Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Fichamento do artigo "Bowling Alone" de Putnam

9,136 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Fichamento do artigo "Bowling Alone" de Putnam

  1. 1. Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas – ESAG Curso de Administração Pública Projeto de pesquisa: Uma investigação do capital social na comunidade da Costa da Lagoa Data: 08/09/2010 Putnam, Robert D. Bowling alone: America’s declining social capital. Journal of Democracy. v. 6, n. 1, p.65-78, jan. 1995. 1) Resumo: Neste artigo, Putnam busca analisar a recente diminuição do capital social nos Estados Unidos. Segundo o autor, as explicações prováveis para o declínio do capital social americano estão correlacionadas às mudanças no contexto social ocorridas após a década 90. Algumas mudanças como, a diminuição no comparecimento às urnas eleitorais, o ingresso da mulher no mercado de trabalho, a mobilidade geográfica de pessoas, o enfraquecimento dos laços familiares e a introdução de novas tecnologias para o lazer, são alguns fatores responsáveis pela diminuição do capital social nos EUA. Houve conseqüentemente, um declínio nas participações cívicas e um enfraquecimento nas ligações sociais, que por sua vez, proporcionaram aos norte-americanos; a desconfiança nas instituições públicas, o decréscimo na confiança social e queda do capital social. A premissa central do artigo é a influência que o capital social, o engajamento cívico e as conexões sociais exercem na vida pública e nas perspectivas privadas das pessoas. Para Putnam, a comunidade que possui um bom estoque de capital social, engajamento cívico e boas conexões sociais proporcionam melhores perspectivas de vida aos seus moradores, como também a resolução dos dilemas da ação coletiva e a diminuição de oportunismo. Ao analisar as mudanças ocorridas no engajamento cívico norte-americano, Putnam utiliza os modelos de organizações cívicas tradicionais, presentes nos contextos institucionais, formais e organizacionais, como exemplo; as igrejas, sindicatos, APMs, irmandades, clubes esportivos, partidos políticos. Embora, considera as normas e redes informais, importantes formas de capital social, o autor não as utiliza neste estudo por razões metodológicas. Ao constatar a decadência do engajamento cívico nas tradicionais associações, Putnam observou que estas estão sendo substituídas por novos modelos de associações. O autor considera as novas organizações relevantes para a conexão social, porém não as considera associações tradicionais cívicas, porque estas associações terciárias, termo sugerido pelo autor, não possuem ligações entre os membros e sim, apenas ideais e lideres em comum. Por isso, não podem ser consideradas geradores de capital social. De acordo com Putnam, as organizações do terceiro setor, sem fins lucrativos e grupos de apoio são abordadas como contra-tendências de avaliação do engajamento cívico ainda existente. Essas novas organizações compõem uma forma relevante de capital social, e devem ser consideradas na “avaliação das tendências em conexões sociais”. No entanto, essas organizações “não desempenham o papel típico das associações cívicas tradicionais”. Devido à forma de conexão que os membros das associações terciárias interagem, o autor considera preencher folha de cheque, ou ler um boletim uma forma muito diferente de participação de engajamento cívico tradicional, tal como o envolvimento de pais no processo educacional. 2
  2. 2. Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas – ESAG Curso de Administração Pública Projeto de pesquisa: Uma investigação do capital social na comunidade da Costa da Lagoa Por fim, Putnam conclui o artigo enfatizando a importância que o Estado deve ter na intervenção da tendência de deterioração do capital social norte-americano. Esse processo de intervenção, segundo o autor pode ser recorrente da exploração de políticas públicas com o objetivo de fomentar o aumento do capital social. Palavras-chave: capital social; engajamento cívico; conexão social. 2) Citações principais do texto: “A qualidade da vida pública e das instituições sociais são poderosamente influenciadas por normas e redes de engajamento cívico, agora sob contínua tensão, perturbação e transformação”. “as deficiências de capital social contribuem para muitos males sociais, econômicos e políticos”. “o capital social refere-se a características de organização social, tais como redes, normas e confiança social, que facilitam a coordenação e cooperação para o beneficio mútuo”. “as redes de engajamento cívico criam normas vigorosas de reciprocidade generalizada e estimulam a emergência da confiança social. Essas redes facilitam a coordenação e a comunicação, amplificam reputações e assim permitem a resolução de dilemas de ação coletiva”. “Quando a negociação política e econômica está fundada em redes densas de interação social, reduzem-se os incentivos para o oportunismo”. “confiança social e engajamento cívico estão fortemente correlacionados: quanto maior a densidade de participação em associações, mais confiantes seus cidadãos. Confiança e engajamento são duas faces do mesmo fator subjacente – capital social”. 3) Contribuições que a obra pode oferecer à pesquisa da Costa da Lagoa: De forma geral, o estudo de Putnam contribui para compreender as transformações sociais ocorridas nos Estados Unidos. Essas transformações sociais agravaram o processo de declínio do engajamento cívico e do capital social, que por conseqüência, aumentou a desconfiança na sociedade americana. Para a pesquisa, o exemplo das transformações sociais ocorridas nos EUA e os seus reflexos podem auxiliar na verificação das transformações sociais ocorridas nos últimos tempos na Costa da Lagoa, e principalmente, contribuir para o diagnóstico do capital social ainda existente na comunidade. 2

×