www.bertrand.pt/; http://www.fnac.pt/. Pode ainda ser adquirido nas livrarias físicas, ou encomendado, caso não se encontre disponível em stock.
  16. 16. “Sentado junto à grande e luminosa janela da sala de aula, Francisco olhava o céu azul, enfeitado com pássaros e aviões no seu voo constante. O professor José interrompeu o movimento dos olhos vivos e curiosos do menino: – Francisco, então essa concentração? A janela deve ter feitiço! Não despregas os olhos dela! Apanhado na curva do olhar, Francisco não escondeu o embaraço. – Desculpe! – disse ele. E, ganhando alguma coragem, resolveu partilhar um pouco do seu devaneio. – Ainda agora passou um avião! Para onde iria? Há tantos lugares no mundo e devem ser tão diferentes uns dos outros! O professor sorriu perante a observação do menino e explicou que, no mundo, existem lugares com culturas muito diferentes, mas que a humanidade é como uma comunidade gigante e única. Depois, o professor contou uma história de um menino que vivia num lugar onde as crianças não tinham salas de aula, nem cadeiras, nem livros e muito menos computadores. A escola daquele lugar era tão invulgar, que o seu teto era a copa de uma árvore. Tinha muito poucas coisas, coisas quase nenhumas, mas aquela escola era como o chão pobre e seco onde as sementes lançadas, por magia, germinam e dão frutos. Ali, todos tinham muita vontade de aprender. Esta e outras histórias lhe contava o professor José. Francisco e os colegas partiam para terras longínquas e faziam fascinantes viagens no tempo. Nessas ocasiões, o professor acionava o mecanismo especial de transporte, e lá iam eles à descoberta, deslumbrados pelas revelações emocionantes sobre este extraordinário mundo. Era um mecanismo de transporte feito de palavras, entenda-se, mas as palavras do professor transformavam-se rapidamente em imagens coloridas, animadas por sons, odores e até sabores. É que as palavras têm super-poderes! “ In “A Oliveira Mágica”

×