Antoine Lavoisier “Respiration is but combustion,... and from this point of view, animals which breathe are really combus...
IV CURSO TEÓRICO-PRÁTICO    DE MEDICINA INTENSIVAUNIDADE DE CUIDADOS INTENSIVOSHOSPITAL SÃO LUCAS COPACABANA              ...
Insuficiência Respiratória Aguda Conceito:   “Incapacidade do sistema respiratório, desenvolvida    agudamente, em promo...
Insuficiência Respiratória Aguda Curva de saturação da hemoglobina em função da pressão parcial de oxigênio
Insuficiência Respiratória Aguda Incidência:   Urgência Médica - UTI, Uco, Emergências, ambulâncias,    etc... Etiologi...
Insuficiência Respiratória Aguda          Sistema Respiratório           Sistema Nervoso Central          Sistema Nervoso ...
Insuficiência Respiratória Aguda Sistema Respiratório:   Ventilação alveolar - renovação do ar alveolar pelo atmosférico...
Insuficiência Respiratória Aguda Mecanismos fisiopatológicos na IRpA:   Hipoventilação     Falta de renovação do ar alv...
Insuficiência Respiratória Aguda Hipoventilação :   Doenças neuromusculares:    Distrofias musculares, polimiosite, hipo...
Insuficiência Respiratória Aguda Difusão:   Doenças infecciosas:    Tuberculose miliar, pneumonias virais, pneumocistose...
Insuficiência Respiratória Aguda Relação ventilação-perfusão:   Baixa ventilação-perfusão:    #Doenças com preenchimento...
Mecanismos que reduzem a PaO2 - resumo  Redução da PiO2  Hipoventilação  Alteração da relação V/Q  Shunt  Difusão ano...
Insuficiência Respiratória Aguda Manifestação clinica:   Dispnéia e taquipneía   Cianose     Sinal tardio (PaO2 <50mmH...
 Diagnóstico:   Primariamente clínico     Exames: gasometria, Rx de tórax, tomografia (crânio, tórax)...
Insuficiência Respiratória Aguda                                   Classificação                                   PaO2  ...
Insuficiência Respiratória Aguda                                   Classificação                                  PaO2   ...
Insuficiência Respiratória Aguda              Diferença Alvéolo-arterial P(A-a)O2 = PAO2 - PaO2    pAO2 = PIO2 - (PaCO2 ...
Insuficiência Respiratória Aguda               Diferença Alvéolo-arterial Aplicações:   1.Suspeita de Ins. Resp. com hi...
Insuficiência Respiratória Aguda    Valor de paO2 normal para a idade (Ar ambiente)paO2 = 104,2 - (0,27 x idade)          ...
Insuficiência Respiratória Aguda                  Valores corrigidos para a Idade    Idade           PaO2             PaCO...
Insuficiência Respiratória Aguda                             Relação PaO2/FiO2 Avalia a fração do shunt PaO2/FiO2       ...
Insuficiência Respiratória Aguda                       Tratamento Sindrômico - Ventilação Mecânica Determinar o mecanism...
Insuficiência Respiratória Aguda          Critérios para Ventilação MecânicaTipo I  PaO2 < 60 mmHg (em uso de O2) ou  PaO2...
EXTUBADA           •   Sem aminas vasoativas           •   P/F = 370           •   Leuco = 14,6 0/0/0/0/7/80/10/3         ...
Insuficiência Respiratória Aguda          Abordagem - Resumo 1º. Hipoxemia presente? 2º. Hipoventilação presente? 3º. O...
Insuficiência Respiratória Aguda                     Avaliação de Hipoxemia                              Hipoxemia        ...
Insuficiência respiratória Aguda                           Avaliação de Hipercapnia                                Hiperca...
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Iv curso teórico prático insuf resp aguda
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Iv curso teórico prático insuf resp aguda

2,115 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,115
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
42
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Iv curso teórico prático insuf resp aguda

  1. 1. Antoine Lavoisier “Respiration is but combustion,... and from this point of view, animals which breathe are really combustible bodies which burn and are consumed”
  2. 2. IV CURSO TEÓRICO-PRÁTICO DE MEDICINA INTENSIVAUNIDADE DE CUIDADOS INTENSIVOSHOSPITAL SÃO LUCAS COPACABANA Insuficiência Respiratória Aguda
  3. 3. Insuficiência Respiratória Aguda Conceito:  “Incapacidade do sistema respiratório, desenvolvida agudamente, em promover adequadamente a oxigenação do sangue arterial e a eliminação do gás carbônico.”  Existe uma PaO2 ou CaO2 estabelecida? Limite? Corte? Arbitrário? PaO2 < 55-60mmHg (ou SpO2 < 90%), associada ou não a, PaCO2 > 50mmHg (com pH < 7,35)
  4. 4. Insuficiência Respiratória Aguda Curva de saturação da hemoglobina em função da pressão parcial de oxigênio
  5. 5. Insuficiência Respiratória Aguda Incidência:  Urgência Médica - UTI, Uco, Emergências, ambulâncias, etc... Etiologias variadas:  Diversas causas básicas
  6. 6. Insuficiência Respiratória Aguda Sistema Respiratório Sistema Nervoso Central Sistema Nervoso Periférico Musculatura Respiratória Parede Torácica Pleura Vias Aéreas Superiores Parênquima Pulmonar
  7. 7. Insuficiência Respiratória Aguda Sistema Respiratório:  Ventilação alveolar - renovação do ar alveolar pelo atmosférico  Difusão - troca do ar no interior do alvéolo com o capilar  Relação ventilação-perfusão - adequação entre os alvéolos ventilados/perfundidos Ar inspirado deve ter níveis adequados de oxigênio
  8. 8. Insuficiência Respiratória Aguda Mecanismos fisiopatológicos na IRpA:  Hipoventilação  Falta de renovação do ar alveolar pelo ar atmosférico.  Alteração na difusão  Espessamento da membrana alveolo-capilar, bloqueando o processo passivo de difusão do CO2 e do O2.  Alteração da relação ventilação/perfusão (V/Q)  Desequilíbrio na relação ventilação/perfusão.  Baixa V/Q→→→→Shunt  Alta V/Q→→→→Espaço morto
  9. 9. Insuficiência Respiratória Aguda Hipoventilação :  Doenças neuromusculares: Distrofias musculares, polimiosite, hipotireoidismo, distúrbios hidro-eletroliticos  Doenças da parede torácica: Tórax instável, cifoescoliose, espondilite anquilosante, torocoplastia  Doenças de vias aéreas superiores: Epiglotide, aspiração de corpo estranho, edema de glote, tumores, paralisia bilateral de cordas vocais, estenose de traquéia, traqueomalácia  Doenças difusas das vias aéreas inferiores: DPOC, asma, fibrose cística
  10. 10. Insuficiência Respiratória Aguda Difusão:  Doenças infecciosas: Tuberculose miliar, pneumonias virais, pneumocistose, histoplasmose  Neoplasia: Linfangite carcinomatosa  Doenças inflamatórias: Pneumoconioses, sarcoidose, fibrose pulmonar idiopática
  11. 11. Insuficiência Respiratória Aguda Relação ventilação-perfusão:  Baixa ventilação-perfusão: #Doenças com preenchimento alveolar pneumonia, EAP, SDRA, hemorragia alveolar, contusão pulmonar #Doenças com colapso alveolar Atelectasias, grandes derrames pleurais ou pneumotórax comprimindo o parênquima pulmonar #Doenças de pequenas vias aéreas DPOC e asma  Alta ventilação-perfusão: Embolia pulmonar, choque circulatório
  12. 12. Mecanismos que reduzem a PaO2 - resumo  Redução da PiO2  Hipoventilação  Alteração da relação V/Q  Shunt  Difusão anormal de O2 alveolar
  13. 13. Insuficiência Respiratória Aguda Manifestação clinica:  Dispnéia e taquipneía  Cianose  Sinal tardio (PaO2 <50mmHg) –hemoglobina não saturada de O2  Uso de musculatura acessória  Respiração parodoxal – paralisia do diafragma  Pulso parodoxal  Hipoxemia: Manifestação no SNC e cardiovascular – depressão do sensório, como e parada respiratoria; taquicardia e hipertensão, podendo evoluir para bradicardia e choque  Hipercapnia: Apreensão, confusão mental, sonolência e coma. Vasodilatação e hipotensão que são contrabalanciadas pelos efeitos das catecolaminas liberadas – taquicardia e hipotensão  Doença neurológica pode ter apresentação atípica
  14. 14.  Diagnóstico:  Primariamente clínico  Exames: gasometria, Rx de tórax, tomografia (crânio, tórax)...
  15. 15. Insuficiência Respiratória Aguda  Classificação PaO2 PaCO2Tipo I - Déficit na oxigenação Baixa Normal/BaixaTipo II - Déficit na ventilação Baixa Alta PO2(A-a)Tipo III – combinada Baixa Alta
  16. 16. Insuficiência Respiratória Aguda  Classificação PaO2 PaCO2 PO2(A-a)Tipo I - Déficit na oxigenação Baixa Normal/B aixa AltoTipo II - Déficit na ventilação Baixa Alta NormalTipo III – combinada Baixa Alta Alto
  17. 17. Insuficiência Respiratória Aguda Diferença Alvéolo-arterial P(A-a)O2 = PAO2 - PaO2  pAO2 = PIO2 - (PaCO2 / 0,8) PIO2 = (PB - PH2O) x FiO2 PIO2 = 150 (se FiO2 = 0,21 e ao nível do mar) Valor Normal da Diferença Alvéolo-arterial  P(A-a)O2 = 2,5 + (0,21 x idade)  OBS - Se p(A-a)O2 > 20mmHg = Patológico  Para cada aumento de 10% da FiO2 há aumento de 5 - 7 mmHg no gradiente  Os valores normais da P(A-a)O2 nas FiO2 de 21% e 100% são respectivamente, de 5-15 mmHg e 150mmHg. Acta Physiol Scand 67: 10, 1966
  18. 18. Insuficiência Respiratória Aguda  Diferença Alvéolo-arterial Aplicações:  1.Suspeita de Ins. Resp. com hiperventilação na fase inicial. A PO2(A-a) se alarga precocetemente antes de se observar hipoxemia ou retenção de CO2;  2.Hipoxemia e hipercapnia quando há dúvida se há também além da hipoventilação componente pulmonar na Ins. Resp.;
  19. 19. Insuficiência Respiratória Aguda Valor de paO2 normal para a idade (Ar ambiente)paO2 = 104,2 - (0,27 x idade) SentadopaO2 = 103,5 - (0,42 x idade) Deitado Bates, DV: Respiratory Function in Disease, Toronto, WB Saunders, 1989
  20. 20. Insuficiência Respiratória Aguda Valores corrigidos para a Idade Idade PaO2 PaCO2 P(A-a)O2 (anos) (mmHg) (mmHg) (mmHg) 20 84 – 95 33 – 47 4 – 17 30 81 – 92 34 – 47 7 – 21 40 78 – 90 34 – 47 10 – 24 50 75 – 87 34 – 47 14 – 27 60 72 – 84 34 – 47 17 – 31 70 70 – 81 34 – 47 21 – 34 80 67 - 79 34 – 47 25 – 38Intermountain Thoracic Society Manual . Salt Lake City,1984; 44-45
  21. 21. Insuficiência Respiratória Aguda Relação PaO2/FiO2 Avalia a fração do shunt PaO2/FiO2 PaO2/FiO2 Qs/Qt  Normal > 350 mmHg  Leve 250 - 350 < 200 > 20%  Moderado 150 - 250 > 200 < 20%  Grave < 150 Crit Care Med 1983;11:646-649
  22. 22. Insuficiência Respiratória Aguda Tratamento Sindrômico - Ventilação Mecânica Determinar o mecanismo:  Anamnese e Exame Físico  Exames auxiliares  Gaso, Rx Tórax, Hemograma, Broncoscopia, Swan-Ganz, Tc tórax, ENMG, Laringoscopia, etc...  Medidas por fórmulas Tratamento específico
  23. 23. Insuficiência Respiratória Aguda Critérios para Ventilação MecânicaTipo I PaO2 < 60 mmHg (em uso de O2) ou PaO2 < 50 mmHg (ar ambiente) ou PaCO2 > 60 mmHgTipo II pH < 7,22 ou Sonolência/Torpor NEJM 287: 690, 1972
  24. 24. EXTUBADA • Sem aminas vasoativas • P/F = 370 • Leuco = 14,6 0/0/0/0/7/80/10/3 • PCR = 4,7
  25. 25. Insuficiência Respiratória Aguda Abordagem - Resumo 1º. Hipoxemia presente? 2º. Hipoventilação presente? 3º. O grau de hipoventilação explica a hipoxemia?  P(A-a)O2 normal = hipoventilação sim  P(A-a)O2 elevada = hipoventilação não Se hipoxemia existe sem hipoventilação / P(A-a)O2 elevada confirmada  avaliar resposta ao O2.
  26. 26. Insuficiência Respiratória Aguda Avaliação de Hipoxemia Hipoxemia P (A-a)O2 Normal Aumentado Hipoventilação PvO2 PvO2 Alveolar Normal Baixo Pi max Pi max Distúrbio V/Q Distúrbio V/Q Desbalanço Normal Baixa DO2/VO2Hipoventilação Desordem Central Neuromuscular
  27. 27. Insuficiência respiratória Aguda Avaliação de Hipercapnia Hipercapnia P (A-a)o2 Normal Aumentado Hipoventilação VCo2 VCo2 Alveolar Normal Alto Pi max Pi max Distúrbio V/Q Distúrbio V/Q Hipermetabolismo Normal Baixo Acidose Orgânica HiperalimentaçãoHipoventilação Distúrbio Central Neuromuscular

×