INTERREG IVC – PROJECTO COMMONS




Portalegre, 17 de Junho de 2009                     [1]
ENQUADRAMENTO GEOGRÁFICO


                                  O Distrito de Portalegre está
                               ...
CARACTERIZAÇÃO


                                            LEGENDA:
                                                Dist...
CARACTERIZAÇÃO




Clima      tipicamente       mediterrânico   apresentando   um   período
marcadamente quente e seco que...
CARACTERIZAÇÃO
                                                       Ocupação do Solo


                                 ...
CARACTERIZAÇÃO
                                                   Ocupação Florestal


                                   ...
ESPAÇOS FLORESTAIS



    PRINCIPAIS AMEAÇAS

             • Desertificação humana
             •Ausência de gestão
     ...
EVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA


O   Norte Alentejano é composto por 15
municípios, com uma população a rondar os
121 mil habitante...
PERIGOSIDADE DE INCÊNDIO




    Falta dados de Marvão e Alter do Chão




Portalegre, 17 de Junho de 2009                ...
AUSÊNCIA DE GESTÃO




Portalegre, 17 de Junho de 2009                [9]
ÁREA ARDIDA 1990 - 2008
                                                     LEGENDA:
                                    ...
PRAGAS E DOENÇAS


 Nematodo da Madeira do Pinheiro
        (Bursaphelenchus xilophilus)




Monochamus gallprovincialis ...
PRAGAS E DOENÇAS


 Cancro do Castanheiro (Castanea sativa)
         Fungo – Cryphonectria parasitica




 Tinta do Cast...
PRAGAS E DOENÇAS


 Platipo do Sobreiro (Quercus suber)
        Platypus cylindrus




Cobrilha da cortiça do Sobreiro (...
ZIF da FREGUESIA DE BELVER
                         Caracterização da Freguesia de Belver

      Belver pertence ao conce...
Caracterização da Freguesia de Belver



             Atalaia   Belver         Comenda             Gavião   Margem   Total...
Caracterização da Freguesia de Belver
Diminuição da capacidade física proprietários
                                      ...
VANTAGENS PARA O PROPRIETÁRIO
                 ADERIR A UMA ZIF


    Rendimento florestal      Risco de incêndio floresta...
Constituição de uma ZIF – Porquê?

 Para ultrapassar os problemas estruturais das
  pequenas propriedades sem Gestão Flor...
Constituição de uma ZIF
Núcleo Fundador     10% da área proposta
                                                         ...
Objectivos das ZIF


 Promover uma gestão activa e permanente dos espaços florestais.

 Proteger as áreas florestais e o...
Área Proposta para a ZIF da Freguesia de Belver

Toda a Freguesia de
Belver, excluindo os
perímetros urbanos
             ...
Parque Natural da Serra de S.Mamede
                           O Prof. Malato Beliz sintetizou o PNSSM da seguinte
       ...
RISCO DE INCÊNDIO NO PNSSM
Portalegre, 17 de Junho de 2009                         [13]
ÁREAS PRIORITÁRIAS PARA A
                           CONSERVAÇÃO DA NATUREZA




Portalegre, 17 de Junho de 2009          ...
Gestão dos espaços florestais comuns



Municípios (GTF)
Parque Natural da S. S. Mamede

Silvicultura REACTIVA
Silvicultur...
Exemplos de intervenções
                                           preventivas em espaços
                               ...
Obrigado pela atenção




Portalegre, 17 de Junho de 2009                      [13]
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Portalegre - apresentação– projecto commons versão g

1,285 views

Published on

Published in: Technology, News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,285
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Portalegre - apresentação– projecto commons versão g

  1. 1. INTERREG IVC – PROJECTO COMMONS Portalegre, 17 de Junho de 2009 [1]
  2. 2. ENQUADRAMENTO GEOGRÁFICO O Distrito de Portalegre está inserido na Região Alto Alentejo e é constituído por 15 Concelhos, entre eles os concelhos de Alter do Chão, Castelo de Vide, Gavião, Marvão e Nisa, que participam no presente PROJECTO COMMONS. Portalegre, 17 de Junho de 2009 [2]
  3. 3. CARACTERIZAÇÃO LEGENDA: Distrito Portalegre CONCELHOS PARTICIPANTES Parque Natural S. S. Mamede Rede Natura 2000 Área dos concelhos participantes, está em grande parte inserida em áreas classificadas, tais como o PNSSM e a Rede Natura 2000 (Sitio de S. Mamede, Sitio do Cabeção, Nisa e Lage da Prata e Monumento Natural). Portalegre, 17 de Junho de 2009 [3]
  4. 4. CARACTERIZAÇÃO Clima tipicamente mediterrânico apresentando um período marcadamente quente e seco que se prolonga de meados de Junho a meados de Setembro. Portalegre, 17 de Junho de 2009 [4]
  5. 5. CARACTERIZAÇÃO Ocupação do Solo Afloramentos Rochosos Areas Agricolas 50% 46% Areas Florestais Planos de Água Tecido Urbano, Turístico e Zonas Industriais LEGENDA: Distrito_Portalegre Rde Natura 2000 Parque Natural S. S. Mamede Ocupação do Solo Urbano, Turistico e Industrial Afloramentos Rochosos Agrícola Florestal Planos de Agua Portalegre, 17 de Junho de 2009 [5]
  6. 6. CARACTERIZAÇÃO Ocupação Florestal Pinus pinaster Pinus pinea 13% 11% Eucalitus spp. 6% 25% Castanea sativa 16% 29% Quercus suber Quercus rotundifolia Quercus pyrenaiica Matos LEGENDA: Distrito_Portalegre Parque Natural S. S. Mamede Rde Natura 2000 Ocupação Florestal Azinheira Carvalho Castanheiro manso Eucalipto Matos Pinheiro bravo Pinheiro manso Portalegre, 17 de Junho de 2009 Sobreiro [6]
  7. 7. ESPAÇOS FLORESTAIS  PRINCIPAIS AMEAÇAS • Desertificação humana •Ausência de gestão •Incêndios Florestais • Pragas e Doenças Portalegre, 17 de Junho de 2009 [7]
  8. 8. EVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA O Norte Alentejano é composto por 15 municípios, com uma população a rondar os 121 mil habitantes (INE, 2004) em continua perda demográfica (127 mil hab. em 2001, 134 mil hab. em 1991). O envelhecimento da população também se acentuou a partir da década de cinquenta, sendo que cerca de 25% da população possui hoje mais de 65 anos. O território do Norte Alentejo é hoje um território com pouca população, com baixas densidades populacionais e com problemas associados ao envelhecimento e desertificação, que condicionam as ambições de um futuro mais próspero. Portalegre, 17 de Junho de 2009 [8]
  9. 9. PERIGOSIDADE DE INCÊNDIO Falta dados de Marvão e Alter do Chão Portalegre, 17 de Junho de 2009 [9]
  10. 10. AUSÊNCIA DE GESTÃO Portalegre, 17 de Junho de 2009 [9]
  11. 11. ÁREA ARDIDA 1990 - 2008 LEGENDA: Distrito Portalegre Concelhos Participantes Parque Natural S.S. Mamede Rede Natura 2000 Áreas Ardidas 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Portalegre, 17 de Junho de 2009 [10]
  12. 12. PRAGAS E DOENÇAS  Nematodo da Madeira do Pinheiro (Bursaphelenchus xilophilus) Monochamus gallprovincialis (Insecto vector) Portalegre, 17 de Junho de 2009 [11]
  13. 13. PRAGAS E DOENÇAS  Cancro do Castanheiro (Castanea sativa) Fungo – Cryphonectria parasitica Tinta do Castanheiro (Castanea sativa) Fungo - Phitophora cinnamoni Portalegre, 17 de Junho de 2009 [12]
  14. 14. PRAGAS E DOENÇAS  Platipo do Sobreiro (Quercus suber) Platypus cylindrus Cobrilha da cortiça do Sobreiro (Quercus suber) Coroebus undatus Portalegre, 17 de Junho de 2009 [13]
  15. 15. ZIF da FREGUESIA DE BELVER Caracterização da Freguesia de Belver  Belver pertence ao concelho de Gavião;  Fica a Norte do Rio Tejo;  Têm cerca de 6970 ha;  A população da freguesia de Belver, têm vindo a diminuir, distribui- se por 14 aglomerados urbanos; 1981 1991 2001 1563 1184 900  População idosa;  Abandono da actividade agricola (Diminuição do n-º efectivos pecuários);  Diminuição do trabalho no sector florestal; Quadro 1 : Distribuição da área e n-º prédios por freguesia do concelho de Gavião
  16. 16. Caracterização da Freguesia de Belver Atalaia Belver Comenda Gavião Margem Total Área 19,35 69,71 89,85 57,85 56,79 293,55 (Km2) Artigos 458 12.973 1.089 3.149 2.292 19.961 matriciais Fonte: Repartição finanças de Gavião
  17. 17. Caracterização da Freguesia de Belver Diminuição da capacidade física proprietários abandono da Actividade Agrícola ( envelhecimento) Diminuição n.º pessoas Alteração das condições climáticas Aumento das áreas florestais ( de forma desorganizada, sem planeamento) Diminuição n.º animais Diminuição das limpezas dos (ovinos, caprinos e bovinos) povoamentos florestais Aumento das áreas ardidas
  18. 18. VANTAGENS PARA O PROPRIETÁRIO ADERIR A UMA ZIF Rendimento florestal Risco de incêndio florestal Aumenta Diminui Apoio técnico PERMANENTE Processo de certificação florestal FACILITADO Possibilidade de apoios específicos MAIORES Possibilidade de benefícios fiscais MAIORES
  19. 19. Constituição de uma ZIF – Porquê?  Para ultrapassar os problemas estruturais das pequenas propriedades sem Gestão Florestal ou viabilidade económica. É necessário: Área mínima: 1000ha N.º mínimo de proprietários: 50 N.º mínimo de Prédios Rústicos: 100
  20. 20. Constituição de uma ZIF Núcleo Fundador 10% da área proposta Validação Publicitação AFN Registo em acta da Consulta Prévia 1ª Reunião opinião de cada participante Lista proprietários/produtores Consulta Pública Indicação da Entidade gestora Cartografia Projecto regulamento interno Validação Acta consulta Prévia AFN Publicitação Audiência final Análise das sugestões Registo em acta da Reunião propostas e resposta aos opinião de cada esclarecimentos solicitados participante Subscrito por um mínimo de 30 proprietários/produtores florestais Requerimento Os subscritores possuírem em conjunto pelo menos 50% da área
  21. 21. Objectivos das ZIF  Promover uma gestão activa e permanente dos espaços florestais.  Proteger as áreas florestais e os espaços rurais associados.  Fomentar a recuperação dos espaços florestais e naturais afectados por incêndios.  Reduzir as condições de ignição e propagação de incêndios.  Dar coerência territorial e eficácia aos diferentes instrumentos de ordenamento e à acção de todos os que intervêm no espaço florestal.  Contribuir para o ordenamento do território.
  22. 22. Área Proposta para a ZIF da Freguesia de Belver Toda a Freguesia de Belver, excluindo os perímetros urbanos Área Proposta para a ZIF da Freguesia de Belver: 6617 ha
  23. 23. Parque Natural da Serra de S.Mamede O Prof. Malato Beliz sintetizou o PNSSM da seguinte forma: “… a natureza, mestra na magia de tornar possível o aparentemente impossível, colocou ali, ao nosso alcance fácil, em espaço reduzido e em contraste, o Norte e o Sul, o calcário e o ácido, o elevado e o baixo…”. Portalegre, 17 de Junho de 2009 [13]
  24. 24. RISCO DE INCÊNDIO NO PNSSM Portalegre, 17 de Junho de 2009 [13]
  25. 25. ÁREAS PRIORITÁRIAS PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Portalegre, 17 de Junho de 2009 [13]
  26. 26. Gestão dos espaços florestais comuns Municípios (GTF) Parque Natural da S. S. Mamede Silvicultura REACTIVA Silvicultura PREVENTIVA Intervenções: Rede Primária Rede Secundária Rede Terciária Mosaico de parcelas Portalegre, 17 de Junho de 2009 [15]26
  27. 27. Exemplos de intervenções preventivas em espaços privados, para beneficio COMUM Portalegre, 17 de Junho de 2009 [16]27
  28. 28. Obrigado pela atenção Portalegre, 17 de Junho de 2009 [13]

×