Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Vem Pra Rua

674 views

Published on

Retrospectiva, similaridades e diferenças nos protestos realizados em 2013, 2014 e 2015.

Published in: Social Media
  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Vem Pra Rua

  1. 1. 2013 - 2015
  2. 2. Tecnologia não foi central, mas um fenômeno apenas cultural É uma mudança de Tecnologia Cognitiva Fenômeno histórico cíclico (Escola Canadense) É mais uma mudança tecnológica Vem Pra Rua (Nepomuceno, 2015) Sem análise histórica ou não considera fenômeno cíclico
  3. 3. PADRÕES DE REDE
  4. 4. PAUL BARAN (1957)
  5. 5. CENTRALIZADO A rede é dependente do centro (Segura, 2011).
  6. 6. DESCENTRALIZADO MULTICENTRALIZADO Modelo da maioria das organizações (Segura, 2011).
  7. 7. DISTRIBUÍDO Redes de relacionamento além da organização hierárquica (Segura, 2011) .
  8. 8. TIPOS DE INTERAÇÃO
  9. 9. ENXAMEAMENTO SWARMINGTudo que interage pode enxamear (Franco, 2011).
  10. 10. AGLOMERAMENTO CLUSTERING Tendência de formar aglomerados dentro da rede (Franco, 2011). Expressões mais twittadas sobre as manifestações entre 15 de junho e 30 de outubro de 2013 (Fonte: Fabio Malini/Labic).
  11. 11. AMASSAMENTO CRUCHING Tudo que interage tende a se emaranhar mais e se aproximar, diminuindo o tamanho social do mundo (Franco, 2011).
  12. 12. IMITAÇÃO CLONING Nas redes com muitas conexões, a imitação tende a auto-organizar boa parte das coisas (Franco, 2011).
  13. 13. 3 CONFUSÕES
  14. 14. Redes sociais são ambientes de interação, não de participação (Franco, 2011).
  15. 15. Redes sociais são mais distribuídas do que centralizadas (Franco, 2011).
  16. 16. A rede [uma realidade social] não é o site da rede [a mídia] (Franco, 2011).
  17. 17. 2013
  18. 18. “Vivemos uma era muito estranha, daquelas que muitas teorias caducaram e já não cabem mais. Tudo precisa ser revisto. É curioso ver como uma propaganda "alienante" pode se tornar um hino de "conscientização". É a mais pura apropriação “anarquizante” dos recursos imagéticos.” Fonte: http://goo.gl/Wzo3Yj
  19. 19. PROPAGANDA ALIENANTE
  20. 20. HINO DE CONSCIENTIZAÇÃO
  21. 21. APROPRIAÇÃO ANARQUIZANTE
  22. 22. 2014
  23. 23. Governistas e oposicionistas utilizam perfis-robôs nas redes sociais durante campanha eleitoral (Malini, 2014).
  24. 24. Perfis-robôs criam efeito manada no público. Houve situações em que os robôs produziram cerca de 900 tuítes num único dia sobre o mesmo assunto (Malini, 2014).
  25. 25. Robôs atacam e defendem visões partidárias com trolagem. Esses robôs, junto com os bots vivos (militantes pagos ou não na rede), atacam as hashtags, derrubam-nas ou as colonizam (Malini, 2014).
  26. 26. 2015
  27. 27. Protestos com líderes voltam com força.
  28. 28. Redes retomam a mecânica da velha comunicação de massa, em que poucos se comunicam para muitos. Fonte: https://goo.gl/Zv5nZ9
  29. 29. www.colaborativismo.com.br

×