Apresentação da Secretária Nacional de SAN Maya Takagi (MDS) no III ENGEPAN

722 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
722
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação da Secretária Nacional de SAN Maya Takagi (MDS) no III ENGEPAN

  1. 1. SISTEMAS PÚBLICOS AGROALIMENTARES Estratégia PolíticaEstruturação e Integração de Sistemas PúblicosAgroalimentares locais como estratégia paraampliar o acesso a serviços públicos de promoçãodo DHAA, inclusão social e produtiva depopulações vulneráveis, em consonância com asdiretrizes e Objetivos do Plano Brasil Sem Miséria –BSM, PLANSAN e PPA 2012 -2015
  2. 2. Histórico Equipamentos Públicos 2003 – 2011 571 Unidades apoiadas – 283 em funcionamentoEquipamento Apoiados Alcance Ativos Serviço Recursos 120 Restaurante Municípios 130.000 152 92 189 milhões Popular em 24 Estados almoços/dia + DF 256 Cozinha 22.000 310 municípios 118 78 milhões Comunitária almoços/dia em 23 Estados 4.800 toneladas/mês 106 Banco de 4.000 109 Municípios 73 28 milhões Alimentos entidades/mês em 20 Estados 800.000 beneficiários
  3. 3. Cobertura Nacional373 - Municípios BA (n=109) 31 17 36 22 CC RP (n=310) 9 (n=152) 207 51 571 equipamentos apoiados Fonte: Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação (SAGI), 2011
  4. 4. Cobertura Nacional186 - Municípios BA (n=73) 39 6 22 5 CC RP (n=118) 3 (n=92) 66 45 283 equipamentos em funcionamento Fonte: Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação (SAGI), 2011
  5. 5. Histórico Instituições sociais, creches e escolas 2003 – 2007 303 Unidades apoiadas – 290 em funcionamentoEquipamento Apoiados Alcance Ativos Serviço Recursos Instituições 143 Municípios 16.000 194 187 5 milhões Sociais em 4 Estados almoços/diaCreches e Escolas 82 municípios 4.200Públicas (Projeto 109 103 480 mil em 15 Estados almoços/dia AMBIAL)
  6. 6. Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares Eixos de Atuação O Eixo de Ampliação da Oferta de Alimentação Adequada e Saudável:  Apoio ao preparo e oferta de refeições adequada e saudável à preços acessíveis  Incentivo a diversificação e ampliação do atendimento e benefícios aos públicos prioritários do BSM  Atenção nutricional aos colaboradores e beneficiários O Eixo de Apoio ao Abastecimento e Combate ao Desperdício de Alimentos  Apoio a operacionalização de compras institucionais da agricultura familiar e urbana  Estímulo ao melhor aproveitamento e a redução do desperdício de alimentos,  Abastecimento alimentar de equipamentos públicos e de entidades socioassistencias O Eixo de Apoio à Sistemas Públicos Agroalimentares, Hábitos e Modos de Vida Saudáveis  Apoio a organização de circuitos locais de produção, abastecimento e consumo de alimentos,  Desenvolvimento de Planos de Gestão Integrada em SAN  Implementação de processos permanentes de educação alimentar e nutricional,
  7. 7. Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares Públicos Públicos Prioritários: População em situação de extrema de pobreza identificadas no CadÚnico, especialmente, crianças de 0 a 6 anos, gestantes e nutrizes, adolescentes, idosos e populações de rua.
  8. 8. INCLUSÃO PRODUTIVA URBANA
  9. 9. Inclusão Produtiva Urbana Mercado Formal Empreendedorismo Economia Popular e SolidáriaPronatec Brasil Sem Miséria Previsão até 2014 = 200 mil pessoas• Previsão até 2014 = 1 milhão de Catadores de Material Reciclável pessoas qualificadas • Capacitar e fortalecer a participação em coleta seletiva de 60.000 catadores até• Até março/12: 104 mil vagas 2014 MicrocréditoMulheres Mil Redução da taxa de juros anual de 60% para 8% e taxa de abertura de crédito de 3%• Previsão 2014 = 100 mil trabalhadoras para 1% qualificadas Micro-empreendedor Individual - MEI• Em 2011 foram criadas 10 mil vagas • Previsão 2014 = 200 mil pessoas em 100 Institutos Federais formalizadas • Em 2011, 120 mil beneficiários do PBF se tornaram MEI
  10. 10. Integração Sistemas Públicos Agroalimentares Locais - 2012/14____________________________________________________Qualificação de Equipamentos, Gestão, Serviços e Atendimento Formação de gestores e Agentes Sociais Planos de Gestão Integrada em SAN Apoio a Logística e Abastecimento Boas Práticas de Alimentação e Nutrição Educação Alimentar e Nutricional
  11. 11. Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – PLANSAN 2012-2015Diretriz 1 – Promoção do Acesso Universal à Alimentação Adequada eSaudável, com prioridade para as Famílias e Pessoas em Situação deInsegurança Alimentar e NutricionalDiretriz 2 – Promoção do Abastecimento e Estruturação de SistemasDescentralizados, de Base Agroecológica e Sustentáveis de Produção,Extração, Processamento e Distribuição de AlimentosDiretriz 3 – Instituição de Processos Permanentes de Educação Alimentar eNutricional, Pesquisa e Formação nas áreas de SAN e DHAA
  12. 12. Plano Mais Brasil – PPA 2012-2015 Programa 2069 – Segurança Alimentar e NutricionalObjetivo 378 – Consolidar a organização de circuitos locais de produção,abastecimento e consumo... - Ampliar a participação dos equipamentos públicos de apoio à produção, abastecimento e consumo de alimentos nosterritórios de referência dos equipamentos sociais de assistência social, educação, saúde e outros, de forma a garantir oatendimento integral de pessoas inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) - Elaboração de estratégias e planos de gestão descentralizada e de integração de ações de segurança alimentar - Implantação da Política Nacional de Agricultura UrbanaObjetivo 379 – Assegurar processos permanentes de Educação Alimentar eNutricional e de Promoção da Alimentação Adequada e Saudável... - Criar os serviços de pesquisa e extensão em Educação Alimentar e Nutricional para subsidiar os setoresgovernamentais no aprimoramento e integração das ações em nível local - Inserir nos processos de Educação Alimentar e Nutricional, estratégias de sensibilização e orientação à populaçãopara adoção de hábitos alimentares mais saudáveis; e de formação e qualificação dos profissionais e produtores familiares e/ouurbanos para atuarem com os componentes alimentação, nutrição e consumo saudável - Realizar campanhas de sensibilização de profissionais, agentes do SISAN e da população para o preparo e consumode produtos alimentares regionais, da sociobiodiversidade, agroecológicos e de maior valor nutritivo
  13. 13. Obrigada! Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares Coordenação-Geral de Equipamentos Públicos de SAN 61-3433.1399 / 1177

×