Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sustentabilidade na prática e os valores femininos

50 views

Published on

Adm. Sônia Karin Chapman

Graduada em Administração de Empresas pela FAAP, com especialização em Finanças e em Sustentabilidade pela University of Cambridge; Iniciou sua carreira como Auditora Externa na PriceWaterhouse. A partir de 1995 assumiu desafios locais e globais de Controlling, M&A, Integração e Marketing da Crop Protection da BASF na Alemanha e Espanha; Presidente da Fundação Espaço ECO de 2007 a 2012, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, instituída pela BASF e pela GIZ, para a promoção do Desenvolvimento Sustentável na América Latina, através da prestação de serviços. De 2013 a 2016 estruturou e geriu a área de Relacionamento com Entidades em Sustentabilidade da Braskem.Integrante do Grupo do Pacto Global - GPG do CRASP; É professora no MBA Internacional de Agronegócio da ESPM e Audencia School de Nantes, França.

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Sustentabilidade na prática e os valores femininos

  1. 1. CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO – SECCIONAL CAMPINAS “Sustentabilidade na prática e os valores femininos” Adm. Sonia Karin Chapman 20 DE MARÇO DE 2018
  2. 2. Formação e Experiência Profissional Sonia Karin Chapman Diretora Formação •Administração de Empresas pela FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), com ênfase em Finanças ; •Diversos cursos de gestão pela BASF na Alemanha, FDC e IMD; •“Marketing e Comunicação” pela ESADE, Espanha; •“Ferramentas de Gestão para o Terceiro Setor”, pela FGV; •“The Prince of Wales’ Business and Sustainability Programme”, pela universidade de Cambridge e Auditora de Responsabilidade Social e Ambiental pela ABNT Experiência Profissional •4 anos como Auditora Externa na PriceWaterhouse; •17 anos na BASF - no Brasil, na Alemanha e na Espanha. Projetos na Índia, no Japão e nos EUA; 10 anos na área de negócio Crop Protection (agro); •5 anos Diretora-Presidente da Fundação Espaço ECO, OSCIP instituída pela BASF e GIZ (agência de cooperação internacional do governo alemão) para a promoção da Sustentabilidade na América Latina; •3 anos como gestora do relacionamento da Braskem com Entidades focadas em Sustentabilidade.
  3. 3. Sumário das qualificações • Experiência consolidada em gestão, atuando em empresas multinacionais de grande porte como PwC, BASF e Braskem – no Brasil, na Alemanha e na Espanha; • Sólida formação nos três pilares da Sustentabilidade: econômico, iniciando a carreira como auditora externa na PriceWaterhouse e assumindo cargos de Controlling regional e global, de negócio e corporativo, na BASF; ambiental, liderando diversas funções estratégicas de Marketing, CRM e M&A, locais e globais, no Agronegócio da BASF e social, presidindo a Fundação Espaço ECO, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, cuja Missão é a promoção do Desenvolvimento Sustentável na América Latina, através da capacitação no pensamento de Ciclo de Vida e da execução de estudos de ACV (Avaliação de Ciclo de Vida); • Profundo conhecimento dos desafios de gestão (riscos, estratégia, sustentabilidade, marketing, comunicação, governança) de importantes segmentos econômicos: agro, química, cosméticos, plásticos, embalagens, automotivo, têxtil, celulose & papel, construção civil, mineração, água & saneamento, entre outros; • Fluência em quatro idiomas (inglês, alemão, espanhol e português) e carreira internacional pela BASF.
  4. 4. Alguns reconhecimentos da expertise em Sustentabilidade  Representante da BASF na Europa em “Safe Use Initiative” (Agricultura Sustentável)  Membro do Comitê de Sustentabilidade da BASF para a América do Sul  Membro do Comitê avaliador de Prêmio Destaque ABF Categoria “Sustentabilidade”  Membro nas Câmaras de Ecoeficiência e de Materiais do Green Building Council  Presidente do Comitê de Sustentabilidade do World Trade Center Business Club  Global Agenda Council em Sustentabilidade do World Economic Forum  Membro do Comitê Brasileiro da Norma Mundial de Compras Sustentáveis (ISO20400)  Jurada do Prêmio FIESP Mérito Ambiental, Categoria Responsabilidade Socioambiental
  5. 5. O desafio do Desenvolvimento Sustentável Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) - ONU 0.2 0.4 0.6 0.8 Pegadaecológica(hectaresglobaisper capita) 2 4 6 8 10 12 1.0 Biocapacidade média per capita do planeta em 1961 AFRICA ÁSIA EUROPA AMERICA CENTRAL E DO SUL OCEANIA AMERICA DO NORTE Biocapacidade média per capita do planeta em 2006 Fonte: Global Footprint Network (2010), UNDP (2009) Alto nível de desenvolvimento dentro dos limites da Terra LimiarONUparaalto nívelde desenvolvimento humano
  6. 6. Fontes: O Estado do Mundo, 2012, The Millenium Project; IPCC, 2007; Programa Water for Life, ONU, 2013. Alguns contextos desafiadores 1 em cada 3 habitantes <2US$ ao dia Recursos 78% 16% população Pobreza Extrema 20%  52% em 1981 para 2010 783 milhões s/acesso 2,4 Bi Áreas de stress hídrico 80% Embalagens Plásticas Descartadas após 1 uso Mudanças Climáticas US$ 1,3Tri 1,6% PIB mundial 40% Alimentos Desperdício 37% Sem rede de esgoto 1 criança morre a cada 20s
  7. 7. Grandes tendências na gestão da Sustentabilidade Impacto nos negócios Graudeincerteza Restrição de acesso ao crédito Preocupação com o meio-ambiente Maior exposição à mídia Maior cobrança do consumidor . Gerenciamento de risco Certificações, selos & rastreabilidade Orientação à cadeia de valor
  8. 8. Principais segmentos impactados  Agri-business • Rastreabilidade, Certificações, “Mesas redondas” da soja, da pecuária • Orgânico x convencional x GMO; plantio direto • “Agricultura Sustentável”…  Celulose e papel • FSC; papel reciclado; florestas plantadas; monocultura; biodiversidade…  Plásticos • Alternativas para a substituição do petróleo; lixo marinho; biodegradabilidade…  Cosméticos • Fontes renováveis; pegada de carbono; logística reversa de embalagens…
  9. 9. Tendências Raj Sisodia, co-fundador do movimento Capitalismo Consciente, HSM ExpoManagement, Nov 2014 Mais atentos e despertos. Compreender todas as consequências de nossas ações. Mais compromisso com a verdade. Um senso mais aguçado de certo e errado. Rejeitamos a violência. Mais inclusivos. Anseio de vivermos em harmonia com a natureza.
  10. 10. MASCULINOS Competir Hierarquias, regras Infiltrar Explicar Independente Firme Convicto Durão Realização Disciplinado FEMININOS Colaborar Redes, alianças Adaptar Explorar Interdependente Flexível, atitude conciliadora Compreensiva Discussão, aberta Relacionamentos Aprendizado Raj Sisodia, co-fundador do movimento Capitalismo Consciente, HSM ExpoManagement, Nov 2014 Ascensão de valores femininos
  11. 11. Sustentabilidade como competência
  12. 12. | “Só se consegue gerenciar, o que se consegue medir”
  13. 13. Ciclo de vida – um exemplo prático – calça jeans
  14. 14. Ciclo de vida – Mudanças Climáticas
  15. 15. Ciclo de vida – Consumo de Energia
  16. 16. Ciclo de vida – Consumo de Água
  17. 17. Rede Empresarial Brasileira de Avaliação de Ciclo de Vida (Rede ACV) Missão Mobilizar as empresas, articular governos e educar o consumidor visando incorporar a ACV como uma ferramenta para determinar a sustentabilidade dos produtos. Visão Ser um grupo empresarial de referência para a aplicação e desenvolvimento da avaliação de ciclo de vida no Brasil.
  18. 18. Sustentabilidade – gestão de riscos, oportunidades de negócio e diferenciação • Assegurar atendimento da legislação • Minimizar riscos materiais • Redução de riscos reputacionais • Fortalecimento da imagem da marca • Otimização da alocação de recursos • Geração de ambiente favorável aos negócios • Acesso a novos grupos de clientes e mercados • Aumento de diferenciação de mercado • Aumento de retenção de clientes Ações em Sustentabilidade Contribuições para o sucesso da empresa Gerando negócio - diferenciação - Aumentando negócio - essencial - Gestão de riscos - mandatório - Gestão Ferramentas Diretrizes
  19. 19. O processo de engajamento global pela definição e o alcance de objetivos Maior processo de consulta global já desenvolvido
  20. 20. Os valores femininos no alcance de objetivos Objetivos do Milênio ODSs Competências NATUREZA FOCO SOLUÇÕES MEIOS DE IMPLEMENTAÇÃO JANELA TEMPORAL Pobreza extrema: falta de acesso aos recursos básicos (comida, água, saneamento, energia, habitação e educação) Um bi de pessoas vivendo na pobreza absoluta; Países em desenvolvimento e países com menor desenvolvimento relativo Equilíbrio das 3 dimensões Uso eficiente de recursos naturais Práticas sociais justas e ser economicamente viável Todos os lugares/população mundial (escala global); Desenvolvidos: liderança na mudança de padrões insustentáveis de produção e consumo 2015 (em 15 anos); Dar fim à pobreza absoluta em 2030; Compromisso moral 2030 (em 15 anos); O mundo terá 9 a 10 bilhões de habitantes em 2050; Gerações futuras A pobreza extrema foi erradicada em países desenvolvidos e em um número de países em desenvolvimento; Existem ferramentas disponíveis Ajuda, dinheiro público, filantropia; Papel muito limitado do setor privado Nenhum país alcançou desenvolvimento sustentável; Necessidade de reformas estruturantes; Agenda internacional integradora; Diferentes respostas, a serem construídas Maior importância de recursos privados; Grandes oportunidades para o setor privado; Tecnologia; Incentivos tributários, investimento direto Pensamento de Ciclo de Vida Orientação Intercultural Comunicação Interpessoal & Colaboração Foco do Cliente & Inovação Pensamento Estratégico
  21. 21. Os objetivos globais do Desenvolvimento Sustentável
  22. 22. Sustentabilidade na gestão Promover o olhar sistêmico – cadeia de valor – ciclo de vida! Prever os anseios e as perspectivas dos diversos stakeholders Introduzir a mensuração nas três dimensões
  23. 23. Considerações 1. Desenvolva a Estratégia de maneira que remeta a um propósito (qual a razão de ser de minha empresa/área/produto?) 2. Faça o link para grandes desafios da humanidade (erradicação da pobreza, segurança alimentar, eficiência energética, hídrica...) 3. Gere engajamento das partes interessadas, celebre parcerias (ODS17), contribuindo para a construção e defesa da Reputação (da empresa, do setor, dos colaboradores)
  24. 24. | Conhecimento é o único recurso que cresce, quando compartilhado
  25. 25. Adm. Sonia Karin ChapmanAdm. Sonia Karin Chapman DiretoraDiretora +55 19 99904-9507+55 19 99904-9507 sonia.k.chapman@gmail.comsonia.k.chapman@gmail.com www.linkedin.com/in/soniachapmanwww.linkedin.com/in/soniachapman Addressing your challenges

×