Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)

8,621 views

Published on

Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)

Published in: Spiritual

Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)

  1. 1. 1 Coríntios 1:4- 17 A igreja em Corinto: Realidade espiritual x Vivência diária
  2. 2. 1ª Parte: A realidade “Espiritual” Nota necessária: Sabemos que não existe essa separação entre “vida espiritual” e “vida diária”. É apenas um recurso para entender melhor o texto. São pessoas que tem livre acesso a Deus por meio de Jesus Cristo (Bíblia “A Mensagem”) A propósito de sua graça que vos foi dada em Cristo Jesus (1:4) Eles se converteram a Cristo, foram “santificados em Cristo Jesus” (1:2; At 18:8) São de Cristo Jesus (1:30) e santuário de Deus (3:16) Tem livre acesso à presença de Deus, e a graça de poderem entrar no “Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou” (Hb 10:19,20)
  3. 3. A realidade “Espiritual” São pessoas em quem Cristo pode ser visto O testemunho de Cristo tem sido confirmado em vós (1:6) A despeito de quanta confusão tenham feito, Paulo tinha uma “afetuosa, firme, clara e inabalável” convicção de que Deus estava entre eles, revelado em Jesus Cristo e presente em seu Espírito Santo. “Quando alguém se torna cristão, não se transforma numa pessoa boa imediatamente (...) Converter-se a Cristo e aos seus caminhos não proporcionam de imediato ao convertido um procedimento impecável e uma moral irrepreensível” (Bíblia “A Mensagem”) Estamos falando de uma igreja com, aproximadamente, três anos de vida!
  4. 4. A realidade “Espiritual” São crentes que receberam dons espirituais Uma igreja que recebeu todos os dons (1:7) Paulo trata dos dons espirituais mais adiante (1 Co 12,13,14) O fato de terem recebido dons (também) atestava que haviam se convertido e recebido o Espírito Santo.
  5. 5. A realidade “Espiritual” São irmãos que tem a presença de Deus para mantê-los no caminho até o “dia de nosso Senhor Jesus Cristo” O qual também vos confirmará até ao fim (1:8) O “dia de nosso Senhor Jesus Cristo” é o dia da sua volta. Essa confirmação pode ser entendida como uma referencia à assistência e o socorro do Senhor enquanto vivemos aqui, e como a suficiência do sacrifício de Cristo. “Eis que estou convosco...” (Mt 28:20) “Ninguém as arrebatará das minhas mãos” (João 10:28) A suficiência do sacrifício de Cristo (Hb 7:23-28)
  6. 6. A realidade “Espiritual” São pessoas de quem Deus jamais vai desistir Fiel é Deus (1:9) O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.Fiel é o que vos chama, o qual também o fará (1 Ts 5:23,24)
  7. 7. A realidade “Espiritual” Impressionante! Paulo não está se referindo à igreja de Corinto, está? Sim, está. Como ele pode dizer essas coisas daquela igreja? Fundamentado na suficiência do sacrifício de Cristo na cruz. As experiências do apóstolo Paulo com a igreja de Corinto “contribuíram em muito para aprofundar sua compaixão com as pessoas e aumentar sua maturidade pastoral” (F.F.Bruce, em “PAULO, o apóstolo da graça, Shedd Publicações)
  8. 8. 2ª Parte: A vivência diária Entendemos por “vivência diária” a vida prática dos coríntios, o comportamento exterior, as atitudes e modo de vida. A carta relata muitos problemas, mas vamos estudar apenas a questão que o nosso texto base nos apresenta. A igreja de Corinto estava dividida (1:10) Havia contendas entre seus membros (1:11) Havia preferências da parte de alguns membros com relação aos líderes da igreja (1:12)
  9. 9. 2ª Parte: A vivência diária A igreja de Corinto estava dividida (1:10) Havia contendas entre seus membros (1:11) Havia preferências da parte de alguns membros com relação aos líderes da igreja (1:12) Remédio: “Faleis a mesma coisa” (1:10) Afirmar, ensinar, o discurso é o mesmo, há acordo entre as pessoas “Sejais inteiramente unidos” (1:10) Perfeitamente unidos, fortalecidos, aperfeiçoados na comunhão Mesma disposição mental e mesmo parecer (1:10) Habilidade de entender e de sentir a mesma coisa Julgar com a mesma visão A capacidade de perceber as coisas divinas Mesmos propósitos
  10. 10. 2ª Parte: A vivência diária A igreja de Corinto estava dividida (1:10) Havia contendas entre seus membros (1:11) Havia preferências da parte de alguns membros com relação aos líderes da igreja (1:12) O partidarismo dentro da igreja de Corinto (1:12) A fonte das contendas era o partidarismo. A preferência por certos líderes e a consequente divisão da igreja em vários grupos discordantes. Não houve “brigas” entre Paulo e Apolo. O simples fato de existir esse espírito partidário entre os irmãos já era deplorável. Paulo dá maiores explicações sobre esse fato em 1 Co 3:1-9.
  11. 11. 2ª Parte: A vivência diária A igreja de Corinto estava dividida (1:10) Havia contendas entre seus membros (1:11) Havia preferências da parte de alguns membros com relação aos líderes da igreja (1:12) O partidarismo dentro da igreja de Corinto (1:12) Alguns usavam o nome de Paulo (O apóstolo fundador da igreja) Outros o nome de Apolo (Grande líder e eloquente orador) Outros se diziam do partido de Pedro, Cefas (De influência incerta, talvez hábitos alimentares) Outros se diziam “de Cristo”, referindo-se à sua espiritualidade supostamente superior.
  12. 12. 2ª Parte: A vivência diária A igreja de Corinto estava dividida (1:10) Havia contendas entre seus membros (1:11) Havia preferências da parte de alguns membros com relação aos líderes da igreja (1:12) Para acabar com o espírito de partidarismo dentro da igreja Paulo não usa a psicologia, usa a teologia! (1:13) Cristo está dividido? Eu, Paulo, fui crucificado em favor de vós? Fostes batizados em nome de Paulo? É justificável esse partidarismo? De forma alguma.
  13. 13. 1ª Parte: A realidade “Espiritual” Na vida espiritual eles experimentavam todos os privilégios de uma nova vida em Cristo. 2ª Parte: A vivência diária Na vida diária enfrentavam todos os problemas dos convertidos que ainda não se transformaram no que haverão de ser (1 João 3:2).

×