Successfully reported this slideshow.
LixoEletronico.org 9ª Oficina de Inclusão Digital WebLab.tk Dalton Martins [email_address] Fonte das imagens: Flickr
Fonte: Revista Galileu
Dificuldades <ul>Classificação  de RE como resíduos perigosos eleva custos e dificulta o processo para o setor privado, pr...
Política Nacional de Resíduos Sólidos -  PNRS 19 anos  em discussão, tramitação, etc... Alguns fundamentos: 1. a participa...
Complexidade  da solução Não é possível se conceber  UMA  solução para o Lixo Eletrônico. Diversos  caminhos  são necessár...
www.lixoeletronico.org Uma política pública em rede <ul>Mapeamento de referências: ->  discussão sobre legislação; ->  pro...
Alguns  números 2 anos  de projeto: -> 208.125  visitas; -> 156.455  visitantes únicos; -> 94  países; -> 470  cidades no ...
Linkania Número de sites que  linkam  o LixoEletronico.org nas áreas de  Blogs , sites de Ensino à Distância  (EAD) , Rede...
Como nos  encontram ?
O que  faremos (2010)  ? ->  Pesquisa aberta sobre as ações das  empresas  na questão do Lixo eletrônico; -> Pesquisa de  ...
Como articular essa experiência com um programa de  Inclusão Digital ? <ul><li>Políticas públicas de inclusão digital  não...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

ApresentaçãO Lixo Eletronico 9 Oficina De Inclusao Digital

2,075 views

Published on

Published in: Technology, Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

ApresentaçãO Lixo Eletronico 9 Oficina De Inclusao Digital

  1. 1. LixoEletronico.org 9ª Oficina de Inclusão Digital WebLab.tk Dalton Martins [email_address] Fonte das imagens: Flickr
  2. 2. Fonte: Revista Galileu
  3. 3. Dificuldades <ul>Classificação de RE como resíduos perigosos eleva custos e dificulta o processo para o setor privado, produtores e gestores de RE. </ul><ul>Assumir políticas públicas (PNRS) sem a participação dos envolvidos. Políticas incoerentes com as possibilidades de gestão e com as alternativas de infraestrutura existentes. </ul><ul>Desatirculação das iniciativas, projetos e atividades que se desenvolvem a nível mundial, regional e local. </ul><ul>Não há sistemas de solução integral . Sistema parcial de gestão. Cada setor resolve independentemente. </ul><ul>É grande e significativo o mercado informal de falsos e contrabando da região. </ul><ul>Dificuldades dos recicladores para a obtenção e renovação de licenças ambientais . </ul><ul>Ausência de conhecimento e informação sobre o tema em todos os setores. </ul><ul>Não há alternativa para os RE domésticos. Mesas de trabalho multi-setoriais. Integração de ministérios. Iniciativas de coleta e logística reversa . Todas as atividades são distintas e desarticuladas </ul>Fonte: Plataforma de Resíduos Eletrônicos da América Latica e Caribe (RELAC). Via www.lixoeletronico.org
  4. 4. Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS 19 anos em discussão, tramitação, etc... Alguns fundamentos: 1. a participação da sociedade no planejamento, formulação e implementação das políticas públicas, na regulação, fiscalização, avaliação e prestação de serviços por meio das instâncias de controle social; 2. a integração das ações de governo nas áreas de meio ambiente, ciência e tecnologia saneamento básico, recursos hídricos, saúde pública, desenvolvimento urbano e inclusão social; 3. o incentivo ao uso de matérias-primas e insumos derivados de materiais recicláveis e reciclados, bem como o desenvolvimento de novos produtos e processos , com vistas a estimular a utilização das tecnologias ambientalmente saudáveis.
  5. 5. Complexidade da solução Não é possível se conceber UMA solução para o Lixo Eletrônico. Diversos caminhos são necessários: articulação em redes de agentes atuando de forma colaborativa e articulada.
  6. 6. www.lixoeletronico.org Uma política pública em rede <ul>Mapeamento de referências: -> discussão sobre legislação; -> projetos e iniciativas; -> estudos e pesquisas. </ul><ul>Ativação de rede : -> informação; -> diálogo; -> circulação de links; -> conversação; -> articulação de pessoas; -> mobilização: Manifesto Lixo Eletrônico. </ul>
  7. 7. Alguns números 2 anos de projeto: -> 208.125 visitas; -> 156.455 visitantes únicos; -> 94 países; -> 470 cidades no Brasil
  8. 8. Linkania Número de sites que linkam o LixoEletronico.org nas áreas de Blogs , sites de Ensino à Distância (EAD) , Redes Sociais na plataforma Ning e sites Governamentais.
  9. 9. Como nos encontram ?
  10. 10. O que faremos (2010) ? -> Pesquisa aberta sobre as ações das empresas na questão do Lixo eletrônico; -> Pesquisa de hábitos e consumo com a população; -> Ciclo de Debates.
  11. 11. Como articular essa experiência com um programa de Inclusão Digital ? <ul><li>Políticas públicas de inclusão digital não podem mais se furtar a pensar na questão do Lixo Eletrônico. </li></ul>

×