Adequaocurricularec303 110708115335-phpapp02

400 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
400
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Adequaocurricularec303 110708115335-phpapp02

  1. 1. O currículo cumpre a função de orientar asatividade educativas, suas finalidades e asformas de executá-las o movimento dainstituição educacional.É portanto o reflexo das intençõeseducativas e o processo organizado parao desenvolvimento das aprendizagens .
  2. 2. Deve ser atualizado, de forma a encontrar-se acessível e efetivamente representativo dasexpectativas pedagógicas de todosenvolvidos nesse processo, a fim de garantir orespeito às particularidades dos estudantes eoportunizar condições de aprendizagem paratodos.
  3. 3.  Estabelecer desafios de aprendizagem compatíveis com as condições do estudante; Responder à diversidade das necessidades de aprendizagem dos estudantes; e Superar barreiras potenciais à aprendizagem e à avaliação tanto do estudante como da turma (MITTLER, 2003, p. 145).
  4. 4.  Tem em vista uma pedagogia diferenciada como resposta à diversidade, considerando a possibilidade de diferenciação de atividades propostas e o uso de materiais e de equipamentos convergentes com as necessidades identificadas de acordo com a SINGULARIDADE DO SUJEITO.
  5. 5. Art. 5º Consideram-se educandos com necessidades educacionais especiais os que, durante o processo educacional, apresentarem:I - dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvolvimento que dificultem o acompanhamento das atividades curriculares, compreendidas em dois grupos:a) aquelas não vinculadas a uma causa orgânica específica;b) aquelas relacionadas a condições, disfunções, limitações ou deficiências;II – dificuldades de comunicação e sinalização diferenciadas dos demais alunos, demandando a utilização de linguagens e códigos aplicáveis;III - altas habilidades/superdotação, grande facilidade de aprendizagem que os leve a dominar rapidamente conceitos, procedimentos e atitudes.(RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 2, DE 11 DE SETEMBRO DE 2001)
  6. 6. Atendimento dos estudantes comnecessidades educacionais especiais de modoa favorecer a sua escolarização.Reitera-se que o currículo regular é tomadocomo referência básica e, a partir dele, sãoadotadas formas progressivas para adequá-lo,a fim de nortear a organização do trabalhode acordo com as necessidades doestudante.
  7. 7. Sua aplicação deve dar-se a fim de tornaro currículo apropriado às peculiaridadesdos estudantes com necessidadeseducacionais especiais, tornando-odinâmico e passível de ampliação, a fimde que atenda realmente a todos osestudantes que dele precisam.
  8. 8. Adequações curriculares implica, portanto,numa postura de disponibilidade dos agenteseducacionais em atuar de formadiversificada e eficaz frente às dificuldadesde aprendizagem dos estudantes.
  9. 9. “O QUE”, “COMO” E “QUANDO” oestudante deve aprender. E, para tanto,atentar-se para as formas deorganização do ensino que serão maiseficazes nesse processo de aprendizageme, ainda, à análise da melhor forma e domomento adequado para se efetuar aavaliação desse processo educativo.
  10. 10. Lembrando que a avaliação mais eficaz éaquela que se dá de maneira processuale continuada e tem como finalidade averificação do sucesso do processoeducativo como um todo.
  11. 11. MUITOsignificativasPOUCO significativas
  12. 12. É necessário atentar-se às habilidades adaptativase à funcionalidade do estudante, a fim de definirquais aspectos necessitam sofrer alterações, dequais formas e com qual intensidade devem serestabelecidas.
  13. 13.  identificação de áreas relevantes para provimento do apoio; identificação de apoio relevante para cada área; avaliação do nível ou intensidade do apoio; e registro do plano individualizado de apoio.
  14. 14. ...Não deve ser entendida como processoexclusivamente individual ou proveniente dedecisão que envolva apenas professor e oestudante... devem focalizar, a organizaçãoda instituição educacional , à acessibilidade,serviços de apoio especializados .
  15. 15. Antes de propor a modalidade deapoio e as conseqüentes adequaçõescurriculares para os estudantes quedelas necessitam, o professor deveconhecer as necessidades educacionaisespeciais desse estudante, suaspotencialidades e suas deficiências
  16. 16. ...É imperioso ressaltar que é necessáriosair do modelo clínico e buscar umavisão mais ampla desse estudante. Éde fundamental importância conhecer oprocesso de desenvolvimento do estudante.
  17. 17.  Organizativas Objetivos e Conteúdos Avaliativas Procedimentos Didáticos e Atividadesde Ensino-Aprendizagem
  18. 18. Se as habilidades não forem atingidas duranteo desenvolvimento do currículo do EnsinoFundamental, deve-se optar pela emissão docertificado de terminalidade específica.O estudante poderá ser encaminhado para aEducação de Jovens e Adultos e para cursosde educação profissional, assim como serefetivada sua inserção no mundo de trabalho.
  19. 19. Deverá vir acompanhado de registros, procedimentos, avaliações e das habilidades atingidas pelo estudante.Devem ser realizados conjuntamente com a equipe pedagógica da instituição educacional JUNTO COM UM PARECER DESCRITIVO
  20. 20. “As adequações curriculares são medidaspedagógicas adotadas em diversos âmbitos daescola. Visam o atendimento das dificuldades deaprendizagem e das necessidades educacionaisespeciais dos educandos, favorecendo suaescolarização. Consideram o critério decompetência acadêmica dos alunos, tendo comoreferência o currículo regular buscando maximizaras suas potencialidades, sem ignorar aslimitações que apresentam e suas necessidadeseducacionais especiais.”

×