Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Confraria do Marquês - 01

2,098 views

Published on

Published in: Business
  • Be the first to comment

Confraria do Marquês - 01

  1. 1. Produção de cerveja artesanal
  2. 2. Cerveja artesanal <ul><li>.Tipos de cerveja </li></ul><ul><li>. Ingredientes </li></ul><ul><li>. Processo de produção </li></ul>
  3. 3. Tipos de cerveja <ul><li>Existem dois grandes grupos de cervejas: Ale e Lager . Embora existam muitas diferenças entre eles, a mais importante distinção é o paladar. Geralmente as Ales são mais frutadas, enquanto as Lagers são mais frescas e suaves. Dentro desses dois grupos ainda existem inúmeros tipos diferentes da bebida. </li></ul>
  4. 4. Ingredientes <ul><li>Malte </li></ul><ul><li>Água </li></ul><ul><li>Lúpulo </li></ul><ul><li>Fermento </li></ul><ul><li>Adjuntos </li></ul>
  5. 5. Malte <ul><li>A matéria-prima principal usada na fabricação da cerveja é a cevada, que costumamos chamar de malte. Após sua colheita, a cevada vai para a maltaria onde se transforma em malte de cevada, cereal de alto teor de amido e de enzimas.  </li></ul><ul><li>     </li></ul>
  6. 6. Água <ul><li>A água utilizada para fazer cerveja deve ser livre de cloro. Existem diversos fatores que determinam a água ideal para a cerveja, como a presença ou ausência de determinados minerais. Porém, no processo artesanal, nossa maior preocupação é com o Ph. A água cervejeira deve ter um ph ácido, entre 5 e 6. </li></ul>
  7. 7. Lúpulo <ul><li>A planta do lúpulo, Humulus lupulus , é originária das zonas temperadas do norte da Europa, Ásia e América. Ele é o responsável por parte do aroma e pelo nível de amargor da cerveja. Seria um “tempero” do processo. </li></ul>
  8. 8. Fermento <ul><li>A levedura é um microorganismo unicelular que além de ter a capacidade de transformar açúcar em álcool e CO2, ainda produz os componentes aromáticos característicos de cada cerveja. Existem dois tipos diferentes de levedura de cerveja: as de alta fermentação e as de baixa fermentação. </li></ul>
  9. 9. Organograma do processo de produção da cerveja artesanal Elaboração da receita Moagem do malte Brassagem Lavagem e separação do mosto Fervura e Lupulagem Decantação e resfriamento Inoculação do fermento Fermentação Maturação Engarrafamento
  10. 10. Brassagem <ul><li>A Brassagem é a mistura do malte com a água aquecida. A combinação desses dois ingredientes numa escala de temperatura e num intervalo de tempo determinado gera o mosto cervejeiro. </li></ul>
  11. 11. Lavagem e separação do mosto <ul><li>Na lavagem acrescentamos mais água quente sobre o bagaço dos grãos, buscando extrair deles mais açucares fermentáveis.Depois separamos o líquido (mosto) do bagaço de grãos. </li></ul>
  12. 12. Fervura <ul><li>Depois de separar o mosto dos grãos, realizamos uma fervura de uma hora (em média). </li></ul>
  13. 13. Lupulagem <ul><li>A lupulagem, ou seja, a inserção do lúpulo, é feita durante a fervura. O amargor da cerveja tem uma relação direta com o tempo em que o lúpulo ficou na fervura. </li></ul>
  14. 14. Decantação e resfriamento <ul><li>Depois da fervura resfriamos o mosto através de um “chiller”. Também ocorrerá uma decantação neste período. </li></ul>
  15. 15. Inoculação do fermento <ul><li>Depois de resfriado e decantado, passamos o mosto para o tanque de fermentação e inserimos o fermento . </li></ul>
  16. 16. Fermentação <ul><li>O mosto deverá fermentar por 5 dias (em média) numa temperatura entre 18 e 21 graus para cervejas do tipo Ale e entre 10 e 14 graus para cervejas do tipo Lager. </li></ul>
  17. 17. Maturação <ul><li>Depois do período de fermentação a cerveja deve maturar por, pelo menos, mais uma semana entre 5 e 10 graus para Ales e entre –1 e 2 graus para Lagers. </li></ul>

×