Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Escola Secundária de Caldas das Taipas<br />Ano Lectivo 2009/2010<br />Disciplina de História<br />A condição operária<br />
O Proletariado industrial<br />Os proletariados:<br />permaneciam nos centros industriais, onde encontravam trabalho;<br ...
Os populares perderam propriedades:<br />1)Nos campos<br />o progresso agrícola devastou os pequenos e médios agricultore...
A instabilidade do emprego<br />o trabalho definitivo era uma raridade, e por isso precioso;<br />obtinham antes contrat...
O comportamento profissional dos operários:<br />A instabilidade da situação de emprego originou o aparecimento de três ti...
Os salários<br /><ul><li>Os salários dos operários eram baixos, o que os manteve no limiar do mínimo de sobrevivência;
Os operários que se encontravam numa situação de emprego com contrato periódico recebiam salários ainda menores.</li></li>...
As condições de trabalho desumanas:<br />Grande parte das indústrias funcionava em espaços degradados e impróprios, como ...
As condições de vida<br />  Assim, os operários viram afastados das refeições os bens alimentares mais caros. E sendo suj...
Os compartimentos eram escuros e muitos sem ventilação directa para o exterior;<br />Não permitiam a privacidade do casal ...
A degradação familiar<br />as ligações conjugais desfaziam-se com <br />	facilidade; <br />a taxa do abandono infantil era...
Degradação familiar<br />
Os vícios<br />A prostituição<br />A marginalidade<br />O álcool<br />O crime<br />A vagabundagem<br />A mendicidade<br />
Associativismo e Sindicalismo<br />Os operários<br />Sofriam<br />Associativismo<br />De duras condições de trabalho e de ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A+condiçã..

2,979 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A+condiçã..

  1. 1. Escola Secundária de Caldas das Taipas<br />Ano Lectivo 2009/2010<br />Disciplina de História<br />A condição operária<br />
  2. 2. O Proletariado industrial<br />Os proletariados:<br />permaneciam nos centros industriais, onde encontravam trabalho;<br />eram os operários que formaram uniões profissionais para propor justiça social e uma melhor distribuição da riqueza nas sociedades.<br />Assim, o proletariado é uma condição económico-socialcujos membros possuem como único meio de subsistência a sua força de trabalho e não necessitam de uma aprendizagem prolongada, pois ficavam escravizados a uma máquina.<br />
  3. 3.
  4. 4. Os populares perderam propriedades:<br />1)Nos campos<br />o progresso agrícola devastou os pequenos e médios agricultores e desterrou os rendeiros e outros camponeses.<br />2)Entre o artesanato rural ou urbano<br />o regime de livre concorrência fez com que muitas pequenas oficinas fechassem as portas, sendo ultrapassadas pela crescente industrialização.<br />
  5. 5. A instabilidade do emprego<br />o trabalho definitivo era uma raridade, e por isso precioso;<br />obtinham antes contratos periódicos que variavam muito ao longo do ano, da semana e até ao longo do mesmo dia de trabalho (contratação à hora);<br />Esta situação deveu-seà ambição do patronato industrial, que desejando alcançar o maior lucro possível procurava reduzir os custos da produção e derrotar a concorrência nos mercados. Assim, era-lhes mais rentável recorrer a uma mão-de-obra de curto prazo que se despedia quando não necessária.<br />
  6. 6.
  7. 7. O comportamento profissional dos operários:<br />A instabilidade da situação de emprego originou o aparecimento de três tipos de comportamentos profissionais dos operários:<br />1) Muitos aliavam o trabalho agrícola com o trabalho na indústria;<br />2) Outros iam para as cidades fabris por vários anos;<br />3) Uma minoria optava definitivamente pelo trabalho nas fábricas, a tempo inteiro;<br />
  8. 8. Os salários<br /><ul><li>Os salários dos operários eram baixos, o que os manteve no limiar do mínimo de sobrevivência;
  9. 9. Os operários que se encontravam numa situação de emprego com contrato periódico recebiam salários ainda menores.</li></li></ul><li>A necessidade de sobreviver generalizou o emprego às mulheres e às crianças, cuja força de trabalho, passou a ser preferida pelos patrões pois:<br />Usavam-na para diminuir os custos de produção, visto que estas recebiam salários inferiores aos masculinos.<br />
  10. 10. As condições de trabalho desumanas:<br />Grande parte das indústrias funcionava em espaços degradados e impróprios, como caves ou barracões improvisados; <br />Os operários aglomeravam-se às dezenas nesses espaços frios e húmidos, mal iluminados e arejados, 12 horas seguidas.<br />Estas condições de trabalho cansavam e desmotivavam o operário. <br />Com o aperfeiçoamento do processo produtivo, o trabalho do operário tornou-se mais rotineiro e monótono.<br />
  11. 11.
  12. 12. As condições de vida<br /> Assim, os operários viram afastados das refeições os bens alimentares mais caros. E sendo sujeitos a esforços físicos e a pouco descanso, os seus organismos enfraqueciam com rapidez, originando doenças. <br />Os salários de miséria que os operários recebiam não lhes servia para muito face à subida constante do custo de vida. <br />A situação agravava-se com as más condições de habitação:<br /> - O alto preço de alojamento e a ausência de construções especificas para operários levou-os para velhos prédios improvisados e degradados.<br />
  13. 13.
  14. 14. Os compartimentos eram escuros e muitos sem ventilação directa para o exterior;<br />Não permitiam a privacidade do casal em relação aos filhos; dos irmãos em relação às irmãs, dos vizinhos entre si;<br />Os alojamentos sem condições:<br />Raramente possuíam fornecimento directo de água ou de gás, de iluminação e de aquecimento;<br />As instalações sanitárias, quando existiam, eram comuns a várias famílias e colocadas no exterior dos apartamentos;<br />
  15. 15. A degradação familiar<br />as ligações conjugais desfaziam-se com <br /> facilidade; <br />a taxa do abandono infantil era <br />elevada;<br />e o desrespeito dos filhos pelos pais <br /> acentuou-se.<br />os esposos maltratavam-se;<br />
  16. 16. Degradação familiar<br />
  17. 17. Os vícios<br />A prostituição<br />A marginalidade<br />O álcool<br />O crime<br />A vagabundagem<br />A mendicidade<br />
  18. 18. Associativismo e Sindicalismo<br />Os operários<br />Sofriam<br />Associativismo<br />De duras condições de trabalho e de vida<br />Sentiram a necessidade de criar<br />Sindicalismo<br />

×