Successfully reported this slideshow.

Helena Farrall - APCSLL

447 views

Published on

O TEMA:

Apresentação do SUSTAINABLE CONSTRUCTION LIVING LAB, enquadrando a sua atividade no âmbito da Rede Europeia de Living Labs e dos resultados do seu Grupo de Trabalho dedicado à definição de soluções construtivas robustas para a reabilitação de coberturas, com o objectivo de alargar boas práticas na construção.



O ENCONTRO LIVING LAB É DIRIGIDO A:

Autarcas, promotores imobiliários, empresários, arquitetos, engenheiros, gestores de condomínio e de imóveis, proprietários de imóveis e a todos que pretendem explorar as oportunidades de intervenção no meio edificado existente com o objectivo de optimizar o respectivo desempenho energético-ambiental.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Helena Farrall - APCSLL

  1. 1. Grupo de Trabalho Ciclo de Vida dos Materiais Sustainable Construction Living LabSustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  2. 2. INOVAÇÃO Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  3. 3. Objetivos e Âmbito Este grupo de trabalho irá ter em atenção os impactes ambientais do ciclo de vida dos materiais e produtos de construção. Objetivo: auxiliar o utilizador final a minimizar estes impactes ambientais, escolhendo materiais que também beneficiam directamente a sua saúde e qualidade de vida.Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  4. 4. Há portanto necessidade de dar informação e ferramentas adequadas aos utilizadores para uma decisão de compra responsável de materiais e produtos de construção, de forma a proporcionar conforto, saúde e segurança ao utilizador.Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  5. 5. Para testar uma metodologia de abordagem a esta temática decidiu-se começarpelo caso de estudo das tintas e vernizes.Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  6. 6. Metodologia de trabalho – Tintas e VernizesFace:• Vasto conjunto de informação sobre a composição química de tintas e vernizes, nomeadamente compostos orgânicos voláteis (COVs) e valores limite de emissão legislados, entre outros;• Necessidade de informação fidedigna e de confiança;• Existência de sistemas voluntários de certificação desta gama de produtos - rotulagem ambiental – que atestam através de textos, símbolos ou gráficos, colocados no produto ou na embalagem, que determinado produto/serviço (adequado ao uso) apresenta menor impacte ambiental em relação a outros produtos "comparáveis" disponíveis no mercado.Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  7. 7. Metodologia de trabalho – Tintas e Vernizes1ª fase - recolha de informação, nacional e internacional, sobre os Rótulos Ambientaisexistentes, Diretivas / Regulamentos Europeus e Diplomas Nacionais que determinama qualidade dos Revestimentos de Paredes e Tetos (interiores); paralelamente está aproceder-se também à caracterização do sector das tintas em Portugal (fabricantes,circuitos de comercialização).Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  8. 8. Metodologia de trabalho• 2ª fase - análise dos critérios utilizados pelos vários sistemas de rotulagem ambiental e identificados os aspetos comuns, bem como as principais diferenças. Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  9. 9. Metodologia de trabalho• 3ª fase - discussão e hierarquização dos critérios fundamentais para o utilizador final e para os técnicos “especificadores” (arquitetos, engenheiros) que assim os poderão integrar em cadernos de encargos de obras públicas e privadas. Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  10. 10. Metodologia de trabalhoO GT decidiu ainda preparar um questionário sucinto a distribuir em eventos Living Labcom o objetivo de recolher informação sobre o conhecimento dos participantes dossistemas de rotulagem ambiental bem como a sua opinião sobre os sistemas. Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  11. 11. O GT encontra-se actualmente a proceder à recolha da informação e a fazer um levantamento sobre os rótulos ambientais que se encontram nas tintas e vernizes vendidas em Portugal. O GT vai também questionar os fornecedores sobre as questões ambientais que inserem nos rótulos dos seus produtos.Sustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro
  12. 12. OBRIGADASustainable Construction Living Lab – Encontro Living Lab – 28 de Fevereiro de 2012 - Faro

×