Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Modelos de síntese

177,817 views

Published on

Published in: Education

Modelos de síntese

  1. 1. Fundação Edson Queiroz Universidade de Fortaleza Modelos de Síntese Fortaleza – Ceará 2010
  2. 2. Para que servem os modelos de sínteses <ul><li>Auxiliar na organização e memorização do conteúdo dos textos. </li></ul><ul><li>Garantir uma melhor compreensão do texto lido. </li></ul><ul><li>Deixar registros que podem ser utilizados posteriormente, pelo leitor. </li></ul><ul><li>Tornar mais rápida a pesquisa e revisão de textos lidos. </li></ul>
  3. 3. O RESUMO <ul><li>É uma concentração de idéias sem quebra de sentido, obedecendo ao fio lógico do texto. O Resumo facilita o trabalho de captar, analisar, fixar e integrar o que está sendo estudado. Nele as idéias principais do texto deveram ser destacadas. </li></ul><ul><li>Quem resume apresenta com as próprias palavras os pontos relevantes de um texto, procurando expressar suas idéias essenciais na progressão e no encadeamento em que aparecem. </li></ul><ul><li>No resumo não pode apresentar juízo crítico ou comentários pessoais, também deve se evitar transcrições das frases originais. </li></ul>
  4. 4. Modelo Resumo Resumo do Texto RUIZ, João Álvaro. Como aproveitar o tempo das aulas. In: . Metodologia científica: guia para eficiência nos estudos. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1996. p. 29-30. Na quase generalidade dos casos, o tempo que o aluno passa nas salas de aula constitui a maior parte do tempo que dedica aos estudos. Para aproveitar o tempo das aulas, é preciso frequentá-la, e desde o início, pois aquele que chega depois tem dificuldade de apanhar-lhe o fio, causa perturbação e prejudica o andamento da aula. É preciso levar o material adequado ao trabalho do dia: os livros, o texto que serviu para a preparação da aula e material para apontamentos. É importante o silêncio exterior (não distrair os outros) e o silêncio interior (não distrair a si próprio). O silêncio interior consiste em deixar fora da sala de aula todo problema que nada tem a ver com a aula. O silêncio exterior cria o clima ao bom rendimento da aula.
  5. 5. O FICHAMENTO <ul><li>O fichamento é uma investigação que se caracteriza pelo ato de fichar (registrar) todo o material necessário à compreensão de uma texto ou tema, seria uma espécie de catalogação de autores, obras e seus conteúdos. Não há uma só forma de fichar. </li></ul><ul><li>A função do fichamento é você colocar à disposição do pesquisador, de maneira organizada e seletiva um conjunto de informações de obras de consultadas, imprescindíveis para a elaboração de trabalhos acadêmicos. </li></ul>
  6. 6. Modelo Fichamento
  7. 7. A RESENHA <ul><li>A resenha é um resumo crítico mais amplo, que comporta, na elaboração dos comentários, a utilização de opiniões de diversas autoridades científicas em relação à obra do autor estudado. </li></ul><ul><li>  Procedimentos para sua elaboração: </li></ul><ul><li>Redação da resenha com impessoalidade; </li></ul><ul><li>Não apresentar em parágrafo único; </li></ul><ul><li>Estrutura: referência (cabeçalho) e conteúdo do resumo. </li></ul>
  8. 8. Modelo Resenha
  9. 9. REFERÊNCIAS <ul><li>BASTOS, N. M. G. Introdução à metodologia do trabalho acadêmico. Fortaleza: Nacional, 2005. </li></ul><ul><li>LAKATOS, E. M.; MARCAI, M. A. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 2006. </li></ul><ul><li>SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 2007. </li></ul>
  10. 10. (...) &quot;Pesquisar é ver o que outros viram, e pensar o que nenhum outro pensou.&quot; Albert Szent-Gyorgyi
  11. 11. FIM

×