Indicadores Rede Humaniza SUS

8,025 views

Published on

Apresentação da emergência da Rede Humaniza Sus (www.redehumanizasus.net) durante seus 6 primeiros meses de existência.

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
8,025
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5,018
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Indicadores Rede Humaniza SUS

  1. 1. Rede Humaniza SUS Histórico, Indicadores, Desafios e Propostas Setembro, 2008
  2. 2. “ A visão alternativa é que o processo de criação não passa, na verdade, de um processo de aprendizagem, sendo que o melhor que podemos ter no começo é uma hipótese ou idéia provisória sobre o que será necessário para sermos bem-sucedidos.” Senge, Charmer, Jaworski, Flowers
  3. 3. Histórico <ul><li>2007: </li></ul><ul><ul><li>Novembro: primeiros encontros para entendimento do escopo do projeto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Dezembro: definição do escopo e construção do termo de referência com os consultores; </li></ul></ul><ul><li>2008: </li></ul><ul><ul><li>Janeiro: desenvolvimento do piloto RHS e planejamento do primeiro encontro presencial; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fevereiro: Café Humaniza SUS e lançamento da Rede; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fevereiro-Abril: testes e customizações com a versão piloto da Rede; </li></ul></ul><ul><ul><li>Maio: abertura da lista ao Coletivo Nacional Ampliado; </li></ul></ul><ul><ul><li>Maio-Junho: testes e customizações; </li></ul></ul><ul><ul><li>Julho-atual: expansão do número de usuários – efeito Mostra Humaniza SUS. </li></ul></ul>
  4. 4. <ul><li>Metodologia de Ativação de Redes Sociais </li></ul>
  5. 5. Fases do Projeto emergência Jul/08 design colaborativo emergência Ago/08 design colaborativo emergência Set/08 emergência design colaborativo análise planejamento emergência design colaborativo design colaborativo análise contexto planejamento cenário descoberta Jun/08 Mai/08 Abr/08 Mar/08 Fev/08 Jan/08 Dez/07 Nov/07
  6. 6. Indicadores <ul><li>Lista de email, </li></ul><ul><li>Apropriação do ambiente; </li></ul><ul><li>Visitação e navegação. </li></ul><ul><li>Informação importante: todos os dados extraídos são válidos até 11/09 </li></ul>
  7. 7. Lista de Emails
  8. 8. Lista de Emails <ul><li>Membros: 252 </li></ul><ul><ul><li>Membros que postaram ao menos 1 email: 60 </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>23,8% de membros </li></ul></ul></ul><ul><li>Tópicos postados: 238 </li></ul><ul><ul><li>Temas: suporte, dúvidas, estratégias, votação, acolhimento de novos membros, novas funcionalidades, política da RHS, entre outros. </li></ul></ul>
  9. 11. Apropriação da Rede Humaniza SUS
  10. 12. Uso do Blog <ul><li>Usuários cadastrados: 957 </li></ul><ul><li>Posts no blog: 253 </li></ul><ul><ul><li>71 usuários ( 7,45% ) publicaram ao menos 1 post </li></ul></ul><ul><li>Comentários: 605 </li></ul><ul><ul><li>300 comentários nos posts do blog </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>73 usuários ( 7,62% ) comentaram ao menos 1 post </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>305 comentários no livro de visitas das Mostra </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Usuários anônimos </li></ul></ul></ul>
  11. 13. Uso do Blog <ul><li>Considerando que a comunidade do coletivo nacional ampliado é formada por 252 membros; </li></ul><ul><li>Considerando que a quase totalidade dos usuários que postam e comentam fazem parte dessa comunidade, teríamos: </li></ul><ul><ul><li>28,2 % dos membros publicaram ao menos 1 post; </li></ul></ul><ul><ul><li>29,0% dos membros publicaram ao menos 1 comentário. </li></ul></ul>
  12. 19. Karma O karma é um número que representa uma somatória de ações na comunidade, como postar no blog, fazer um comentário e navegar pelas páginas do site. Quanto mais atuante um membro, maior será seu karma.
  13. 20. Karma Na comunidade RHS, a fórmula de cálculo do karma é: karma = 0,01*(cliques) + 0,5*(comentários) + 1,0*(posts)‏
  14. 22. Cauda Longa A Cauda Longa é um fenômeno na Internet, inicialmente descoberta na busca e oferta de produtos online. Observando a Cauda Longa, podemos aprender que em torno de 20% dos usuários de uma comunidade são responsáveis por 80% de seu fluxo.
  15. 24. Cauda Longa - RHS
  16. 25. Sociograma A técnica sociométrica e o sociograma (que é a sua representação gráfica) permitem verificar como estão as relações sociais no ambiente de trabalho, reconhecer os líderes aceitos e identificar as pessoas que, por algum motivo, estão marginalizadas, reconhecer as redes sociais: conjuntos específicos de ligações entre um determinado conjunto de indivíduos.
  17. 28. Análise <ul><li>Parâmetros: </li></ul><ul><ul><li>Centralidade: 17% </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Representa o número de setas que entram e saem de um nó; </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Transitividade: 23% </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Indica a possibilidade de intercâmbio entre 3 pares quaisquer na Rede; </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Vizinhança: 22% </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>É um indicador de quanto um nó particular está entre os vários outros nós na rede; </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Densidade: 2% </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>O número de conexões reais em relação as possíveis. </li></ul></ul></ul>
  18. 29. Análise <ul><li>Os dados anteriores são característicos de: </li></ul><ul><ul><li>Uma comunidade em formação , onde os membros que a formaram são responsáveis pela maior parte das interações (posts e comentários); </li></ul></ul><ul><ul><li>Os membros do “núcleo” da comunidade são caminhos de conexão entre os membros “periféricos”, ou seja, a comunidade é altamente dependente de seu papel articulador . </li></ul></ul><ul><ul><li>Exemplo de uma comunidade de software livre (altamente dependende de seu núcleo de desenvolvedores): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Densidade: 4% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Vizinhança: 15% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transitividade: 25% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Centralidade: 15% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fonte: http://www.ufpa.br/cdesouza/teaching/cscw-2006-2/11-Social-Networks.pdf </li></ul></ul></ul>
  19. 30. Visitações
  20. 38. Desafios
  21. 39. Desafios <ul><li>Agregar várias políticas de Humanização da Saúde; </li></ul><ul><li>Facilitar a apropriação dos recursos tecnológicos por parte dos usuários: </li></ul><ul><ul><li>Formas de acolher o usuário , estimulando sua participação; </li></ul></ul><ul><li>Mapear novos papéis para a Comunidade Humaniza SUS: </li></ul><ul><ul><li>Editores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Administradores. </li></ul></ul>
  22. 40. Desafios <ul><li>Interface com o e-PNH ; </li></ul><ul><li>Facilitar a análise e a extração de indicadores dos processos de interação da Rede; </li></ul><ul><li>Viabilizar o Banco de Projetos . </li></ul>
  23. 41. Propostas
  24. 42. Propostas <ul><li>No escopo do projeto de 2008 : </li></ul><ul><ul><li>Realizar uma capacitação piloto com alguns novos usuários do ambiente, facilitando a apropriação das ferramentas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mapear e realizar uma capacitação para um grupo de usuários interessados em assumirem o papel de: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Administradores do ambiente; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Editores do ambiente. </li></ul></ul></ul>
  25. 43. Propostas <ul><li>Para um possível escopo de 2009 : </li></ul><ul><ul><li>Automatizar a extração de indicadores da Rede e mapeamento de tendências ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolver metodologia de apoio a gestão da RHS; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolver metodologia e módulo de apoio ao georeferenciamento de práticas, experiências e projetos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Apoiar e dar suporte ao uso da RHS como ferramenta de ensino à distância para os apoiadores da PNH; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolver uma capacitação ao usuário , presencial e à distância, trabalhando em parceria com os apoiadores da PNH; </li></ul></ul><ul><ul><li>Continuar suporte técnico a lista e site. </li></ul></ul>

×