Ines De Castro George E Lucia

1,267 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,267
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
146
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ines De Castro George E Lucia

  1. 1. Quem era D. Inês de Castro… A vida, o romance com D. Pedro, a sua morte e a homenagem.
  2. 2. Quem era? <ul><li>Inês de Castro era a filha natural de Pedro Fernandes de Castro, que era mordomo do rei Afonso XI de Castela, e de uma dama portuguesa, Aldonça Lourenço de Valadares. O seu pai, neto por via ilegítima de Sancho IV de Castela, era um dos fidalgos mais vigorosos do reino de Castela. </li></ul>
  3. 3. O Romance com D.Pedro <ul><li>Em Outubro do ano sequente, Constança morreu ao dar à luz o futuro rei Fernando I de Portugal. Desamparado, Pedro mandou Inês regressar do banimento e os dois foram viver juntos em sua casa, o que provocou grande alvoroço na corte, para enorme desgosto de El-Rei seu pai. Começou então uma desavença entre o rei e o infante. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>No entanto, fruto dos seus amores, Inês foi tendo filhos de D. Pedro: Afonso, João, Dinis e Beatriz. A nascença destes veio piorar a situação: Duradouro o reinado de D. Dinis, D. Afonso IV sentira-se em risco de ser preterido na sucessão ao trono devido aos filhos bastardos do seu pai. Haviam rumores de que o príncipe tinha se casado secretamente com Inês. O rei D. Afonso IV decidiu que a melhor solução seria matar a soberana galega. </li></ul>
  5. 5. A morte de D. Inês de Castro <ul><li>A 7 de Janeiro de 1355, o rei cedeu às pressões dos seus conselheiros e do povo e, aproveitando a ausência de Pedro numa jornada de caça, enviou Pêro Coelho, Álvaro Gonçalves e Diogo Lopes Pacheco para matarem Inês de Castro em Santa Clara. A morte de Inês provocou a revolta de D. Pedro contra D. Afonso IV. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Pedro tornou-se no oitavo rei de Portugal em 1357. As palavras do rei e do seu capelão foram as únicas provas desse casamento. De seguida perseguiu os assassinos de Inês, que tinham fugido para o reino de Castela. Pêro Coelho e Álvaro Gonçalves foram presos e executados. </li></ul>
  7. 7. A Homenagem <ul><li>A tétrica cerimónia da coroação e do beija mão à rainha morta, que D. Pedro teria imposto à sua corte e tornar-se-ia numa das imagens mais ardentes no imaginário popular, terá provavelmente sido inserida nas narrativas do final do século XVI, depois da popularização do episódio dos Lusíadas. </li></ul>
  8. 8. Feito por: <ul><li>George Teodorescu, nº6 </li></ul><ul><li>Lúcia Marques, nº15 </li></ul>

×