PHP MySQL Aula 07

1,106 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,106
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
101
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PHP MySQL Aula 07

  1. 1. MySQL e PHP: SegurançaCarlos SantosLabMM 4 - NTC - DeCA - UAAula PHP+MySQL 07, 23-05-2012
  2. 2. MySQL: recomendaçõesservidor MySQL • nunca utilizar o utilizador root para o acesso às BDs • para cada BD, definir um novo utilizador só com acesso via localhost
  3. 3. MySQL: recomendaçõesno servidor MySQL • atribuir os privilégios estritamente necessários a esse utilizador e apenas na BD com que ele irá interagir • se necessário, ter utilizadores com privilégios diferenciados para frontoffice e backoffice
  4. 4. Paradigma “need to know only”esconder toda a informação que permita saber mais do que é necessáriosobre: • ficheiros e pastas do servidor • configuração do servidor Web • configuração do PHP no servidor Web • estrutura da BD
  5. 5. Listagem de diretórios/pastasnão permitir o directory browsing • não permitir ver os conteúdos de uma pasta quando não existe um ficheiro por defeito • colocar na pasta um ficheiro .htaccess (Options -Indexes) • os efeitos do .htaccess são reflectidos nas subpastas
  6. 6. Informação sobre o servidor Webesconder informação sobre o servidor Web • no .htaccess (ServerSignature Off) • também é possível utilizando o httpd.conf • qualquer informação disponível pode dar pistas que facilitam o reconhecimento de falhas de segurança a explorar!
  7. 7. Configuração do PHPesconder informação sobre a configuração do PHP no servidor • não permitir a execução da função phpinfo() • php.ini (disable_functions = phpinfo) • esta diretiva do php.ini pode ser utilizada para outras funções potencialmente perigosas (disable_functions = phpinfo, exec, passthru, shell_exec, system, proc_open, popen, curl_exec, curl_multi_exec, parse_ini_file, show_source) • não expor informação sobre o PHP • php.ini (expose_php = ‘off’)
  8. 8. Mensagens de erro do PHPesconder mensagens de erros do PHP (expõem informações importantessobre os ficheiros, servidor e PHP) • php.ini ; E_ALL & ~E_NOTICE (Show all errors, except for notices and coding standards warnings.) ; E_ALL & ~E_NOTICE | E_STRICT (Show all errors, except for notices) ; E_COMPILE_ERROR|E_RECOVERABLE_ERROR|E_ERROR|E_CORE_ERROR (Show only errors) ; E_ALL | E_STRICT (Show all errors, warnings and notices including coding standards.) ; Default Value: E_ALL & ~E_NOTICE ; Development Value: E_ALL | E_STRICT ; Production Value: E_ALL & ~E_DEPRECATED error_reporting = E_ALL & ~E_DEPRECATED ; Default Value: On ; Development Value: On ; Production Value: Off display_errors = Off • em produção, ter log dos erros: log_errors=On e error_log=“file”
  9. 9. Exemplo: log file
  10. 10. Mais recomendaçõesPHP Security Consortium (http://phpsec.org/) • na secção de projectos: • Security Guide (PDF) • PHPSecInfo: aplicação (Download & install)
  11. 11. Execução de ficheiros via Webimpedir que se possam visualizar/alterar ou executar, via web, ficheirospotencialmente perigosos • .htaccess <Files ~ ".(log|inc|sql|ini)$"> Order allow,deny extensões não permitidas Deny from all </Files> <Files ~ "^.ht"> Order allow,deny impedir o acesso ao .htaccess Deny from all Satisfy All </Files>
  12. 12. Inclusão e upload de ficheirosincluir ficheiros sempre através do require/require_once -> qualquer errotermina execução do PHPno upload de ficheiros a partir de uma formulário: • testar a extensão do ficheiro carregado: $_FILES[‘ficheiro’][‘type’] ou através da função pathinfo() • testar o tamanho do ficheiro carregado: $_FILES[‘ficheiro’][‘size’] ou através da função filesize() • no final usar sempre a função move_uploaded_file(), para colocar o ficheiro na sua pasta destino
  13. 13. Filtragem de dadosmuitas das ameaças à segurança pode provir de dados maliciososintroduzidos em formulários, variáveis superglobais ($_GET, $_POST,$_SESSION, $_FILES, etc), queries à BD, etc… • filtragem lógica -> associada à lógica do algoritmo de processamento dos dados • filtragem de limpeza -> remoção de todos os caracteres potencialmente perigosos nos dados • usar sempre -> filtragem cliente-side (JavaScript) + filtragem server- side (PHP) • evitar utilização de hidden form fields • evitar, sempre que possível, a passagem de parâmetros na Query String -> usar Variáveis de sessão • parâmetros na Query String -> são de fácil edição e partilha e podem revelar estrutura da BD ou de outros parâmetros da aplicação
  14. 14. Filtragem e codificação de dadosValores contidos numa variável • filter_var($a, FILTER_VALIDATE_INT); • filter_var($a, FILTER_SANITIZE_NUMBER_INT); • filter_var($b, FILTER_VALIDATE_EMAIL); • filter_var($b, FILTER_SANITIZE_EMAIL); • Mais critérios em http://php.net/manual/en/filter.constants.php • Artigo sobre filtragem: http://www.phpro.org/tutorials/Filtering-Data-with- PHP.html
  15. 15. Filtragem e codificação de dadospreservar a formatação HTML mas codificar inputs para utilizarem HTMLentities • htmlentities($d);limpar tags HTML e PHP • strip_tags($e);problemas com codificação • utf8_encode($e1); • utf8_decode($e2);Retirar espaços do início e do final de uma string • trim($a);
  16. 16. Filtragem e codificação de dadosget_magic_quotes_gpc() -> avalia o estado da directiva no php.ini • por defeito está “Off” (no PHP 6 será removida!) • quando “On” todos os valores vindos por $_GET, $_POST, $_COOKIE recebem o escape automático de certos caracteres: ‘, ”, stripslashes() -> remove as de uma stringmysql_real_escape_string() -> faz o escape de ‘, “ e
  17. 17. SQL InjectionA introdução de inputs não filtrados nas queries pode originar falhas desegurança. É inadmissível em páginas de produção!
  18. 18. SQL Injection: funções de filtragemremover eventuais comandos SQL • preg_replace ($padrao_a_procurar, $valor_substituicao, $string_alvo_da_procura) palavras a procurar • $padrao_a_procurar = “/(…|…|…)/i” (expressões regulares). “i” no final torna pesquisa case insensitive function valida($a) { $a = strip_tags($a); //remover tags $a = mysql_real_escape_string($a); $padrao = "/(select|from|where|like|order|drop|insert| delete|update|values|and|or|create|tables|table|#|;)/i"; $a = preg_replace($padrao, "", $a); $a = trim($a); return $a; }!
  19. 19. Outras funções úteis na filtragem/validaçãopesquisa de padrões • preg_match($padrao_a_procurar, $string_alvo_da_procura); • preg_match("/@ua.pt/i",$f); • preg_match("/^(?!d+$|[a-z]+$|.*[W_])/i",$g); • http://www.phpf1.com/tutorial/php-regular-expression.html • http://weblogtoolscollection.com/regex/regex.php • ctype_alnum($string); -> valida caracteres alfanuméricos • ctype_alpha($string); -> validação de caracteres alfabéticos • ctype_digit($string); -> valida caracteres numéricos
  20. 20. Codificação de passwordsArmazenar na BD as passwords codificadas! • MD5 (128bits) • $pwd_codif = md5($pwd); • SHA1 (160bits) ou hash() • $pwd_codif = sha1($pwd); • BASE64 • $pwd_codif = base64_encode($pwd); • $pwd = base64_decode($pwd_codif); • hash(...) e crypt(...) • permitem escolher o tipo de codificação • o crypt() permite adicionar uma string de SALT
  21. 21. XSS - Cross Site ScriptingIntrodução de código (normalmente JS) em áreas de User GeneratedContent (blogues, fóruns, comments, etc.) • não é um ataque direto ao site, mas sim ao utilizador… • diferenças entre browsers! • Exemplo 1 • Input: <script language="javascript"> document.location="http:// www.ua.pt"; </script> echo $_POST[campo1]; //vai redirecionar • Exemplo 2 • Input: <script language="javascript"> document.location="http:// www.ua.pt"; </script> echo strip_tags($_POST[campo1]); //não redireciona echo htmlentities($_POST[campo1]); //não redireciona

×