Modelo 1 de via-sacra

8,875 views

Published on

Proposta de via-sacra para a caminhada de quaresma 2012 da Diocese de Aveiro

Published in: Spiritual
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,875
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,432
Actions
Shares
0
Downloads
185
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Modelo 1 de via-sacra

  1. 1. Introdução ( feita pelo Guia)Reunimo-nos para meditar no mistério da morte e ressurreição de JesusCristo. Iremos fazê-lo seguindo de perto os textos bíblicos, que nos falamda morte de Jesus como caminho para a vida nova. Somos convidados ater os mesmos sentimentos de Jesus que, sendo Deus, se humilhou a simesmo e obedeceu até à morte e morte de cruz dando a vida por amor,confiando sempre no Pai. Dispostos a viver ao estilo de Jesus Cristo,vamos reviver o seu drama. Que esta celebração aumente a nossaesperança.O esquema será o seguinte:( O guia fará a leitura Bíblica) O sacerdote fará o comentário oportuno. E,no final, uma breve pausa para a nossa oração.No trajecto, entre uma estação e outra, contaremos uma estrofe de umcântico.1ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó JesusTodos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundoGuia: Jesus é condenado a morrer na cruzLeitura: ( Marcos 15, 1-15)Logo de manhã, os princípios dos sacerdotes reuniram-se em conselhocom os anciãos e os escribas; isto é, todo o silêncio; e tendo manietadoJesus, levaram-no e entregaram-no a Pilatos. Perguntou-Lhe Pilatos: “Tués o Rei dos Judeus?” Jesus respondeu-lhe: “ Tu o disseste”. Os príncipesdos sacerdotes acusavam-no de muitas coisas. Pilatos interrogou-O denovo, dizendo; “ Não respondes nada? Vê de quantas coisas és acusado!”Mas Jesus nada respondeu, de tal sorte que Pilatos estava admirado.Ora, em cada Festa, costumava soltar-lhes um preso que eles pedissem.Havia um, de nome Barrabás, preso com os insurrectos, o qual, numainsurreição, havia cometido uma morte. A multidão, subindo, começouque sempre lhes costumava fazer. Pilatos indagou : “ Quereis que vossolte o rei dos Judeus?” Porque sabia que os príncipes dos sacerdotes Otinham entregado por inveja. Os príncipes dos sacerdotes, porém,instigaram a multidão a pedir que soltasse, de preferência, Barrabás.Tomando novamente a palavra, Pilatos disse-lhes: “ Que quereis, pois quefaça daquele a quem chamais rei dos Judeus?”recomeçaram a gritar:Crucificai-O!” Pilatos insistiu: “ Que fez Ele de Mal?” Mas eles gritaram
  2. 2. ainda mais:” Crucificai-o “ Pilatos desejoso de agradar a multidão, soltou-lhes Barrabás e, depois de mandar açoitar Jesus, entregou-O para sercrucificado.Comentário: Como é fácil condenar um irmão porque nos incomoda, nosaborrece ou nos convida a mudar de esquemas de vida! Pais e filhos,governantes e governados, patrões e operários, adultos e jovens… todospassam muito tempo em crítica, dando a culpa ao outro e condenandoquem não tem as nossas ideias.Oração: Oremos, irmãos, por todos os que hoje são condenadosinjustamente,(breves momentos de silêncio)Todos: AmemCântico Deixa Teu Egoísmo”
  3. 3. 2ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Guia: Jesus carrega com uma cruz, em direcção ao CalvárioLeitura: ( Marcos 15, 16-20)Os soldados levaram-no para dentro do átrio, isto é, para o pretório, econvocaram toda a corte. Resistiram-no de um manto de púrpura, ecingiram-Lhe uma coroa de espinhos, que haviam tecido. Depoiscomeçaram a saudá-Lo: “ Salvé, ó rei dos Judeus!” Batiam-Lhe na cabeçacom uma cana, cuspiam-Lhe e, dobrando os joelhos, prostravam-se diantedele. Em seguida, depois de O terem escarnecido, tiraram-Lhe o manto depúrpura e vestiram-Lhe as suas roupas.Comentário: A violência humana não conhece limites; serve-se de tudo:Calúnias, desprezo, insultos, humilhações, prisão, tortura e morte.Actualmente, milhões de seres humanos suportam esta situação:interesses políticos, guerras, racismo, ideologias… A violência é de todosos dias. Não seremos também violentos? Como tratamos as pessoas decôr, os deficientes físicos ou mentais, os inimigos políticos, osignorantes?... Não será também o gozo e o desprezo a nossa arma?Oração: Oremos por aqueles que são desprezados ou marginalizados.(breves momentos de silêncio)Senhor, vós nos pedistes para sermos pacíficos.Desterrai do nosso coração toda a violência e ódio, para que todos sintamo direito de ser amados pelos irmãos. Vós que viveis…Todos: AmemCântico “Faz a Paz”
  4. 4. 3ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó JesusTodos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundoGuia: Jesus cai sob o peso da cruz.Leitura: O salmo 6Senhor, não me castigueis na Vossa ira, nem me repreendais no Vossofuror. Tende piedade de mim, Senhor, porque desfaleço; curai-me,Senhor, porque o meu coração está abalado. A minha alma estáestritamente perturbada, mas Vós, Senhor, até quando? Voltai, Senhor,livrai a minha alma, salvai-me pela Vossa misericórdia. Quando chegar amorte, ninguém se lembra de Vós; na mansão dos mortos quem Voslouvará? Estou esgotado de tanto gemer, todas as noites banho de prantoa minha cama, inundo de lágrimas o meu leito. Vão se consumindo demágoa os meus olhos, envelheci por causa dos meus adversários. Apartai-Vos de mim, quando praticais o mal, porque o Senhor atendeu a voz domeu gemido. O Senhor ouviu a minha súplica, o Senhor atendeu a minhaoração. Todos os meus inimigos sejam envergonhados e aterrados;retrocedam confundidos sem tardar.Comentário: Jesus geme de dor até ao ponto de dizer: « Meu Deus,porque me abandonaste?»Por vezes vivemos em situações parecidas: dúvidas, dificuldades, apuroseconómicos, angústias, desgostos… Ou então é o cansaço de viver. Cadaum de nós tem a sua cruz e sabe o seu nome.Jesus não disse « não» a uma vida de sacrifício. Seguiu até ao fim,confiando em Deus. Qual a nossa atitude? Desespero? Confiança?Oração: Oremos por aqueles que vivem angustiados sob o peso da vida.(breves momentos de silêncio)Senhor Deus, que sempre escutai as orações dos que em vós confiam, dai-nos fortaleza para caminharmos todos os dias levando a nossa cruz, com aesperança da vida nova. Por Cristo…Todos: AmemCântico: “Vede Senhor”
  5. 5. 4ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: que pela vossa santa cruz remiste o mundo.Guia: Maria acompanha a Jesus no seu sofrimentoLeitura: ( João 19, 25-27)Junto da cruz de Jesus estavam sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria,mulher de Cléofas e Maria de Magdala. Ao ver sua mãe e junto dela, odiscípulo que Ele amava, Jesus disse a sua mãe: “ Mulher, eis aí o teufilho”. Depois disse ao discípulo: “ Eis a tua mãe”. E, desde aquela hora, odiscípulo recebeu-A em sua casa.Comentário: Maria , de pé, junto de Jesus sofredor. É assim que oscristãos devem estar neste mundo: ao lado de todos os que sofrem,denunciando as injustiças e partilhando da dor dos marginalizados ouescravizados. O amor fraterno exige que sejamos solidários das dores eangústias dos nossos irmãos. Somos nós uma comunidade cristã que sofrecom os que sofrem?Oração: Oremos para que, à imitação de Maria, saibamos partilhar dosofrimento dos outros.(breves momentos de silêncio)Todos: AmemCântico: “Sendas de Paz”
  6. 6. 5ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Guia Simão de Cirene ajuda a Jesus a levar a cruz.Leitura: ( Marcos 15, 21)Levaram-nO, então, para O cruicificarem.Requisitaram, para Lhe levar a cruz, um homem que passava vindo docampo, Simão de Cirene, pai de Alexandre e de Rufo.Comentário: Simão de Cirene sacrificou-se por Jesus. Muitas vezes, navida, somos convidados a sacrificarmo-nos pelos outros : na família, nobairro, na escola, na comunidade, uma tragédia que acontece, um doenteao nosso lado… Saibamos reconhecer nessas situações um convite deDeus a dar a vida aos que não a têm. No serviço aos outros encontraremosuma fonte de alegria e de paz. Seremos capazes de ajudar os outros alevar a sua cruz?Oração: Oremos por aqueles que não encontram ninguém que lhes dê amão.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus, que fostes ajudado por Simão de Cirene, concedei-nos agenerosidade necessária para ajudar a todos os que vivem sós e se sentemdesamparados. Vós que viveis…Todos: AmemCântico: “ Põe tua Mão”
  7. 7. 6ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Guia: Uma mulher limpa o rosto de JesusLeitura: ( O salmo 68)Levanta-se o senhor e os Seus inimigos dispersam-se, fogem diante d`Eleos que O odeiam. Tal como se dissipa completamente o fumo, e aocontacto com o fogo, se derrete a cera, assim se dissipam os ímpios napresença do Senhor. Mas os justos alegram-se e rejubilam, diante doSenhor exultam de alegria. Louvai o Senhor, cantai salmos ao Seu nome,abri caminho Ao que cavalga sobre as estepes, Javé – é o Seu nome,regozijai-vos na Sua presença.Comentário: Quantas coisa nós podemos ler no rosto dos homem emulheres que passam ao nosso lado! Rostos cansados de trabalhadores;rostos tristes de gente só; rostos preocupados dos desempregados; rostosdesfigurados dos que sofrem; rostos envelhecidos dos viciados…E quem poderá ver o rosto interior! …Só Deus Vê os corações…Que significa para nós o rosto dessa gente que passa ao nosso lado?Sabemos olhá-los, olhos nos olhos, e comunicar-lhes estima, respeito,amizade?Oração: Oremos para que o rosto das pessoas reflicta o rosto de Deus,rosto de alegria e festa.(breves momentos de silêncio)Senhor Deus, que pelo Baptismo nos fizestes criaturas novas, fazei quetodas as pessoas espelham no seu rosto, mesmo cansado, alegria,esperança e paz.Todos: AmemCântico: (Dá-nos um Coração)
  8. 8. 7ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, Ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Guia: Jesus cai pela segunda vez.Leitura: ( O salmo 21)Em Vosso poder, Senhor, se alegra o rei, com o Vosso socorro exulta dealegria. Concedei-lhe os desejos do seu coração, não recusais os pedidosdos seus lábios. Ides ao seu encontro com bênçãos preciosas, colocais-lhesobre a cabeça uma coroa de ouro. Pede-Vos vida abundante e Vós aconcedestes, dias sem conta, pelos séculos fora. Grande glória lheconcedeu o Vosso auxílio, Vós o cumulais de esplendor e majestade.Comentário: O Justo confia no Senhor, pois Deus é mais forte que todas asforças da morte.As contrariedades da vida diária vêm pôr à prova a nossa esperança crsitã.Jesus confiou no Pai, E, animado por essa confiança, abriu os braços emorreu na cruz.Actualmente, somos convidados a descobrir o sentido da esperança.Apesar das ameaças à vida, dos conflitos que ameaçam com a guerranuclear, somos convidados a acreditar que a última palavra pertencerá aDeus. Em Cristo, o mal já foi vencido e sobre o mundo já está a brilhar aluz da ressurreição.Oração: Oremos por todos os que vivem à beira do desespero.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus, que na hora da morte vos sentistes abandonado, mastambém confiante no Pai, entregando-lhe o espírito, fazei que iluminemostoda a tragédia com a Luz da esperança.Todos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Cântico: (Deus de Amor)
  9. 9. 8ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remiste o mundo.Guia: Jesus consola as mulheres que choram por ele.Leitura: ( 23, 27b-31)Seguiam-no uma grande massa de povo e umas mulheres que selamentavam e choravam por Ele. Jesus voltou-se para elas e disse-lhes:“Filhas de Jerusalém, não choreis por Mim, chorai antes por Vós mesmas epelos vossos filhos, pois dias virão em que se dirá: “ Felizes as estéreis, osventres que não geraram e os peitos que não amamentaram”. Hão-deentão dizer aos montes:” Caí sobre nós!” e ás colinas:” Porque se tratamassim a madeira verde, o que acontecerá à seca?Comentário: Jesus não quer que lamentamos a sua morte, pois morreulivremente. Deseja que choremos o pecado que nos escraviza.O Homem moderno, esse que confia apenas no dinheiro, no poder, nosucesso e vive segundo esquemas egoístas, esse é que é digno decompaixão. Um homem que oferece a vida aos outros, por amor, esse nãomerece lamentações, mas sim admiração. Esse homem é um verdadeiroherói.Lamentamos os que vivem com o coração empedernido pelo egoísmo epelo orgulho.Lamentamos o que existe de maldade e pecado dentro do nosso coraçãodividido.Oração: Oremos pelos homens que vivem de coração empedernido.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus, que consolaste as mulheres que choravam e choraste diantedo vosso povo infiel, fazei que os pecadores se arrependam de toda amaldade e se convertam a uma vida nova.Vós que viveis…Todos: AmemCântico: (Na Terra há Máquinas que Oprimem)
  10. 10. 9ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remiste o mundo.Guia: Jesus cai pela terceira vez sob o peso da cruz.Leitura: (Lucas, 9, 23-26)Dirigindo-Se depois a todos, disse: “ Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, dia após dia, e siga-Me. Pois quem quisersalvar a sua vida, perdê-la-á, mas quem perder a sua vidas por Minhacausa, salvá-la-á. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro,perdendo-se ou condenando-se a si mesmo? Porque, se alguém seenvergonhar de Mim e das minhas palavras, dele se envergonhará o Filhodo Homem, quando vier na Sua glória e na glória do Pai e dos santosanjos.Comentário: Enquanto Jesus carrega a nossa cruz com a sua cruz, Pedro eos apóstolos resistem a carregar a cruz e fogem.Somos convidados a carregar a nossa cruz com coragem, com força dealma, com audácia. Faz parte da nossa condição cristã os momentos denoite escura, de dificuldade no seguimento de Jesus. Momentos dedúvidas de fé, e falta de coragem em remar contra a maré para ser sinalde contradição no nosso ambiente.Não nos podemos envergonhar da nossa opção por Cristo para que o Filhodo Homem não se envergonhe de nós quando vier na Sua glória.Oração: Oremos para que todos levemos a nossa cruz com coragem efortaleza.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus, que nos dissestes para carregarmos a nossa cru, fazei quenunca nos envergonhemos de seguir pelo caminho que nos é propostopela vossa mensagem.Vós que viveis…Todos: AmemCântico: Senhor Justo e Bom
  11. 11. 10ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó JesusTodos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Guia: Jesus chega ao Calvário e é despojado das suas vestes.Leitura: ( João 19, 23-24)Tendo os soldados crucificado Jesus, tomaram AS Suas vestes – de quefizeram quatro partes uma para cada soldado – e também a túnica, todatecida de alto a baixo, não tinha costura. Disseram uns aos outros: “ Não arasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será”. Assimse cumpriu a Escritura: “ Repartiram entre si as Minhas vestes e sobre aMinha túnica deitaram sortes” Assim fizeram pois, os soldados.Comentário: O evangelista João vê nessa túnica inconsútil, isto é, semcosturas, o símbolo da Igreja que deve permanecer unida.Como é triste o espectáculo de uma comunidade cristã, quando aspessoas se encontram se encontram divididas por ciúmes, preconceitos,orgulhosos, ódios, invejas, classes… Somos convidados a construir cada diamais unidade, limando arestas, aumentando o diálogo, perdoando asofensas, escutando mais, amando melhor.Oração: Oremos por todos os cristãos, para que vivam em unidade.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus, que rezaste pela unidade dos vossos dicípolos, pedindo aoPai que todos sejam um, fazei que vivamos em unidade no amor, para queo mundo acredite.Vós que viveis…Todos: AmemCântico: (É Tempo de ser Esperança)
  12. 12. 11ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó JesusTodos: Que pela vossa santa cruz remiste o mundoGuia: Jesus é pregado na cruzLeitura: ( Mateus 27, 37-43)Por cima da Sua cabeça, puseram um escrito indicando a causa da Suacondenação: “ Este é o Rei dos Judeus”. Foram crucificados com Ele dossalteadores, um à direita e outro à esquerda. Os que passavaminjuriavam-no meneando a cabeça e dizendo: “ Tu que destruías o temploe em três dias o reedificavas, salva-Te a ti mesmo, se és Filho de Deus,desce da cruz”. Os príncipes os sacerdotes com os escribas e os anciãostambém motejavam dele, dizendo: “ Salvou os outros e não pode salvar-sea Si mesmo. Se é o Rei de Israel, desça da cruz, e acreditaremos nele.Confiou em Deus, Ele que O livre agora, se O ama, pois disse: “ Eu sou oFilho de Deus!”Comentário: Aqueles que injuriavam a Jesus crucificado não faziam senãoexpressar uma grande verdade da nossa fé: Jesus é verdadeiramente onosso rei. Não um rei deste mundo. O seu reinado acontece onde háverdade e amor, justiça e liberdade, amor e paz. Ele era na verdade o Filhode Deus que veio para inaugurar o Reino. Que fazemos nós para que esteReino, semelhante a um grão de mostarda, cresça e se torne tão grandecomo a humanidade?Oração: Oremos por todos os que trabalham na construção do reino deDeus.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus, purificai a nossa fé e esperança, a fim de quecompreendamos qual o nosso empenho cristão neste mundo que nos foiconfiado, para o transformar em mundo novo.Vós que viveis…Todos: AmemCântico: (O Caminho)
  13. 13. 12ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remiste o mundo.Guia: Jesus morre na cruz para nossa salvação.Leitura: ( Mateus 27, 45-50)Desde a hora sexta, até à hora nona, as trevas envolveram toda a terra. E,cerca da hora nona, Jesus clamou em alta voz: “ Elli, Elli, lemasabacthani?” Isto é: “ Meu Deus, Meu Deus, porque Me abandonaste?”Alguns dos que ali se encontravam, disseram ao ouvi-Lo: “ Está a chamarpor Elias”. Um deles correu imediatamente, tomou uma esponja,embebeu-a em vinagre e, fixando-a numa cana, dava-Lhe de beber. Masos outros disseram: “ Deixa, vejamos se Elias vem salvá-Lo!” E, clamandooutra vez em alta voz expirou.Comentário: Adoremos a Cristo, que morre na cruz dando a vida, comoum bom pastor que dá a vida pelas suas ovelhas. Pensemos em Cristo,digamos-lhe a nossa gratidão.( Largo momento de reflexão)Oração: Oremos a Cristo que morreu para que tivéssemos vida(breve momento de silêncio)Senhor Jesus, crucificado numa cruz, como um criminoso, ajudai-nos acompreender a sabedoria da cruz, vendo nela um programa de vida e umpenhor de esperança.Todos: Amem(NÃO SE CANTA)
  14. 14. 13ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Guia: Jesus é descido da cruz e sepultado.Leitura: ( Mateus 27, 57-61)Ao cair da tarde, veio um homem rico de Arimateia, chamado José, quetambém se tornara discípulo de Jesus. Foi ter com Pilatos e pediu-lhe ocorpo de Jesus. Pilatos ordenou que Lho entregassem. José tomou ocorpo, envolveu-o num lençol limpo, e depositou-O num túmulo novo,que tinha mandado falhar na rocha. Depois, rolou uma grande pedra paraaporta do túmulo e retirou-se. Maria de Magdala e a outra Maria estavamali sentadas, em frente do sepulcro.Comentário: Jesus passa pelo túmulo e daí ressurgiu ao terceiro dia comohomem novo, com um corpo espiritual, glorioso.Paulo convida os cristãos a enterrarem o homem velho, o homem doegoísmo e do pecado, para ressurgir o homem novo que vive emsantidade.Que valor teria esta Via Sacra, se não abandonássemos nesse túmulo osnossos vícios, para nos empenharmos mais a sério no projecto cristão?Trata-se de realizar cada dia o que prometemos no dia do nosso Baptismo.Oração: Oremos para que cada dia aconteça em nós programa pascal.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus dissestes que o grão de trigo precisava de morrer para darfruto.Enviai-nos o vosso Espírito, para que renasçamos cada dia para uma vidamais seguindo a vossa mensagem.Vós que viveis…Todos: AmemCântico: O Senhor é Meu Pastor
  15. 15. OBS: NÃO DEVEREMOS CUMPRIR 14º ESTAÇÃO14ª ESTAÇÃOSac: Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus.Todos: Que pela vossa santa cruz remistes o mundo.Guia: Jesus ressuscita na manhã de Páscoa e vive.Leitura: Lucas 24, 1-9)No primeiro dia da semana, ao romper da alva, firam ao sepulcro, levandoos perfumes que haviam preparado. Encontraram a pedra do túmuloremovida e, entrando, não acharam o corpo de Senhor Jesus. Estando elasporplexas com o caso, apareceram-lhes dois homens em trajesresplandecentes, como estivessem amedrontadas e voltassem o rostopara o chão, eles disseram-lhes: “ Porque buscais entre os mortos Aqueleque ressuscitou! Lembrai-vos de como vos falou quando ainda estava naGalileia, dizendo que o Filho do Homem havia de ser entregue às mãosdos pecadores, ser crucificado, e ressuscitar ao terceiro dia”. Recordam-seentão, das Suas palavras. Voltando do túmulo, foram contar tudo isto aosonze e a todos os restantes.Comentário: Não julgueis que a Via Sacra com a ressurreição é umanovidade. Pelo contrário, não terminar assim seria cair no erro dessasmulheres que procuravam entre os mortos aquele que está vivo…Cristo não esta no túmulo. Cristo vive na glória do Pai. Cristo vive nossinais da Palavra e do Pão da Eucaristia. Cristo vive na comunidade que sereúne em seu nome.Ele precisa de nós para que o anunciemos com alegria. Olhando para onosso jeito de viver com os outros no mundo as pessoas dirão: « Aí está oEspírito de Cristo vivo em acção nos seus seguidores».Oração: Oremos para que Jesus faça de nós suas testemunhas.(breves momentos de silêncio)Senhor Jesus Cristo, que nos mandastes ser sal e luz no mundo, enviai-noso vosso Espírito com abundância, para sermos vossas testemunhas emtoda a parte.Vós que viveis…Todos: AmemCântico: Louvado Sejas

×