Successfully reported this slideshow.
Colégio Objetivo-Unidade “Pequeno Príncipe”. Alto Araguaia, 01 de junho de 2010. Disciplina:Geografia Docente: Nádia Disce...
Formas topográficas  <ul><li>Relevo  é o conjunto de formas que compõem a superfície rochosa da Terra. </li></ul><ul><li>A...
Planaltos <ul><li>São superfícies elevadas, com ondulações suaves, delimitadas por escarpas que constituem declives e nos ...
<ul><li>Planalto Brasileiro  </li></ul><ul><li>Planalto das Guianas </li></ul>
Depressões <ul><li>Nas  depressões  a altitude da superfície é mais baixa que as formas de relevo que as circundam. Classi...
<ul><li>Cataratas do Iguaçu (Bacia do Paraná) </li></ul><ul><li>Vale do Rio São Francisco do Paraná) </li></ul>
Planícies <ul><li>Planícies   são superfícies que apresentaram pequenos movimentos na crosta, sendo quase completamente ap...
Planície Amazônica
Planície do Pantanal Mato-Grosesse
Montanhas <ul><li>Montanhas são aquelas regiões em que ainda hoje os processos internos superam os externos, ou seja, o so...
 
Características do relevo brasileiro  <ul><li>O relevo do Brasil tem formação muito antiga e resulta principalmente de ati...
Pontos Culminantes do Brasil Pico Pico Altitude (m) da Neblina Imeri (Amazonas) 3.014 31 de Março Imeri (Amazonas) 2.992 d...
<ul><li>Pico da Neblina  Pico  da Bandeira </li></ul><ul><li>Pico  31 de Março  </li></ul><ul><li>Pico  do Cruzeiro  </li>...
Classificações de relevo    <ul><li>Uma das classificações mais atuais é do ano de 1995, de autoria do geógrafo e pesquisa...
 
O mais famoso pão-de-açúcar, é do Rio de Janeiro
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Jhenny

1,264 views

Published on

Published in: Travel, Technology
  • Be the first to comment

Jhenny

  1. 1. Colégio Objetivo-Unidade “Pequeno Príncipe”. Alto Araguaia, 01 de junho de 2010. Disciplina:Geografia Docente: Nádia Discente: Jhenny Kethelly Souza Magalhães 2° ano Ensino Médio
  2. 2. Formas topográficas <ul><li>Relevo é o conjunto de formas que compõem a superfície rochosa da Terra. </li></ul><ul><li>As formas de relevo, dependendo da atuação de agentes internos e externos, o mesmo pode apresentar diversas formas . As principais são: montanhas, planaltos, planícies e depressões. </li></ul>
  3. 3. Planaltos <ul><li>São superfícies elevadas, com ondulações suaves, delimitadas por escarpas que constituem declives e nos quais os processos de destruição superam os de construção. De estrutura sedimentar, mas podem ser formados pelo soerguimento de blocos magmáticos. </li></ul><ul><li>Planalto Meridional Planalto Central </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Planalto Brasileiro </li></ul><ul><li>Planalto das Guianas </li></ul>
  5. 5. Depressões <ul><li>Nas depressões a altitude da superfície é mais baixa que as formas de relevo que as circundam. Classificam-se em depressões absolutas, q uando estão abaixo do nível do mar, e relativas, quando estão acima. Em geral, as depressões relativas decorrem de intensos processos erosivos ocorridos nas bordas de planaltos. A região em que se encontra o mar Morto é um exemplo de depressão absoluta. Um vale em um planalto ou entre montanhas constitui uma depressão relativa de forma alongada. </li></ul><ul><li>Depressão sertaneja </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Cataratas do Iguaçu (Bacia do Paraná) </li></ul><ul><li>Vale do Rio São Francisco do Paraná) </li></ul>
  7. 7. Planícies <ul><li>Planícies são superfícies que apresentaram pequenos movimentos na crosta, sendo quase completamente aplainadas. São delimitadas por aclives, e os processos de deposição superam os de desgaste. Podem ser classificadas em planícies costeiras, quando o agente de sedimentação é o mar; fluviais , quando um rio é responsável por sua formação: e planícies de origem lacustre, ou seja, formadas pela ação de um lago. </li></ul>
  8. 8. Planície Amazônica
  9. 9. Planície do Pantanal Mato-Grosesse
  10. 10. Montanhas <ul><li>Montanhas são aquelas regiões em que ainda hoje os processos internos superam os externos, ou seja, o soerguimento é mais forte que a erosão. Os Andes, as Rochosas, os Alpes, o Himalaia ainda apresentam falhamentos, terremotos e vulcanismos, demonstrando a forte atuação dos agentes internos. É comum, no entanto, considerar montanhas aquelas áreas que, mesmo antigas, apresentam altitudes superiores a 300 metros. </li></ul>
  11. 12. Características do relevo brasileiro  <ul><li>O relevo do Brasil tem formação muito antiga e resulta principalmente de atividades internas do planeta Terra e de vários ciclos climáticos. A erosão, por exemplo, foi provocada pela mudança constante de climas úmido, quente, semi-árido e árido. Outros fenômenos da natureza (ventos e chuvas) também contribuíram no processo de erosão. </li></ul>
  12. 13. Pontos Culminantes do Brasil Pico Pico Altitude (m) da Neblina Imeri (Amazonas) 3.014 31 de Março Imeri (Amazonas) 2.992 da Bandeira do Caparaó (Espírito Santo/Minas Gerais) 2.890 Roraima Pacaraima (Roraima) 2.875 Cruzeiro do Caparaó (Espírito Santo) 2.861
  13. 14. <ul><li>Pico da Neblina Pico da Bandeira </li></ul><ul><li>Pico 31 de Março </li></ul><ul><li>Pico do Cruzeiro </li></ul>
  14. 15. Classificações de relevo   <ul><li>Uma das classificações mais atuais é do ano de 1995, de autoria do geógrafo e pesquisador Jurandyr Ross, do Departamento de Geografia da USP (Universidade de São Paulo). Seu estudo fundamenta-se no grande projeto Radambrasil, um levantamento feito entre os anos de 1970 e 1985. O Radambrasil tirou diversas fotos da superfície do território brasileiro, através de um sofisticado radar acoplado em um avião. Jurandyr Ross estabelece 28 unidades de relevo, que podem ser divididas em planaltos, planícies e depressões. </li></ul>
  15. 17. O mais famoso pão-de-açúcar, é do Rio de Janeiro

×