Roma Antiga

49,905 views

Published on

Apresentação resumida ainda em construção, sobre Roma Antiga.

Published in: Education
4 Comments
55 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
49,905
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,157
Actions
Shares
0
Downloads
2,883
Comments
4
Likes
55
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Roma Antiga

  1. 1. Roma
  2. 2. 1. Localização Roma se localiza na Península Itálica (uma longa faixa de terra em forma de uma bota), na qual o rio Tibre é o seu segundo rio mais largo e atravessa toda a cidade de Roma indo desaguar no mar Tirreno.
  3. 3. 2. Origem de Roma Existem duas teorias sobre a origem da cidade de Roma: Origem histórica Origem mitológica
  4. 4. Origem Histórica Segundo a maioria dos historiadores, Roma se originou de uma fortaleza fundada pelos latinos para defendê- los da ameaça dos etruscos.
  5. 5. Origem Mitológica Para os romanos antigos, Roma teria sido fundada por dois irmãos gêmeos, Rômulo e Remo que teriam sido abandonados e amamentados por uma loba.
  6. 6. 3. A Sociedade Romana A sociedade romana era dividida em três classes: Patrícios ou nobres: Eram descendentes das famílias que promoveram a ocupação inicial de Roma. Eram grandes proprietários de terras e de gado. Plebeus: Eram pequenos agricultores, comerciantes, pastores e artesãos. Constituía a maioria da população e não tinham direito político. Escravos: Eram plebeus endividados e principalmente prisioneiros de guerra. Realizavam todo tipo de trabalho e eram considerados bens materiais. Não tinham nenhum direito civil e político.
  7. 7. 4. Divisão Histórica A história de Roma é dividida em três grandes períodos: Monarquia (753 - 509 a.C) República (509 - 27 a.C) Império (27 a.C - 476 d.C)
  8. 8. Monarquia Neste período, Roma foi governada por sete reis, sendo os quatro primeiros romanos e os três últimos etruscos. Foi neste período que Roma adquiriu o aspecto de cidade. O último rei estrusco foi Tarquínio, o Soberbo. Ele foi deposto em 509 a.C. No seu lugar ficaram no poder dois magistrados chamados cônsules. Com isso, terminava o período Monárquico e se tinha início o período Republicano.
  9. 9. República Período onde os patrícios tinham o poder e controlavam as instituições políticas, exercendo o governo em benefício próprio. Época em que teve início a expansão de Roma pela península Itálica.
  10. 10. A estrutura de poderes na República Romana
  11. 11. A Expansão Romana na República Principais Guerras Guerras Púnicas – Guerra entre Roma e Cartago (séculos III e II a.C) Guerras Helenísticas – Guerra entre Roma e as potências helenísticas (Macedônia, Grécia, Síria e Egito)
  12. 12. A Expansão Romana na República As terras conquistadas pertenciam ao Estado, que as transformava em terras públicas (ager publicus) para distribuí-las depois entre os cidadãos. A expansão romana intensificou ainda o trabalho escravo, devido ao grande aumento de prisioneiros de guerra. Os plebeus estavam cada dia mais insatisfeitos e predispostos a revoltas. Tibério e Caio Graco tentaram, sem sucesso, reverter as situação. Para conter a queixa dos cidadãos pobres, o governo romano passou a distribuir trigo e oferecer espetáculos gratuitos. Era a política do Pão e Circo.
  13. 13. O Fim da República As inúmeras vitórias militares deram prestígio e popularidade aos generais romanos. Eles já não aceitavam mais as ordens dos cônsules nem as dos Senado. Em 46 a.C, Júlio César, um político de origem nobre, estabeleceu uma ditadura pessoal, concentrando em suas mãos os poderes político, militar e religioso. Dois anos depois foi assassinado em pleno Senado. Outros militares disputaram o poder. Caio Otávio, impôs seu domínio sobre as províncias romanas na África, que estavam sob o comando de Lépido, e, em 31 a.C., venceu seu rival Marco Antonio. Era o fim da República.
  14. 14. O Império No Império, as instituições republicanas, como o Senado e as magistraturas foram mantidas, mas tiveram seus poderes reduzidos, sendo o Imperador a autoridade máxima concentrando em suas mãos todos os poderes. A sucessão imperial não obedecia a nenhuma regra fixa. O poder era de origem militar e o próprio imperador escolhia seu sucessor. O Senado somente confirmava sua decisão.
  15. 15. 5. Principais Imperadores Romanos
  16. 16. Caio Otávio (30 a.C a 14 d.C) Membro do último triunvirato da República, foi o primeiro imperador de Roma. Com o título de “Augusto” – que significa magnífico ou venerado – reinou sozinho por mais de quarenta anos.
  17. 17. Tibério (14 a 37 d.C) Segundo imperador romano, foi um administrador eficiente, que impôs respeito e seriedade no desempenho dos cargos públicos. Durante seu governo, Jesus Cristo foi crucificado na Palestina.
  18. 18. Calígula (37 a 41 d.C) Imperador despótico. Colocou-se como monarca absoluto e exigiu que lhe prestassem honras divinas. É lembrado na história por sua crueldade e insanidade.
  19. 19. Nero (54 a 68 d.C) Último imperador da dinastia inaugurada por Augusto, assumiu o poder e nele se conservou recorrendo a diversos crimes – inclusive o assassinato de seu meio- irmão, de sua mãe e de sua primeira esposa. Em 64 acusado de incendiar Roma, culpou os cristãos e mandou persegui-los. Acabou-se por suicidar-se em 68.
  20. 20. Trajano (98 a 117 d.C) Era de origem espanhola. Estendeu os limites do Império Romano ao seu ponto máximo. Distribuiu gratuitamente trigo aos pobres, e os ingressos para circos e teatros deixaram de ser cobrados.
  21. 21. Marco Aurélio (161 a 180 d.C) Conhecido como o “imperador filosófico”, foi um sábio administrador, um hábil general e um grande escritor e filósofo. Se livro “meditações” é considerado uma obra importante dentro do estoicismo.
  22. 22. Teodósio (379 a 394 d.C) Em 395 dividiu o Império Romano em duas partes: Império Romano Ocidental com capital em Roma e Império Romano Oriental com capital em Constantinopla.
  23. 23. 6. A cidade de Roma
  24. 24. 7. A vida nas províncias O Império Romano estava dividido em províncias, administradas por governadores nomeados pelo Imperador. O latim, a língua falada pelos romanos, era o idioma oficial do Império.
  25. 25. 8. O fim do Império Romano Causas O crescimento do cristianismo culminando com o Edito de Milão em 313 assinado por Constantino. Invasões bárbaras; Falta de mão-de-obra escrava.
  26. 26. 9. Vídeos Roma Antiga
  27. 27. 10. Sugestões “Gladiador” – Filme épico que narra a história do gladiador Maximus.
  28. 28. 11. Exercícios a

×