Estrutura i o e operações mtm

274 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
274
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estrutura i o e operações mtm

  1. 1. Programação IEstrutura, Entrada e Saída,Operações Matemáticas06/09/2011
  2. 2. Estrutura de um algoritmo/* Os arquivos dos algoritmos em portugol devem ter a extensao .alg */algoritmo nome;/* O bloco a sequir define as variaveis do programa */variáveisfim­variáveisinício    /* Aqui vai a lógica do programa*/fim
  3. 3. Observações● Não esqueçam de fechar os comentários● /* ············· */● Não esqueçam o ;; no final dos comandos● Operações matemáticas;+ SOMA- SUBTRAI* MULTIPLICA/ DIVIDE
  4. 4. Comando de entradaleia(VARIAVEL) – Interrompe oprocessamento e aguarda ousuário digitar um valor aser atribuído à VARIAVEL
  5. 5. Comando de entradaEx.:variaveisIDADE: inteiro;fim-variaveisinícioleia(IDADE);Imprima(IDADE);fim
  6. 6. Operações MatemáticasAlgoritmo operacoes;variáveisNUM1, NUM2, SOMA, PRODUTO: inteiro;QUOCIENTE: real;fim-variáveisinícioimprima(“Digite o primeiro número”);NUM1 := leia();imprima(“Digite o primeiro número”);NUM2 := leia();SOMA := NUM1 + NUM2;imprima(“A soma entre “, NUM1, “ e “, NUM2,“ é: ”, SOMA);fim
  7. 7. Quanto ao nível● Alto nível: Mais próximo à linguagemhumana.● Ex: Java e FORTRANprogram olaprint*,"Olá Mundo!"end program ola
  8. 8. Quanto ao nível● Médio nível: intermediário entre o baixo eo alto nível.● Ex: Cint main(){printf("Olá, Mundo!n");}
  9. 9. Quanto à execução● Os programas são escritos em arquivosno formato texto (legíveis pelo homem), epodem ser interpretados e/ou compiladospara gerar arquivos executados emformato binário (legíveis pela máquina).● Estes dois processos: interpretação ecompilação podem ser estendidos aoutros, mas basicamente são capazes degerar os programas que usamos.
  10. 10. Processo de compilação10 Print “Olá, Mundo!”Código Fonte InterpretadorExecutável(memória)011010011100101001001110100110110001000101000101101101011101110111010100111010101001001000011110000111000111111000011010100111010100010Olá, Mundo!
  11. 11. Processo de compilaçãoint main(){printf("Olá, Mundo!n");}Código Fonte CompiladorExecutável011010011100101001001110100110110001000101000101101101011101110111010100111010101001001000011110000111000111111000011010100111010100010Olá, Mundo!011010110110001010011010110110001010Linkeditor
  12. 12. Processo de compilaçãoRun Time
  13. 13. Pseudolinguagem● Linguagem de “programação”simplificada, usada para ignorarmosdetalhes de uma linguagem real.● Toda (pseudo)linguagem deve ser bemdefinida tanto em sintaxe quanto emsemântica.
  14. 14. Pseudolinguagem● Sintaxe: Conjunto de regras a seremseguidas para a escrita doalgoritmo/programa; como começa, comotermina, como escrever os comandos,como definir variáveis, etc.● Semântica: O que é feito quandoencontrar um comando.
  15. 15. Trabalho● Escolha uma linguagem de programaçãoe pesquise as suas palavras reservadas;● Pesquise linguagens de programaçãousadas para criar linguagens deprogramação.● Você também pode definir uma linguagemde programação. Indique duas ocasiõesonde pode ser necessária uma novalinguagem de pogramação.

×