Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentacao de MetaReciclagem na 7 Oficina de Inclusao Digital - Belem

1,699 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Apresentacao de MetaReciclagem na 7 Oficina de Inclusao Digital - Belem

  1. 1. MetaReciclagem 7 Oficina de Inclusao Digital Belem Novembro, 2008
  2. 2. Topicos <ul><li>Cultura e Inclusão Digital; </li></ul><ul><li>Redes e criação; </li></ul><ul><li>A ética hacker e a colaboração;; </li></ul><ul><li>Tríade da informação livre; </li></ul><ul><li>Software livre e educação; </li></ul><ul><li>Meio ambiente e impacto ambiental; </li></ul><ul><li>MetaReciclagem: uma idéia; </li></ul>
  3. 3. Cultura e Inclusão Digital <ul><li>Segundo a Wikipedia (pt.wikipedia.org), inclusão digital: “Projetos e ações que facilitam a interação de pessoas de baixa renda com as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). ” </li></ul><ul><li>Em torno de 35% dos brasileiros acessaram a Internet ao menos uma vez. </li></ul>
  4. 4. Mapa da Luz
  5. 5. Cultura e Inclusão Digital <ul><li>Mas, surge a questão: ter acesso com as TICs é o suficiente? </li></ul><ul><li>Mas, suficiente pra que? </li></ul><ul><li>A inclusão digital tem os mais variados focos... </li></ul><ul><li>No entanto, pensando em educação e autonomia , inclusão digital é: </li></ul><ul><ul><li>apropriação e domínio das ferramentas de trabalho; </li></ul></ul><ul><ul><li>construção de conhecimento através do fazer, do experimentar; </li></ul></ul><ul><ul><li>circulação da informação em rede. </li></ul></ul>
  6. 6. Cultura e Inclusão Digital <ul><li>Logo, falamos de um processo de inclusão digital que seja: </li></ul><ul><ul><li>experimental; </li></ul></ul><ul><ul><li>participativo; </li></ul></ul><ul><ul><li>desvende a “caixa preta”; </li></ul></ul><ul><ul><li>articulado em rede; </li></ul></ul><ul><ul><li>colaborativo. </li></ul></ul>
  7. 7. Redes e Criação <ul><li>Rede: quantidade de pontos interligados por uma relação ; </li></ul>
  8. 8. Redes e Criação <ul><li>Redes sociais , redes elétricas , rede de esgoto, redes de formigas , redes neurais, redes... </li></ul><ul><li>A Rede é um padrão de organização da natureza que se materializa em estruturas como: </li></ul><ul><ul><li>células; </li></ul></ul><ul><ul><li>malha viária; </li></ul></ul><ul><ul><li>veias e artérias; </li></ul></ul><ul><ul><li>Internet! </li></ul></ul>
  9. 9. Redes e Criação <ul><li>Estar em rede é ser um nó da conexão ; </li></ul><ul><li>Potencializa e permite: </li></ul><ul><ul><li>troca de informação; </li></ul></ul><ul><ul><li>encontro de pessoas; </li></ul></ul><ul><ul><li>produção coletiva; </li></ul></ul><ul><ul><li>novas formas de relacionamento com a tecnologia; </li></ul></ul><ul><ul><li>colaboração!!! </li></ul></ul>
  10. 10. Redes e Criação
  11. 11. Redes e Criação <ul><li>A Internet começou nas universidades </li></ul><ul><li>Potencializou a colaboração em pesquisas e publicação coletiva; </li></ul><ul><li>O uso da rede como meio de circulação da informação é potencialmente transformador ! </li></ul><ul><li>É o já conhecido efeito “puxadinho” ! </li></ul>
  12. 12. Ética Hacker e Colaboração <ul><li>Importante: hacker não é cracker! </li></ul><ul><li>Um hacker ajuda a construir a Internet; </li></ul><ul><li>Atitude Hacker: </li></ul><ul><ul><li>O mundo está repleto de problemas fascinantes esperando por solução. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nenhuma problema deve ser resolvido duas vezes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Tédio e trabalho repetitivo são maléficos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Liberdade é algo bom; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atitude não é substituto da competência . </li></ul></ul>
  13. 13. Tríade da Informação Livre <ul><li>Colaborar em rede, ter atitude hacker, circulação da informação, construção de conhecimento... </li></ul><ul><li>Para isso, precisamos: </li></ul><ul><ul><li>Infra-estrutura física: computadores, cabos, monitores, etc.; </li></ul></ul><ul><ul><li>Infra-estrutura lógica: softwares, sistemas operacionais, jogos, etc.; </li></ul></ul><ul><ul><li>Circulação: capacidade de usar a infra-estrutura para a colaboração. </li></ul></ul>
  14. 14. Software Livre e Educação <ul><li>Ok, temos os computadores, mas e o software? </li></ul><ul><li>O que é software livre? </li></ul><ul><li>Um Software é dito livre se ele tem 4 liberdades : </li></ul><ul><ul><li>(1) A permissão de executar o programa para qualquer finalidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>(2) A permissão de estudar o código e adaptá-lo para minhas necessidades; </li></ul></ul><ul><ul><li>(3) A permissão de distribuir cópias do código para qualquer um; </li></ul></ul><ul><ul><li>(4) A permissão de melhorar o programa e distribuir a melhoria para qualquer um da comunidade. </li></ul></ul>
  15. 15. Software Livre e Educação <ul><li>Mas, o que o software livre tem a ver com a educação? </li></ul><ul><ul><li>A liberdade de ver o código permite a descoberta , a revelação de como a tecnologia funciona; </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite construir conhecimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite a troca de código, a troca de informação. </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite a colaboração nas TICs; </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite apropriação e domínio das ferramentas de trabalho; </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação e produção de conhecimento: um salto qualitativo. </li></ul></ul>
  16. 16. Software Livre e Educação
  17. 17. O que é Meio Ambiente? <ul><li>Meio ambiente é o conjunto de forças e condições que cercam e influenciam os seres vivos e as coisas em geral; </li></ul><ul><li>É uma expressão que traduz a interação do conjunto de elementos naturais, artificiais e culturais que propiciam o desenvolvimento equilibrado da vida em todas as suas formas. </li></ul><ul><li>É tudo aquilo que cerca o ser vivo e que tem relação direta ou indireta com ele; </li></ul><ul><li>Computador faz parte da ecologia! </li></ul>
  18. 18. O que são eletroeletrônicos? De onde vem? <ul><li>Equipamentos alimentados por energia elétrica constituídos por circuitos eletrônicos </li></ul><ul><li>Produção de alta escala </li></ul><ul><li>Componentes e circuitos eletrônicos são compostos por diversos tipos de matérias primas e manufaturados </li></ul><ul><li>Matérias primas e manufaturados possuem alto custo ambiental </li></ul>
  19. 19. O que é lixo? <ul><li>Resíduo ou lixo, é qualquer material considerado inútil, supérfluo, e/ou sem valor , gerado pela atividade humana, e a qual precisa ser eliminada. </li></ul>
  20. 20. Estatísticas do lixo digital no Brasil <ul><li>Tempo médio de uso : </li></ul><ul><ul><li>celular: < 2 anos </li></ul></ul><ul><ul><li>computador: 4 anos nas empresas e 5 anos nas residências. </li></ul></ul><ul><li>Atualmente no país: +- 130,5 milhões de celulares; </li></ul><ul><li>Produção anual de aproximandamente 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico ... </li></ul><ul><li>= a 5% de todo o resíduo produzido na Terra; </li></ul><ul><li>2007 - comercializados 10,5 milhões de computadores ... </li></ul><ul><li>estima-se um crescimento das vendas em 28% , para este ano. </li></ul>
  21. 21. Estatísticas do lixo digital <ul><li>2007 - pela 1ª vez, o mercado brasileiro comercializou mais computadores do que televisores; </li></ul><ul><li>41,5 milhões de internautas no país - março de 2008; </li></ul><ul><li>Cerca de 1,8 bilhão de pessoas = 25% da população mundial => conectadas à rede mundial de computadores daqui a 4 anos; </li></ul><ul><li>9 entre 10 casas possuem aparelhos de televisão atualmente; </li></ul><ul><li>2004 – 315 milhões de computadores descartados no planeta; </li></ul><ul><li>EUA – Conselho Nacional de Segurança (1998) – destino do lixo digital: </li></ul><ul><ul><li>70% canto da casa ou empresa; </li></ul></ul><ul><ul><li>15% aterro sanitário; </li></ul></ul><ul><ul><li>11% reciclagem; </li></ul></ul><ul><ul><li>3% doações </li></ul></ul>
  22. 22. Composição Física de um Computador <ul><li>Plástico: 40% </li></ul><ul><li>Metais: 37% </li></ul><ul><li>Dispositivos Eletrônicos: 5% </li></ul><ul><li>Borracha: 1% </li></ul><ul><li>Outros: 17% </li></ul>
  23. 23. Composição Física de um Computador
  24. 24. Composição Química do Computador <ul><li>http://www.slideshare.net/andrebenedito/lixo-eletro-eletronico-no-brasil-159484 </li></ul><ul><li>http://www.ewastecanada.ca/faq.htm </li></ul>
  25. 25. Materiais Tóxicos do Lixo Digital
  26. 26. Impactos no Meio Ambiente (i)‏
  27. 27. Impactos no Meio Ambiente (ii)‏ <ul><li>Lixo Digital: alta concentração de metais pesados </li></ul>
  28. 28. I mpactos no Meio Ambiente (iii)‏ <ul><li>Contaminação de solos, rios e lençóis subterrâneos; </li></ul><ul><li>Efeitos mais sérios da contaminação ambiental: </li></ul><ul><ul><li>Bioacumulação pelos organismos vivos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fauna e flora concentram metais em níveis milhares de vezes maiores que os presentes no ambiente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atingem todos os níveis na cadeia alimentar. </li></ul></ul>
  29. 29. Impactos na saúde Pública (i)‏ <ul><li>Contaminação por metais </li></ul><ul><ul><li>Ar </li></ul></ul><ul><ul><li>Água </li></ul></ul><ul><ul><li>Terra -> Alimento </li></ul></ul><ul><li>Exposição => Doenças </li></ul>
  30. 30. Impactos na saúde Pública (ii)‏ <ul><li>Alumínio: plantas têm suas funções vitais afetadas! </li></ul><ul><ul><li>Ocorrência de mal de Alzheimer . </li></ul></ul><ul><li>Arsênio: Acumula-se no fígado, rins, trato gastrointestinal, baço, pulmões, ossos, unhas </li></ul><ul><ul><li>efeitos crônicos: câncer de pele e dos pulmões , anormalidades cromossômicas e efeitos teratogênicos (deformação fetal)‏ </li></ul></ul><ul><li>Cádmio : Acumula-se nos rins, fígado, pulmões, pâncreas, testículos e coração </li></ul><ul><ul><li>possui meia-vida de 30 anos nos rins </li></ul></ul><ul><ul><li>causa intoxicação crônica </li></ul></ul><ul><ul><li>descalcificação óssea , lesão renal, enfisema pulmonar </li></ul></ul><ul><ul><li>efeitos teratogênicos e carcinogênicos ( câncer ). </li></ul></ul>
  31. 31. Impactos na saúde Pública (iii)‏ <ul><li>Bário: Não se acumula, efeitos no coração , constrição dos vasos sanguíneos, elevação da pressão arterial e efeitos no sistema nervoso central (SNC). </li></ul><ul><li>Cobre: Intoxicações como lesões no fígado . </li></ul><ul><li>Chumbo: Mais tóxico dos elementos! </li></ul><ul><ul><li>acumula-se nos ossos, cabelos, unhas, cérebro, fígado e rins </li></ul></ul><ul><ul><li>em baixas concentrações causa dores de cabeça e anemia </li></ul></ul><ul><ul><li>exerce ação tóxica na biossíntese do sangue, no sistema nervoso, no sistema renal e no fígado </li></ul></ul><ul><ul><li>constitui-se veneno cumulativo de intoxicações crônicas que provocam alterações gastrointestinais, neuromusculares, hematológicas podendo levar à morte. </li></ul></ul>
  32. 32. Impactos na saúde Pública (iv)‏ <ul><li>Mercúrio: atravessa facilmente as membranas celulares, sendo prontamente absorvido pelos pulmões; </li></ul><ul><ul><li>precipitação proteínas (modifica as configurações das proteínas) sendo grave suficiente para causar um colapso circulatório no paciente, levando a morte </li></ul></ul><ul><ul><li>é altamente tóxico ao homem, sendo que doses de 3g a 30g são fatais </li></ul></ul><ul><ul><li>efeito acumulativo e provoca lesões cerebrais </li></ul></ul><ul><ul><li>efeitos de evenenamento no sistema nervoso central. </li></ul></ul>
  33. 33. Impactos na saúde Pública (v)‏ <ul><li>Cromo: armazena-se nos pulmões, pele, músculos e tecido adiposo </li></ul><ul><ul><li>pode provocar anemia, alterações hepáticas e renais, além de câncer do pulmão </li></ul></ul><ul><li>Níquel: carcinogênico, atua diretamente na mutação genética </li></ul><ul><li>Zinco: efeito mais tóxico é sobre os peixes e algas (conhecido)‏ </li></ul><ul><li>Prata: </li></ul><ul><ul><li>cumulativo: 10g como Nitrato de Prata é letal ao homem. </li></ul></ul>
  34. 34. “ Inclusão Digital promovida por países desenvolvidos para países subdesenvolvidos” <ul><li>Qual o objetivo? </li></ul><ul><li>O que acontece? </li></ul>
  35. 35. Índia / China Paquistão / Nigéria
  36. 36. Índia / China Paquistão / Nigéria
  37. 37. Índia / China Paquistão / Nigéria
  38. 38. Índia / China Paquistão / Nigéria
  39. 39. Índia / China Paquistão / Nigéria
  40. 40. Índia / China Paquistão / Nigéria
  41. 41. Índia / China Paquistão / Nigéria
  42. 42. Índia / China Paquistão / Nigéria
  43. 43. Índia / China Paquistão / Nigéria
  44. 44. Índia / China Paquistão / Nigéria
  45. 45. Índia / China Paquistão / Nigéria
  46. 46. Índia / China Paquistão / Nigéria
  47. 47. Índia / China Paquistão / Nigéria
  48. 48. Índia / China Paquistão / Nigéria
  49. 49. Índia / China Paquistão / Nigéria
  50. 50. Índia / China Paquistão / Nigéria
  51. 51. Índia / China Paquistão / Nigéria
  52. 52. Índia / China Paquistão / Nigéria
  53. 53. Índia / China Paquistão / Nigéria
  54. 54. Índia / China Paquistão / Nigéria
  55. 55. Índia / China Paquistão / Nigéria
  56. 56. Índia / China Paquistão / Nigéria
  57. 57. Índia / China Paquistão / Nigéria
  58. 58. Índia / China Paquistão / Nigéria
  59. 59. Índia / China Paquistão / Nigéria
  60. 60. Índia / China Paquistão / Nigéria
  61. 61. Índia / China Paquistão / Nigéria
  62. 62. Índia / China Paquistão / Nigéria
  63. 63. Índia / China Paquistão / Nigéria
  64. 64. MetaReciclagem: uma idéia! <ul><li>Objetivos: </li></ul><ul><ul><li>apoiar, desenvolver e construir comunidades em rede que utilizem lixo eletronico para desenvolvimento local e criatividade ; </li></ul></ul><ul><ul><li>captar computadores usados, reciclar as máquinas para apoiar projetos sociais ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Humanizar a tecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>desenvolver e ensinar o uso do Software Livre ; </li></ul></ul><ul><ul><li>apoiar empreendimentos populares de geração de trabalho e renda!!! </li></ul></ul>
  65. 65. MetaReciclagem: uma idéia! <ul><li>Começou com um grupo de interdisciplinar: engenheiros, ténicos, artistas, poetas, filósofos... </li></ul><ul><li>Hoje, a idéia se espalhou: </li></ul><ul><ul><li>São Paulo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Santo André; </li></ul></ul><ul><ul><li>Vitória; </li></ul></ul><ul><ul><li>Salvador; </li></ul></ul><ul><ul><li>Brasília; </li></ul></ul><ul><ul><li>Campinas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Arraial dajuda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Rio de Janeiro; </li></ul></ul><ul><ul><li>Belo Horizonte, etc., etc., etc....... </li></ul></ul>
  66. 66. MetaReciclagem
  67. 67. MetaReciclagem
  68. 68. MetaReciclagem
  69. 69. MetaReciclagem
  70. 70. MetaReciclagem
  71. 71. MetaReciclagem
  72. 72. MetaReciclagem
  73. 73. MetaReciclagem
  74. 74. MetaReciclagem
  75. 75. MetaReciclagem
  76. 76. MetaReciclagem
  77. 78. Informações <ul><li>http://weblab.tk </li></ul><ul><li>www.metareciclagem.org.br </li></ul><ul><li>contato: dmartins@gmail.com </li></ul>

×