OESTUDALaura Carreira – 12ºN – 2011/2012 – Escola Secundária António                  Arroio – Prof. Marcela Neves
Antiguidade Clássica
Época Medieval
Estado Novo
Actualidade
O ENSINO MILITARIZADO                       Hierarquia          O que sabe ensina ao que não-sabeLugar pouco propício à ex...
O ENSINO MILITARIZADO          A angústia do erroO medo incutido durante a aprendizagem    Acto de desaprender a desejar  ...
Relação com a entidade que ensina     “Mantidas pelo medo de mexer numa prisão de     músculos tetanizados, as emoções rec...
Relação entre os ensinados   Competição entre quem produz mais e melhor                Incita a corrupção                 ...
A escola como perpetuação do presente           (e não uma promessa de futuro)“o poder das coisas passava por cima do dese...
“De que se queixam vocês? hão deobjectar os fautores de leis e mais decretos. Pois não éeste o melhor meio de se iniciarem...
Promessa Carreira garantida até à reforma         Aceitação socialESTUDANTE SERÁ TRABALHADOR
VAI CONTRA A CONJUNTURA ECONÓMICA E SOCIAL        Substuição do homem pela máquina  O emprego já não pode ser o alicerce p...
Vida alicerçada :   Na criatividade, não no trabalho  Na autenticidade, não na aparência   No desejo, não no recalcamento ...
O Estudante do Ensino Secundário
O Estudante do Ensino Secundário
O Estudante do Ensino Secundário
O Estudante do Ensino Secundário
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

O Estudante do Ensino Secundário

841 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
841
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
187
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Estudante do Ensino Secundário

  1. 1. OESTUDALaura Carreira – 12ºN – 2011/2012 – Escola Secundária António Arroio – Prof. Marcela Neves
  2. 2. Antiguidade Clássica
  3. 3. Época Medieval
  4. 4. Estado Novo
  5. 5. Actualidade
  6. 6. O ENSINO MILITARIZADO Hierarquia O que sabe ensina ao que não-sabeLugar pouco propício à expansão por exercer um domínio Aluno aprende a servir uma entidade superior Protecção que se confunde com controlo Atenção que se confunde com vigia
  7. 7. O ENSINO MILITARIZADO A angústia do erroO medo incutido durante a aprendizagem Acto de desaprender a desejar Aprender a sofrer (confunde-se esforço com sofrimento) A diversão do aluno é desprezada
  8. 8. Relação com a entidade que ensina “Mantidas pelo medo de mexer numa prisão de músculos tetanizados, as emoções recalcadas instauram entre o opressor e o oprimido uma lógica dedestruição e de autodestruição que rompe com qualquer forma de comunicação” Através da opressão nunca se aprende Hipocrisia mútua e frustação comum O caminho que conduz Aborrecimento - violência Fealdade aos edificios - actos de vandalismo O professor ausenta-se – chinfrim como escape
  9. 9. Relação entre os ensinados Competição entre quem produz mais e melhor Incita a corrupção Incita ao ódio Incita à ausência de companheirismoReprodução das relações competitivas do mercado de trabalho Uniformização dos alunos Uniformização de saberes e verdades
  10. 10. A escola como perpetuação do presente (e não uma promessa de futuro)“o poder das coisas passava por cima do desejo sentido pelos seres” Sociedade mercantil que inflecte para seu proveito o destino das pessoas Ausência de uma noção de cidadania Estudante que estuda para ser
  11. 11. “De que se queixam vocês? hão deobjectar os fautores de leis e mais decretos. Pois não éeste o melhor meio de se iniciarem os novatos nasregras imutáveis que regem o mundo e a existência?Sem dúvida.Mas por que razão haveriam entãoos jovens de se conformar por maistempo a uma sociedade semalegria e sem futuro, a umasociedade que os adultos já só têm
  12. 12. Promessa Carreira garantida até à reforma Aceitação socialESTUDANTE SERÁ TRABALHADOR
  13. 13. VAI CONTRA A CONJUNTURA ECONÓMICA E SOCIAL Substuição do homem pela máquina O emprego já não pode ser o alicerce principal das vidas em sociedade Nos moldes actuais, não há emprego para todos Uma transformação no ensino é uma tranformação social
  14. 14. Vida alicerçada : Na criatividade, não no trabalho Na autenticidade, não na aparência No desejo, não no recalcamento Abertura ao mundo cultural ONDE A ESCOLA É UMA CONSTANTE(sem restrinções etárias convencionadas)

×