Aula12

6,005 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,005
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
145
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula12

  1. 1. Anotações do Aluno uvb Aula Nº 12 – Apuração do Resultado do Exercício Objetivos da aula: Este é um dos mais importantes assuntos para os empresários, pois se trata de apurar o resultado econômico da atividade. Apurar o resultado não significa meramente subtrair as despesas das receitas, é necessário que seja feita de tal forma que o lucro ou prejuízo possa ser demonstrado de maneira clara e transparente, facilitando a análise do leitor e eventuais decisões necessárias para melhorar a performance da empresa. O objetivo desta aula é evidenciar a necessidade de uma metodologia e rigor na apuração rigorosa do resultado para que se tenham informações relevantes e confiáveis. Tenha uma ótima aula! Introdução O Patrimônio Líquido da empresa sofre alterações com as receitas e Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício despesas. As receitas fazem com que esse patrimônio aumente e as despesas fazem com que ele diminua seu valor, pois essas contas servem para apurar o resultado do exercício contábil, que é um dos componentes Contabilidade Comercial do Patrimônio Líquido. Esquema do Balanço Patrimonial: Faculdade On-Line UVB 124
  2. 2. Anotações do Aluno uvb As receitas representam entradas de novos recursos para a empresa e são controladas em contas específicas (ex. Receita de Vendas, Receitas Financeiras etc.). As despesas representam consumo de recursos da empresa e também são controladas em contas específicas (ex.: despesa de salários, despesa de aluguel, despesa de materiais etc.). Ao final de cada exercício contábil, é necessário fazer um confronto entre as receitas e despesas com a finalidade de apurar o resultado da atividade empresarial e demonstrá-lo de forma clara e transparente. 1. Encerramento das contas de resultado Contabilmente, esse confronto entre Receitas e Despesas, no final do exercício, é feito por meio de lançamentos de encerramento dessas contas, (deixá-las com saldo igual a zero), cuja contrapartida seria dada em uma única conta, denominada “Resultado do exercício”. As receitas serão creditadas e as despesas, debitadas na conta “Resultado do exercício”. A diferença entre os débitos e créditos da conta “Resultado do exercício” será: Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício • lucro, se for credor; • prejuízo, se for devedor. Naturalmente, se o total das receitas for igual ao das despesas, a empresa não terá obtido nem lucro nem prejuízo, isto é, obterá resultado nulo. Contabilidade Comercial Faculdade On-Line UVB 125
  3. 3. Anotações do Aluno uvb 1.1. Apuração do Resultado do Exercício Para apurar o resultado (lucro ou prejuízo) obtido pela empresa no período, é necessário encerrar as contas de resultado (receitas e despesas). Sistemática de apuração do resultado: 1º. Passo: Apurar saldo final das contas de resultado Os valores das despesas, quando incorridas, são levados a débito da conta que representa o gasto correspondente, portanto, no final do exercício, terão sempre saldo devedor. Despesas Débito Crédito Saldo Devedor Os valores das receitas, quando realizadas, são levados a crédito da conta que representa a geração do recurso, portanto, no final do exercício, terão sempre saldo credor. Receitas Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício Débito Crédito Saldo Credor Apurados os saldos devedores de todas as contas de despesas e os saldos Contabilidade Comercial credores de todas as contas de receitas, podemos partir para o 2o. passo. 2º. Passo: Encerrar todas as contas de receitas e despesas em contrapartida de uma conta transitória denominada “Resultado do exercício”. Mas por que encerrar as contas de resultado? Porque elas servem apenas para apurar o resultado de um período, seus Faculdade On-Line UVB 126
  4. 4. Anotações do Aluno uvb saldos precisam ser zerados para que, no período seguinte, volte acumular valores daquele exercício. O saldo devedor de cada conta de despesa deve ser debitado na conta “Resultado do Exercício” e creditado na própria conta de despesa, encerrando-a. O saldo credor de cada conta de receita deve ser creditado na conta “Resultado do Exercício” e debitado na própria conta de receita, encerrando-a. 3º. Passo: Calcular e contabilizar o imposto de renda A conta “Resultado do Exercício” recebe, então, todas as receitas e despesas do exercício, se o somatório dos créditos recebidos forem maiores que o somatório dos débitos, significa que a empresa apresentou um lucro no período. Sobre esse lucro, a empresa deve fazer uma provisão para pagamento do imposto de renda, debitando a conta “Resultado do Exercício” e creditando a conta “Provisão para Imposto de Renda”. Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício Resultado do Exercício Provisão para I.R. Débitos Créditos Débito Crédito (despesas) (receitas) I.R. I.R. Saldo Credor Contabilidade Comercial 4º. Passo: Calcular e contabilizar as participações estatutárias Caso os estatutos da empresa contenham previsão de participações estatutárias, elas devem ser calculadas e a provisão contabilizada. Faculdade On-Line UVB 127
  5. 5. Anotações do Aluno uvb Resultado do Exercício Provisão para P.E. Débitos Créditos Débito Crédito (despesas) (receitas) I.R. L.A.P.E. P.E. P.E. L.L.E. 5º. Passo: Transferir o L.L.E. para “Lucros acumulados” Veja que a conta “Resultado do Exercício” também é uma conta transitória com a finalidade de apurar o resultado. Após apurá-lo e realizadas as provisões, também deve ser encerrada, seu saldo deve ser transferido para uma conta patrimonial “Lucros Acumulados”. Resultado do Exercício Lucros Acumulados Débitos Créditos Débito Crédito (despesas) (receitas) I.R. L.L.E. P.E. L.A.P.E. L.L.E. L.L.E. Em caso de prejuízo, o saldo da conta “Resultado do Exercício” seria devedor e seu lançamento de encerramento seria: Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício Débito = Prejuízos Acumulados Crédito = Resultado do exercício 2. Demonstração do Resultado do Exercício Contabilidade Comercial Não adiantaria mostrar aos proprietários ou administradores da empresa a contabilização das receitas e despesas, o encerramento das contas de resultados, as provisões feitas corretamente. Provavelmente, ficariam muito confusos e teriam dificuldade de analisar a composição do resultado da empresa. Uma das funções do contador é transformar dados em informações úteis Faculdade On-Line UVB 128
  6. 6. Anotações do Aluno uvb para as decisões da administração. Deve, então, preparar uma demonstração inteligível que dê informações sobre a composição das receitas, despesas e do resultado. Essa informação sobre a formação do resultado do exercício é dada pela demonstração do resultado do exercício, que é uma apresentação das contas de receitas e despesas ocorridas no exercício, feita de modo organizado. As receitas e despesas devem ser divididas em duas categorias: operacionais e não operacionais. 2.1. Despesas operacionais e não operacionais As despesas operacionais são todos os gastos desembolsados ou provisionados que se relacionam, diretamente, com o objeto social de uma empresa. Por exemplo, uma organização cujo objeto social seja a comercialização de calçados, os salários e encargos dos funcionários da loja e administração estão relacionados diretamente com o objeto do negócio, são necessários para gerar receitas para a atividade, então são despesas operacionais. Despesas não-operacionais são aquelas decorrentes de transações não incluídas nas atividades principais ou acessórias que constituam objeto Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício da empresa, como aquelas relacionadas com a venda de bens do ativo permanente e a baixa do respectivo valor residual do bem. 2.2. Receitas operacionais e não operacionais Contabilidade Comercial Receitas operacionais são todas aquelas realizadas e diretamente relacionadas com a natureza do negócio de uma empresa. Por exemplo, o negócio de uma empresa comercial é vender mercadorias, o título “receita de vendas” já indica sua atividade. Se o objeto social da empresa é a prestação de serviços, o título “receita de serviços” também já indica a sua atividade. Faculdade On-Line UVB 129
  7. 7. Anotações do Aluno uvb As receitas não operacionais são aquelas que não se relacionam diretamente com a natureza do negócio de uma companhia, como as receitas provenientes de dividendos e indenizações de seguros. 2.3. Apresentação da Demonstração do Resultado As empresas devem adotar a demonstração do resultado do exercício na forma dedutiva ou vertical, cujas características são as seguintes: • Receita Operacional Bruta. • Desta, deduzem-se os impostos incidentes sobre as vendas, as devoluções, descontos comerciais e os abatimentos sobre as vendas, obtendo-se a Receita Operacional Líquida. • Desta, deduz-se o custo dos produtos vendidos, obtendo-se o lucro bruto. • Do lucro bruto, são subtraídas as despesas operacionais, que, em geral, dividem-se em quatro grandes grupos: - Despesas Comerciais (com as vendas) - representadas pelas comissões, fretes para entrega etc. - Despesas Administrativas - salários e encargos do pessoal administrativo, depreciações etc. Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício - Despesas Financeiras - juros e variação monetária de empréstimos etc., deduzidas das receitas financeiras. - Amortizações de Despesas Diferidas, obtendo-se o lucro operacional. Contabilidade Comercial • Somando-se ou subtraindo-se ao lucro operacional as receitas e despesas não operacionais, obtém-se o lucro antes do imposto de renda. • Desse valor, devemos deduzir o valor da provisão para imposto de renda, obtendo, assim, o lucro antes das participações estatutárias. • Finalmente, se existirem participações estatutárias devidas a empregados, diretores etc., serão excluídas. O saldo final é o que Faculdade On-Line UVB 130
  8. 8. Anotações do Aluno uvb denominamos lucro líquido do exercício. 2.3.1. Modelo simplificado da Demonstração do resultado do exercício Receita operacional bruta Deduções de vendas Receita operacional líquida Custo dos produtos vendidos Lucro bruto Despesas Comerciais Despesas Administrativas Despesas (-) Receitas Financeiras Amortização das Despesas Diferidas Lucro operacional Receitas (despesas) não operacionais Lucro antes do imposto de renda Provisão para imposto de renda Lucro antes das participações Participações estatutárias Lucro líquido do exercício 2.3.2. Modelo detalhado da Demonstração do resultado do exercício Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício Receita operacional bruta 100.000 Valor da venda de mercadorias, produtos e serviços (inclusive impostos). Deduções das vendas (30.000) Imposto sobre vendas contribuições (PIS e COFINS), devoluções, abatimentos Contabilidade Comercial e descontos comerciais. Receita Operacional Líquida 70.000 Custo das Mercadorias Vendidas (40.000) Estoque Inicial + Compras – Devoluções – Estoque Final Lucro bruto 30.000 Despesas operacionais Gastos incorridos no processo de geração de receitas. Comerciais (3.000) Comissões, fretes, propaganda, material de embalagem, pessoal e despesas Faculdade On-Line UVB 131
  9. 9. Anotações do Aluno uvb gerais do departamento de vendas, devedores incobráveis, garantias etc. Administrativas (7.000) Salários, encargos, comunicações, energia, despesas gerais da administração etc. Financeiras (4.000) Juros, variações monetárias e cambiais sobre empréstimos e financiamentos, líquidos de receitas financeiras. Equivalência patrimonial 2.000 Receitas (despesas) decorrentes da avaliação de investimentos relevantes em coligadas ou controladas pelo método da equivalência patrimonial. Resultado operacional 18.000 Receitas e despesas não operacionais (3.000) Resultado na venda de bens, indenização de seguros, resultados eventuais etc. Lucro antes do imposto de renda 10.000 Imposto de renda 3.000 LAPE 7.000 Lucro antes das participações estatutárias - PE. PE (2.000) Participações estatutárias. Gratificações de diretores e funcionários previstas no estatuto. LLE - Lucro líquido do exercício 5.000 Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício Lucro líquido por ação 0,02 LLE / quantidade de ações do capital social 3. Exercício Contabilidade Comercial Com base no balancete abaixo, após a apuração do resultado do exercício, responda às questões 4.1, 4.2, 4.3 e 4.4: Faculdade On-Line UVB 132
  10. 10. Anotações do Aluno uvb Balancete de Verificação em 30.06.2001 (R$) SALDOS FINAIS CONTAS Devedores Credores Bancos conta Movimento 50,00 Caixa 100,00 Capital Social 250,00 Clientes 90,00 Custo com Mercadorias Vendidas 325,00 Depreciações Acumuladas 15,00 Despesas com Aluguéis 60,00 Despesas com Energia Elétrica 35,00 Despesas com Vendas 75,00 Despesas com Comunicações 35,00 Devolução de Vendas 15,00 Estoque de Mercadorias 85,00 Fornecedores 65,00 Impostos sobre Vendas 90,00 Móveis e Utensílios 25,00 Salários a Pagar 10,00 Veículos 70,00 Vendas de Mercadorias 715,00 TOTAL 1.055,00 1.055,00 Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício 3.1. O valor das Deduções de Vendas e do Resultado Bruto, respectivamente: a) R$105,00 e R$285,00 b) R$105,00 e R$610,00 Contabilidade Comercial c) R$180,00 e R$210,00 d) R$180,00 e R$360,00 3.2. O valor das Despesas e do Resultado Operacional, respectivamente: a) R$120,00 e R$90,00 b) R$130,00 e R$80,00 c) R$195,00 e R$90,00 d) R$205,00 e R$80,00 Faculdade On-Line UVB 133
  11. 11. Anotações do Aluno uvb 3.3. O valor do Imobilizado e do Patrimônio Líquido, respectivamente: a) R$80,00 e R$250,00 b) R$80,00 e R$330,00 c) R$95,00 e R$250,00 d) R$95,00 e R$330,00 3.4. O valor do Capital Próprio e de Terceiros, respectivamente: a) R$250,00 e R$65,00 b) R$250,00 e R$75,00 c) R$330,00 e R$65,00 d) R$330,00 e R$75,00 Fonte: Exame de Suficiência – Técnico de Contabilidade - 2001 Síntese Nesta aula, mostramos a estrutura da demonstração do resultado e a importância da apuração para fornecer informações fidedignas aos usuários da contabilidade. Aula 12 - Apuração do Resultado do Exercício Na próxima aula, trataremos, com maior profundidade, o Balanço Patrimonial e sua relação com a Demonstração do Resultado. Não perca! Referências Contabilidade Comercial IUDÍCIBUS, Sérgio de; MARION, José Carlos. Contabilidade Comercial. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2000. JACINTHO, Roque. Contabilidade Comercial. 2. ed. São Paulo: Ática,1987. MARION, José Carlos. Contabilidade Empresarial. 10. ed. São Paulo: Atlas, 2003. Faculdade On-Line UVB 134

×