Balanço Patrimonial V 5

7,199 views

Published on

Published in: Technology, Economy & Finance
  • Be the first to comment

Balanço Patrimonial V 5

  1. 1. Balanço Patrimonial BP
  2. 2. Conceito <ul><li>É a demonstração financeira que: </li></ul><ul><ul><li>evidencia resumidamente , </li></ul></ul><ul><ul><li>em determinado momento , </li></ul></ul><ul><ul><li>o Patrimônio da entidade, </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>qualitativa e </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>quantitativamente. </li></ul></ul></ul>
  3. 3. Exercício Social <ul><li>É o prazo de operação da entidade em que as receitas , custos e despesas são acumulados para, em seu final , serem confrontados , apurando-se o resultado . </li></ul>
  4. 4. Exercício Social <ul><li>O termo “Exercício Financeiro” é equivalente ao termo “Exercício Social”. </li></ul><ul><li>O prazo é de um: </li></ul><ul><ul><li>ano </li></ul></ul><ul><ul><li>ou </li></ul></ul><ul><ul><li>ciclo operacional </li></ul></ul><ul><li>dos dois o maior. </li></ul>
  5. 5. Classificação do Prazo <ul><li>Curto Prazo – Prazo compreendido entre: </li></ul><ul><ul><li>a data do balanço e </li></ul></ul><ul><ul><li>o último dia do exercício seguinte . </li></ul></ul><ul><li>Longo Prazo – Prazo compreendido entre: </li></ul><ul><ul><li>a data do balanço e </li></ul></ul><ul><ul><li>um dia posterior ao exercício seguinte . </li></ul></ul><ul><li>Normalmente esse prazo é de 12 meses </li></ul><ul><ul><li>podendo ser diferente quando o ciclo operacional for maior que um ano. </li></ul></ul>
  6. 6. Oportunidade do balanço <ul><li>É obrigatória a apresentação do balanço relativo a situação do último dia do exercício financeiro. </li></ul>
  7. 7. Disposição das Contas <ul><li>No balanço, as contas serão: </li></ul><ul><ul><li>classificadas segundo os elementos do patrimônio que registrem e </li></ul></ul><ul><ul><li>agrupadas de modo a facilitar o </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>conhecimento e a </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>análise da situação financeira da companhia. </li></ul></ul></ul>
  8. 8. Regras de Segregação de Grupos <ul><li>Realização </li></ul><ul><ul><li>a conversão do direito em moeda. </li></ul></ul><ul><ul><li>Os direitos são realizáveis </li></ul></ul><ul><li>Venciment o </li></ul><ul><ul><li>a liquidação da obrigação no vencimento. </li></ul></ul><ul><ul><li>As obrigações são vencíveis </li></ul></ul>
  9. 9. Prazo de Realização <ul><li>É a regra que norteia a separação dos grupos e subgrupos do Ativo. </li></ul><ul><li>A capacidade dos direitos se converterem em moeda. </li></ul><ul><li>É o grau de liquidez. </li></ul>
  10. 10. Prazo Vencimento <ul><li>É a regra que norteia a separação dos grupos e subgrupos do Passivo. </li></ul><ul><li>A capacidade das obrigações se tornarem vencidas. </li></ul><ul><li>É o grau de exigibilidade. </li></ul>
  11. 11. No Ativo <ul><li>As contas serão dispostas, em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos nelas representados: </li></ul><ul><ul><li>Ativo Circulante </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Disponibilidades </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Direitos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Despesas Pagas Antecipadamente </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Ativo Não Circulante </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Realizável a Longo Prazo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Direitos </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Despesas Pagas Antecipadamente </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Investimentos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Imobilizado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Bens em Arendamento </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Bens em Operação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Bens para Futura Operação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Intangíveis </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Diferido </li></ul></ul></ul>
  12. 12. Contas Redutoras do Ativo <ul><li>As contas do Ativo sujeitas a : </li></ul><ul><ul><li>Depreciação </li></ul></ul><ul><ul><li>Amortização </li></ul></ul><ul><ul><li>Exaustão </li></ul></ul><ul><ul><li>Provisão </li></ul></ul><ul><li>Aparecerão no balanço , deduzidas das respectivas contas de acumulação das depreciações, amortizações, exaustões ou provisões. </li></ul>
  13. 13. No Passivo <ul><li>As contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de exigibilidade dos elementos nelas representados: </li></ul><ul><ul><li>Passivo Circulante </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Duplicatas a Pagar </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Contas a Pagar </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Financiamentos </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Passivo Não Circulante </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Exigível a Longo Prazo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Resultados Não Realizados </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Patrimônio Líquido </li></ul></ul></ul>
  14. 14. O Patrimônio Líquido <ul><li>Capital Social </li></ul><ul><li>Reserva de Capital </li></ul><ul><li>(-) Capital a Integralizar </li></ul><ul><li>Ajuste de Avaliação Patrimonial </li></ul><ul><li>Reserva de Lucros </li></ul><ul><li>(-) Ações em Tesouraria </li></ul><ul><li>(-) Prejuízos Acumulados </li></ul>
  15. 15. Contas Redutoras do Passivo <ul><li>As contas do Passivo relativas a: </li></ul><ul><ul><li>integralização de capital; </li></ul></ul><ul><ul><li>absorção de prejuízos; </li></ul></ul><ul><ul><li>aquisição de ações da própria entidade. </li></ul></ul><ul><li>Aparecerão no balanço , como reduções das contas: </li></ul><ul><ul><li>Capital Social </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>(-) Capital a Integralizar </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Patrimônio Líquido </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>(-) Prejuízos Acumulados </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>(-) Ações em Tesouraria </li></ul></ul></ul>

×