Second Life e Educação

7,545 views

Published on

Apresentação realizada no Workshop "Second Life e Educação" no âmbito do PATIC'07 - Universidade de Évora

1 Comment
11 Likes
Statistics
Notes
  • Gostei muito da apresentação.. assim que puder encontrarei vocês quarta, 22h.. usuária NataliaBorges Lane.

    Ainda não tinha um real objetivo ali além de conhecer o tão falado SL.. mas agora posso ir em busca de conhecimento junto a vocês.

    Valeu, Nat
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
7,545
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,802
Actions
Shares
0
Downloads
249
Comments
1
Likes
11
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Second Life e Educação

  1. 1. Second Life e Educação Carlos Santos, Luís Pedro, Pedro Almeida Dep. Comunicação e Arte – Univ. Aveiro
  2. 2. Introdução aos ambientes virtuais e ao Second Life 1 2 3 Projecto Second.ua – a ilha da Univ. de Aveiro nadavinculativo: 4ª feira às 22h no Second Life Second Life e Educação entrada no second life visita à ilha da ua
  3. 3. Introdução aos ambientes virtuais e ao Second Life
  4. 4. Caracterização do ambiente 3D Second Life [1] Metaverse (Snow crash – Neal Stephenson) Interacção social e económica Avatares Tecnologia (evolução  integração)
  5. 5. Caracterização do ambiente 3D Second Life [2] <ul><li>Desenvolvimentos: </li></ul><ul><ul><li>The Metaverse (MOO) – Steve Jackson Games </li></ul></ul><ul><ul><li>SnowMoo – SenseMedia </li></ul></ul><ul><ul><li>Active Worlds </li></ul></ul><ul><ul><li>WoW </li></ul></ul><ul><ul><li>Croquet Project </li></ul></ul><ul><ul><li>Second Life </li></ul></ul><ul><ul><li>Kaneva </li></ul></ul><ul><ul><li>There </li></ul></ul><ul><ul><li>PS3 Home </li></ul></ul><ul><li>Diferenciação pela ênfase no estabelecimento de redes sociais , na produção de conteúdos e na interacção com objectivos institucionais e/ou individuais. </li></ul>
  6. 6. Caracterização do ambiente 3D Second Life [3] Negócio – moeda e transacções Marketing – presença institucional, apresentação de produtos... Sociedade – festas, inaugurações, eventos… Tecnologia  Web 3D? Educação
  7. 7. Formas de exploração em contextos pedagógicos [1] Ambiente flexível (geográfica, temporal e tecnologicamente) Ensino a distância Formação profissional Trabalho colaborativo Simulação Novos media Conteúdos (?)
  8. 8. <ul><li>Os números: </li></ul><ul><li>8.000.000 utilizadores registados </li></ul><ul><li>>1.000.000 entraram nos últimos 30 dias </li></ul><ul><li>US $1.600.000 negociados por dia </li></ul><ul><li>40.000 avatares ligados em simultâneo </li></ul><ul><li>Portugal  12º país em número de utilizadores </li></ul><ul><li>Europa contribui com 40% dos utilizadores </li></ul> Formas de exploração em contextos empresariais [1]
  9. 9. Formas de exploração em contextos empresariais [2]
  10. 10. Formas de exploração em contextos empresariais [2]
  11. 11. Formas de exploração em contextos empresariais [2]
  12. 12. Formas de exploração em contextos empresariais [2]
  13. 13. Formas de exploração em contextos empresariais [3] Negócios: Marketing de produtos Vivências de produtos  usabilidade, ... Venda directa Presença institucional Operações financeiras ... e media splash
  14. 14. Formas de exploração em contextos empresariais [3]
  15. 15. Para onde vamos?
  16. 16. Vamos conhecer o Second Life Criação de um avatar Conhecimento do universo do SL  a pesquisa e teleporte Personalização do avatar Comunicação e lista de amigos Movimentação e interacção com os espaços (Roma, Edunation, Info Island e Portucalis) Inventário
  17. 18. (da esquerda para a direita) Pedro Almeida Antero Eun Samuel Almeida Sanko Voom Luís Pedro Zes Garfield Simão Oliveira Marca Falta João Delicado Supermaxi Paine Pedro Correia Neozgul Rossini Carlos Santos Carlosss Lukas João Vasco Zen Wilder
  18. 19. O que é? Um projecto de conceptualização, desenvolvimento e exploração de uma presença da UA no SL Um desafio lançado como projecto de investigação curricular (projecto – NTC) enquadrado nas actividades da equipa de investigação social media
  19. 20. O que motivou? Garantir uma presença institucional da UA no Second Life Disponibilizar um espaço multifacetado para que docentes, investigadores e serviços da UA possam realizar as suas actividades Explorar as tecnologias de desenvolvimento de uma presença num ambiente virtual (3D e linguagem de programação)
  20. 21. Como nasceu? Encontros informais no âmbito do mestrado em multimédia em educação; Experiências  resultados  desafio  projecto
  21. 22. O conceito
  22. 23. O que tem? InfoZone  meeting point, informações, acolhimento Aularium  aulas formais e informais Showroom  exposições, divulgação científica Second Caffé  encontros, eventos Auditorium  espectáculos, palestras Scriptorium  reuniões privadas e... campo de futebol, moliceiros, monumento e o asdrúbal...
  23. 24. O que vai ter? Espaço em evolução permanente Novas valências em f das dinâmicas de exploração pedagógica, da necessidade de novos serviços, da evolução tecnológica,... Abertura para colaborações interinstitucionais
  24. 25. O que vai acontecer? Integração curricular Dinamização/investigação em diferentes áreas científicas Dinamização institucional na exploração de novos serviços de comunicação Divulgação cultural e científica
  25. 26. Como acompanhar? secondua.blogs.ca.ua.pt
  26. 27. Vamos visitar?
  27. 28. nadavinculativo: 4ª feira às 22h no Second Life
  28. 29. Mestrado em Multimédia em Educação LMS Blogs Wikis Social Bookmarking Feeds de RSS Ferramentas de agregação … Second Life
  29. 30. Várias dificuldades condicionam o acesso a uma % significativa dos alunos Capacidade de processamentos Placas gráficas Largura de banda Dispersão geográfica não permite a utilização do parque informático da UA SL como actividade curricular do MMEd?
  30. 31. Promover semanalmente encontros informais Discutir temas relacionados com o MMEd mas não pertencentes ao programa das disciplinas Convidar especialistas dessas temáticas para enriquecer a discussão Explorar o potencial do Second Life em contextos de aprendizagem explorando essencialmente mecanismos de aprendizagem informal Estratégias de exploração
  31. 32. Temas variados Localizações também variadas Procura de dinamização da presença de pessoas externas ao grupo inicial do MMEd Actualmente esse grupo inicial representa uma minoria... 4ª feiras... às 22h (se não for uma quarta-feira de actualizações...) Os encontros
  32. 33. Web 2.0 Design de interacção Técnicas de modelação e programação em SL Mestrado em Comunicação Multimédia Potencialidades do SL em contexto educativo Teste de usabilidade de espaços do second.ua Relacionamentos sociais no SL Workshop cef^sl Os macacos ... e os videojogos O pensamento de Paulo Freire Temas abordados
  33. 36. ... o blog nadavinculativo.blogs.ca.ua.pt nada vinculativo
  34. 37. Informalidade Participação Diluição dos papéis e hierarquias Entusiasmo Menos horas de sono... Resultados
  35. 38. Obrigado Carlos Santos | Carlosss Lukas |carlossantos@ua.pt| napraia.blogs.ca.ua.pt Luís Pedro | Zes Garfield | lpedro@ua.pt | nitratodocaos.blogs.ca.ua.pt Pedro Almeida | Antero Eun | almeida@ua.pt | intouch.blogs.ca.ua.pt Dep. Comunicação e Arte Universidade de Aveiro

×