Apresentação Metodologias Valor Estratégico da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010

9,074 views

Published on

Apresentação Metodologia DOM - Valor Estratégico da Sustentabilidade

Published in: Business, Travel
1 Comment
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
9,074
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6,589
Actions
Shares
0
Downloads
191
Comments
1
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Incluir Inventures Bolinhas de cor diferente para UniCli e ABI Nome é ECC Shared Services
  • http://www.abril.com.br/noticias/economia/empresas-nacionais-sustentabilidade-347955.shtml http://portalexame.abril.com.br/gestaoepessoas/empresas-dizem-sustentabilidade-vai-sobreviver-crise-396423.html http://portalexame.abril.com.br/revista/pme/edicoes/0009/m0133114.html http://portalexame.abril.com.br/ae/financas/m0118202.html http://portalexame.abril.com.br/ae/economia/m0128091.html http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=71585
  • Incluir setinha (pq middle, relacionamento e sust.)
  • Apresentação Metodologias Valor Estratégico da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010

    1. 1. Data: 21/07/2009 CONFIDENCIAL Maison do Conhecimento Grupo ECC O Valor Sustentável A Gestão da Sustentabilidade nas Empresas
    2. 2. Planejamento Estratégico Corporativo (PEC®) Estratégia de Marketing e Branding (MB360®) Customer Relationship & Experience (CREM®) Transformação Competitiva (ECi®) Desenho de Modelos de Negócio (BuzArch®) Gestão de Stakeholders (GSTK®) Sustentabilidade Corporativa (SC®) Startups Valuation M&A Intangible Assets Management (IAM®) Inteligência Competitiva (IC3®) Gestão do Conhecimento e Inovação (KIM®) <ul><ul><li>A DOM/SP é primeira consultoria 100% nacional focada em estratégia corporativa. </li></ul></ul>Ela foi planejada desde seu nascimento para: <ul><li>Entregar mais por menos, </li></ul><ul><li>Ser mais rápida que a concorrência internacional, </li></ul><ul><li>Aplicar rigor intelectual, domínio de melhores práticas, domínio de metodologias internacionais e profundidade de conhecimento setorial, </li></ul><ul><li>E ainda sim ser criativa, ágil, comercialmente flexível e deter profundo entendimento dos mercados e da realidade das empresas brasileiras. </li></ul>Linha de Ofertas www.domsp.com.br Sobre a DOM Strategy Partners
    3. 3. O grupo é formado por empresas de consultoria, tecnologia, pesquisa e capacitação comprometidas com a criação, disseminação e comercialização de projetos e serviços baseados em conhecimento de valor para negócios e metodologias autênticas, testadas e comprovadas. As operações de suas 5 empresas, potencializadas por sua sólida estratégia, modelo de gestão e vasta rede de colaboração e agregação de valor, presta serviços atualmente a um impressionante portfólio de companhias líderes entre as 1000 maiores do país. A E-Consulting Corp. é a empresa líder em desenvolvimento e implementação de Projetos e Serviços Profissionais em TI, Internet, Telecom, Mídia e Contact Center para as empresas TOP 2000. A DOM Strategy Partners (DOM/SP) é a primeira consultoria integralmente nacional focada em Estratégia Corporativa, com ofertas metodológicas golden-standard e proprietárias para as empresas TOP 1000. A Knowledge 4 Business (K4B) tem como foco comercializar os Produtos de Conhecimento (estudos, análises, pesquisas, treinamentos) gerados pelas empresas do Grupo e seus parceiros. O Instituto Titãs do Conhecimento é uma organização do 3º Setor formada por brilhantes cérebros universitários, cuja missão é capacitar ONGs e Governos a serem mais eficientes , a partir da adoção de melhores práticas e recursos derivados da iniciativa privada. A InVentures é uma VCC cujo objetivo de apoiar e financiar empresas start-up e idéias inovadoras ligadas ao core-business do Grupo ECC. www.grupoecc.com.br Sobre o Grupo ECC
    4. 4. Empresas do Grupo <ul><li>E-Consulting Corp. </li></ul><ul><li>DOM Strategy Partners </li></ul><ul><li>K4B </li></ul><ul><li>Instituto Titãs do Conhecimento </li></ul><ul><li>InVentures </li></ul><ul><li>Estratégia e Negócios: Strategy Research Center </li></ul><ul><li>Tecnologia e Operações: TechLab </li></ul><ul><li>Comunicação e Relacionamento: XPLab </li></ul>10 Programas Corporativos Centros de Conhecimento <ul><li>Universidade do Cliente </li></ul><ul><li>ABI </li></ul><ul><li>4GOOD </li></ul><ul><li>Agência N.0 </li></ul><ul><li>AIAREC </li></ul>Participações InVentures <ul><li>Prêmio Intangíveis Brasil </li></ul><ul><li>Padrão de Excelência em B2B </li></ul><ul><li>Consumidor Moderno de Contact Center </li></ul><ul><li>100 + Inovadoras Information Week </li></ul>Prêmios <ul><li>Conarec </li></ul><ul><li>Marketing Show </li></ul><ul><li>Fórum de Intangíveis </li></ul><ul><li>Dossiês de Intangíveis </li></ul><ul><li>Dossiês B2B </li></ul><ul><li>Dossiês Consumidor Moderno </li></ul>Eventos e Congressos <ul><li>Anuário Brasileiro de Contact Center e CRM </li></ul><ul><li>Ranking de Contact Center </li></ul><ul><li>CMDOM50 </li></ul><ul><li>TOP5 Setor Intangíveis </li></ul>Anuários e Rankings <ul><li>TheDOMNetwork! (Rede de Blogs, Newsletters e Wikis) </li></ul><ul><li>Estudos Setoriais (+ 26 Setores) </li></ul><ul><li>White-Papers (12/ano) </li></ul><ul><li>Colunas de Artigos (+35 Sites e Revistas) </li></ul>Iniciativas de Conhecimento <ul><li>IPID – Indicador Performance Intangíveis </li></ul><ul><li>VOL – Varejo Online B2C </li></ul><ul><li>B2BOL – Varejo Online B2B </li></ul><ul><li>Setoriais – TI, Call Center, Web </li></ul><ul><li>Etc (mais de 30) </li></ul>Pesquisas e Indicadores Capilaridade do Grupo ECC
    5. 5. Sustentabilidade Corporativa: O que é? A Sustentabilidade Corporativa surgiu da consciência crescente da responsabilidade das empresas sobre as drásticas mudanças climáticas do planeta derivadas, em grande parte, de seus processos produtivos e atividades exploratórias e destrutivas. Desde então, a busca por adequação e alinhamento às melhores práticas sustentáveis consite em um dos principais desafios corporativos. Porém, este não é um movimento altruísta e não é apenas o planeta que se beneficia da Sustentabilidade. Sob a ótica do Triple Bottom Line, a empresa pode identificar novas oportunidades inovação, diferenciação e negócios e alternativas para melhoria de produtos, serviços, processos e atividades que impactem positivamente seus resultados , e por consequência, os stakeholders de sua cadeia de valor. Principais Réguas de Sustentabilidade Conceito de Triple Bottom Line (Social, Ambiental e Econômico)
    6. 6. Governança corporativa: uma questão de sustentabilidade (Portal Fator Brasil) Empresas brasileiras têm postura avançada em relação à questão da sustentabilidade do planeta, na comparação com outros países em desenvolvimento (Abril) Empresas dizem que sustentabilidade vai sobreviver à crise. Empresas premiadas mantêm seus planos de investimento em projetos sociais e ambientais (Exame) BNDES apoiará empresa com sustentabilidade ambiental (Exame) Índice de Sustentabilidade da Bovespa ganha mais empresas Carteira da bolsa de São Paulo inspirou bancos a lançarem fundos com mesmo perfil (Exame) PMEs colocam preocupações como aquecimento global e transparência na essência de suas estratégias (Exame PME) Sustentabilidade Corporativa: Últimas Notícias
    7. 7. Por que as empresas não estão obtendo sucesso nos seus projetos de Sustentabilidade? Apesar de reconhecerem sua importância, as empresas adotam incorretamente as práticas e diretrizes de Sustentabilidade , corrompendo na essência o conceito e seus objetivos. Assim, destacamos as 10 Inconsistências da Sustentabilidade Corporativa mais comuns. 1ª - O Problema do Core Business A Sustentabilidade deve estar inserida nas práticas, processos, produtos e serviços centrais da empresa, não apenas como investimento colateral e derivado. As causas, bandeiras, programas, práticas e projetos devem estar ligados ao core-business da empresa. 2ª - Ausência de Realismo As causas de Sustentabilidade adotadas devem estar alinhadas às dimensões, perspectivas e demandas de Segmento de Mercado/Cadeia de Valor, Estratégia Corporativa e Conjuntura de Negócios atual da empresa. Do contrário, não possuem fit com a realidade da empresa. 3ª - Inconsistência da Priorização Os temas/compromissos/ações de Sustentabilidade não possuem Materialidade (representam aspirações, desejos e ideais pouco factíveis) ou Relevância (para a empresa e para os stakeholders envolvidos com o tema) suficientes. Dessa forma, não se traduzem em resultados ou atingem seus objetivos.
    8. 8. Por que as empresas não estão obtendo sucesso nos seus projetos de Sustentabilidade? 4ª - O Viés Unidimensional Ao invés de compreender o conceito de Triple Bottom Line (Social, Ambiental e Econômico) de forma integrada, a empresa prioriza apenas um ou dois vetores, de forma desequilibrada. Exemplo: iniciativas de cunho sócio-ambiental que não se sustentam financeiramente ou projetos sociais com foco econômico, mas que destroem o meio-ambiente. 5ª - Baixa Percepção de Impacto Sistêmico no Entorno Não compreender o impacto bilateral (e sistêmico) das iniciativas de Sustentabilidade, seja partindo da empresa para sua cadeia de stakeholders ou dos diversos stakeholders para a empresa, é falta de percepção comum nas empresas. 6ª - Inconsistência de Governança Ocorre quando a Sustentabilidade é um tema/prática “solta” na empresa. Não há sponsor ou manager definidos, orçamento recorrente para seu desenvolvimento ou práticas para sua gestão (PMO/PDCA). As responsabilidades e convocatórias do tema não são claras. Também ocorre quando a Gestão do Conhecimento (KM) de Sustentabilidade, um dos principais elementos viabilizadores, não existe e o conhecimento se encontra disperso e tácito. Concorrentes Concorrentes Escola de Ensino Fundamental, Médio e Superior Escola de Ensino Fundamental, Médio e Superior Formadores de Opinião Formadores de Opinião Governos Governos Imprensa Imprensa Associações de Classe Associações de Classe Comunidades Circunvizinhas Comunidades Circunvizinhas ONGs ONGs Sindicatos / Federações / Confederações Sindicatos / Federações / Confederações Sociedade em geral Sociedade em geral Parceiros Parceiros Fornecedores Fornecedores Mercado Financeiro Mercado Financeiro Empresas controladas Empresas controladas Representantes Representantes Acionistas Acionistas Clientes Clientes Sócios (outras empresas) Estagiários / Trainees Estagiários / Trainees Processo 1 Processo 2 Processo 3 Processo 4 SBS1 SBS2 SBS3 SBS4 SBS5 SBS6 Órgãos e Entidades Reguladoras / Fiscalizadoras Órgãos e Entidades Reguladoras / Fiscalizadoras Conselhos Conselhos Terceiros Internos Terceiros Internos Parcerias Acadêmicas / Institutos de Pesquisa Parcerias Acadêmicas / Institutos de Pesquisa Colaboradores Colaboradores Público Influenciador: Público Negocial: Público Colaborador :
    9. 9. Por que as empresas não estão obtendo sucesso nos seus projetos de Sustentabilidade? 7ª - Mensuração Inexistente Os investimentos e recursos destinados à Sustentabilidade têm caráter pontual, desalinhado do orçamento corporativo e sem métricas de avaliação de geração de valor para a empresa e acionista, ou mesmo de performance de suas iniciativas e projetos, através de dashboards. 8ª - Comunicação Oportunista ou Ineficiente 9ª - Visão e Valores Dispersos e Desalinhados 10ª - Miopia de Inserção nos Negócios A comunicação inconsistente da Sustentabilidade pode ser Insuficiente - não engajando o público interno e os demais stakeholders - ou se tornar Oportunista – descredibilizando a empresa e suas iniciativas. Para a mitigação deste risco, as empresas devem investir na comunicação responsável, contínua e na colaboração com os stakeholders impactados. A Visão e os Valores Corporativos de Sustentabilidade se encontram dispersos, principalmente quando o processo de sua inserção ocorre de forma bottom-up e orgânica. O alinhamento à uma ambição maior de Sustentabilidade é essencial e deve vir de cima. Não enxergar a Sustentabilidade dentro dos produtos, serviços, canais, processos produtivos, de gestão, suporte, relacionamento, apoio etc representa a 10ª inconsistência. As empresas devem inovar nestes elementos rumo ao quadrante de máxima Sustentabilidade (4) em sua operação. Produto/Serviço Processo 1 2 4 3 MATRIZ DE SUSTENTABILIDADE Inovação
    10. 10. Sustentabilidade Corporativa como Ativo Intangível A Sustentabilidade é um ativo de natureza intangível com o objetivo central de Gerar e Proteger Valor e deve ser tratada como tal para que as inconsistências de sua adoção sejam corrigidas. Se os Ativo Intangível Sustentabilidade possui Valor e Orçamento, então precisa ser Racionalizado, Gerenciado e Mensurado. Principais Características Ativos Intangíveis Inovação, Marcas, Sustentabilidade , Governança, Reputação, Diferenciação, etc Modelo Negócios, Infra-Estrutura TI, Canais, Sistemas de Informação, Modelos de RH, etc Relac. com Stakeholders, XP do Cliente, Poder Fornecedores, Acesso a Mídia, etc Patentes, P&D, Inteligência Competitiva, Metodologias, Conhecimento Corporativo, etc <ul><li>Só têm Valor se são percebidos pelos Stakeholders Externos impactados por ele </li></ul><ul><li>São Interdependentes </li></ul><ul><li>Potencializam os Ativos Tangíveis </li></ul><ul><li>Geram e Protegem Valor </li></ul><ul><li>Respondem pelo Valor Econômico de Médio e Longo Prazo (em Oposição à Ditadura dos Resultados Financeiros no Curto Prazo) </li></ul><ul><li>Podem ser comercializáveis (apropriados contabilmente) e/ou competitivos (gerenciados corporativamente ) </li></ul>Capital Institucional Capital Organizacional Capital de Relacionamento Capital Intelectual
    11. 11. Propriedades dos Ativos Tangíveis x Intangíveis Ativos Tangíveis Intangíveis Intangible Assets Management (IAM ® ) <ul><li>Da Era Industrial - Materiais - Contabilizados - Ligados a Resultados - Gerenciados - Mensurados (Há Matemática) - De Curto-Médio Prazo </li></ul><ul><li>Da Era do Conhecimento - Imateriais - Não Contabilizados (exceto os comercializáveis) - Ligados a Valor - Mal Gerenciados - Não Mensurados (Sem Matemática) - De Médio-Longo Prazo </li></ul>
    12. 12. Geração e Proteção de Valor através dos Intangíveis Ativos Intangíveis Geram Reputação e Credibilidade Geração de Valor Proteção de Valor <ul><li>Percepções positivas junto aos diversos stakeholders </li></ul><ul><li>Endosso e reforço dos Valores da Empresa e dos Atributos da Marca </li></ul><ul><li>Diferenciação no posicionamento </li></ul><ul><li>Geração de oportunidades </li></ul><ul><li>Alinhamento estratégico </li></ul><ul><li>Racionalidade de gestão, investimentos e controle orçamentário </li></ul><ul><li>Identificação e prevenção aos riscos existentes </li></ul><ul><li>Antecipação aos riscos latentes </li></ul><ul><li>Fortalecimento da confiança na empresa </li></ul><ul><li>Transparência na relação com os diversos stakeholders </li></ul>Intangible Assets Management (IAM ® ) Mitigam Riscos e Perdas Turbinam a Competitividade Valorizam a Imagem Corporativa
    13. 13. Fornecedores Sustentabilidade 3 Dimensões Como a Sustentabilidade Gera/Protege Valor Econômico para a empresa, e Impacto em 3Ps nos Fornecedores e Entorno? Valor Econômico Gerado/Protegido Tangível e Intangível Fornecedores Stakeholders Entorno (Sociedade e Meio Ambiente) Impacto Econômico Ambiental Social Relacionamento ativo objetivo stakeholder Entrega Recursos Financeiros e Conhecimento EMPRESA EXEMPLO Modelo de Valor da Sustentabilidade Concorrentes Concorrentes Escola de Ensino Fundamental, Médio e Superior Escola de Ensino Fundamental, Médio e Superior Formadores de Opinião Formadores de Opinião Governos Governos Imprensa Imprensa Associações de Classe Associações de Classe Comunidades Circunvizinhas Comunidades Circunvizinhas ONGs ONGs Sindicatos / Federações / Confederações Sindicatos / Federações / Confederações Sociedade em geral Sociedade em geral Parceiros Parceiros Fornecedores Fornecedores Mercado Financeiro Mercado Financeiro Empresas controladas Empresas controladas Representantes Representantes Acionistas Acionistas Clientes Clientes Sócios (outras empresas) Estagiários / Trainees Estagiários / Trainees Processo 1 Processo 2 Processo 3 Processo 4 SBS1 SBS2 SBS3 SBS4 SBS5 SBS6 Órgãos e Entidades Reguladoras / Fiscalizadoras Órgãos e Entidades Reguladoras / Fiscalizadoras Conselhos Conselhos Terceiros Internos Terceiros Internos Parcerias Acadêmicas / Institutos de Pesquisa Parcerias Acadêmicas / Institutos de Pesquisa Colaboradores Colaboradores Público Influenciador: Público Negocial: Público Colaborador :
    14. 14. Investimentos Sustentáveis Transferência de Conhecimento de Sustentabilidade Ações de Homologação de Fornecedores Ações de Inovação Sustentável Realização de Atividades Sócio-Ambientais Avaliação de Risco Sócio-Ambiental do Fornecedor Geração de Valor Visão e Valores de Sustentabilidade Suporte Consultivo em Sustentabilidade Projetos Preventivos Construção de Imagem Alinhada à Identidade Proteção de Valor Fomento de Iniciativas Sustentáveis em Clientes Geração de Impacto no Fornecedor e Entorno Comunicação do Atributo Sustentabilidade na Marca Iniciativas de Sustentabilidade Geram e Protegem Valor para a Empresa, os Fornecedores e Entorno. Entorno Fornecedores Fornecedores EMPRESA EXEMPLO Vetores de Geração e Proteção de Valor Concorrentes Concorrentes Escola de Ensino Fundamental, Médio e Superior Escola de Ensino Fundamental, Médio e Superior Formadores de Opinião Formadores de Opinião Governos Governos Imprensa Imprensa Associações de Classe Associações de Classe Comunidades Circunvizinhas Comunidades Circunvizinhas ONGs ONGs Sindicatos / Federações / Confederações Sindicatos / Federações / Confederações Sociedade em geral Sociedade em geral Parceiros Parceiros Fornecedores Fornecedores Mercado Financeiro Mercado Financeiro Empresas controladas Empresas controladas Representantes Representantes Acionistas Acionistas Clientes Clientes Sócios (outras empresas) Estagiários / Trainees Estagiários / Trainees Processo 1 Processo 2 Processo 3 Processo 4 SBS1 SBS2 SBS3 SBS4 SBS5 SBS6 Órgãos e Entidades Reguladoras / Fiscalizadoras Órgãos e Entidades Reguladoras / Fiscalizadoras Conselhos Conselhos Terceiros Internos Terceiros Internos Parcerias Acadêmicas / Institutos de Pesquisa Parcerias Acadêmicas / Institutos de Pesquisa Colaboradores Colaboradores Público Influenciador: Público Negocial: Público Colaborador :
    15. 15. Indicadores de Valor Veículos de Entrega Indicadores de Performance Pilares Estratégicos Objetivos Estratégicos Cockpit de Valor Visão Inspiradora Como Capturar, Mensurar e Gerir o Valor Gerado/Protegido pela Sustentabilidade para a empresa? Cockpit de Performance Dimensão Econômico Intangível Econômico Tangível Dimensão Econômico Intangível Econômico Tangível Social Tangível e Intangível Ambiental Tangível Elementos Objetivos Estratégicos Pilares Estratégicos Indicadores de Valor Agente Agentes Elementos Veículos de Entrega Indicadores de Performance Para a modelagem dos cockpits a metodologia IAM da DOM Strategy Partners necessita de 3 elementos: A partir deste trinômio, os cockpits de valor e performance foram estruturados da seguinte forma: EMPRESA EMPRESA EXEMPLO Cockpit Triple Bottom Line de Sustentabilidade Sindicatos / Parceiros Representantes Processo 1 Processo 2 Processo 4 SBS1 SBS2 SBS3 SBS4 SBS5 SBS6 Terceiros Internos Parcerias Sustentabilidade Ativo Parceiros (Catadores) Stakeholder Reduzir Riscos nas Transações, Práticas e Relacionamento com Parceiros (Catadores) Exemplo de Objetivo Definição Piloto Elemento
    16. 16. Capital: Institucional + + + Ativo: Sustentabilidade Atributo: Econômico + Público + Canal Cockpit Triple Bottom Line Mapa de Critérios Cockpit de Gestão Performance + Objetivo: Crescimento Desempenho Comparativo Alinhamento Estratégico Sustentabilidade 80% 70% 80% 90% Ambiental Economico Social Percepção Externa EXEMPLO Cockpit Triple Bottom Line de Sustentabilidade
    17. 17. Av. Alexandre Dumas, 1562 2º Andar, Cj. 23 Chácara Santo Antônio. São Paulo – SP. Brasil Telefone: +55 11 5181-0021 www.domsp.com.br [email_address] Contato

    ×