Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
INTRODUÇÃOA Teoria de SistemaÉ um ramo específico da Teoria Geral de Sistemas (TGS).Com ela, a abordagem sistêmica chegou ...
ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASA TGS surgiu com os trabalhos do biólogo alemão Ludwig Von Bertalanffy. Ospressupostos básic...
ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASLudwig Von Bertalanffy(1901-1972)Visão criticaFísica, Química, Biologia, Psicologia, Sociolo...
ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASA TGS fundamenta-se em três premissas básicas, a saber:Os sistemas existem dentro de sistem...
ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASA Teoria de Sistemas introduziu-se na teoria administrativa porvárias razões:A necessidade ...
CONCEITO DE SISTEMASO termo sistema é empregado de varias formas, mas quedenotam o mesmo significado: Sistema é um conjun...
CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMASAs características básicas do sistema de acordo com a definiçãode Bertalanffy, são:Propósito ...
TIPOS DE SISTEMAHá uma variedades de sistemas e várias tipologias para classifica-los. Ostipos de sistema são:Quanto a sua...
PARÂMETRO DOS SISTEMASParâmetros são constantes arbitrárias que caracterizam, por suaspropriedades, o valor e a descrição ...
REPRODUÇÃO GRÁFICA DE UM SISTEMA
SISTEMA ABERTOO sistema aberto se caracteriza por um intercâmbiode transações como ambiente e conserva-seconstantemente no...
DIFERENÇA ENTRE SISTEMA FECHADO E SISTEMAABERTOSistema Aberto Sistema FechadoEstá em constante interação dual como ambient...
A ORGANIZAÇÃO COMO UM SISTEMA ABERTOO conceito de sistema aberto é perfeitamente aplicável àorganização empresarial. A org...
CARACTERÍSTICAS DA ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS ABERTOSAs organizações possuem as características de sistemas abertos, a sab...
CARACTERÍSTICAS DA ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS ABERTOSAlém do mais, a organização como um sistema aberto- precisa conciliar...
MODELOS DE ORGANIZAÇÕESExistem vários modelos que explicam a organização como um sistemaaberto.Modelo de Schein;Modelo s...
MODELO DE KATZ E KAHNKatz e Kahn desenvolveram um modelo de organização pormeio da aplicação da Teoria dos Sistemas à teor...
A ORGANIZAÇÃO COMO SISTEMA ABERTO Importação (entradas); Transformação (processamento); Exportação (saídas); Os sistem...
A ORGANIZAÇÃO COMO SISTEMA ABERTO Informação como insumo, retroação negativa e processo de codificação; Estado firme e h...
CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAISKatz e Kahn salientam que cada organização cria sua própriacultura com seus próprios tabus,...
CONCEITO DE EFICÁCIA ORGANIZACIONALComo sistemas abertos, as organizações sobrevivemenquanto forem capazes de manter negen...
ORGANIZAÇÃO COMO SISTEMA DE PAPÉISPapel é o conjunto de atividades solicitadas de um indivíduo queocupa uma determinada po...
MODELO SOCIOTÉCNICO DE TAVISTOCKO modelo sociotécnico de Tavistock foi proposto por sociólogos epsicólogos do Instituto de...
APRECIAÇÃO CRÍTICA DA TEORIA DOS SISTEMASDe todas as teorias administrativas a Teoria de Sistemas é a menos criticada,pelo...
CONFRONTO ENTRE TEORIAS DE SISTEMA ABERTO E FECHADOA abordagem de sistema aberto trouxe uma nova e moderna concepção para ...
CONFRONTO ENTRE TEORIAS DE SISTEMA ABERTO E FECHADOAo contrário da abordagem de sistema aberto, a velha perspectiva desist...
O EFEITO SINÉRGICO DAS ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS ABERTOSSinergia é o esforço simultâneo de vários órgãos que provoca umre...
O “ O HOMEM FUNCIONAL”O indivíduo comporta-se em um papel dentro dasorganizações, interrelacionandos e com os demais indiv...
UMA NOVA ABORDAGEM ORGANIZACIONALA perspectiva sistêmica trouxe uma nova maneira de ver as coisas.Não somente em termos de...
ORDEM E DESORDEMA principal deficiência que se constata na noção de sistemas abertos éo conceito de equilíbrio. O mesmo co...
CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DA ANÁLISE SISTÊMICA Ponto de vista sistêmico; Abordagem dinâmica; Multidimensional e multinive...
CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DA ANÁLISE SISTÊMICAMultidisciplinar;Descritiva;Multivariâvel;Adaptativa.
Teoria dos sistemas   cap. 17 - chiavenato (Engenharia de Produção FSA)
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Teoria dos sistemas cap. 17 - chiavenato (Engenharia de Produção FSA)

82,762 views

Published on

Faculdade Santo Agostinho (FSA) - Engenharia de Produção - Trabalho Apresentado na Disciplina de Teoria Geral;

Published in: Education
  • Be the first to comment

Teoria dos sistemas cap. 17 - chiavenato (Engenharia de Produção FSA)

  1. 1. INTRODUÇÃOA Teoria de SistemaÉ um ramo específico da Teoria Geral de Sistemas (TGS).Com ela, a abordagem sistêmica chegou à TGA a partir dadécada de 1960 e tornou-se parte integrante dela.
  2. 2. ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASA TGS surgiu com os trabalhos do biólogo alemão Ludwig Von Bertalanffy. Ospressupostos básicos da TGS são: Existe uma tendência para a integração das ciências naturais e sociais; Essa integração parece orientar-se rumo a uma teoria dos sistemas; A teoria dos sistemas constitui o modo mais abrangente de estudar os campos não-físicosdo conhecimento científico, como as ciências Sociais; A teoria dos sistemas desenvolve princípios unificadores que atravessam verticalmente osuniversos particulares das diversas ciências envolvidas, visando ao objetivo da unidade daciência; A teoria dos sistemas conduza uma integração na educação científica.
  3. 3. ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASLudwig Von Bertalanffy(1901-1972)Visão criticaFísica, Química, Biologia, Psicologia, Sociologia.A TGS afirma que deve estudar os sistemas globalmente;
  4. 4. ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASA TGS fundamenta-se em três premissas básicas, a saber:Os sistemas existem dentro de sistemas;SubsistemaOs sistemas são abertos;Meio Ambiente constituído por outro sistemaSistema dependem de sua estruturaObjetivo e finalidade
  5. 5. ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMASA Teoria de Sistemas introduziu-se na teoria administrativa porvárias razões:A necessidade de uma síntese e integração das teorias que aprecederam;A Cibernética permitiu o desenvolvimento e a operacionalização dasideias;Os resultados bem-sucedidos da aplicação da Teoria de Sistemas nasdemais ciências.
  6. 6. CONCEITO DE SISTEMASO termo sistema é empregado de varias formas, mas quedenotam o mesmo significado: Sistema é um conjunto de elementos em interação recíproca; Sistema é um conjunto de partes reunidas que se relacionam entre si formando umatotalidade; Sistema é um conjunto de elementos interdependentes, cujo resultado final é maiordo que a soma dos resultados que esses elementos teriam caso operassem demaneira isolada;
  7. 7. CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMASAs características básicas do sistema de acordo com a definiçãode Bertalanffy, são:Propósito ou objetivo: Todo sistema tem um ou alguns propósitos ouobjetivos;Globalismo ou totalidade: Qualquer mudança que ocorrer em qualquerparte do sistema vai alterar na sua totalidade.
  8. 8. TIPOS DE SISTEMAHá uma variedades de sistemas e várias tipologias para classifica-los. Ostipos de sistema são:Quanto a sua constituição os sistemas podem ser: Sistemas Físicos ou Concretos; Sistemas Abstratos ou Conceituais.Quanto a sua natureza os sistemas podem ser: Sistemas Fechados; Sistemas Abertos.
  9. 9. PARÂMETRO DOS SISTEMASParâmetros são constantes arbitrárias que caracterizam, por suaspropriedades, o valor e a descrição dimensional de um sistema ou componente dosistema. Os Parâmetros dos sistemas são: Entrada ou insumo (Input); Saída ou produto ou resultado (output); Processamento ou processador ou transformador (throughput); Retroação, retroalimentação, retroinformação (feedback); Ambiente.
  10. 10. REPRODUÇÃO GRÁFICA DE UM SISTEMA
  11. 11. SISTEMA ABERTOO sistema aberto se caracteriza por um intercâmbiode transações como ambiente e conserva-seconstantemente no mesmo estado (auto regulação) apesarde a matéria e a energia que o integram se renovaremconstantemente (equilíbrio dinâmico ou homeostase).
  12. 12. DIFERENÇA ENTRE SISTEMA FECHADO E SISTEMAABERTOSistema Aberto Sistema FechadoEstá em constante interação dual como ambiente. Não interage com o ambiente.Tem capacidade de crescimento, mudança, adaptaçãoao ambiente e até auto reprodução sob certas condiçõesambientais.O Sistema Fechado não tem essa capacidade.Possui a capacidade de competir com outros sistemas. Não tem a capacidade de competir com outrossistemas.
  13. 13. A ORGANIZAÇÃO COMO UM SISTEMA ABERTOO conceito de sistema aberto é perfeitamente aplicável àorganização empresarial. A organização é um sistema criadopelo homem e mantém uma dinâmica interação com seumeio ambiente, sejam clientes, fornecedores, concorrentes,entidades sindicais, órgãos governamentais e outros agentesexternos.Em suma, o sistema aberto "pode ser compreendidocomo um conjunto de partes em constante interação einterdependência, constituindo um todo sinérgico, orientadopara determinados propósitos e em permanente relação deinterdependência com o ambiente.”
  14. 14. CARACTERÍSTICAS DA ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS ABERTOSAs organizações possuem as características de sistemas abertos, a saber: Comportamento probabilístico e não-determinístico; As organizações como partes de uma sociedade maior e constituídas de partesmenores; Interdependência das partes; Homeostase ou “estado firme":A organização alcança um estado firme – ou seja, um estado de equilíbrio-quando satisfaz dois requisitos: Unidirecionalidade ou constância de direção. Progresso em relação ao fim.
  15. 15. CARACTERÍSTICAS DA ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS ABERTOSAlém do mais, a organização como um sistema aberto- precisa conciliar dois processos opostos,ambos imprescindíveis para a sua sobrevivência, a saber:• Homeostasia;• Unidirecionalidade• Processo• Independência das partes.• Fronteiras ou limites;• Morfogênese;• Resiliência;
  16. 16. MODELOS DE ORGANIZAÇÕESExistem vários modelos que explicam a organização como um sistemaaberto.Modelo de Schein;Modelo sociotécnico;Modelo de Katz e Kahn
  17. 17. MODELO DE KATZ E KAHNKatz e Kahn desenvolveram um modelo de organização pormeio da aplicação da Teoria dos Sistemas à teoriaadministrativa. No modelo proposto, a organização apresentaas características típicas de um sistema aberto.
  18. 18. A ORGANIZAÇÃO COMO SISTEMA ABERTO Importação (entradas); Transformação (processamento); Exportação (saídas); Os sistemas são ciclos de eventos que se repetem; Entropia negativa;
  19. 19. A ORGANIZAÇÃO COMO SISTEMA ABERTO Informação como insumo, retroação negativa e processo de codificação; Estado firme e homeostase dinâmica; Diferenciação; Eqüifinalidade; Limites ou fronteiras;
  20. 20. CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAISKatz e Kahn salientam que cada organização cria sua própriacultura com seus próprios tabus, uso se costumes. A cultura do sistemareflete as normas e os valores do sistema formal e sua reinterpretaçãopelo sistema informal, bem como decorre das disputas internas e externasdas pessoas que a organização atrai, seus processos de trabalho edistribuição física, as modalidades de comunicação e o exercício daautoridade dentro do sistema.
  21. 21. CONCEITO DE EFICÁCIA ORGANIZACIONALComo sistemas abertos, as organizações sobrevivemenquanto forem capazes de manter negentropia, isto é,importação sob todas as formas, de quantidades maiores deenergia do que elas devolvem ao ambiente como produto.
  22. 22. ORGANIZAÇÃO COMO SISTEMA DE PAPÉISPapel é o conjunto de atividades solicitadas de um indivíduo queocupa uma determinada posição em uma organização. Os requisitospodem ser óbvios ao indivíduo devido ao seu conhecimento da tarefa ou doprocesso técnico, ou lhe podem ser comunicados pelos membros daorganização que solicitam, ou dependem de seu comportamento no papelpara que possam atender às expectativas de seus próprios cargos.
  23. 23. MODELO SOCIOTÉCNICO DE TAVISTOCKO modelo sociotécnico de Tavistock foi proposto por sociólogos epsicólogos do Instituto de Relações Humanas de Tavistock. Para eles aorganização é um sistema sociotécnico estruturado sobre doissubsistemas:• Subsistema técnico;• Subsistema social;
  24. 24. APRECIAÇÃO CRÍTICA DA TEORIA DOS SISTEMASDe todas as teorias administrativas a Teoria de Sistemas é a menos criticada,pelo fato de que a perspectiva sistêmica parece concordar com a preocupação estrutural-funcionalista típica das ciências sociais dos países capitalistas de hoje.Uma apreciação crítica da Teoria de Sistemas revela os seguintes aspectos: Confronto entre teorias de sistema aberto e de sistema fechado; Caráter integrativo e abstrato da teoria dos sistemas; O efeito sinérgico das organizações como sistemas abertos; O “homem funcional”; Uma nova abordagem organizacional; Ordem e Desordem; Características básicas da análise sistêmica.
  25. 25. CONFRONTO ENTRE TEORIAS DE SISTEMA ABERTO E FECHADOA abordagem de sistema aberto trouxe uma nova e moderna concepção para aAdministração, a partir dos seguintes aspectos: A natureza essencialmente dinâmica do ambiente conflita com a tendência essencialmenteestática da organização; Um sistema organizacional rígido não pode sobreviver na medida em que não consegueresponder eficazmente às mudanças contínuas e rápidas do ambiente. Para garantir sua viabilidade, a organização como sistema aberto oferece ao ambiente osprodutos que ele necessita e, se for o caso, cria nele a necessidade de tais produtos, poissomente assim garante a absorção dos produtos e a provisão de insumos. O sistema precisa de constante e apurada informação do ambiente sobre sua natureza, sobre aqualidade e a quantidade dos insumos disponíveis e sobre a eficácia ou adequação Dosprodutos ou respostas da organização ao ambiente.
  26. 26. CONFRONTO ENTRE TEORIAS DE SISTEMA ABERTO E FECHADOAo contrário da abordagem de sistema aberto, a velha perspectiva desistema fechado levou a TGA às seguintes distorções: A teoria administrativa ficou limitada às regras de funcionamento interno, à apologia daeficiência como critério básico da viabilidade organizacional e à ênfase emprocedimentos e não em programas; A perspectiva de organização como sistema fechado; Já que o ambiente não faz diferença, a perspectiva da organização como sistema fechadoleva à insensibilidade para a necessidade de mudanças e adaptação contínua e urgentedas respostas da organização ao ambiente.
  27. 27. O EFEITO SINÉRGICO DAS ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS ABERTOSSinergia é o esforço simultâneo de vários órgãos que provoca umresultado ampliado e potenciado. Uma das razões para a existência dasorganizações é o seu efeito sinérgico ou sinergístico. A sinergia faz com queo resultado de uma organização seja diferente em quantidade ou qualidadeda soma de suas partes.
  28. 28. O “ O HOMEM FUNCIONAL”O indivíduo comporta-se em um papel dentro dasorganizações, interrelacionandos e com os demais indivíduos como umsistema aberto. Nas suas ações em um conjunto de papéis, o "homemfuncional "mantém expectativas quanto ao papel dos demais participantese procura enviar aos outros as suas expectativas de papel.
  29. 29. UMA NOVA ABORDAGEM ORGANIZACIONALA perspectiva sistêmica trouxe uma nova maneira de ver as coisas.Não somente em termos de abrangência, mas principalmente quanto aoenfoque. O enfoque do todo e das partes, do dentro e do fora, do total e daespecialização, da integração interna e da adaptação externa, da eficiênciae da eficácia.
  30. 30. ORDEM E DESORDEMA principal deficiência que se constata na noção de sistemas abertos éo conceito de equilíbrio. O mesmo conceito perseguido pelos autoresestruturalistas e comportamentais. O ciclo contínuo e ininterrupto defuncionamento de um sistema cibernético (em que a entrada leva aoprocessamento, que leva à saída, que leva à retroação e que leva àhomeostasia) tem como produto final o equilíbrio.
  31. 31. CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DA ANÁLISE SISTÊMICA Ponto de vista sistêmico; Abordagem dinâmica; Multidimensional e multinivelada; Multimotivacional; Probabilística;
  32. 32. CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DA ANÁLISE SISTÊMICAMultidisciplinar;Descritiva;Multivariâvel;Adaptativa.

×