Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A nova sociedade do trabalho na era da revolução digital

144 views

Published on

"A ITA - International Telework Academy e o Novo Mundo do Trabalho"
Adm. Álvaro Mello
Palestrante

Doutor em Administração pela FEA/USP e Mestre em Administração pela EAESP-FGV; Presidente da ITA International Telework Academy; CEO da Beca e- Work, empresa pioneira no Brasil na área de treinamento em empreendedorismo e teletrabalho; Conselheiro em duas gestões CRASP Conselho Regional de Administração de São Paulo, onde foi criador, coordenador e membro do GETMC Grupo de Teletrabalho e Mobilidade Corporativa; Foi co-autor do Documento elaborado para a OIT representando o Brasil , “ Brazil – Country Study on Telework” e contribuiu na elaboração do “Primer Informe Estado del Teletrabajo em América Latina y el Caribe”.

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A nova sociedade do trabalho na era da revolução digital

  1. 1. Alvaro Mello, PhD A nova sociedade do trabalho na era da revolução digital
  2. 2. “Chegará o dia em que as pessoas poderão trabalhar sem estar presentes nos escritórios” Alvin Toffler - Anos 1970
  3. 3. Então, o que já estamos falando hoje? •Sociedade 4.0 •Transformação Digital •Revolução Industrial 4.0 •Organizações Exponenciais •GIG Economy
  4. 4. 1. Crescimento Exponencial do poder de Tecnologia da Informação (TI) 2. A digitalização da informação 3. Inovação Combinatória Características da Sociedade 4.0
  5. 5. Inovação combinatória “O crescimento econômico ocorre quando as pessoas tomam recursos e os reorganizam de maneiras que fazem eles mais valiosos”. Romer (2008)
  6. 6. Novos modelos de trabalho e de negócios Empresas e ferramentas que inovam na relação do trabalhador com os espaços de trabalho
  7. 7. Economia GIG já começou ... •Em 2020, 40% dos trabalhadores americanos serão contratados independentes (INTUIT). •A força de trabalho está cada vez mais móvel •o trabalho pode ser feito cada vez mais de qualquer lugar •o trabalho e a localização estão dissociados. •os freelancers podem escolher entre empregos temporários e projetos em todo o mundo •As empresas já selecionam os melhores indivíduos para projetos específicos de um pool maior do que aquele disponível em qualquer área específica
  8. 8. Trabalho independente por plataforma digital (fonte : Mckinsey) •Tendência de crescimento de trabalho independente habilitado por plataforma digitais •Cerca de 4% da população economicamente ativa da Europa e EUA já trabalha de maneira INDEPENDENTE POR PLATAFORMAS DIGITAIS (Uber – IFOOD)
  9. 9. Tendências do trabalho do futuro (fonte : Mckinsey) •Os empregos que implicam em ações repetitivas vão diminuir , afetando os empregos em industrias e em escritórios •As tecnologias digitais não criarão um número suficiente de empregos para substituir os antigos •Apenas 2 milhões de novos postos de trabalho serão criados (áreas de saúde e bem estar, educação , analista de dados, programação e estatística )
  10. 10. O que realmente importará .. *mais do que a experiência no currículo, serão avaliadas competências como a criatividade, a inteligência emocional, a flexibilidade e a capacidade de aprendizagem.
  11. 11. O futuro já chegou! •Repensar o trabalho •Repensar os trabalhadores •Repensar os ambientes de trabalho
  12. 12. Então o que vai acontecer? Surgimento e uso de ampla variedade de modelos alternativos de trabalho (new ways of working) : • Workplaces (ambientes de trabalho) • Work tools (tecnologia) • Work process( processos) • Work force (pessoas)
  13. 13. •Empresa •Home office : apartamento / prédio •Coworking/HUB •Escritórios virtuais •Carro Locais de trabalho • Praças • Praias • Clubs , hotéis • Cafés • Barcos, cruzeiros, aviões • Hospitais
  14. 14. Hoje Você faz o seu local de trabalho
  15. 15. IwTA - International Work Transformation Academy 1996 - 2018
  16. 16. Origem •A IwTA é uma organização sem fins lucrativos, que teve origem como International Telework Foundation (ITF), em 1996, no Reino Unido e, desde então, tem organizado uma série de congressos internacionais para promover pesquisas sobre teletrabalho e outras formas de trabalho com o intercâmbio entre pesquisadores e teletrabalhadores em todo o mundo. •É, portanto, uma organização de cobertura global, onde suas atividades deverão ser desenvolvidas através de "Capítulos", como é o caso da América Latina e Caribe(ITALAC)
  17. 17. Evolução •ITF - International Telework Foundation – 1996-2003 •ITA - International Telework Academy – 2003-2018 •IwTA - International Work Transformation Academy - 2018
  18. 18. Congressos internacionais (Teleworks) •22 congressos •18 países •3 continentes •Europa(14) - América Latina e Caribe(5)/América do Norte(1) - Ásia (1) •Acervo(papers) : 1300
  19. 19. 1996, Londres, UK
  20. 20. 1997, Amsterdam, Netherlands Jos van der Wielen and Paul Jackson
  21. 21. 1998, Turku, Finland Reima Suomi
  22. 22. 1999, Tokyo, Japan Wendy Spinks
  23. 23. 2000, Stockholm, Sweden Birger Rapp
  24. 24. 2001, Amsterdam, Netherlands Victor de Pous
  25. 25. 2002, Badajoz, Spain
  26. 26. 2003 , São Paulo, Brazil Alvaro Mello
  27. 27. 2004, Heraklion, Greece Lefki Papacharalambous
  28. 28. 2005, Preston, UK Beverly Leeds
  29. 29. 2006, Fredericton, Canada Andrew Gaudes
  30. 30. 2007, Lillehammer, Norway Svein Bergum
  31. 31. 2008, Krakow, Poland
  32. 32. 2009, Pori, Finland Matti Virtiainen
  33. 33. 2010, Buenos Aires, Argentina
  34. 34. 2011, Athens, Greece Lefki Papacharalambous
  35. 35. 2012, San José , Costa Rica Jorge Llubere
  36. 36. 2013, Amsterdam, Netherlands Pascale Peters
  37. 37. 2014, Santa Marta, Colombia Samuel Prieto Sonia Boiarova
  38. 38. 2015, Oxford, Inglaterra
  39. 39. 2016, Lima, Peru
  40. 40. Publicações - ITA
  41. 41. Missão •Incentivar o desenvolvimento de pesquisas sobre (tele)trabalho no mundo para consolidar o intercâmbio de conhecimentos com os governos da região, universidades, centros de pesquisa, ONGs e pesquisadores, com o objetivo de investigar, desenvolver e inovar mudanças educacionais que devem ocorrer para que os trabalhadores acompanhem o desenvolvimento dos países na Sociedade 4.0
  42. 42. Objetivos gerais • Promover a investigação no domínio do (tele)trabalho e de outras novas formas de trabalho • Fortalecer os laços entre a comunidade internacional de pesquisa trabalhista. • Facilitar o intercâmbio entre pesquisadores acadêmicos, profissionais de negócios e políticas públicas. • Realizar um workshop anual de pesquisa internacional sobre tópicos relacionados ao trabalho.
  43. 43. Modelo de gestão e organização – 3º setor 2018 - 2022 •Presidência(Brasil) •Vice presidência/ (Costa Rica) •Assessorias ( Projetos Especiais) •Board Members(13) •Conselho Diretor (12) •Conselho de Governança (20) •Conselho Fiscal (3) •Colaboradores – Parceiros - Patrocinadores de Gestão
  44. 44. Board Members • Sonia Boiarov (Argentina • Andrew Gaudes (Canadá) • Wendy Spinks(Austrália) • Pascale Peters( Holanda) • Karstein Gareis((Alemanha) • Diana Limburg(Reino Unido) • Beverly Leeds(Reino Unido) • Lefky Papachamralambus(Grécia) • Svein Bergum(Noruega) • Jasper Lim(Holanda) • Reima Suomi ( Finlandia) • Paul Jackson (Reino Unido) • G. Dick(Australia)
  45. 45. Conselho Diretor •Secretaria Geral (Brasil) •Diretor de Inclusividade (Peru) •Diretor de Ensino e Pesquisa (Chile) •Diretor de TI(Brasil) •Diretor Administrativo Financeiro (Brasil) •Diretor de Comunicações e Eventos (Brasil) •Diretor de Publicações(Brasil) •Diretor de Marketing(Colombia) •Diretor de TeD (Peru) •Diretor Jurídico(Brasil) •Diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Brasil) •Diretor de Rel. Internacionais (Costa Rica)
  46. 46. Eixos de Ação •Social : Inclusão social, trabalho decente, empreendedorismo •Educação: educação inclusiva, novos esquemas educativos •Ambiental : mobilidade urbana , cultura ambiental, ODS, Pacto Global •Modernização : produtividade, novos esquemas laborais , cultura organizacional
  47. 47. Temas de interesse • Centrais - implementação de e-work - indicadores de desempenho - (tele)trabalho sustentável - trabalho na Sociedade 4.0 - empreendedorismo - home based business - boas práticas - cases de sucesso mundiais - inclusividade (pcd) - teletrabalho na área pública • Periféricas - Smart cities - workplace design - trabalho no 3º Setor - coworking - hubs - startups - novas carreiras e profissões do futuro - lideranças virtuais - inovação social - organizações exponenciais
  48. 48. Temas para a pesquisas, políticas e práticas na Sociedade 4.0 1. A Experiência do trabalho (em qualquer lugar) 2. Homework, mobile work e commuting 3. Planejamento de ambiente de trabalho inteligente 4. Novas tecnologias para gestão e controle 5. Novas tecnologias colaborativas
  49. 49. ITA ORIENTE MÉDIO EUROPA AFRICA AM. LATINA E CARIBE (LAC) ASIA OCEANIA USA CANADA ATUAÇÃO MUNDIAL (2018-2022)
  50. 50. Alguns objetivos desafiadores !! • Ampliar e consolidar a IwTA (África, Oceania , Ásia , Oriente Médio) • Engajar os profissionais, empresários, executivos de redes, praticantes e acadêmicos de todo o mundo • Reconstruir a estratégia da IwTA em termos de como comunicar o conceito de trabalho na sociedade moderna • Iniciar uma mudança de mentalidade em relação à conceptualização do teletrabalho na Sociedade 4.0 • A IwTA deverá ser vista como uma instituição que contribuirá para recriar um novo centro de inovação e conhecimentos na área de novos ambientes de trabalho
  51. 51. Domênico de Masi “O conceito de privacidade tenderá a desaparecer. Será quase que impossível esquecer, perder-se, aborrecer-se e isolar-se.” “O trabalho precisa de mais idéias e menos burocratas” Livro: “Alfabeto da sociedade desorientada - Para entender o nosso tempo”
  52. 52. Muito obrigado! alvaro@beca-ework.com 55 11 99110-1615 Alvaro Mello

×