Successfully reported this slideshow.

IntroduçãO Ao Comportamento Do Consumidor

6,729 views

Published on

Published in: Education, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

IntroduçãO Ao Comportamento Do Consumidor

  1. 1. INTRODUÇÃO AO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR PROF. DAWISON CALHEIROS
  2. 2. TRÊS PERSPECTIVAS DE PESQUISA SOBRE O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR • A Perspectiva da Tomada de Decisão • A Perspectiva Experiencial • A Perspectiva da Influencia Comportamental
  3. 3. A PERSPECTIVA DA TOMADA DE DECISÃO. . . . . . Propõe que a compra resulta da Modelo Genérico de Decisão percepção dos consumidores de que –Reconhecimento do eles têm um problema e problema então se movem em –Busca direção a uma série de –Avaliação da alternativa passos racionais para –Opção resolve-lo –Avaliação da Pós- aquisição
  4. 4. A PERSPECTIVA EXPERIENCIAL. . . . Propõe que em alguns casos a compra resulta da necessidade do consumidor de se divertir, criar fantasias, obter emoções e sentimentos. Usa normalmente métodos de pesquisa interpretativa.
  5. 5. A PERSPECTIVA DA INFLUÊNCIA COMPORTAMENTAL. . . . . . Assume que intensas forças ambientais impulsionam os consumidores a fazer compras sem necessariamente desenvolverem primeiro fortes sentimentos e crenças acerca do produto.
  6. 6. MEMÓRIA E APRENDIZAGEM COGNITIVA . . . Afeta os estágios de exposição, atenção e compreensão . . . Permite aos consumidores antecipar os estímulos que podem encontrar
  7. 7. MODELO DE MEMÓRIA ARMAZENAMENTO MÚLTIPLO • Três tipos diferentes de armazenagem de memória: • Memória Sensorial • Memória Temporária • Memória Permanente
  8. 8. • A MEMÓRIA SENSORIAL ocorre no estágio de pré-atenção onde um estímulo é brevemente analisado para se determinar se ele receberá um processamento extra.
  9. 9. • A MEMÓRIA TEMPORÁRIA é onde a informação é armazenada temporariamente enquanto as pessoas estão processando-a de forma ativa. É como a memória RAM no computador.
  10. 10. • A MEMÓRIA PERMANENTE é ligada a memória temporária através de processos de codificação e recuperação. É como a unidade de disco no computador. • A memória trabalha como processadores paralelos.
  11. 11. MEMÓRIA SENSORIAL. . . . . . Consiste da explosão de células nervosas, de curta duração, geralmente menos que um segundo.
  12. 12. MEMÓRIA TEMPORÁRIA. . . . . . É o local onde a informação é temporariamente armazenada enquanto é processada. Também é chamada de memória de trabalho. – Rehearsal é a repetição silenciosa da informação a fim de codifica-la na memória permanente. – Se a informação na memória temporária não for repetida, ela se perde em 30 segundos.
  13. 13. MEMÓRIA PERMANENTE . . . tem essencialmente capacidade ilimitada para armazenar informações permanentemente. – A informação armazenada é semântica ou visual. A memória semântica trata da codificação e armazenagem de palavras e significados. A visual trata da armazenagem de imagens. – A memória permanente é essencialmente permanente.
  14. 14. COMO OS CONSUMIDORES ADQUIREM CONHECIMENTO? • Aprendizagem cognitiva: processo de formar associações, resolver problemas e adquirir insights. • Aprendendo através da Educação. Obtendo informação de empresas que estão tentando ensinar o consumidor. • Aprendendo através da Experiência. Contato real/uso de produtos.
  15. 15. Dez Conceitos Principais • Conceito de Motivação • Teoria do processo • Necessidades do oponente consumidor • Teoria do Ótimo Nível • Condicionamento de Estímulo Operante • Teoria de Reatância • Condicionamento • Risco percebido Clássico • Atribuições do • Aprendizagem vicária consumidor
  16. 16. O que é Motivação? • Motivação refere-se a um estado ativado dentro de uma pessoa o qual leva a um comportamento direcionado por objetivo. – Consiste dos impulsos, anseios, desejos ou vontades que iniciam a seqüência de eventos que levam a um comportamento.
  17. 17. • NECESSIDADES... • O reconhecimento de uma necessidade ocorre quando existe uma discrepância percebida entre uma condição real e uma condição desejada – Necessidades podem ser inatas ou aprendidas. – Necessidades jamais são totalmente satisfeitas. – Sentimentos e emoções, isto é, afeto, acompanham as necessidades • Necessidades expressivas envolvem desejos dos consumidores em satisfazer requisitos sociais e/ou estéticos. • Necessidades utilitárias envolvem desejos dos consumidores de resolver problemas básicos, por exemplo, completar o tanque de um carro.
  18. 18. Condicionamento clássico • Um estímulo neutro, tal como o nome de uma marca, é associado a um estímulo que elicia uma resposta. • Através da repetição dessa associação, o estímulo neutro adquire a habilidade de eliciar a resposta.
  19. 19. Aplicações de Condicionamento Clássico • Aplicações: comunicações de propaganda, relações públicas, venda pessoal. • objetivo: identifica estímulos positivos poderosos e os associa com a marca. • Exemplos de estímulos poderosos que causam emoção: – Pessoas bonitas, sexualmente atraentes – Temas patrióticos, símbolos religiosos – Música, cenários bonitos – Ainda, estímulos negativos podem ser associados com concorrentes. – A insígnia do Credit Card pode eliciar o uso de respostas – A insígnia da GOL
  20. 20. Condicionamento Operante . . . . . . É o processo em que a freqüência de ocorrência de um pouquinho de comportamento é modificada pelas conseqüências do mesmo. – Se reforçado positivamente, a probabilidade de repetição do comportamento aumenta. – Se punido, a probabilidade de repetição do comportamento diminui.
  21. 21. Aprendizagem Vicária . . . . . . É o fenômeno onde as pessoas observam as ações de outras para desenvolver “padrões de comportamento.”
  22. 22. A Estrutura das Emoções • Dez Emoções Fundamentais que as Pessoas Experimentam: – Desgosto Interesse – Alegria Surpresa – Tristeza Raiva – Medo Desprezo – Vergonha Culpa
  23. 23. OS 3 CÉREBROS E AS EMOÇÕES
  24. 24. 7 Tipos de Riscos do Consumidor. • Financeiro • Desempenho • Físico • Psicológico • Social • Tempo • Perda de Oportunidades
  25. 25. As pessoas tem mais que um auto-conceito: • O eu real • O eu ideal • O eu social • O eu social ideal • O eu esperado • O eu situacional
  26. 26. AS CORES E O CONSUMO
  27. 27. TRÊS ELEMENTOS FORMAM A COR • a luz, como fonte da cor; • a matéria e sua reação à incidência da cor através da luz; • o olho como o órgão captador e o decodificador da cor para o cérebro. Assim, a cor é a sensação provocada pela ação da luz sobre o órgão da visão. O olho humano dispõe de três tipos de receptor óptico, cada um sensível a uma cor determinada, considerando o vermelho, o verde e o azul. 29
  28. 28. P ercepção de atençã o e m e m oriz ação das c ores H om ens M ulheres A m bos L aran ja 25% 17% 21% V erm elho 16% 21% 19% A zul 18% 15% 17% P reto 13% 14% 13% V erd e 10% 16% 13% A m arelo 12% 12% 12% V io leta 5% 10% 6% C inza 0% 1% 1% I FÓRUM DE MARKETING DA REGIÃO SUL DO RS / Prof. Paulo Ricardo Meira - Set/2001 30
  29. 29. O LUGAR MAIS COMPLEXO...

×