Aula 02 - Design da Informação - História e princípios do design de informação

1,523 views

Published on

História e princípios do Design da Informação: conhecendo um pouco das origens daquilo tudo que hoje conhecemos como infográficos, análise visual de dados, visualização da informação e por aí. Estratégias muito ligadas a formas de padrões de governança.

Published in: Education
0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,523
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
99
Actions
Shares
0
Downloads
60
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 02 - Design da Informação - História e princípios do design de informação

  1. 1. Design da Informação Aula 02 – História e Princípios do Design da Informação Prof. Dalton Martins dmartins@gmail.com Gestão da Informação Faculdade de Informação e Comunicação Universidade Federal de Goiás
  2. 2. Tendências contemporâneas ● O papel da tecnologia na globalização: – Com o desenvolvimento explosivo de tecnologias de comunicação, padrões visuais tornam-se cada vez mais importantes num cenário onde compartilhar ideias e conceitos com um maior número de pessoas torna-se estratégico; – Impactos para o design: ● Mundo menor, um público maior; ● Padrões visuais tornam-se estratégicos no desenvolvimento de novos conhecimentos, expansão das economias e compreensão de nossos padrões de cultura.
  3. 3. Tendências contemporâneas
  4. 4. Tendências contemporâneas
  5. 5. Tendências contemporâneas ● Maior tempo gasto no trabalho: – Conforme a tecnologia se desenvolve, em geral, temos mais gasto mais horas trabalhando; – O uso de e-mails e dispositivos móveis têm invadido o que era antes tempo livre. – Implicações para o design: ● A redução de tempo de atenção das pessoas e aumento da pressão por resultados têm influenciado formas de facilitar o entendimento das pessoas de padrões complexos de informação.
  6. 6. Tendências contemporâneas ● Mais mídias, mais mensagens: – O paradigma geral nas últimas décadas tem nos transformado de consumidores de mensagens para produtores; – Há vários sentidos interessantes de pensar nessa mudança: ● Mais trabalho realizado! ● Mais espaço de expressão! – Implicações para o design: ● Mais coisas para aprender, mais coisas a oferecer.
  7. 7. Tendências contemporâneas
  8. 8. Valor do Design ● Designers de informação, em mundo configurado a partir dessas tendências que vimos acima, tem o papel de: – Transformas dados, estatísticas, métricas em histórias! – Facilitar a construção de significado para as pessoas com quem lida; – Conforme a complexidade aumenta, produzir meios e estratégias informacionais de facilitar seu entendimento!
  9. 9. O que é Design da Informação ● Trabalha com a organização e apresentação de dados → é o que transforma a informação em algo compreensível e de valor para as pessoas; ● É a arte e a ciência de preparar a informação de forma a poder ser utilizada por seres humanos de maneira eficaz.
  10. 10. Artefatos ● Os artefatos mais utilizados por designers de informação servem a múltiplas funções: – Alguns são puros produtos de visualização de dados, apoiando a compreender ou sintetizar conteúdos e grandes quantidades de informação → mapas, relatórios, gráficos, etc... – Outros simplificam conceitos complexos, produzindo contexto e facilitando visualizar novas conexões. ● A função desses artefatos é determinada por 2 fatores principais: – A densidade de informação – O contexto social das pessoas.
  11. 11. Principais Artefatos ● Calendários, linhas do tempo; ● Gráficos; ● Diagramas e esquemas; ● Exibições e ambientes; ● Sinalização externa; ● Ícones e símbolos; ● Interfaces, físicas e digitais; ● Mapas; ● Modelos 3-D e simulações computacionais; ● Storyboards e narrativas; ● Ilustrações técnicas; ● Tutoriais e instruções; ● Websites, animações e mídias interativas.
  12. 12. Principais Artefatos
  13. 13. História do Design de Informação ● Principais momentos: – Pinturas nas cavernas e petroglifos → 30.000 A.C. – Escrita Pictográfica → 3.000 A.C. – Cartografia → 1.300 A.C. – Gráficos → 1786 – ISOTYPE → 1940 – Guias para informação estruturada → 1950 – Exposições interativas → 1961 – Workshop de Linguagem Visual/MIT → 1974 – Primeiro Website → 1989
  14. 14. Pinturas nas cavernas e petroglifos ● Primeiras tentativas humanas de representar informação visual; ● Transformaram o modo do ser humano compartilhar ideias, crenças e experiências; ● As primeiras inscrições encontradas datam de aproximadamente 30.000 A.C., sendo as mais famosas a caverna de Altamira na Espanha e Lascaux na França.
  15. 15. Pinturas nas cavernas e petroglifos
  16. 16. Pinturas nas cavernas e petroglifos
  17. 17. Escrita pictográfica ● Criada pelos Sumérios na região da Mesopotâmia em torno de 30.000 A.C.; ● Foi desenvolvida como uma forma de contabilidade, impressa em pedaços de argila → eram utilizados para comércio; ● Mais tarde vieram a ser utilizados para registros de agricultura e troca de mercadorias; ● São lidas de cima pra baixo com os símbolos orientados na linha do horizonte; ● Conforme a escrita se desenvolveu, passou a representar sons fonéticos; ● Foram uma forma mais precisa de compartilhar e distribuir ideias → permitiram registro histórico e troca de informação além das fronteiras geográficas de uma região, comunicavam conhecimento para gerações futuras e permitiu se criar a partir de registros do passado.
  18. 18. Escrita pictográfica
  19. 19. Cartografia ● É uma arte e ciência e remonta a uma das primeiras formas de design de informação; ● Um dos primeiros mapas a que se tem registro na história é o Mapa da Cidade de Nippur, na Suméria, em torno de 1.300 A.C.: – Já mostrava o formato da cidade, indicando caminhos de água, localização de estruturas feitas pelos seres humanos com notações em escrita cuneiforme. – É o primeiro exemplo que combina orientação, notação e escala!!!
  20. 20. Cartografia
  21. 21. Cartografia Esforço de Ptolomeu no ano 2 D.C. de representar o mundo conhecido.
  22. 22. Cartografia Um dos primeiros mapas do Brasil.
  23. 23. Cartografia O primeiro mapa de Goiás.
  24. 24. Gráficos ● William Playfair era um engenheiro escocês e economista político que acreditava que a visualização dos dados facilitaria compreender o texto escrito; ● Em 1786 e 1801 ele escreve dois livros e comércio nos quais utiliza pela primeira vez representações gráficas de dados numéricos; ● Ele queria que sua audiência conseguisse visualizar a conexão entre os fatores econômicos! ● Ele criou os gráficos de linha, barra e pizza, os quais coloria a mão.
  25. 25. Gráficos
  26. 26. ISOTYPE
  27. 27. Gráficos
  28. 28. Gráficos
  29. 29. Gráficos
  30. 30. Gráficos
  31. 31. ISOTYPE ● International System of Typographic Picture Education foi uma tentativa de padronizar a linguagem visual; ● Foi criada por um austríaco sociólogo e economista político chamado Otto Neurath em 1940; ● Seu objetivo era educar seu público apresentando complexos dados socioeconômicos utilizando símbolos fáceis de serem compreendidos.
  32. 32. ISOTYPE
  33. 33. ISOTYPE
  34. 34. ISOTYPE
  35. 35. ISOTYPE
  36. 36. ISOTYPE
  37. 37. Guias para informação estruturada ● Ladislav Sutnar, um modernista checo, professor da Escola Estadual de Artes Gráficas de Praga, criou em torno de 1950 padrões e guias para estruturação de informação gráfica; ● Trabalha com tipos de fontes, uso de cores, ícones, parênteses, chaves e espaços para dar forma e estrutura para a informação.
  38. 38. Guias para informação estruturada
  39. 39. Guias para informação estruturada
  40. 40. Guias para informação estruturada
  41. 41. Guias para informação estruturada
  42. 42. Exposições interativas ● A primeira exposição interativa criada no mundo foi a Mathematica: a world of numbers and beyond em 1961; ● Tinha por objetivo popularizar o ensino da matemática através de experiências interativas e sensoriais de fácil compreensão.
  43. 43. Exposições interativas
  44. 44. Exposições interativas
  45. 45. Exposições interativas
  46. 46. Workshop de linguagem visual ● Muriel Cooper foi Diretora de Arte da MIT Press em 1967 e fazia aulas de programação com Nicolas Negroponte, com quem veio a fundar o Media Lab no MIT; ● Ela achava que a interação não-visual entre homem e computador prejudicava as possibilidades de criação que poderiam surgir; ● Para isso, criou uma série de Workshops sobre Linguagem Visual no MIT → tinha por objetivo investigar a relação entre design gráfico e tecnologia em encontros entre programadores, designers e cientistas da computação se encontravam!
  47. 47. Workshop de linguagem visual
  48. 48. O primeiro WebSite ● O conceito de WWW (World Wide Web) como conhecemos foi criado por Tim Berners-Lee em 1989 no laboratório de física CERN; ● O primeiro endereço foi: – http://info.cern.ch/hypertext/WWW/TheProject.html ● Impactou de forma central praticamente tudo o que fazemos no mundo social hoje em dia: negócios, consumo, cultura, relacionamentos, amizade, etc....
  49. 49. O primeiro WebSite

×