PoluiçãO Dos Recursos HíDricos

20,652 views

Published on

Published in: Education, Technology, Business
2 Comments
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
20,652
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
207
Comments
2
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PoluiçãO Dos Recursos HíDricos

  1. 1. Poluição dos Recursos Hídricos
  2. 2. <ul><li>A água é um recurso determinante para a vida sobre a terra. Freqüentemente o Brasil é associado a fator clima e ecossistemas favoráveis a biodiversidade, principalmente se afirma erroneamente que o país tem uma reserva de água superior aos demais países, porém é preciso verificar a qualidade desse recurso, pois muitas vezes é contaminado principalmente por produtos agroquímicos. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>O lençol freático é muito contaminado por produtos provenientes não só da agricultura como do lixo que não tem sido tratado de forma adequada pelos governantes e a sociedade em geral. </li></ul>
  4. 4. Poluição hídrica <ul><li>O planeta Terra é composto por 75% de água. </li></ul><ul><li>Apenas 1% desse total está disponível para o consumo. </li></ul>
  5. 6. Principais Causas <ul><li>As principais causas da contaminação são atribuídas principalmente ao agronegócio e à atividade industrial. </li></ul><ul><li>O lançamento de esgotos diretamente nos rios e a exposição de resíduos em lixões. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>A mineração, a produção de suco de laranja e de derivados da cana-de-açúcar são “destaques negativos” da poluição hídrica </li></ul><ul><li>A “euforia” com a produção de biodiesel, também tem agravado a poluição hídrica do país. </li></ul>
  7. 8. A classificação da água poluída <ul><li>A classificação de água poluída depende do seu uso, e do equilíbrio que existe entre o meio aquático e a sua fauna e flora, assim sendo, uma água pode ser imprópria para consumo humano, mas estando em equilíbrio com o seu meio não poder ser classificada como poluída. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>As conseqüências sobre o meio ambiente, são inúmeras, e muitas já são irreversíveis. Chuvas ácidas, inundações, redução do potencial hídrico do planeta, poluição dos rios e ar, redução da camada de ozônio que protege o planeta da radiação, aquecimento do clima, degelo, aparecimento de inúmeras doenças ocasionadas pela poluição, são alguns dos graves exemplos das conseqüências e do nível de degradação da natureza que ora o planeta se encontra. </li></ul>
  9. 10. Tipos de resíduos <ul><li>Os resíduos gerados pelas indústrias, cidades e atividades agrícolas são sólidos ou líquidos, tendo um potencial de poluição muito grande. </li></ul><ul><li>Os resíduos gerados pelas cidades, como lixo, entulhos e produtos tóxicos são carreados para os rios com a ajuda das chuvas. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Os resíduos líquidos carregam poluentes orgânicos (que são mais fáceis de ser controlados do que os inorgânicos, quando em pequena quantidade). </li></ul><ul><li>Os esgotos domésticos contém materiais orgânicos que nutrem bactérias aeróbias que consomem oxigênio da água podendo matar todo ser vivente nele contido por asfixia. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Resíduos nos estados sólido e semi-sólido, que resultam de atividades da comunidade de origem industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Ficam incluídos nesta definição os lodos provenientes de sistemas de tratamento de água, aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos cujas particularidades tornem inviável seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpos de água, ou exijam para isso soluções técnica e economicamente inviáveis face à melhor tecnologia disponível. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>A manutenção de estoques de água potável para consumo humano (na agricultura, nas casas e na indústria) e para o equilíbrio dos ecossistemas é um desafio crescente para muitas sociedades. A alocação dos recursos hídricos para esses diferentes usos também se tem tornado bastante complexa. Algumas estimativas demonstram que no ano 2025, quando a população mundial provavelmente ter• atingido a cifra de 8 bilhões de pessoas, toda a água acessível no mundo para consumo será necessária para atender às necessidades de produção agrícola, uso doméstico e industrial e para o atendimento das necessidades dos ecossistemas. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>A Organização Mundial de Saúde estima que mais de 5 milhões de pessoas morrem por ano por doenças relacionadas ao consumo de água não-potável e à falta de acesso a saneamento básico e condições de higiene adequadas. Esses números incluem 3 milhões de crianças que morrem de doenças diarréicas, transmissíveis pela água. </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Embora muitas soluções sejam buscadas em esferas governamentais e em congressos mundiais, no cotidiano todos podem colaborar para que a água doce não falte. A economia e o uso racional da água deve estar presente nas atitudes diárias de cada cidadão. A pessoa consciente deve economizar, pois o desperdício de água doce pode trazer drásticas conseqüências num futuro pouco distante. </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Dicas de economia de água : Feche bem as torneiras, regule a descarga do banheiro, tome banhos curtos, não gaste água lavando carro ou calçadas, reutilize a água para diversas atividades, não jogue lixo em rios e lagos, respeite as regiões de mananciais. </li></ul>
  16. 17. <ul><li>E.E.E.F.M. CEL. ALUÍZIO PINHEIRO FERREIRA </li></ul><ul><li>Alunos: Anna Virginia Cardoso, Thainá Rudnick, Rafaela Guedes, Jaqueline. </li></ul><ul><li>1ª ano “B” Nº: 2, 26, 29 e 34. </li></ul>

×