Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Resenha de notícias 07 nov 2010

519 views

Published on

www.cruzex.aer.mil.br
www.twitter.com/cruzex5
www.youtube.com/cruzex5
www.flickr.com/photos/cruzex
www.slideshare.net/cruzex5
www.facebook.com CRUZEX FAB

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Resenha de notícias 07 nov 2010

  1. 1. DIÁRIO DE CUIABÁ – 07/11/2010 Franceses investem no lobby ANNA RUTH DANTAS Da Agência Estado – Natal Enquanto o governo brasileiro não anuncia a compra dos novos caças da Força Aérea Brasileira, os franceses investem no lobby e aproveitam um treinamento da Força Aérea Brasileira para fazer uma primeira apresentação do Rafale, o caça que poderá ser comercializado para a Força Aérea Brasileira. Ontem aterrissaram na Base Aérea de Natal quatro dessas aeronaves, que estão concorrendo à compra da FAB. Os caças Rafale estão participando pela primeira vez da Operação Cruzeiro do Sul (Cruzex), que acontece em Natal. Embora a França tenha participado de todas as cinco edições da Cruzex, que ocorre a cada dois anos, essa é a primeira vez que o governo francês traz também o Rafale. Nas edições anteriores, a participação era apenas do Mirage 2000, que também está atuando na operação. Ontem pela manhã aterrissaram em solo potiguar quatro caças Rafale e outros quatro Mirage. No total, 26 pilotos franceses atuarão na simulação de guerra, sendo 14 de Rafale e 12 de Mirage. O comandante do esquadrão francês, tenente coronel Michel Sebastián, desconhece que a participação dos Rafale na Cruzex esteja relacionada à compra dos caças por parte do governo brasileiro. "Eu sou piloto. Não posso falar por essa negociação", comentou o militar francês, enfatizando que a decisão de trazer o Rafale para a operação com os militares brasileiros foi da Força Aérea Francesa. "Essa é uma aeronave de muitas vantagens, com um ótimo desempenho e que faz longos treinamentos. Mas a decisão do Rafale estar aqui foi da Força Aérea Francesa", enfatizou Michel Sebastián, destacando a importância do treinamento de guerra como o que será realizado em Natal a partir de terça-feira. Porta-voz da Cruzex, o coronel da Força Aérea Brasileira Henry Munhoz destacou que a Força Aérea Brasileira não opina no tipo de aeronave que os demais países participantes devem trazer para a operação. "Esse é um exercício muito bom para todos da Força Aérea Brasileira. Importante para os pilotos que têm essa troca de experiência com outros países", comentou. No total, 3 mil pessoas estão participando da Cruzex. São 100 aeronaves vindas da Argentina, Chile, Estados Unidos, França e Uruguai, além do próprio Brasil.
  2. 2. CRUZEX V AA GGUUEERRRRAA ÉÉ SSIIMMUULLAADDAA,, OO TTRREEIINNAAMMEENNTTOO ÉÉ RREEAALL.. www.cruzex.aer.mil.br @cruzex5 www.twitter.com/cruzex5 www.youtube.com/cruzex5 www.flickr.com/photos/cruzex www.facebook.com CRUZEX FAB www.slideshare.net/cruzex5 faleconosco@cruzex.aer.mil.br

×