Successfully reported this slideshow.

Project GET - Mini-Curso "Como criar um website sem programar"

377 views

Published on

Esta apresentação serviu de suporte ao mini-curso "Como criar um website sem programar", integrado no Projecto GET, www.projectget.org

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Project GET - Mini-Curso "Como criar um website sem programar"

  1. 1. Como Criar um Website, gratuito ? Diogo Cordovil S. Cordeiro
  2. 2. Agradecimentos 1 - Clube Desportivo da Graça (Disponibilização do espaço e recursos - ex: video-projetor) Rua da Senhora da Glória, 24, 1º 2 - Assembleia Popular da Graça (Divulgação e apoio no lançamento do GET) http://assembleiapopulardagraca.wordpress.com/ https://www.facebook.com/pages/Assembleia-Popular-da-Gra%C3%A7a-earredores/186774191409967 3 - João Sem Medo http://www.joaosemmedo.org (Divulgação e “Incubação” prévia do curso em workshop)
  3. 3. Project GET www.projectget.org A Visão Uma organização global, com pólos de aprendizagem locais, assentes na transmissão de conhecimento para resolução de necessidades reais da sociedade, das pessoas enquanto indivíduos e organizações. A Missão Capacitar as pessoas para as ofertas de trabalho actuais, através da construção de programas de aprendizagem intensiva e orientados à resolução de necessidades concretas da sociedade, organizações e individuos, com uma atenção particular às pessoas que querem trabalhar e não o fazem ou por falta de competências ou por exclusão do actual mercado de trabalho.
  4. 4. Quem sois? Diogo Cordovil S. Cordeiro about.me/diogocordeiro Diogo Cordovil S. Cordeiro
  5. 5. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  6. 6. Previsões 15 25 15 Diogo Cordovil S. Cordeiro 25 10 5 5 20 5
  7. 7. O que disseram https://docs.google.com/forms/d/1T9fr_PMnZQ0fD6hWVuuOz6mUW61FFuO_lHlDYt8aeE/viewanalytics Diogo Cordovil S. Cordeiro
  8. 8. Planear: pensar no melhor método para atingir um resultado acidental.” ―Ambrose Bierce 1 - Um site de quê? 2 - Quem é o público-alvo do meu site ? 3 - Qual a informação que quero disponibilizar ? Diogo Cordovil S. Cordeiro
  9. 9. Exemplos de sites Diogo Cordovil S. Cordeiro
  10. 10. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  11. 11. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  12. 12. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  13. 13. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  14. 14. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  15. 15. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  16. 16. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  17. 17. Que páginas deve ter o site? Elementares (Mínimo): ● Entrada ● Serviços, ● Contactos Aconselhadas : ● Página de Apresentação, ● Lista de Serviços ● Detalhe de Serviço ● Portfolio / Testemunhos ● Contactos Diogo Cordovil S. Cordeiro (Quem somos, Os nossos valores , a história)
  18. 18. Exercicio (30 minutos) Escolher a ideia/projeto de site de uma outra pessoa do vosso grupo, e desenhar o que poderá ser o site delas. Interagir com a pessoa, e aproveitar o grupo para recolher feedback
  19. 19. Como construir um site, em menos de 5 minutos ? http://screencast.com/t/9RU4udDikHV Diogo Cordovil S. Cordeiro
  20. 20. Missão GET 1 - Guardar o desenho feito 2 - Em casa, em www.weebly.com, escolher entre : 1. Fazer site que desenharam em papel 2. Fazer o vosso próprio site 3. Fazer o site que desenharam e o vosso próprio site
  21. 21. O que fizemos hoje? ● ● ● ● ● ● Apresentações Conteúdos do Site Exemplos de Websites Apresentação do Site Desenho do site Atribuição de Missão
  22. 22. Contactos Diogo Cordovil S. Cordeiro about.me/diogocordeiro www.recibosonline.pt T: +351 91 995 03 59 E: diogo@diogocordeiro.pt www.projectget.org A Vida tem tudo a ver com Tempo, saber como o utilizar, como o gerir, como encontrar formas, para nós e para a Humanidade como um todo, de aumentar a qualidade desse mesmo tempo, e perpetuá-lo. A Vida é, portanto, o que fazemos do Tempo nela.
  23. 23. Dia 2
  24. 24. Resultado das Missões Apresentações
  25. 25. Exercicios - Clube Desportivo da Graça 1 - Clube Desportivo da Graça Página Inicial ● História do Clube ● Logo do Clube ● Contactos institucionais ● Destaques ● Área de inscrição de novos sócios Menus ● Desporto ○ Divulgação das várias modalidades ○ Formulário para receber inscrições ● Cultura ○ Divulgação dos vários eventos ○ Formulário para receber inscrições (p/evento) ● Recreio ○ Divulgação dos vários eventos/torneios/concursos… ○ Formulário para receber inscrições (p/evento) ● Associativismo (com acesso reservado - sócio fazer login) ○ Informação aos sócios ○ Divulgação de actividades ○ Actualização de dados (morada, telefone, email, etc.) ● Área de Links para exterior
  26. 26. Exercicio - Associação CheckIn
  27. 27. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  28. 28. Dia 3 Que ferramentas existem ?
  29. 29. Para conteúdos estáticos...
  30. 30. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  31. 31. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  32. 32. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  33. 33. Para interação do utilizador ...
  34. 34. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  35. 35. http://it-ebooks.info/go.php?id=776-1370536489-470d8d882fc2ad0f67c1c851763b6d88 Diogo Cordovil S. Cordeiro
  36. 36. Diogo Cordovil S. Cordeiro
  37. 37. Para Pessoas Com vontade de programar...
  38. 38. Várias plataformas ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● Weebly Wix Strikingly Simpl Google Sites Wordpress.org Joomla blogger.com wordpress.com Outra? Diogo Cordovil S. Cordeiro
  39. 39. Esclarecimento de questões Diogo Cordovil S. Cordeiro 2013-12-16
  40. 40. GET A Dádiva autêntica e consciente e a sustentabilidade
  41. 41. Economia de dádiva Em Ciências Sociais, economia de oferta, economia do dom, economia da doação, economia da dádiva ou ainda cultura da dádiva é uma forma de organização social na qual os membros fazem doações de bens e serviços valiosos, uns aos outros, sem que haja, formal ou explicitamente, expectativa de reciprocidade imediata ou futura, como no escambo ou num mercado. Todavia, a reciprocidade existe, não necessariamente envolvendo as mesmas pessoas, mas como uma corrente contínua de doações.1 http://pt.wikipedia.org/wiki/Economia_de_oferta
  42. 42. A Dádiva no GET O GET tem a missão de capacitar pessoas para a resolução de necessidades reais, e para o fazer, sem limitar entrada a ninguém, adopta a economia da dádiva para se tornar sustentável. A dádiva vai além dos Euros e adopta dois fins : 1 - Suporte directo à actividade do Projecto (Materiais e despesas associadas às sessões, sem incluir o tempo das pessoas) 2- Suporte indirecto ao Projecto : Para as pessoas que estão envolvidas com o projecto (ex: cooperantes, facilitadores, apoiantes)
  43. 43. A Dádiva no GET A dádiva vai além dos Euros e adopta dois fins : 1 - Suporte Material ao Projecto Materiais e despesas associadas às sessões (ex: VideoProjector, Deslocação e alimentação dos facilitadores, etc.) 2- Suporte às Pessoas do Projecto Para as pessoas que estão envolvidas com o projecto (ex: cooperantes, facilitadores, apoiantes)
  44. 44. GET e os Euros (½) O GET pretende suprir os custos básicos de vida de quem com ele interage. Aos Aprendizes, pretende capacitar com competências alinhadas com as necessidades actuais de trabalho, e com as habilidades para promover o seu bem-estar. Caso as necessidades sejam reais e correntes, e haja remuneração, a mesma será também transferida para os Aprendizes, em porções idênticas, valorizando o Tempo de trabalho. Aos Facilitadores, pretende valorizar o seu tempo procurando eliminar os seus custos básicos de vida, que o sistema dificulta ser sem dinheiro. Exemplos são a renda da casa, água, electricidade e transportes a longa distância.
  45. 45. GET e os Euros (2/2) Aos Cooperantes, as pessoas que trabalham para que o GET seja possível (o trabalho de suporte ao GET) pretende também valorizar o seu tempo como aos facilitadores. Aos Gestores de Espaços, pretende também no minimo assegurar os custos decorrentes da utilização dos mesmos (eletricidade, água, limpeza, etc.)
  46. 46. GET além dos Euros Outras formas de dádiva para as pessoas do GET, além dos Euros, são - Minutos, a quem estiver inscrito num sistema local de trocas no raio de alcance do GET - Alimentos - Produtos de Limpeza para o dia-a-dia (lavar roupa, lavar casa, etc.)
  47. 47. GET além dos Euros Necessidades directas de suporte existentes - Marca => Logotipo, cores, templates, etc. Video Projector Pessoas para divulgação Pessoas para apoio a facilitação Pessoas para identificar necessidades Estudos de Caso/Necessidades Reais para trabalhar Facilitadores das mais diversas áreas
  48. 48. Síntese ● Ferramentas para ○ Sites Estáticos ○ Sites de interação com utilizador ○ Programação de sites ● Dádiva e sustentabilidade do GET Diogo Cordovil S. Cordeiro

×